Adolescente é apreendido suspeito de estuprar menina de 3 anos


Fato ocorreu há oito dias quando vítima andava sozinha na rua.
Polícia teve ajuda dos moradores da região onde criança morava.

Graziela RezendeDo G1 MS
Roupas da criança estavam sujas de terra quando foi encontrada (Foto: Reprodução TV Morena)Roupas da criança estavam sujas de terra quando
foi encontrada (Foto: Reprodução TV Morena)
Um adolescente de 17 anos foi apreendido na tarde deste domingo (20) suspeito de estuprar criança de 3 anos no último dia 12 de setembro no Parque Izabel Garden, em Campo Grande. Ele está sendo ouvido na Delegacia de Proteção à Criança ao Adolescente (Depca).
Segundo o delegado Paulo Sérgio Lauretto, o suspeito confessou o crime e disse que estava sob efeito de drogas. O delegado afirmou que o adolescente teria encontrado a criança que perguntava pela mãe quando “sentiu vontade de ficar com a menina”.
A polícia contou com ajuda de moradores da região onde a menina mora para localizar o suspeito. O adolescente estava em uma casa abandonada quando foi surpreendido por investigadores nesta tarde.
Lauretto disse que o adolescente vai responder por ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável.
saiba mais

Entenda o caso
A menina de 3 anos foi estuprada no Parque Izabel Garden quando saiu de casa pela janela por achar que estava sozinha. A mãe tinha saído para trabalhar. Ela caminhava para casa da avó que fica em um bairro vizinho.
Segundo a polícia, a menina mora com a mãe e dois irmãos. É rotina da família a mãe sair para trabalhar às 4h, a criança ficar com os irmãos e eles a levarem para a casa da avó quando vão à escola.
No sábado, os irmãos não dormiram no mesmo quarto. A criança acordou, não viu eles e saiu. De acordo com a polícia, ela subiu em um sofá que fica próximo a uma janela, pulou e saiu de casa a procura dos meninos.
Depois de ser encontrada por vizinhos, andando na rua sozinha, suja e com sinais de violência, avítima foi internada na Santa Casa e recebeu alta na noite de segunda-feira (14), segundo informações da assessoria de imprensa do hospital.
Exames constataram o estupro e câmeras de segurança de residências flagraram a menina andando na calçada às 5h49 (de MS). Não se sabe se o estupro aconteceu antes ou depois do flagrante das imagens.