Cliente xingado de 'babaca' por atendente não processará empresa


Homem foi humilhado durante atendimento de telemarketing em Santos.
Empresa afirmou que já identificou funcionário e demitiu o colaborador.

Guilherme Lucio da RochaDo G1 Santos
O morador de Santos, no litoral de São Paulo, que foi humilhado e xingado de "babaca" (ouça o áudio acima) por um profissional de telemarketing, que oferecia serviços da Vivo, afirmou que não vai entrar na Justiça contra a empresa.(ouça o áudio)
A confusão começou há três meses, quando uma empresária, que prefere não se identificar, tentou adquirir um plano de internet por fibra ótica, mas não concluiu o negócio. Na terça-feira (1º), o funcionário da companhia voltou a ligar para a cliente, para falar sobre o serviço.
Mulher recebeu ligação da Vivo e marido foi xingado de "babaca" (Foto: Guilherme Lucio da Rocha/G1)Mulher recebeu ligação da Vivo e marido foi xingado
de 'babaca' (Foto: Guilherme Lucio da Rocha/Arquivo)
A ligação foi atendida e gravada pelo marido da munícipe. Após fazer várias perguntas sobre o plano, o homem começou a ser xingado e humilhado pelo atendente, que chegou a afirmar que "a ignorância refletia nos problemas enfrentados pelo Brasil".
Logo depois do episódio ser divulgado, a cliente diz ter sido procurada pela empresa. “Inicialmente, eles simplesmente pediram desculpas, disseram que não podiam localizar o funcionário, pois não sabiam de qual call center tinha saído a ligação. Já nesta quinta-feira (3), eles me ligaram e disseram que tinham tomado providências, que seria o desligamento do atendente”, afirma.
Mesmo depois do constrangimento, o casal não pretende acionar a Justiça. “Não penso em ganhar dinheiro com essa situação. Espero, sim, que esse caso sirva de lição para melhorar esse tipo de serviço”, conclui.
Em nota, a Telefônica Vivo disse lamentar o fato e afirmou que tomou as providências necessárias. Ainda segundo a Telefônica Vivo, a conduta do funcionário foi um fato isolado que não representa o atendimento aos clientes.