Polícia Civil apreende mais de duas toneladas de fogos e fecha fábrica de cerol


Polícia Civil

fogos
Investigadores também encontraram um comércio que não possuía alvará e ainda mantinha em depósito com cerca de duas toneladas de fogos de artifício. Foto: DJ/Banda B

A Delegacia de Explosivos Armas e Munição (DEAM), realizou na última segunda-feira (10), uma ação de fiscalização em várias lojas de fogos em Curitiba e região, que resultou em novas apreensões e no fechamento de uma fábrica de cerol, que funcionava em um comércio na Avenida Maringá, município de Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba.
No local, foram apreendidos linhas, cola, máquina para enrolar as linhas prontas, carretéis de vários tamanhos, aproximadamente 15 quilos de pó de mármore para a produção do cerol e ainda fogos de artifícios que eram vendidos sem autorização.
Seguindo as diligências, no bairro Pinheirinho, os investigadores também encontraram um comércio que não possuía alvará e ainda mantinha em depósito com cerca de duas toneladas de fogos de artifício. “Os fogos foram apreendidos e acondicionados em um espaço na própria loja, devido a falta de espaço na delegacia para guardar dois mil quilos de fogos. A sala foi lacrada e feito um termo de depósito a proprietária do comércio”, afirma o delegado-chefe da Deam, Vinicius Borges Martins.
A Polícia Civil, através da Deam continuará com as fiscalizações para que os comércios de fogos se adéquem a legislação e trabalhará firmemente para combater a venda de cerol, que parece ser uma brincadeira inocente quando utilizado por crianças e adolescentes em pipas, mas que na verdade trás um grande mal à sociedade, principalmente aqueles que utilizam motos”, lembra o delegado.
Qualquer denúncia de comércio irregular de fogos e de cerol poderá ser feita através do telefone (41) 3883-7131.