Eu vou delatar, diz ex-deputado Luiz Argôlo


mail.google.com
Após ameaça contra sua família, o ex-deputado Luiz Argôlo (foto), preso desde abril pela Lava Jato, cogita fazer uma delação premiada com a Justiça.
Na semana passada, a defesa do ex-deputado teve uma conversa preliminar com o Ministério Público Federal.
As informações são da Folha de S. Paulo.
Segundo o advogado Sidney Rocha Peixoto, Argôlo tomou a decisão após ouvir o relato do publicitário Aricarlos Nascimento, que trabalhou em suas campanhas. Em depoimento à Justiça, Nascimento disse que recebeu uma ameaça destinada a Argôlo feita pelo deputado federal Mário Negromonte (PP-BA). “Ele me disse que, se o Luiz ficasse pianinho, quietinho e não entregasse ninguém, assim que ele saísse de Curitiba, seria ajudado para ter um retorno breve à vida política. Mas, se ele não o fizesse, já sabia qual era o destino de delator”, contou.