Dez meses após o crime, suspeito de assassinar estudante do TECPUC é preso


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento
Mateus foi assassinado em setembro do ano passado. (Foto: Reprodução Banda B)
Mateus foi assassinado em setembro do ano passado. (Foto: Reprodução Banda B)

Dez meses após o assassinato do estudante do Mateus de Amorim da Silva, de 18 anos, o acusado pelo crime, Willian Pereira dos Santos, de 20 anos, foi preso nesta sexta-feira (17) pela Delegacia de Furtos de Roubos (DFR) de Curitiba. Segundo o delegado Rafael Viana, Santos era acobertado pela a polícia desde o latrocínio e uma investida da polícia conseguiu realizar a prisão no bairro Hauer.
Mateus era aluno do Centro de Educação Profissional do Grupo Marista (TECPUC) e foi morto em um assalto na noite de 18 de setembro, no bairro Prado Velho. Ele foi ferido com um golpe de faca nas costas no momento em que andava, na companhia de uma garota, até uma estação-tubo.
“Nós estávamos investigando esse caso de latrocínio e já havíamos realizado várias diligências. Hoje conseguimos realizar uma abordagem e sequente prisão. O suspeito acreditou que a vítima fosse reagir e agora pode pegar até trinta anos de prisão”, explicou o delegado.
Em outubro, a Polícia Civil do Paraná já havia identificado o suspeito. Só que ele não foi preso, devido ao período eleitoral que só permite a detenção em casos de flagrante. Santos já havia sido preso por assalto à mão armada em maio do ano passado, mas ficou poucos dias presos.
O crime
O aluno do TECPUC foi morto em um assalto na noite do dia 18 de setembro. Mateus foi ferido com um golpe de faca nas costas no momento em que andava, na companhia de uma garota, até uma estação-tubo. Ele foi socorrido com vida, mas não resistiu aos ferimentos.
O casal seguia a pé pela Conselheiro Laurindo até a estação-tubo Paiol depois de sair da aula, por volta das 23h30 Próximo a uma churrascaria, o casal foi abordado por um homem que deu voz de assalto, com uma faca em punho. De acordo com a Polícia Militar (PM), o rapaz reagiu ao notar que o bandido começou a mexer e ameaçar a garota que estava com ele.
.