Homem que “mata por pouco” é preso em Santa Felicidade e promete voltar e rir em frente à delegacia


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha
Ezequiel agora responde por quatro crimes (Foto: Juliano Cunha - Banda B)
Ezequiel agora responde por quatro crimes (Foto: Juliano Cunha – Banda B)

Um homem de 33 anos foi preso acusado de três assassinatos em menos de 40 dias na região do bairro Santa Felicidade, em Curitiba. Em entrevista à Banda B nesta quinta-feira (24), a delegada Ana Cláudia Machado disse que Ezequiel Cezar dos Santos agia por motivos banais e buscava mostrar que comandava a criminalidade local.
“Ele agia de forma brutal e executava as vítimas com tiros na cabeça por pouco. Em um dos casos a vítima se desentendeu com um amigo, no outro a vítima tinha interesse na companheira do colega preso. Nada justifica um homicídio, mas os três aqui tinham motivos ainda mais banais”, disse.
Conhecido como Magrão, Ezequiel tinha ainda um mandado de prisão anterior por retirar a tornozeleira eletrônica. Da vez anterior, ele havia sido preso e condenado por tráfico de drogas.
No momento da prisão, Magrão ironizou ainda os policiais e prometeu voltar a sede da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e dar risada em frente ao prédio. “Ele comentou que faria isso, mas esperamos que agora fique um bom tempo preso”, concluiu.
Ezequiel agora fica à disposição da Justiça.