‘Não somos ladrões’, diz Gilbertinho Carvalho


Cerimonia-de-troca-de-cargos-na-Secretaria-geral-da-Presidenci
Ex-ministro disse que tem orgulho de pertencer à quadrilha a que Aécio Neves se referiu como sendo o governo Dilma
Na troca de comando da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, que transmitia o cargo para Miguel Rossetto, roubou a cena de seu sucessor. Num discurso que ele mesmo classificou como “sincericídio”, Gilberto disse que os petistas não são ladrões. Segundo ele, o governo petista mudou a cara do país combatendo a desigualdade. E dando uma resposta atrasada ao candidato tucano derrotado à Presidência, Gilberto disse que tem orgulho de pertencer à quadrilha a que Aécio Neves se referiu como sendo o governo Dilma.
— E aquele que disse que perdeu a eleição para uma quadrilha, eu quero responder que é essa a nossa quadrilha Para eles, pobre é quadrilha. É essa quadrilha dos pobres, que foi injustamente vencida na história e que agora é tratada com um mínimo de dignidade, quero dizer com muito orgulho que pertenço a essa quadrilha e nós vamos continuar mudanças nesse país — discursou Gilberto, dizendo que deixa o governo com uma kitnet rural e um apartamento financiado pelo Banco do Brasil.

Criança argentina morre e é a 2ª vítima de atropelamento de família em SC


Grupo sobreviveu a acidente, mas foi atropelado em acostamento. 
Mulher morreu no local; menina de 5 anos morreu no hospital nesta sexta. 

Do G1 SC
Grupo saiu ileso de acidente com o próprio carro, mas foi atropelado em seguida (Foto: PRF SC/Divulgação)Grupo saiu ileso de acidente com o próprio carro,
mas foi atropelado em seguida
(Foto: PRF SC/Divulgação)
Uma menina de cinco anos, integrante da família argentina atropelada no acostamento da BR-282, em Chapecó, no Oeste catarinense, morreu no hospital na manhã desta sexta-feira (2). A mãe dela, de 39 anos, já havia falecido no local do acidente. Outros três familiares também foram atropelados pelo automóvel Corolla e ficaram feridos. Eles haviam sobrevivido a um primeiro acidente e aguardavam no acostamento quando foram atingidos pelo veículo.
O primeiro acidente ocorreu por volta de 12h20, no km 542,8 da BR-282. Os argentinos estavam em um carro Sandero com placas de Missiones, que aquaplanou, saiu da pista e caiu em um barranco. O automóvel era conduzido por um homem de 38 anos, que estava com a esposa, os dois filhos e a sogra, de 66 anos. Todos saíram ilesos do primeiro acidente, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Porém, em seguida, os cinco estavam aguardando ajuda no acostamento da rodovia quando, 20 minutos depois, um Corolla com placas de Cunha Porã, Oeste catarinense, também aquaplanou e acabou atropelando o grupo, como informou a PRF. Gabriela Fernanda Rodriguez Macena, de 39 anos, moradora de Missiones, morreu no local. O adolescente teve lesões leves e os outros tiveram ferimentos graves e foram encaminhados ao Hospital Regional do Oeste, em Chapecó.
No atropelamento, a menina Victoria Rocio Pereira, de 5 anos, foi arremessada por cerca de 15 metros e teve traumatismo craniano. Ela morreu na manhã desta sexta-feira (2). Seg undo o hospital, o pai dela e a avó seguem internados, mas não correm risco de morrer.
O motorista do Corolla, um homem de 39 anos, e outros dois passageiros que estavam no carro não ficaram feridos. Segundo a PRF, o condutor parou para prestar socorro.
  •  
Três ocupantes do Corolla saíram ilesos (Foto: PRF SC/Divulgação)Três ocupantes do Corolla saíram ilesos (Foto: PRF SC/Divulgação)

Sexta morte da ‘Chacina em Hipermercado’ é confirmada; polícia localiza carro de atiradores


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento


A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) confirmou à Banda B a sexta morte da ‘Chacina do Hipermercado’, que aconteceu no Walmart do bairro Jardim das Américas, em Curitiba, no último dia 31. Um jovem de nome Gabriel, de 20 anos, foi vítima de ‘fogo amigo’. De acordo com a DHPP, ele estava com os assassinos e acabou sendo atingido, acidentalmente, por um dos tiros direcionado aos cinco jovens que morreram.
Gabriel foi socorrido logo após o tiroteio ao Hospital Cajuru pelos próprios atiradores, que estavam em um carro Ônix. O veículo inclusive, de acordo com a DHPP, foi recuperado ontem (1°), em uma cidade no interior do estado.
O jovem se junta na lista de mortos na chacina a Alan Fabio dos Santos, 26 anos, que morreu ao lado do carro Fiat Uno em que estava com os amigos vítimas da tocaia; o primo de Alan, Diego Renato dos Santos, 25, que morreu no estacionamento do hipermercado. James Robert dos Santos, 28, e outros dois feridos que estavam internados em hospitais de Curitiba. Eles teriam envolvimento em assaltos na capital e há suspeita de que o crime tenha ligação com gangues da Vila das Torres.
hiper
Mortes aconteceram dentro de estacionamento do Walmart (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)
O crime aconteceu por volta das 14h30 da véspera do Ano Novo, no momento em que o hipermercado estava com alto fluxo de cliente devido aos preparativos e compras para a virada de ano. Os disparos de arma de fogo causaram pânico entre os clientes e houve correria durante a ação dos assassinos. O grupo de rapazes chegou ao hipermercado no início da tarde em um Fiat Uno, de cor branca, para fazer compras no local. Na saída, eles foram abordados por homens que ocupavam um veículo Ônix Chevrolet, de cor preta.
Após poucas horas de investigação a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já afirmou ter linhas de investigação bastante apuradas. Ainda no local, familiares afirmaram que Alan teria saído do sistema prisional para passar o fim de ano ao lado da família. A polícia acredita que o crime tenha envolvimento com as gangues da Vila das Torres, mais precisamente entre os membros da ‘gangue de cima’. Ainda, sem confirmação da polícia, há suspeita que a morte dos jovens tenha sido encomendada por presos do Complexo Penal de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba.
Ainda
Na madrugada de hoje (1º), por volta das 3h, na rua Anna Frieber esquina com a Manuel Matins Abreu, na Vila Torres, um homem foi morto a tiros por ocupantes de um veículo escuro que passaram atirando a esmo no local. Rodrigo Barbosa Ribas, 25 anos, morreu na hora e, segundo informações de moradores, não tinha envolvimento com o crime e estava na rua comemorando a virada do Ano Novo. A Polícia Civil investiga se o veículo escuro pode ser o mesmo que participou da chacina no hipermercado.

“Morte de bebê parece ter sido uma fatalidade que aconteceria em qualquer lugar”, diz delegado


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento


A pequena Ana Beatriz da Cruz, de seis meses, que morreu por parada cardiorrespiratória após mamar dentro de um carro no pátio de uma empresa no bairro Alto da XV, em Curitiba, na tarde de ontem (1), foi vítima de uma fatalidade. Pelo menos é o que aponta a investigação por parte da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Nesta sexta-feira (2), o delegado Jaime da Luz, da DHPP, afirmou à Banda B que a tragédia podia ter acontecido até mesmo na casa da família.
Segundo o delegado, o pai da menina, um homem de 34 anos, é porteiro e trabalha na Rua Reinaldino S. de Quadros. Como ontem era o primeiro dia do ano, a companheira dele, uma garota de 15, e sua filha, foram acompanhá-lo no trabalho e o aguardavam dentro do carro, um Gol. A mãe deu mama para a criança e saiu do carro para jogar a fralda usada no banheiro e buscar lenço úmido para limpar a menina. Foi nesse momento quie a tragédia aconteceu.
“São casos diferentes aos que aconteceram no fim do ano, de crianças deixadas horas em carros que acabaram morrendo. Preliminarmente foi uma parada cardiorrespiratória após a mãe se distanciar por cerca de cinco minutos. A criança estava roxa e o pessoal do Samu não conseguiu recuperá lá”, descreveu o delegado, confirmando que enquanto a mãe estava no carro o pai permaneceu na portaria trabalhando.
“A mãe estava consciente e perdeu a criança de vista por no máximo cinco minutos. Poderia ter acontecido do berço, na casa da família e em outro lugar qualquer. Vamos esperar apenas os resultados do exame do Instituto Médico Legal (IML) para concluir o inquérito do caso”, finalizou da Luz.

Motorista ‘de fora’ atravessa canaleta e provoca grave acidente do Centro de Curitiba


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

biarticulado
Biarticulado seguia sentido terminal Campina do Siqueira e atingiu lateralmente o carro. Foto: AN/Banda B

Um grave acidente no Centro de Curitiba deixou um passageiro ferido na tarde desta sexta-feira (2). Um veículo Cruze, com placas de Rondônia, e um ônibus biarticulado colidiram lateralmente na rua Prudente de Moraes esquina com a Fernando Moreira. O passageiro do veículo, de 50 anos, ficou ferido e encaminhado ao Hospital Evangélico. Cerca de cento e cinquenta passageiros que estavam no biarticulado não se feriram.
O acidente aconteceu no início da tarde quando o motorista do Cruze descia a rua Presidente Moraes e cruzou a canaleta exclusiva para ônibus, no cruzamento com a Fernando Moreira. O biarticulado seguia sentido terminal Campina do Siqueira e atingiu lateralmente o carro.
Com o impacto, a porta do carro foi arrancada e o passageiro, pai do motorista, ficou preso às ferragens. Ele teve ferimentos considerados graves e foi levado ao hospital pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate). Nenhum passageiro do biarticulado ficou ferido.
O motorista do biarticulado Claudemir de Oliveira, 35 anos, disse que o acidente foi rápido e não conseguiu parar. “Quando eu notei que ele iria atravessar, eu freei, mas não deu tempo. Olha a porta como ficou”, disse assustado.
O cruzamento ficou parcialmente bloqueado por cerca de uma hora, mas não houve registro de congestionamento.

Soldado da PM de Curitiba tenta cruzar Rio Iguaçu e desaparece durante pescaria


Por Luiz Henrique de Oliveira


O Corpo de Bombeiros de Palmeira, região Central do Paraná, realiza desde o início da manhã desta sexta-feira (2) buscas para encontrar o policial militar Cassiano Maicon de Britto, que se afogou no Rio Iguaçu, em Porto Amazonas. O soldado Britto, lotado na 4° Companhia do 12° Batalhão da Polícia Militar de Curitiba, estava, de acordo com as primeiras informações dos bombeiros, pescando com o sogro quando a tragédia aconteceu.
britto
Soldado Britto não conseguiu atravessar o rio (Foto: Facebook Giro 190)
Segundo o soldado Assunção, dos bombeiros, por volta das 9h a equipe de Palmeira foi acionada. “Ele foi atravessar o rio para pegar uma balsa e ir até a outra margem pegar o sogro e outras pessoas, mas não conseguiu e acabou perecendo. O rio está muito cheio e com a correnteza aconteceu essa tragédia”, descreveu à Banda B.
O soldado explicou que normalmente um funcionário da prefeitura é quem faz a travessia do Rio Iguaçu na região, mas hoje não havia expediente. “Possivelmente ele ia subir na balsa e buscar a família. Testemunhas viram o soldado se debatendo e afogando. São essas as primeiras informações que chegaram até a nossa equipe”, descreveu.
De acordo com Assunção, buscas estão sendo feitas para que o corpo do policial seja localizado. “Até agora a equipe não encontrou nada. Ele pode ter sido levado pela correnteza”, explicou.
O soldado Britto trabalha em Curitiba e mora em Campo Largo, de acordo com companheiros de farda.
.

Motoristas fazem fila para a tradicional benção dos carros na Igreja do Capuchinhos


Por Elizangela Jubanski

capuchinhos
Benção dos carros tem 40 freis, voluntários e até mesmo escoteiros. Foto: Marco Piza/Banda B

A benção dos carros se tornou tradicional no calendário dos curitibanos. Há 60 anos, em toda a primeira sexta-feira do ano a Paróquia Nossa Senhora das Mercês, conhecida como a Igreja dos Capuchinhos, oferece a benção dos carros, de objetos e também aos motoristas. Hoje (2) a fila de carros já forma em frente à paróquia desde as 6 horas. A benção está prevista para acontecer até as 22 horas. A igreja fica na avenida Manoel Ribas, no bairro Mercês.
A previsão, de acordo com o frei Pedro, é que 20 mil carros passem pelo local durante toda a sexta-feira. “Muitas estão viajando, mas a gente sabe que mesmo assim o movimento é sempre bom nesse dia. Podem trazer objetos também e é importante começar o ano de 2015 com ainda mais fé”, disse, em entrevista à Banda B.
capuchinhos4
Tradição começou para espantar o azar da 1ª sexta do ano, disse Frei Pedro. Foto: MP/Banda B
A benção conta com participação de 40 freis, voluntários e até mesmo escoteiros. Os carros podem formar fila em frente à paróquia, mas os freis também farão as bençãos nas ruas próximas, como Júlia Wanderley e também a Brigadeiro Franco. As bençãos dos objetos também acontecem junto com o carro, já a benção das pessoas dentro da igreja.
“Isso tudo começou porque a gente queria reverter essa história de que a primeira sexta dos anos trazia azar. Traz nada, traz bençãos para o novo ano”, finalizou o frei. Agentes da Secretaria Municipal do Trânsito (Setran) devem permanecer o dia todo no local para evitar congestionamentos e organizar as filas.
.

Servidor público é espancado e morto em garagem de casa e mulher conta sobre briga de trânsito


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

servidor-publico
Esposa relatou que recentemente um grupo de rapazes passou a perseguir o marido após briga de trânsito. Foto: AN/Banda B
Um servidor público foi morto na manhã desta sexta-feira (2) na garagem de casa em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba. Renato Francisco Ivanoviski, 57 anos, foi morto com golpes de picareta e encontrado pela esposa. Após uma briga de trânsito, a vítima passou a ser perseguida. A Polícia Civil tem duas linhas de investigação: vingança e latrocínio.
O crime aconteceu por volta das 9h30 quando o servidor saia de casa, na rua Rua São Lourenço. A esposa contou aos policiais que ouviu o carro, um Corsa Sedan, sendo ligado e, logo depois, muitos acionamentos da buzina. Ela foi até a garagem, mas já encontrou o marido ensanguentado, morto. Ao lado dele havia uma ferramenta picareta, também suja de sangue, usada no crime. O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionado, mas o homem já estava morto. O servidor trabalhava no Departamento de Estudos e Projetos de Transportes (Depro).
Em depoimento, a esposa do servidor contou que ele teria discutido no trânsito com um grupo de rapazes, após o carro deles bater no Corsa de Ivanoviski. Eles discutiram e houve bastante ameaça. Segundo a esposa, os rapazes os perseguiram até em casa e há dias rondam o local. A Polícia Civil também trabalha com a hipótese de latrocínio: roubo seguido de morte.
O corpo do homem foi encaminhado a Instituto Médico Legal (IML). A delegacia do município investiga o caso.
.

Casal é assassinado com golpes de machadinha em Araucária


Da Redação


Um casal ainda sem identificação oficial foi encontrado assassinado com golpes de machadinha na noite desta quinta-feira (1°) no Jardim Ipê, em Araucária, região metropolitana de Curitiba. A informação inicial por parte da Polícia Civil é que os dois seriam usuários de drogas e o crime pode estar ligado a isso.
“Vizinhos ouviram tiros e em seguida dois homens de calça jeans e camiseta branca deixando o barraco em que o casal morava há cerca de sete meses. Os dois levaram vários golpes de machadinha e não resistiram aos ferimentos”, explicou à Banda B o investigador Ronaldo, da Delegacia de Araucária.
O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).
.

AirAsia: sobe para 16 número de corpos retirados do mar


Da Agência Lusa


As autoridades indonésias elevaram hoje (2) para 16 o número de corpos retirados do mar durante as operações de busca pelo avião da AirAsia, que desapareceu no domingo (28), com 162 pessoas a bordo, no Mar de Java.
Segundo a Agência Nacional de Busca e Resgate da Indonésia, os serviços de emergência transportaram oito corpos para Surabaia, na Ilha de Java, onde foi montado o centro de operações e se concentra a maioria dos parentes das vítimas, enquanto outros dois estão na Ilha de Bornéu e seis em barcos.
Ao menos 30 barcos e 17 aviões dos Estados Unidos, da Austrália, de Cingapura, da Malásia e da China participam nas buscas pelas caixas-pretas do avião da AirAsia, sob condições meteorológicas relativamente boas, com ondas entre 2,5 e 3 metros.
air asia
(Foto: Reprodução Agência Brasil)
Ontem (1º), foi identificada a primeira vítima – Hayati Lutfiah Hamid –, enterrada numa cerimônia que reuniu familiares e amigos em Java Oriental. A sogra, o marido e um filho de Hayati também seguiam a bordo do Airbus 320-200.
Anteriormente, a vítima tinha sido identificada erroneamente pela imprensa local como a aeromoça Khairunisa Haidar Fauzi. As autoridades estimam que o avião esteja entre 30 e 50 metros de profundidade, ao Sul da Ilha de Bornéu.
O Airbus da AirAsia decolou no domingo da cidade indonésia de Surabaia. O voo duraria duas horas até Cingapura mas caiu 40 minutos após a decolagem, no Mar de Java. A bordo seguiam 155 indonésios, três sul-coreanos, um britânico, um francês, um malaio e um cingapurense.
.

Capitão da PM é flagrado com maconha no litoral do Paraná e vai parar na delegacia


Redação
Um capitão da Polícia Militar (PM) foi parar na delegacia no dia 31 de dezembro na Ilha do Mel, no Litoral do Estado. O oficial foi flagrado com um dichavador, aparelho usado para preparar o cigarro de maconha e 53 gramas da substância. Ele é lotado em um batalhão que fica em Curitiba, assinou Termo Circunstanciado (TC) e foi liberado.
De acordo com a Polícia Militar (PM), a denúncia era de que uma mulher estava sendo arrastada próximo a uma trilha, na Vila do Farol. Quando policiais iniciaram o patrulhamento, viram um homem sentado em um banco, próximo da trilha que fica atrás do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) por volta das 20h30.
Policiais o abordaram ao ver que usava um dichavador e, de pronto, se identificou como sendo capitão da Polícia Militar (PM). Ele carregava 48 gramas em um saco plástico e mais 5 em outro. Encaminhado para a 1ª Companhia da Polícia Militar Ambiental, o capitão assinou TC e foi liberado.

Vizinhos denunciam e idosa é encontrada sem comida e bebida enquanto família está na praia


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

Uma denúncia grave na noite desta quarta-feira (31) fez a Polícia Militar (PM) ir até a casa de uma idosa em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Segundo os vizinhos, ela estava om o fêmur fraturado, sem comer, sem beber e também sem os medicamentos há, pelo menos, três dias. A idosa mora sozinha e a família, segundo a PM, estava na praia.
Vizinhos notaram que a família não frequentava a casa da idosa, na região da Vila Perneta, há dias e resolveram acionar a Polícia Militar (PM). O soldado Valtric confirmou à Banda B que o estado em que a idosa foi encontrada era de maus-tratos.
“Observamos a idosa por meio de uma janela e vimos que ela estava bastante debilitada. Conversamos com ela e decidimos entrar. Era nítido que ela estava em uma situação de abandono, com uma fratura no fêmur, com diabetes, com a higiene bem defasada porque a fralda que usada não era trocada há três dias. Tinham três números de celulares ao lado da cama, anotados em um papel. Ligamos e falamos com a família, que estava na praia”, descreveu Valtric.
A família relatou que teria contratado uma pessoa para cuidar da idosa, no entanto, não havia indícios de cuidados com a mulher dentro da residência. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e uma enfermeira fez os trabalhos de higiene e medicação. A assistência social da Prefeitura de Pinhais também foi acionada para tomar as providências cabíveis. A família pode responder por abandono.
.

Presos rendem agente e policial, roubam carro e fogem da Delegacia da Lapa


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento


Sete presos fugiram da Delegacia da Lapa, na região metropolitana de Curitiba, no fim da tarde desta quinta-feira (1°). Os detidos saíram por um buraco no telhado, renderam o policial de plantão e um agente penitenciário.
fuga presos 2
Presos fugiram por buraco no telhado da delegacia (Foto: Blog do Lobão)
O investigador Luiz, da Delegacia da Lapa, falou àBanda B sobre o caso. “Fizeram um buraco no telhado agora e saíram pela lateral. Entraram em uma sala e fizeram refém o agente e um policial, até quando conseguiram fugir”, contou.
Os marginais fugiram com três espingardas, uma metralhadora e duas pistolas ponto 40. Eles levaram um Peugeot 206 de um agente penitenciário e em sete dentro do carro foram até Araucária. “São suspeitos reincidentes. O carro foi localizado em Campo Largo, mas ninguém foi preso”, descreveu.
Confira fotos do Blog do Lobão dos suspeitos que fugiram:
LAPA
(Foto: Blog do Lobão)

Morcego teria dado início ao surto de ebola em Guiné na Africa


(Foto: AFP)(Foto: AFP)
A pior epidemia de ebola da história pode ter começado com um garoto que brincava com morcegos, no interior da Guiné. Seu nome era Emile Ouamouno. Isso é o que aponta um estudo realizado em Berlim, após uma pesquisa que envolveu dezenas de cientistas e meses de trabalho. Os morcegos estariam em uma das árvores na periferia de um vilarejo de apenas 31 casas.

O trabalho do Instituto Robert Koch foi publicado na revista EMBO Molecular Medicine e indicou que o “ponto zero” da epidemia que já infetou mais de 20 mil pessoas e levou países africanos ao caos teria sido o vilarejo de Meliandou, na região de Guéckédou.

O primeiro caso, justamente do garoto de 2 anos, foi registrado em dezembro de 2013. Dias depois, ele morreu. Em março, parte do buraco na árvore em que se alojavam morcegos foi queimada, justamente para espantar os animais que, entre os moradores locais, eram considerados como os responsáveis pela doença. Nesse momento, outras dez pessoas do mesmo vilarejo já haviam morrido, entre elas a mãe e a irmã de Emile.



Os pesquisadores admitem que não há provas definitivas de que essa tenha sido a forma pela qual a epidemia começou. Mas, segundo os antropólogos que entrevistaram os moradores e os testes de DNA na árvore queimada, a hipótese faz sentido.

A comunidade internacional já destinou mais de US$ 1 bilhão para lutar contra a doença. Mas a OMS admite que não sabe quando conseguirá controlar a doença, que já matou quase 8 mil pessoas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ex-namorado é suspeito de invadir festa de namorado e matar mulher na RMC


Da Redação


Um crime na noite de Réveillon choca os moradores de Tijucas do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Joilse Barbosa de Lacerda, de 35 anos, foi assassinada e o principal suspeito é o ex-namorado dela. Outras duas amigas de Joilse foram baleadas, mas não correm risco de morrer, segundo as primeiras informações.
mulher fora2
Joilse foi morta a tiros pelo ex-namorado (Foto: Reprodução Facebook Giro 190)
A situação ocorreu na PR-281, no km 21, em frente a uma residência, onde acontecia a festa. O ex-namorada de Joilse afirmou que iria se vingar dela por algum motivo não apurado e cumpriu a promessa. O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).
A Delegacia de Tijucas investiga o caso.
.

Bebê tem parada cardiorrespiratória após mamar e morre dentro de carro no Alto da XV


Da Redação


Um bebê de seis meses, de nome Ana Beatriz da Cruz, morreu dentro de um carro no pátio de uma empresa no bairro Alto da XV, em Curitiba, na tarde desta quinta-feira (1). A menina sofreu uma parada cardiorrespiratória após mamar e os socorristas do Samu não conseguiram salvá-la.
Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o pai da menina, um homem de 34 anos, é porteiro e trabalha na Rua Reinaldino S. de Quadros. Como ontem era o primeiro dia do ano, a companheira dele, uma garota de 15, e sua filha, foram acompanhá-lo no trabalho e o aguardavam dentro do carro, um Gol.
De acordo com o depoimento prestado na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a mãe deu mamadeira para a menina, trocou sua fralda e a deixou de bruços no banco traseiro do carro.  Ainda conforme a mãe, a menina foi deixada sozinha por cinco minutos, para o casal jogar a fralda usada no banheiro e buscar  lenço úmido para limpar a menina. Quanto retornou, já encontrou a menina passando mal, engasgada provavelmente com o leite, porque não foi colocada para arrotar.
O Samu foi chamado, mas infelizmente os atendentes não conseguiram salvar a vida da criança. Os pais foram ouvidos na DHPP e liberados. A Polícia Civil aguarda laudos técnicos para ver o que realmente ocorreu. Não está descartada a possibilidade de responsabilização dos pais, mas, neste primeiro momento, eles prestaram depoimento e foram liberados.
.

Cinco argentinos são atropelados em acostamento e um morre em SC


Estrangeiros haviam se acidentado antes e aguardavam socorro.
Corolla aquaplanou e atropelou os cinco estrangeiros, em Chapecó.

Do G1 SC
Grupo saiu ileso de acidente com o próprio carro, mas foi atropelado em seguida (Foto: PRF SC/Divulgação)Grupo saiu ileso de acidente com o próprio carro,
mas foi atropelado em seguida
(Foto: PRF SC/Divulgação)
Cinco argentinos foram atropelados por um automóvel Corolla em Chapecó, no Oeste catarinense, na tarde desta quinta-feira (1º). Uma mulher de 39 anos morreu. Os estrangeiros haviam se acidentado anteriormente e aguardavam no acostamento quando foram atingidos pelo veículo.
Por volta de 12h20, no km 542,8 da BR-282, um carro Sandero com placas de Missiones, na Argentina, aquaplanou e saiu de pista. O veículo caiu em um barranco. O automóvel era conduzido por um homem de 38 anos e havia outros quatro passageiros, sendo uma menina de cinco anos, uma idosa de 66, um adolescente de 14 anos e uma mulher de 39. Todos saíram ilesos do primeiro acidente, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Porém, em seguida, os cinco estavam aguardando ajuda no acostamento da rodovia quando, 20 minutos depois, um Corolla com placas de Cunha Porã, Oeste catarinense, também aquaplanou e acabou atropelando o grupo, informou a PRF. Gabriela Fernanda Rodriguez Macena, moradora de Missiones, morreu. Os demais, exceto o adolescentes, que teve lesões leves, ficaram gravemente feridos.
 Os quatro sobreviventes foram encaminhados ao Hospital Regional do Oeste, em Chapecó. O motorista do Corolla, um homem de 39 anos, e outros dois passageiros que estavam no carro não ficaram feridos. Segundo a PRF, o condutor parou para prestar socorro.
Três ocupantes do Corolla saíram ilesos (Foto: PRF SC/Divulgação)Três ocupantes do Corolla saíram ilesos (Foto: PRF SC/Divulgação)

Jovem é assassinada quando voltava do réveillon em Copacabana


Tayenne foi morta aos 22 anos
Tayenne foi morta aos 22 anos Foto: Reprodução da internet
Bernardo Costa

Depois de passar a virada do ano em Copacabana, Tayenne Rodrigues Pereira Abreu, de 22 anos, foi assassinada com dois tiros na cabeça, na manhã desta quinta-feira, no Centro de Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Ela voltava para casa depois de passar a noite de réveillon com amigos. A vítima foi baleada por volta de 7h num dos acessos à favela do Castelar, na esquina da Rua Moacir Pereira Mattos Filho com a Avenida Joaquim da Costa Lima. A jovem chegou a ser levada para o Hospital do Joca, mas não resistiu aos ferimentos.
Agentes da Divisão de Homicídios da Baixada estão colhendo depoimentos de testemunhas e de parentes da vítima, que trabalhava no setor de Recursos Humanos da empresa Metrô Rio. Na página de Tayenne no Facebook, amigos deixaram mensagens. “Aonde chegava contagiava com sua alegria”, disse uma amiga. “Nossas vidas nunca mais serão as mesmas”, afirmou outro.
Uma das linhas de investigação da polícia é de que ela tenha sido morta numa tentativa de assalto, já que pertences, como celular e bolsa, foram levados.
A jovem postou foto no réveillon de Copacabana horas antes de morrer
A jovem postou foto no réveillon de Copacabana horas antes de morrer Foto: Reprodução


Em coquetel no Itamaraty, aliados ensaiavam uma rebelião

por Gerson Camarotti



Dilma cumprimenta convidados em coquetel no Itamaraty



















Agora à noite, no Palácio do Itamaraty, enquanto a presidente Dilma Rousseff cumprimentava os convidados, caciques políticos da base aliada já ensaiavam uma rebelião para a volta dos trabalhos no Congresso Nacional. Esse foi o clima do coquetel da posse.

Distantes da presidente Dilma, todos comentavam o loteamento político da Esplanada dos Ministérios. E demonstravam contrariedade. Um influente senador do PMDB fez questão de lembrar que no discurso, Dilma citou medidas impopulares na área econômica. 

“Agora, a presidente vai precisar do Congresso passa aprovar o ajuste fiscal. Mas não será fácil. Está todo mundo insatisfeito na base aliada com esse ministério”, ressaltou esse senador. 

No PMDB, o desconforto consegue ser ainda maior. O partido está desconfiado com o movimento de Dilma para criar um novo polo na base ao fortalecer o PSD de Gilberto Kassab, junto com o PR e o PP. Os três partidos ficaram com os ministérios mais disputados em obras e verbas: Cidades, Transportes e Integração Nacional. 

Ao Blog, outro cacique peemedebista fez um alerta: “Esses três partidos somam cerca de 100 deputados. Essa trinca não sustenta o governo. Só no Senado, o PMDB tem quase um quarto dos parlamentares. Se Dilma pensa que vai deixar o PMDB num segundo plano, vai ter surpresas no Congresso”.