Richa irá à China, Rússia e França para buscar parceria e investimentos


Gov. Beto Richa
Uma comitiva liderada pelo governador Beto Richa inicia na próxima terça-feira (13) uma missão à China, Rússia e França para fortalecer as relações internacionais do Paraná e abrir novas frentes de parcerias e investimentos estrangeiro no Estado, em especial nos setores automotivo, de tecnologia da informação, agroindústria, infraestrutura e energia.
“A viagem tem dois objetivos de caráter estratégico para o desenvolvimento econômico do Paraná: atrair novos investimentos produtivos, que são vitais para a nossa economia, e elevar a participação do Estado no comércio exterior”, ressaltou o governador.
O presidente da Copel, Luiz Fernando Leone Vianna, que integra a comitiva, destacou a importância da companhia em fortalecer as relações comerciais com empresas energéticas da China e da Rússia. “A China é uma referência mundial em transmissão de energia e a Copel já conta, atualmente, com a parceria de empresas chinesas em dois grandes empreendimentos deste segmento no Brasil”, explicou Vianna. “Nosso objetivo é buscar sempre a ampliação deste modelo de parcerias, que possibilitam uma troca intensa de experiência e tecnologias”, disse Vianna.
De acordo com o presidente da Copel, a passagem pela Rússia é fundamental para a prospecção de fornecedores de gás, uma fonte de energia com grandes perspectivas de crescimento no Paraná e no Brasil. “A Copel aposta neste setor já há alguns anos, com a compra de gás para geração de energia, distribuição por meio da participação societária na Compagás e, mais recentemente, com a prospecção de gás natural convencional na região central do Paraná”, disse ele.
BRICS – Com a missão, o Paraná sai na frente entre os estados brasileiros a buscar parcerias com os países que compõem o BRICS, bloco formado pelas principais economias emergentes mundiais – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.
“Como o Brasil não avançou nas negociações de novos tratados internacionais, é importante que o Estado tome a iniciativa de firmar seus próprios acordos bilaterais”, afirmou o governador Beto Richa. “A China e a Rússia têm grandes empresas com capitais para investir aqui. E também têm disposição para financiar a modernização de nossa infraestrutura de transporte e logística”, salientou.
Para o presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento (APD), Adalberto Netto, que também participará da missão, é a oportunidade de o Paraná tomar a liderança dos acordos internacionais envolvendo o bloco econômico. “O Paraná está se posicionando como o Estado líder no acordo iniciado pelo governo federal com os demais países do BRICS”, explicou Netto. “Esses países têm interesses mútuo em manufatura, coinvestimento e acesso a crédito. E vamos aproveitar essa agenda importante que foi constituída pelo governo federal para estimular as ações entre os BRICS”, completou.
CHINA – A comitiva chega na terça-feira (13) à China, onde é recebida pela cônsul-geral do Brasil em Xangai, Ana Cândida Perez. Na sequência, eles se reúnem com representantes da Nari, empresa de equipamentos eletrônicos chinesa. O secretário do Consulado-Geral em Xangai, Martin Kampf, acompanha a reunião.
Na quarta-feira (14), a missão comercial irá à cidade de Hefei, onde está localizada a sede da montadora JAC Motors, que é uma das empresas de interesse para atração de investimentos ao Paraná. No mesmo dia, o governador assina um memorando de entendimentos com governo da província de Anhui para estabelecer relações diretas entre os dois governos.
No dia seguinte, eles seguem para Pequim para uma reunião com dirigentes da empresa automobilística Foton. A proposta é mostrar os atrativos do Estado para o setor automobilístico, com a possibilidade de atrair ao Estado uma fábrica de pick-ups e SUVs.
Na sexta-feira (16), Richa ministra uma palestra na Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex).
Na sequência, a comitiva se reúne com representantes do China Development Bank (CPD). No mesmo dia, está programada uma reunião com a State Grid, a maior empresa energética da China, que mantém parcerias no Brasil com a Copel.
RÚSSIA – Após a agenda na China, a comitiva segue a Moscou, na Rússia. A partir do dia 19, eles se reúnem com diretores do VneshEconomBank (VEB), o banco de desenvolvimento russo. Richa e a comitiva também se encontram com representantes da empresa de energia russa Gazprom, que é a maior exportadora de gás natural do mundo. Está programada, ainda, uma visita à sede da produtora de fertilizantes Uralkali. A comitiva também irá à sede da empresa de aviação Inkurt Aviation.
FRANÇA – Após cumprir agenda na Rússia, Richa segue até Paris, na França, onde se encontrará com o presidente da NTL, Olivier Bachelet, empresa que fabrica veículos elétricos para o transporte público. No encontro, o governador irá conhecer as linhas operadas pela NTL, com o objetivo de buscar soluções para o transporte públicos das cidades do Paraná.
COMITIVA – Acompanharão o governador na missão a secretária do Trabalho e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; o presidente da Copel, Luiz Fernando Leone Vianna; o presidente da Agência Paraná Desenvolvimento (APD), Adalberto Netto; além de empresários e representantes de entidades do setor privado.