Para entrar no 'BBB15', mineira criou personagem sexy em outdoors do RJ


A Garota do Pontal pagou R$ 5 mil por campanha, recebeu cantada de R$ 27 mil por uma noite e não vai entrar: 'Ficava no sofá imaginando falar com o Bial'.

Carol Marquesdo EGO, no Rio
Garota do pontal (Foto: Instagram / Reprodução)Garota do Pontal, personagem fictício criado por "Nanda"  para tentar uma vaga no "BBB 15" (Foto: Instagram / Reprodução)
O sonho de estrelar um reality show, ela garante, vem de muitos anos. Para a mineira Nanda - nome fictício -, de 32 anos, o "Big Brother Brasil" é sua chance de mostrar ao que veio. Hum... Ao que veio entenda-se poder mostrar para o Brasil ver uma "personalidade marcante, extrovertida, que não tem medo de nada, que não precisa beber para fazer loucuras, que iria ser ela mesma". Isso lembra algum discurso já ouvido por aí?
Garota do Pontal (Foto: Reprodução)Garota do Pontal no outdoor em um dos bairros do
Rio: amigos ajudaram a pagar campanha de R$ 18 mil
(Foto: Lilian Quaino / G1)
Nos últimos 15 anos este é o rosário de 11 entre dez candidatos ao "BBB". Mas além do "currículo" na ponta da língua, Nanda, de Barbacena, criou sua própria estratégia de marketing para entrar no "BBB 15". Nanda é a Garota do Pontal, uma mulher sexy e mascarada que aparece com lingerie e saltos em oito outdoors espalhados pelo Rio de Janeiro. "A ideia surgiu em uma festa, meus amigos começaram a viajar e eu ri. Mas quando cheguei em casa, pensei: 'por que não?'", conta ela, que foi agraciada com uma ação entre amigos para custear o seu "sonho": "Eu gastei do meu bolso R$ 5 mil. A gente imaginava gastar entre R$ 10 mil e R$ 18 mil. Ficou perto disso. Mas vários amigos me ajudaram. Até o telefone da Garota do Pontal consegui porque a mãe de uma amiga morreu e ela me deu o chip da mãe dela".
Garota do pontal (Foto: Instagram / Reprodução)Garota do pontal (Foto: Instagram / Reprodução)
No outdoor, a moça aparece mascarada e uma frase de impacto diz: "E aí, Boninho, deixa o Brasil me espiar?". Ao lado do pedido ao diretor do programa, uma referência à edição deste ano e os perfis da personagem no Twitter, Facebook e Instagram. E também um nada inocente número de celular. "A Garota do Pontal recebe mais mensagens do que eu no whatsapp. Ela bomba! Eu só tenho três e uma delas é da operadora", ri de si mesma.
Em uma destas ligações, ela recebeu a proposta mais curiosa e poupuda desde que colocou seu corpinho nas ruas, em dezembro de 2014. "Um cara de Ribeirão Preto me ligou oferecendo R$ 27 mil por uma noite. Eu iria para a festa dele, dançaria mascarada e pronto. Ele disse para eu fazer meu próprio 'BBB' naquele dia, que eu podia levar até segurança", surpreende-se ela, que garante, não topou: "Eu fiz tudo isso para realizar um sonho meu. Não sou milionária como a imprensa noticiou por aí. Isso pode ter acabado com as minhas chances".
EGO NAS REDES SOCIAIS
Não se pode negar que a mocinha articulada não tenha lá seus predicados para o programa. Aos 14 anos, foi morar com a madrinha na França e completou os estudos por lá. Ao voltar ao Brasil, conheceu um casal de alemães, que abriram com ela uma pousada em Búzios. Nesse período, recebeu o conselho de um hóspede para fazer curso de teatro e cursou a escola do diretor Wolf Maya em São Paulo. "Mas nunca consegui um teste", lamenta. Há quase dois anos passou uma temporada na Austrália trabalhando com vendas na rede de hotéis Hilton. Voltou por conta do visto que venceu e mantém com um francês uma relação de 13 anos: "Não pegaria ninguém lá dentro".
Garota do pontal (Foto: Instagram / Reprodução)Garota do Pontal: personagem sexy iria receber R$ 27
mil por uma noite (Foto: Instagram / Reprodução)
A menos de um mês para o começo do "BBB15", Nanda sabe que não vai entrar na edição. "Não tive entrevistas. Mil Boninhos falsos me ligaram, mas sei que não será desta vez porque já está em cima, né? Mas me preparei para isso, sabe? Ficava no sofá da sala conversando com a televisão imaginando falar com o Bial", choraminga ela, que agora não sabe se mantém sua persona famosa: "A Garota do Pontal extrapolou a ideia inicial. Ela tem fãs! Mas não quero ser a BBB mascarada, não quero apenas cinco minutos de fama e só. Há três dias não durmo pensando. Não sei o que faço agora".
Garota do Pontal (Foto: Reprodução)Garota do Pontal: quem é essa garota?  (Foto: Reprodução)

MP do RJ denuncia médicos e diretor da Unimed por homicídio culposo


Jovem de 23 anos com diagnóstico de apendicite aguardou 24h por cirurgia.
Para a promotoria, ela foi vítima de sequência de condutas negligentes.

Do G1 Rio
Ana Carolina Cassino morreu em consequência de complicações de uma apendicite (Foto: Leandro Nascimento Farias / Arquivo pessoal)Ana Carolina Cassino morreu em consequência de complicações de uma apendicite (Foto: Leandro Nascimento Farias / Arquivo pessoal)
Quatro médicos do Hospital da Unimed da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público na tarde desta terça-feira (6) pela morte de uma paciente que aguardava por cirurgia. Os quatro deverão responder pelo crime de homicídio culposo.

Conforme a denúncia, subscrita pelo promotor de Justiça Claudio Varela, José Luis de Souza Varela, cirurgião-geral responsável pela avaliação, marcação e realização da cirurgia não estava no hospital quando Ana foi internada, embora fosse plantão dele. Ao ser informado por telefone sobre a condição da paciente, ele agendou a cirurgia para as 15h do dia seguinte. O promotor destacou que o cirurgião agendou a intervenção sem sequer avaliar a vítima.
O inquérito sobre o caso mostrou que Ana Carolina deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento da Unimed da Barra da Tijuca em 15 de agosto de 2014, às 13h48, e foi diagnosticada com apendicite aguda. O laudo emitido às 17h30 atestava a necessidade de internação em hospital e avaliação cirúrgica. Às 22h20, ela foi transferida para a enfermaria do Hospital Unimed, também na Barra.
No dia seguinte à internação, enquanto aguardava a cirurgia, Ana Carolina teve quadro de hipotensão e choque séptico refratário e teve de ser transferida para a Unidade de Suporte Hospitalar (USH).
"Somente às 17h27 foi encaminhada ao centro cirúrgico para a realização do procedimento, 24 horas após ter sido diagnosticada com quadro de apendicite aguda e quase 28 horas após dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento da Unimed, consignando-se que, às 16:39h, o denunciado José Luis De Souza Varela encontrava-se ainda 'a caminho' do hospital", salientou Claudio Varela na denúncia.
Terminada a cirurgia, ainda segundo o MP, Ana Carolina foi encaminhada, às 19h39, por orientação do cirurgião-geral, à UTI Cirúrgica. Ela deveria permanecer entubada devido ao risco de complicações respiratórias. Porém, às 22h do mesmo dia, os médicos Mauricio Assed Estefan Gomes e Marcus Vinícius Botelho do Couto, retiraram os tubos da paciente sem consultarem o cirurgião. Na madrugada, Ana sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu.
Além dos médicos José Luis de Souza Varela, Mauricio Assed Estefan Gomes e Marcus Vinícius Botelho do Couto, o MP denunciou Luiz Antônio de Almeida Campos, diretor médico do Hospital da Unimed. De acordo com o promotor Claudio Varela, o diretor foi negligente ao não disponibilizar, no plantão do hospital, cirurgião para diagnóstico dos pacientes, contrariando resolução do Conselho Regional de Medicina.

Por meio de nota, a Unimed-Rio informou que prestou todas as informações solicitadas pela Polícia Civil durante a fase de investigação e pelo Conselho Regional de Medicina que também apurou o ocorrido. No comunicado, o grupo destacou que "continuará  colaborando com as autoridades para que os fatos e as responsabilidades sejam esclarecidas".

Policial morre em explosão ao tentar desarmar bomba


Artefato estava escondido em um vaso em posto de gasolina.
Jornal do Cairo registrou momento em que policial é atingido.

Do G1, em São Paulo
Um policial morreu ao tentar desarmar uma bomba em um posto de gasolina no Cairo, nesta terça (6). O momento em que o agente é atingido pela explosão foi registrado por um fotógrafo do jornal local “Al-Youm al-Saabi”.

De acordo com a polícia egípcia, a bomba estava escondida em um vaso, e a explosão aconteceu perto de uma delegacia na Al-Harram, movimentada avenida que dá acesso às pirâmides. A agência AFP afirma que o grupo jihadista Ajnad Misr assumiu em seu perfil no Twitter a responsabilidade pelo ataque.

Três funcionários do posto de gasolina ficaram feridos com a explosão.
  •  
Sequência mostra o momento em que policial é atingido por explosão na avenida Al-Harram, no Cairo, na terça (6) (Foto: AFP Photo/Al-Youm al-Saabi)Sequência mostra o momento em que policial é atingido por explosão de bomba na avenida Al-Harram, no Cairo, na terça (6) (Foto: AFP Photo/Jornal 'Al-Youm al-Saabi')

Moradores denunciam condições sub-humanas de indígenas e prefeitura anuncia solução


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha
Fotos: Juliano Cunha – Banda B

Moradores da região central de Curitiba vem denunciando há alguns dias as condições sub-humanas pela qual indígenas estão vivendo embaixo do Viaduto do Capanema, nas proximidades da rodoviária da capital. Segundo denúncia que chegou até a Banda B nesta terça-feira (6), crianças diariamente pedem esmola no cruzamento da Avenida Presidente Affonso Camargo com a Rua Ubaldino do Amaral, o que leva ainda a riscos de acidentes nas movimentadas vias. A prefeitura da capital, por sua vez, anunciou também nesta terça a construção de uma casa de passagem para receber todos aqueles que não possuem um lugar adequado para morar.
Em entrevista à Banda B, o contador Rogério Spinardi disse que os indígenas estão abandonados no local e produzem muito lixo, o que acaba afetando outras pessoas. “A maneira pela qual eles estão vivendo é desumana. Eles vivem apenas com o artesanato e colocam as crianças para pedir esmola, isso sem recurso algum”, comentou.
Segundo um dos moradores do local, identificado como Ângelo, a maioria dos indígenas veio de uma aldeia de Nova Laranjeiras, na região centro-sul do Paraná, e o motivo apontado é a melhoria na qualidade de vida. “Aqui é o único local que conseguimos vender o nosso artesanato. Quando terminamos, vamos embora, mas é muito tranquilo morar aqui”, garantiu.
Uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde já atende os indígenas no local e trata principalmente das adolescentes grávidas. Equipes da Fundação de Ação Social (FAS) também fornecem alimento e abrigo quando necessário.
Casa de passagem
Por meio do site oficial, a Prefeitura de Curitiba anunciou a abertura emergencial de uma casa de passagem para indígenas que se encontram em situação de rua em Curitiba. O imóvel será cedido pela administração municipal e o serviço, coordenado pela Fundação Nacional do Índio (Funai). O governo do Estado se responsabilizará pelo fornecimento de mobília, utensílios domésticos e manutenção predial. A medida foi tomada após reunião com o Ministério Público do Paraná.
A unidade terá capacidade para abrigar até 70 pessoas e funcionará nesses moldes durante dois meses, quando novas medidas deverão ser tomadas pelos órgãos envolvidos. A FAS também fará a supervisão técnica do serviço e permanecerá fornecendo no período passagens de ônibus para os indígenas que desejarem retornar a seus municípios de origem.
“A prioridade desta casa será dar proteção à criança e ao adolescente indígena. Por isso ela será destinada apenas a indígenas que estão na cidade para comercialização de artesanato”, disse a presidente da FAS, Marcia Oleskovicz Fruet.
Durante a reunião, também foi acordada a criação de uma campanha de incentivo à fiscalização do trabalho infantil por qualquer cidadão e à compra responsável dos artesanatos indígenas. “Pedimos à população que não dê esmola a criança nenhuma e que compre artesanato somente de adultos. Não podemos expor as crianças ao risco, à mendicância e ao trabalho infantil”, completou Marcia.
Outras medidas
Na reunião, foi definido ainda que o governo do Estado fará o diálogo com os municípios de origem dos indígenas para buscar reduzir o movimento migratório descontrolado. Conforme prevê o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), o Estado deve se responsabilizar pela instalação de Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) indígenas nas aldeias de origem e propiciar meios de comercialização das peças de artesanato a partir das aldeias, minimizando a necessidade de fluxo migratório. Sem essas ações, que não são realizadas hoje, o esforço na capital poderá ser inócuo.
Ao longo de 2014, a Prefeitura de Curitiba custeou cerca de 200 passagens de ônibus para o retorno de indígenas, principalmente para as cidades de Nova Laranjeiras, Laranjeiras do Sul e Guarapuava, totalizando um investimento próprio de mais de R$ 12 mil.
Como ajudar
Quem quiser ajudar os indígenas que se encontram em situação de rua em Curitiba pode fazer doações por meio do Disque Solidariedade, ligando para a Central 156; diretamente na Coordenadoria Regional da Funai em Curitiba (Rua Desembargador Clotário Portugal, 222, São Francisco) ou adquirindo peças de artesanato, desde que das mãos de adultos.

Arena da Baixada recebe abertura do processo de beatificação de Zilda Arns no próximo sábado


Da Redação
arenaarns copy
Fotos: Divulgação

A Pastoral da Criança promove no próximo sábado (10), na Arena da Baixada, uma celebração em homenagem a Dra. Zilda Arns Neumann. Para a realização do evento, que faz parte da abertura do processo de beatificação de Zilda, o estádio do Atlético será cedido gratuitamente, como parte do acordo com os Governos Estadual e Municipal.
Zilda Arns teve trabalho social importante e reconhecido em todo o país. Foi médica pediatra e sanitarista, fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança, fundadora e coordenadora nacional da Pastoral da Pessoa Idosa, representante titular do Conselho Nacional de Saúde e membro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social [CDES]. Morreu no dia 12 de janeiro de 2010, durante o terremoto que devastou o Haiti.
O evento na Arena contará com a entrega oficial da moção que solicita a abertura do processo de beatificação de Zilda Arns. A moção é um documento que reúne assinaturas, com o objetivo de demonstrar o apoio da população a uma causa ou proposta. A causa em questão é o apoio dos fiéis em reconhecimento à fama de santidade e ao legado evangelizador e pastoral da Dra. Zilda.
A celebração contará com a participação de líderes vindos de todos os Estados do Brasil, através de caravanas de diversas cidades. O evento terá a presença de Dom Geraldo Majella Agnelo, Dom Raymundo Damasceno Assis, Dom Aldo di Cillo Pagotto e Padre Reginaldo Manzotti [conduzindo os cantos da santa missa].
Para mais informações sobre a celebração em homenagem a Zilda Arns, clique aqui.
Celebração em homenagem a Dra. Zilda Arns Neumann
Data: 10 de janeiro de 2015 [sábado]
Local: Arena da Baixada
Abertura dos portões: 17h
Horário do evento: Das 19h às 22h
.

Dilma poderá indicar dois ministros para o STF em 2015


Da Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff poderá indicar dois ministros para o Supremo Tribunal Federal (STF) até o final deste ano.  A indicação mais esperada é para a vaga do ex-ministro Joaquim Barbosa, cuja substituição é aguardada pela Corte há seis meses.
942137-posse_dsc2711
Foto: Agência Brasil
O quórum completo, com 11 ministros em exercício, poderá evitar empates e interrupções nos julgamentos de temas complexos, mas Dilma não tem prazo para definir os nomes. Além da vaga deixada por Joaquim Barbosa, que se aposentou em julho do ano passado, o decano da Corte, ministro Celso de Mello, completará 70 anos em novembro e será aposentado compulsoriamente.
Após as duas indicações, dos 11 integrantes da Corte, nove terão sido nomeados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidenta Dilma.Na atual composição do Supremo, os ministros Ricardo Lewandowski, atual presidente, Cármen Lúcia e Dias Toffoli foram indicados por Lula. Luiz Fux, Rosa Weber, Teori Zavascki e Luís Roberto Barroso, pela presidenta. Gilmar Mendes chegou ao tribunal por nomeação do ex-presidente Fernando Henrique Cardozo e Marco Aurélio foi nomeado pelo ex-presidente Fernando Collor.
Celso de Mello foi nomeado para o Supremo em agosto de 1989 pelo então presidente da República José Sarney. Mello é bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo (USP). O ministro é oriundo do Ministério Público de São Paulo, onde exerceu o cargo de promotor de Justiça por 20 anos. Ministro mais antigo em atividade no STF, ele é reconhecido por garantir direitos fundamentais e defender a liberdade de imprensa.
Após a indicação pela Presidência da República, os ministros precisam passar por sabatina na Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) do Senado e ter o nome aprovado pelo plenário da Casa. Em seguida, os novos integrantes podem ser empossados pelo Supremo.
.

Acidente com ônibus deixa seis mortos e dezenas de feridos no RS


Cinco pessoas morreram no local e uma não resistiu a caminho do hospital.
Helicópteros, bombeiros e equipes do Samu estão no local.

Do G1 RS
Acidente com ônibus deixou mortos e feridos no RS (Foto: Divulgação/Comando Rodoviário da BM)Acidente com ônibus deixou mortos e feridos no RS (Foto: Divulgação/Comando Rodoviário da BM)
Um acidente grave envolvendo um ônibus deixou seis mortos e dezenas de feridos na tarde desta terça-feira (6) em Glorinha, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Cinco pessoas morreram no local, e uma a caminho do hospital. Segundo o Comando Rodoviário da Brigada Militar, o veículo tombou no km 19 da ERS-030 por volta das 14h15. Helicópteros, bombeiros e equipes do Samu foram ao local para o resgate. Veja as imagens do acidente.
Veja o local do acidente
  • Ônibus tombou no km 19 da ERS-030
O acidente ocorreu no sentido capital-litoral. Pelo menos 15 feridos foram encaminhados ao hospital da cidade. Às 16h30, seis passavam por cirurgia. Um passageiro foi transferido em estado gravíssimo para o HPS de Porto Alegre, onde também será operado.
O ônibus pertence à empresa Unesul, que informou estar prestando a assistência necessária aos passageiros. Entretanto, como o ônibus fazia paradas, não há informações sobre o número exato de pessoas no veículo. Em nota, a empresa disse que lamenta o acidente ocorrido.
O ônibus fazia a linha Porto Alegre - Tramandaí. Ele deveria chegar à cidade do Litoral Norte às 15h30.
O resgate dos feridos já foi concluído, mas a rodovia permanece bloqueada para o trabalho da perícia. As cinco pessoas que morreram no local ainda não foram identificadas, mas sabe-se que são quatro mulheres e um homem.

O Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) diz que as causas do acidente ainda não foram esclarecidas. Conforme informações preliminares, o motorista teria perdido o controle do veículo e não há indícios de falha mecânica. O motorista sofreu apenas ferimentos leves e já está prestando depoimento na delegacia.
 Motorista estava em alta velocidade, dizem passageiros
Passageiros do ônibus que tombou relataram que o motorista transitava em alta velocidade. Conforme o relato de passageiros que sofreram ferimentos leves e foram atendidos no local, o ônibus chegava a "ficar inclinado" nas curvas.
Veja a íntegra da nota da Unesul
"A Unesul de Transportes Ltda. lamenta o acidente ocorrido, na tarde desta terça-feira (06/01), na ERS-030 (RS), com o ônibus que fazia a linha entre Porto Alegre e Tramandaí.

A empresa se solidariza aos envolvidos e está prestando todo o apoio e assistência possível aos passageiros e às famílias das vítimas
".
  •  
Acidente ERS-040 Rio Grande do Sul Porto Alegre cinco mortos (Foto: Divulgação/Brigada Militar)Acidente deixou seis mortos em Glorinha (Foto: Felipe Truda/G1)

Mãe e filho são presos após bike de R$ 15 mil roubada ser achada com eles


Bicicleta foi roubada na Cônego Domênico Rangoni no dia 29 de dezembro.
Receptador tentou vender o veículo em página do Facebook por R$ 7 mil.

LG RodriguesDo G1 Santos
Bicicleta foi recuperada após amigos da vítima verem um anúncio no Facebook (Foto: Reprodução / TV Tribuna)Bicicleta foi recuperada após amigos da vítima verem anúncio no Facebook (Foto: Reprodução/TV Tribuna)
A polícia conseguiu recuperar, na tarde desta segunda-feira (5), uma bicicleta que havia sido roubada por um criminoso na Rodovia Cônego Domênico Rangoni. O veículo, avaliado em cerca de R$ 15 mil, estava na casa de um jovem suspeito de receptação em Santos, no litoral de São Paulo. Ele e a mãe foram presos e encaminhados à Delegacia de Investigações Gerais (DIG).
Mãe e filho foram presos após bicicleta ser encontrada com eles em Santos (Foto: Polícia Civil / Divulgação)Mãe e filho foram presos após bicicleta ser achada
com eles em Santos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
De acordo com a vítima, que prefere não se identificar, o roubo ocorreu no dia 29 de dezembro, enquanto pedalava junto com outros 12 ciclistas. “Estávamos em linha. O primeiro ciclista ainda conseguiu passar quando o rapaz nos abordou armado, mas eu não consegui. Quem estava atrás acabou caindo ao bater um no outro”, explica.
Logo depois de ser roubado, o homem registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia Sede de Guarujá. “Dias depois, o rapaz que roubou a minha bike a vendeu para um receptador. No dia 31, essa segunda pessoa adicionou fotos da bicicleta em uma comunidade no Facebook. Como foi divulgado, um amigo meu viu, entrou em contato e começou a negociar. Um outro amigo, que também fez o mesmo, conseguiu chegar no cara”, revela.
Os rapazes acionaram a polícia, que foi até o apartamento do suspeito e arrombou a porta. Kaio Muniz e a mãe foram presos por suspeita de receptação e encaminhados à DIG. “Agora, a polícia vai tentar encontrar o rapaz que nos roubou”, conclui.
Bicicleta roubada foi postada em uma página do Facebook (Foto: Reprodução / Facebook)Foto de bicicleta roubada foi postada em uma página do Facebook (Foto: Reprodução/Facebook)

'Fiquei surpreso com as fotos. Foram feitas na UTI', diz médico de Urach


Pedro Alexandre da Motta Martins, que cuidou da modelo, diz que as fotos foram feitas na reta final do tratamento para a retirada do hidrogel.

Aline Nobredo EGO, no Rio
Andressa Urach durante internação no hospital Conceição, em Porto Alegre (Foto: Grosby Group/ Agência)Andressa Urach durante internação no Hospital
Conceição, em Porto Alegre (Grosby Group/ Agência)
Pedro Alexandre da Motta Martins, chefe do serviço de cirurgia plástica do Hospital Nossa Senhora da Conceição, de Porto Alegre, e médico que cuidou de Andressa Urach durante o período em que ficou internada no local, disse ao EGO, nesta terça-feira, 6, que foi surpreendido ao saber que imagens do processo de retirada do hidrogel das pernas da modelo foram divulgadas: "Fiquei surpreso com as fotos, que foram feitas na UTI e não autorizadas. Não sei quem tirou e nem como foram tiradas. Várias pessoas entravam e saíam de onde ela estava, pessoas que fazem manutenção, levam comida, realmente não sei como isso vazou."
Pelo material divulgado em agência, o médico conclui que as imagens foram realizadas em dias diferentes, já na reta final de sua recuperação, e que a ex-vice Miss Bumbum sabia que estava sendo fotografada: "Dá para perceber pelos curativos que as fotos foram feitas no período em que ela já estava estável. Sem dúvida as fotos foram tiradas em dias diferentes. Podemos perceber pelo tamanho dos curativos."
Pedro Alexandre falou que não sabe se o Hospital Nossa Senhora da Conceição irá tomar alguma medida em relação à divulgação das fotos. "O hospital oficialmente não falou nada, mas nesses casos quem tem que se pronunciar é o paciente. Mas você percebe que ela olha para uma das fotos, ela sabe que está sendo fotografada", explica.
Procurado pelo EGO, Alexandre Costa, coordenador de comunicação da instituição, afirmou: "Aparentemente, as fotos foram realizadas na UTI do Hospital Conceição. O Grupo Hospitalar Conceição teve acesso às imagens pela imprensa. Em relação à autorização do registro das imagens, quem pode responder é a própria Andressa ou sua assessoria".

Andressa Urach aparece pela primeira vez após alta de hospital (Foto: Orlando Oliveira/AgNews)Após alta, passeio pela praia

Depois de ficar quase um mês internada, Andressa Urach exibiu curativos nas pernas em ida a uma praia dia 3, em Florianópolis. Usando um camisão branco e uma canga amarela, ela caminhou pela orla enquanto tomava água de coco. Na mesma data, pela manhã, a modelo também foi fotografada caminhando pelas ruas da capital catarinense. Nas fotos, a apresentadora aparece usando um vestido longo. Essa foi a primeira vez que a apresentadora apareceu depois de ficar internada por conta de complicações da aplicação de hidrogel nas pernas, realizada há mais de cinco anos. Em seu passeio, Andressa foi clicada lendo o livro de autoajuda "Comande sua vida com o poder da mente".
Andressa Urach aparece pela primeira vez após
alta de hospital (Foto: Orlando Oliveira/AgNews)
Relembre o caso
Andressa Urach está se recuperando da infecção que a levou ao Hospital Conceição, em Porto Alegre - onde estava desde o dia 29 de novembro. Após 25 dias de internação, durante os quais ela chegou a ter um quadro de sepsepor conta de aplicações de hidrogel nas pernas, Andressa deixou o hospital na véspera de Natal.

Na ocasião, ela falou sobre o momento difícil que enfrenta por meio de sua assessoria de imprensa. "Quero agradecer em primeiro lugar a Deus e ao Hospital Nossa Senhora da Conceição de Porto Alegre por salvarem minha vida, principalmente a toda a equipe da UTI e a todos os profissionais que ali trabalham sem exceções, que me receberam com muito carinho e dedicação, ali pude perceber que todos os pacientes são tratados da mesma maneira.

A alta de Andressa aconteceu antes do que se imaginava. No dia 14, o médico Pedro Alexandre da Motta Martins, chefe do serviço de cirurgia plástica do Hospital Nossa Senhora da Conceição, disse ao EGO que a apresentadora deveria deixar o hospital somente no início do ano.
Dr. Pedro Alexandre da Motta Martins (Foto: EGO)Dr. Pedro Alexandre da Motta Martins (Foto: EGO)
Na madrugada do dia 1° de janeiro, Andressa já dava sinais de sua boa recuperação e de seu arrependimento ao escrever um post em rede social desejando um bom ano a seus seguidores. "Sabe qual é a ironia da vida? Pensamos sempre ao contrário, temos pressa de crescer e depois suspiramos pela infância perdida. Perdemos a saúde para ter dinheiro e logo em seguida perdemos o dinheiro para termos saúde... Pensamos tão ansiosamente no futuro que esquecemos o presente, assim nem vivemos o presente nem o futuro e esquecemos muitas vezes da família e amigos. Vivemos como se nunca fôssemos morrer e morremos como se nunca tivéssemos vivido. A vida é feita basicamente de contrários. A palavra vida tem apenas um "V", o resto é só "ida"... Desfrute do Senhor, de sua palavra e de todos os que você ama! Então, um brinde e que venha 2015. Não poderia passar ano novo melhor! Na presença de Deus com minha família agradecendo a vida!", declarou ela horas depois da virada para 2015.