Ônibus com torcedores do Coritiba é atacado e passageiro relata momentos de desespero


Por Luiz Henrique de Oliveira e Geovane Barreiro
(Fotos: Colaboração Banda B)

Passageiros de um ônibus da linha Santa Cândida/Capão Raso passaram por momentos de desespero na noite desta quarta-feira (19) após a partida entre Coritiba e Grêmio, valida pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Um grupo de vândalos que estava na Av. João Gualberto atirou pedras contra biarticulado, a fim de atingir torcedores do Coritiba que haviam embarcado na estação-tubo Maria Clara, por volta das 22h20.
Segundo uma passageira do ônibus, que procurou a Banda B para desabafar, pelo menos duas pessoas ficaram feridas. “Eles embarcaram após o jogo e começaram a atirar pedras. Foi um desespero, porque a gente estava dentro e não sabia o que fazer. Pelo menos dois rapazes com a camisa do Coritiba tiveram cortes no rosto”, contou.
Ainda de acordo com a testemunha, não dá para saber quem foram os responsáveis pelo atentado. “Não chegou a ter confusão dentro do ônibus, fizeram um atentado de fora para dentro. Eles gritavam coisas de torcedor. Pode ser que torcedores de times rivais tenham jogado, mas eu não conseguir ver com certeza”, descreveu. Imagens de câmeras de segurança mostram que a ação teria partido de jovens com a camisa do Coritiba, possivelmente por uma questão interna entre os torcedores.
Após a confusão, o biarticulado desembarcou no terminal do Cabral. “Pedimos para o motorista parar, mas ele preferiu seguir em frente. Foi uma correria com todo mundo indo para a frente do ônibus. Eu estava retornando do trabalho e tenho síndrome do pânico, achei que ia morrer. Muita gente que nem foi ao jogo acabou sendo vítima também”, lamentou.
A Prefeitura de Curitiba confirmou o dano ao biarticulado. De acordo com a assessoria, duas janelas foram quebradas na confusão.
.