Tragedia em Pinhais, pai mata duas filhas e se suicida alguns minutos atrás




Por volta de 22 horas em Pinhais, o pai mata duas filhas de 3 e 5 anos e logo após comete suicídio. Nossa equipe está se dirigindo para o local para maiores informações. O que se apurou até o momento é que o motivo seria que a mãe teria ido embora de casa. O pai teria filmado a morte das filhas.

Em breve maiores informações.....  







Novo participante do BBB15 é de Curitiba


Da Redação

Após a desistência de um dos escolhidos, o bailarino Rogério, a Globo anunciou neste domingo (18) o substituto  na disputa pelo prêmio de R$ 1,5 milhão do “BBB15″, Marco Marcon de 35 anos, de Curitiba (PR).  O novo participante do reality é flamenguista, jogador de poker e teólogo formado pela PUC PR.  Além do novo brother, como já informamos, duas candidatas entrarão na casa na quarta-feira (21) para disputar a décima quarta vaga no BBB15.

bbb15-620x250_marco
.

Mãe chora perda da filha atingida por bala perdida e pede o fim de 'guerra'


Larissa, 4 anos, levou um tiro na cabeça ao sair de restaurante em Bangu.
'A gente achou que ela tinha tropeçado', disse mãe, muito abalada.

Do G1 Rio
Após a perda da filha única, Larissa de Carvalho, de 4 anos, que teve morte cerebral após ser atingida por uma bala perdida em Bangu, Zona Oeste do Rio, neste sábado (17), Mileni de Carvalho mal tinha forças para falar neste domingo (18). Em entrevista à GloboNews, na porta do hospital para onde a filha foi levada, ela pediu pelo fim da "guerra" no Rio.
Mãe de Larissa chora a perda da filha (Foto: Reprodução / GloboNews)Mãe de Larissa chora a perda da filha
(Foto: Reprodução / GloboNews)
"Nada vai fazer a minha filha volta para mim. Mas alguém faz alguma coisa para acabar com a guerra, para acabar com a violência, só isso", pediu a mãe, muito abalada. "A gente estava indo embora. Eu nem vi nada, nem escutei barulho. A minha filha estava caída e a gente achou ela tinha tropeçado. Aí viu que tinha saído sangue da cabecinha dela. Ela tinha só quatro aninhos".
A família andava com a criança na esquina das Ruas Boiobi e Rio da Prata, após sair de um restaurante onde foram pela primeira vez, quando ouviu um disparo. Logo em seguida, a criança foi atingida de cima para baixo pela bala perdida. A criança chegou a ser levada para o Hospital Pedro II, mas não resistiu. A família decidiu doar os órgãos da menina.
A Divisão de Homicídio da Polícia Civil investiga de onde partiu o tiro que atingiu a criança. De acordo com a Polícia Civil, o caso foi registrado como “lesão corporal provocada por projétil de arma de fogo” na 34ª DP (Bangu).

Passageiros passam calor em voo da Gol antes de viagem do RJ para SP


Segundo assessoria da empresa, houve defeito no sistema de refrigeração.
Pela manhã, também houve problema no ar condicionado do Galeão.

Do G1 Rio
Passageiros que iam do aeroporto internacional do Rio, o Galeão, para o de São Paulo, em Guarulhos, passaram momentos muito de calor dentro de uma aeronave da Gol neste domingo (18). Um defeito no sistema de refrigeração elevou a temperatura com o avião ainda parado, no momento do embarque. Segundo testemunhas, alguns passageiros começaram a passar mal.

Segundo a assessoria de imprensa da Gol, o voo 2047 sairia às 11h52 do Galeão. O voo, no entanto, só decolou às 14h02, com a segunda aeronave. "O equipamento de refrigeração apresentou um defeito e devido à elevada temperatura, a Gol optou por acomodar os passageiros em um outro voo. Nesse período de reacomodação, a empresa prestou toda assistência", informou a assessoria.
Depois de muita reclamação, o comandante falou que o ar condicionado seria ligado assim que o avião começasse a taxear, mas quem estava no voo diz que o problema persistiu, mesmo com o avião já circulando pelo pátio. O comandante decidiu, então, não decolar.
Passageiros relataram ao "Fantástico" que alguns chegaram a passar mal com o calor. E reclamaram da demora na troca de aeronave. “Eles sabiam que o avião estava com problema, então porque não vieram dar uma solução”, reclamou Selma Lopes.
Galeão estava com problemas na refrigeração neste domingo (Foto: Mariana Cardoso/G1)Galeão estava com problemas na refrigeração neste domingo (Foto: Mariana Cardoso/G1)
O calor não ficou só dentro dos aviões. O ar condicionado do Terminal 2 do Galeão também teve problema na manhã deste domingo, deixando passageiros no calor à espera de voos ou de amigos e familiares.
Ozonando de Jesus e sua família visitaram o Rio pela primeira vez e ao regressarem para Salvador, na Bahia, se assustaram com o calor do terminal de embarque. Ele caracterizou o problema como falta de planejamento da concessionária responsável pelo Galeão. "Durante o verão eles deveriam ter um ar-condicionado a altura", disse.
Ozonando e a família, em 1ª visita ao Rio, reclamaram de ausência de ar condicionado (Foto: Mariana Cardoso/G1)Ozonando e a família reclamaram do calor
(Foto: Mariana Cardoso/G1)
Em nota a concessionária Rio-Galeão não confirmou que a refrigeração estava com problemas, mas informou que a recuperação de todo o sistema de ar condicionado, que ainda tem equipamentos da década de 70, é uma das prioridades com investimento total de R$ 10 milhões até 2016. Ainda segundo a concessionária, o sistema de refrigeração do terminal voltou a funcionar por volta das 14h35.
Na quinta-feira (15), o problema foi no aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio. Por volta das 16h, a temperatura no setor de embarque era de 33°C, como mostrou o RJTV.
A Infraero afirmou que está investindo R$ 5,4 milhões em melhorias no sistema de climatização do Santos Dumont. Uma obra já foi concluída e outras três, que incluem a instalação de dez aparelhos de ar condicionado, estão em andamento. Ainda de acordo com a Infraero, tudo vai ficar pronto até o fim de fevereiro.
Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1.

Brasileiro executado na Indonésia acreditava que pena seria suspensa


Produtor trabalhava em documentário sobre a volta por cima de Archer.
Mãe de outro brasileiro condenado à morte faz apelo: ‘pagou o suficiente’.

O Fantástico entra no ar com a história de Marco Archer Moreira, um traficante brasileiro, condenado à morte, diante das leis e costumes da Indonésia.
A imprensa australiana divulgou uma cena, que é de um procedimento burocrático. Ela mostra um preso sendo chamado e informado sobre o processo dele. O que a cena fria não revela, mas qualquer um pode imaginar, é a angústia de um homem que teme ouvir: "Chegou a hora de morrer".
O trajeto até a ilha onde aconteceram as execuções deste sábado (17) é por uma estrada bastante estreita, cercada por campos de arroz. No transporte escolar, os alunos se amontoam no teto do ônibus.
O caminho de Marco Archer até à Indonésia começou em 2003. Os alertas estão em qualquer voo para a Indonésia. Nos cartões de imigração preenchidos por quem chega, letras grandes e vermelhas avisam: "Pena de morte para traficantes de drogas".
Em agosto de 2003, ele chegou de avião à capital Jacarta e desembarcou com 13,4 quilos de cocaína escondidos na armação de uma asa delta. Foi descoberto, preso e, em 2004, condenado à morte.
“Ele vivia aprontando. Foi expulso de várias celas.”, conta o músico Rogério Paez.
Por causa de um cigarro de haxixe, o músico Rogério Paez conviveu durante seis anos com Marco Archer em uma prisão Indonésia.
“Eu era um peixinho desse tamanho, o Marcos era um peixinho desse tamanho. Era só mega traficante chinês, nigeriano. Você olhava para o lado e eles te roubavam”, conta Rogério.
Rogério foi solto em 2011. “Quando eu tive que soltar ele dos meus braços para ir embora, a expressão dos olhos dele de ‘Rogerinho está indo embora’ foi uma cena que jamais vou esquecer”, lembra.
Durante dez anos, Marco acreditou que a pena seria suspensa.
O produtor e diretor de cinema Marcos Prado trabalha em um documentário que seria sobre a volta por cima de Marco Archer depois da prisão por tráfico. “Eu acreditava - tanto eu, quanto ele, quantos os amigos - que ele seria solto. Então eu conseguiria fazer um documentário que contasse um pouco da vida dele, essa experiência no presídio, essa experiência dramática de estar condenado a morte e conseguir sair”, afirma.
Mas em outubro de 2014, a mudança de governo na Indonésia selou o destino do brasileiro. O novo presidente, Joko Widodo, tinha prometido na campanha eleitoral aumentar a repressão ao tráfico.
A execução de Marco e de outros cinco traficantes foi marcada para o fim de semana.
A ilha de Nusakambangan é um paraíso ecológico que abriga quatro presídios, distante 400 quilômetros da capital.
Imagens de arquivo, antigas, da televisão da Indonésia mostram o local onde os condenados passam as últimas horas e. Em dias de execução, a movimentação em Nusakambangan não é de turistas, como costuma ser em fins de semana comuns.
Neste sábado, a todo momento saiam do porto parentes que estavam na ilha visitando os homens que serão executados. Em uma roda de jornalistas estava uma mulher, a esposa de um dos homens. Ela estava lendo a última carta do marido nigeriano, em que ele se queixa de que ninguém o ouvia. A mulher chorava durante a leitura.
Quando a equipe do Fantástico perguntou ao advogado do nigeriano se ele viu Marco Archer na prisão da ilha, ele diz que sim, que Marco ‘às vezes parecia nervoso, em outras ficava em choque, deitado’.
Perto da hora marcada, as balsas que partem para a ilha levam médicos e policiais. Faltava pouco. Quase sempre, as execuções acontecem à noite.
O condenado é acordado e levado para o local secreto onde será morto. Ele pode escolher se vai ficar em pé, sentado ou deitado. E também se quer ser vendado, encapuzado ou ficar de olhos abertos.
O chefe da brigada da polícia comanda um esquadrão com 12 soldados armados com rifles. Esses soldados, normalmente, são homens solteiros e sem filhos. Eles se posicionam a uma distância de cinco a dez metros do preso.
Os 12 atiram, ao mesmo tempo, no peito do condenado, mas apenas duas armas estão carregadas com balas de verdade. As outras armas estão com balas de festim, balas falsas, assim os soldados não sabem quem matou o condenado.
Se depois de levar dois tiros no peito, o condenado mesmo assim sobreviver, o chefe da brigada dá o tiro de misericórdia na cabeça.
“A minha vida não pode acabar dessa maneira. Uma maneira dramática, sendo fuzilado aqui na Indonésia”, disse Marcos em um telefonema.
Marco Archer Moreira morreu na Indonésia às 00h30, 15h30 de sábado, no horário de Brasília. De madrugada, o corpo dele chegou ao crematório.
As cinzas serão levadas pela tia dele para o Brasil. Muito abalada, ela não quis gravar entrevista.
Uma pessoa da família ou um representante precisa acompanhar a execução para reconhecer o corpo. Quem fez esse trabalho foi a vice-cônsul do Brasil em Jacarta, Ana Carmen Caldas. A pedido da tia de Archer, ela não quis comentar se houve um último desejo feito pelo brasileiro. Disse apenas que não ouviu choro ou desespero de nenhum condenado. E que no momento da execução havia um grande silêncio, quebrado depois pelo som dos tiros.
O plano do governo Widodo é executar cinco traficantes por mês. O governo indonésio pediu respeito às leis do país.
“O que nós estamos vendo é um crescente repúdio da comunidade internacional à adoção da pena de morte. Se deve sempre levar em consideração que a soberania não é um conceito absoluto, ela dialoga com os tratados internacionais, com os princípios acordados por diferentes pactos em relação aos direitos humanos”, afirma o diretor executivo da Anistia Internacional Átila Roque.
O mesmo governo que executa traficantes pede clemência para uma mulher indonésia condenada à morte por homicídio na Arábia Saudita. “É claro que isso é uma gritante contradição. Uma outra questão, no caso da Indonésia em particular, que vale a pena chamar a atenção, é que crimes muito mais graves na Indonésia, como atentados que mataram dezenas de pessoas, as pessoas responsáveis por esses atos foram condenadas a 20 anos, 20 e poucos anos de prisão, e não à morte”, ressalta Átila Roque.
O embaixador brasileiro na Indonésia, Paulo Alberto da Silveira Soares, foi chamado pelo Itamaraty, um sinal de insatisfação no meio diplomático. “Os parentes e membros da embaixada que estavam lá, dos outros países também, foi um tratamento incorreto, deselegante, impaciente, lá na prisão ontem”, afirma.
O governo da Holanda também convocou o seu embaixador.
“Esgotamos todo os mecanismos possíveis de assistência consular. Então, o desrespeito ao governo brasileiro na situação hoje parece grave”, ressalta Paulo Alberto da Silveira Soares.
No meio da crise entre os dois países, outro traficante brasileiro também está no corredor da morte. O paranaense Rodrigo Gularte, hoje com 43 anos, foi preso em julho de 2004 no aeroporto de Jacarta. Ele estava a caminho de Bali. Em uma entrevista gravada há cinco anos, e ainda inédita, a mãe de Rodrigo recorda como foi a despedida antes daquela viagem.
“Parece que ele estava prevendo alguma coisa. Na hora que eu fui levá-lo no aeroporto ainda, a última imagem que eu tenho dele, ele me abraçou muito e disse: ‘Mãe, eu te amo’. E na hora que ele foi assim, ele ainda me abanou e disse: ‘Mãe, não esqueça que eu te amo muito’”, contou Clarisse Gularte, mãe do paranaense.
Rodrigo levava seis quilos de cocaína escondidos em oito pranchas de surfe. Assumiu o crime e foi condenado à morte. Segundo a embaixada brasileira, a informação das autoridades da Indonésia é de que a execução pode acontecer nos próximos dois meses.
“Ele não tirou a vida de ninguém, e a gente torce para que ninguém tire a vida dele”, diz o amigo de Rodrigo Bernardo Guiss Filho.
A morte de Marco Archer aumentou a preocupação da família de Rodrigo, mas não tirou a esperança. Uma prima dele foi a Jacarta neste sábado na tentativa de visitá-lo na prisão e de pedir, mais uma vez, para que ele não seja executado. O segundo e último pedido de clemência para Rodrigo Gularte ainda não foi respondido pelo presidente da Indonésia.
Desde que Rodrigo foi preso, há mais de dez anos, a mãe dele, a Clarisse, já esteve oito vezes na Indonésia para visitar o filho na prisão e também na esperança de que ele ganhasse a autorização para retornar ao Brasil e poder cumprir a pena aqui.
Fantástico: A senhora esteve a última vez na Indonésia quando, dona Clarisse?
Clarisse Gularte: Em agosto.
Fantástico: E nessa última vez, vocês perceberam que ele estava diferente?
Clarisse Gularte: Não, essa última vez já foi um susto, porque a gente já tinha sabido, aqui no Brasil, que ele não estava bem de saúde. Mas sempre há aquela esperança, não, isso não é nada. Mas quando nós chegamos lá já disseram que ele estava na enfermaria.
Segundo a mãe, Rodrigo recebeu na prisão um diagnóstico de esquizofrenia, doença mental que provoca alucinações. De acordo com a embaixada brasileira, nesta segunda-feira (19) Rodrigo será examinado mais uma vez por um psicólogo na prisão.
“O objetivo é de transferi-lo da prisão para um hospital psiquiátrico, para que ele receba o tratamento adequado e para que ele possa, porque senão fica cada vez mais difícil. Eu reconheço que o Rodrigo errou, reconheço, mas acho que também a pena de morte... Não é um crime tão grave assim que ele fez. E ele está há mais de dez anos, eu acho que ele já pagou o suficiente. Então vamos nos apegar a isso, à esperança”, diz Clarisse Gularte.

Em fevereiro Colombo comemorará 125 anos de Emancipação Política


JORNALISMO PMC 23 DE DEZEMBRO DE 2014

Evento fará parte da 52ª Festa da Uva que terá diversas atrações para toda a família_DSC0311 (2)

A Prefeitura de Colombo está organizando os preparativos para comemorar com uma grandiosa festa os 125 de Emancipação Política do município. Para isso, irá lançar um selo alusivo ao evento e irá trazer o Padre Cleberson Evangelista para uma Missa Show, no dia 05 de fevereiro.

Os festejos farão parte da 52ª Festa da Uva que começa no dia 05 e segue até o dia 08. Muitas uvas, vinhos, comidas típicas, praça de alimentação, feiras da indústria, comércio e artesanato, exposição de uvas e hortaliças, entre outras atrações fazem parte desta edição.

A Festa que vai acontecer no Parque Municipal da Uva nos dias 05, 06, 07 e 08 de fevereiro de 2015 terá, segundo o secretário da Indústria, Comércio, Turismo e Cultura, Antonio Ricardo Milgioransa e integrante da Comissão Organizadora do evento, atividades para toda a família.

“Além do dia 05, às 18h30 que teremos a abertura oficial, com o lançamento do selo comemorativo dos 125 anos, vamos ter no dia 06, Marcos e Belutti. Já no dia 07, a atração principal fica por conta do artista Thiaguinho e para encerrar, no dia 08, Munhoz e Mariano”, anunciou o secretário.

De acordo com o presidente da Comissão Organizadora, o secretário da Fazenda, Marcio Strapasson, “o evento também terá atrações locais e ainda atrações regionais, culturais, gastronômicas que irão evidenciar o trabalho do nosso agricultor, do nosso artesão, enfim, de todos que contribuem no dia a dia de Colombo”, destacou.
Leia também:
Selecionados os músicos que irão se apresentar na 52ª Festa da Uva

Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: João Senechal-Arquivo/PMC

Inscrições para o Sisu começam nesta segunda-feira


Da Agência Brasil

Começam amanhã (19) as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Podem participar aqueles que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e não tiraram nota zero na redação. As inscrições serão feitas online na página do Sisu até o dia 22.
A lista de cursos que serão ofertados neste processo seletivo está disponível na página do Sisu. Ao todo serão 205.514 vagas no ensino superior público em 5.631 cursos de 128 instituições. Neste ano, o número de vagas aumentou 20% em relação ao processo seletivo do primeiro semestre de 2014. Houve acréscimo no curso de medicina, que passou de 2.925 vagas, na primeira edição de 2014, para 3.758 no mesmo período de 2015. Os cursos de engenharia também tiveram ampliação na oferta de vagas de um ano para o outro, passando de 25.128 em 2014 para 30.749 em 2015.
As instituições deverão reservar, no mínimo, 37,5% das vagas para os estudantes de escolas públicas, cumprindo a Lei de Cotas (Lei 12.711/2012). De acordo com o MEC, do total de 99 instituições federais participantes do sistema (59 universidades e 40 instituições de educação profissional), 68 já reservam 50% ou mais vagas para candidatos provenientes de escolas públicas.
Esta edição do Sisu terá apenas uma chamada. O resultado será divulgado no dia 26. Também a partir do dia 26 serão abertas as inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas integrais e parciais em instituições particulares. Os estudantes podem se inscrever no Sisu e no ProUni.
A nota individual no Enem está disponível no site do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

Jovens são baleados por motociclista e um fica em estado gravíssimo no Boqueirão


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha

Dois jovens foram baleados no final da manhã deste domingo (18) no cruzamento das ruas Antônio Rebelatto e Paulo Setúbal, no bairro Boqueirão, em Curitiba.
De acordo com o tenente Martins, os jovens disseram não saber quem teria realizado os disparos, apenas que o autor estava em uma motocicleta Honda Biz. “Eles são usuários de drogas, então provavelmente foram atingidos por mando de algum traficante da região”, comentou.
Segundo os bombeiros, um foi baleado no braço e passa bem. Já o outro foi atingido no tórax e ficou em estado muito grave.
A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa deve investigar o caso.

Homem flagra furto contra a esposa e cai na porrada com “terror” da Rodoferroviária


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha

Um homem de 45 anos foi preso na tarde deste domingo (18) após ser flagrado furtando a carteira de uma mulher na Rodoferroviária de Curitiba. Segundo a polícia, o flagra foi feito pelo marido da vítima, que entrou em luta corporal com ele até a chegada da viatura.
De acordo com o tenente Martins, do 20° Batalhão da Polícia Militar, eles já tinham várias denúncias contra ele nos últimos dez meses. “Ele diz que trabalha com vendas, que é vendedor e só teve uma recaída hoje, mas já encontramos passagem dele pela polícia até mesmo em 2002”, comentou.
O “terror” da Rodoferroviária foi encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão, onde irá responder pelos crimes.

Em Jacarezinho, Bolsa Família é pago a mortos e a servidores


O Bolsa Família está sendo pago a pessoas mortas e a funcionários públicos, com salários bem maiores do que o limite do programa, conforme denúncia de uma ONG contratada pela prefeitura de Jacarezinho. A prefeitura decidiu fazer um novo recadastramento de todas as famílias participantes do programa federal, para evitar novas fraudes. As informações são do G1-PR.
Os entrevistados, agora, vão de porta em porta para atualizar os dados. De 2,3 mil pessoas cadastros no município, 2 mil já passaram pela fiscalização – até agora, estima-se que uma em cada dez famílias estão em situação irregular.
A lista com pessoas que já morreram e ainda recebem o benefício tem seis nomes, segundo a prefeitura. A mãe de uma das beneficiárias, Natividade dos Santos, afirma que a filha já morreu há dois anos e não sabe quem está sacando o dinheiro. “Eu não sei quem é que está pegando esse dinheiro. Se está vindo, não sou eu que estou pegando e nem alguém da minha família”.
A dona de casa Arlete Lourenço dos Santos não tem renda fixa, mas é casada com um funcionário público, cujo salário é de R$ 1,5 mil – pelas regras do programa, portanto, não poderia receber o Bolsa Família. “O salário dele é dele. Pertence a ele, não a mim”, explica, negando que há irregularidade na prática.
A conselheira tutelar Míriam de Fátima Ricas também fazia saques regulares do benefício, de R$ 112 por mês, mesmo com salário de R$ 1,5 mil. Ela afirma que se inscreveu no programa quando estava desempregada e não sabia das regras. “Acreditei que seria dado baixa. Eu não sei como funciona. Não é um erro, foi falta de informação”.
Depois da entrevista à RPC, Míriam procurou a Secretaria de Assistência Social para devolver o dinheiro que reconheceu ter recebido de forma indevida.

Lava Jato mostra foto de amante para fazer empresário falar

unnamed
Felipe Patury, Época
Um empresário preso na Lava Jato foi recebido para dar depoimento com a foto de uma amante e a remessa de R$ 900 mil feita para ela por meio do doleiro Alberto Youssef.

Zé Dirceu, em prisão domiciliar, convoca deputados


dirceu
Ilimar Franco, O globo
As cúpulas do PT e do Planalto não assimilaram o pedido de prisão domiciliar feito por José Dirceu na reta final da eleição em 2014. Avaliam que, se o STF tivesse atendido o pleito, o estrago eleitoral na campanha da presidente Dilma seria grande. Eles estão irritados agora porque deputados petistas são chamados à casa do senhor.

Alvaro Dias e Rossoni conversam sobre 2018


unnamed
O senador Alvaro Dias e o agora deputado federal Valdir Rossoni, dois tucanos de alto coturno, nunca foram de muita conversa. Ao contrário, tiveram períodos de franco antagonismo dentro do PSDB nativo. Pois, pois, toda a antipatia mútua desapareceu neste período de praia e de rearranjo de forças na política paranaense. Ontem, conversaram longamente à beira mar (foto), assistidos por Murilo Hidalgo, o homem das pesquisas. Trataram, é óbvio, da sucessão de Beto Richa em 2018, que passa pelas municipais de 2016. Alvaro é candidato a governador. Rossoni é pré-candidato a uma majoritária. Conversa clara faz bons amigos, concluiram os dois.

Termômetros voltam a passar dos 32°C em Curitiba e semana promete chuvas para refrescar


Da Redação

Repetindo o forte calor dos últimos dias, as temperaturas ultrapassaram os 30°C em todas as regiões do Paraná na tarde deste domingo (18). Em Curitiba, os termômetros registraram 32°C por volta das 13 horas e pode estar vindo chuva por aí. Como o tempo está muito úmido, a sensação térmica dá a impressão de um calor ainda maior. Ontem, Antonina registrou temperatura de 40°C e sensação térmica de 50°C.
solforte
Sol em Curitiba na tarde de domingo. (Foto: Felipe Ribeiro – Banda B)
De acordo com o Instituto Meteorológico Simepar, a umidade segue abundante, condição que facilita o desenvolvimento e intensificação de nuvens de chuva. Não se descarta a ocorrência de chuvas fortes até o início da noite em algumas regiões do Paraná.
A segunda-feira também será mais um dia com bastante calor e umidade, condição ideal para o desenvolvimento de aglomerados de nuvens e possíveis temporais localizados entre a tarde e a noite.
Para a semana, o Simepar prevê que as temperaturas variem dos 18°C aos 31°C na capital e dos 22°C aos 34°C no litoral.

Suspeito de assassinar médica em Mogi segue internado sob escolta


Ele tentou se matar e desferiu facadas no próprio pescoço.
Médica foi sepultada no início da tarde em Mogi.

Douglas PiresDo G1 Mogi das Cruzes e Suzano
Suspeito de matar esposa continua internado (Foto: Reprodução/TV Diário)Suspeito de matar esposa continua
internado (Foto: Reprodução/TV Diário)
Continua internado em Mogi das Cruzes, sob escolta da Polícia Militar, o homem suspeito de matar a facadas a própria esposa, a médica Adriana Angélica Marques, de 43 anos. O crime foi na manhã deste sábado dentro do apartamento da família. Sérgio Manoel Canteiro Mata, da mesma idade, foi contido após o crime. Segundo a policia, ele tentou se matar causando ferimentos no pescoço. Assim que tiver alta, o suspeito, que é de origem portuguesa, prestará depoimento à polícia e depois será conduzido ao CDP. O G1 tenta contato com o advogado dele.
De acordo com a secretaria estadual da Saúde, Canteiro segue internado neste domingo. No entanto, o estado de saúde não foi informado. A médica foi sepultada em Mogi das Cruzes às 13h deste domingo.
Adriana foi morta a facadas dentro de um apartamento em um condomínio no distrito de César de Sousa, em Mogi das Cruzes (SP) neste sábado (17). Segundo a policia, o marido, de origem portuguesa da mesma idade, é o principal suspeito de ter assassinado a esposa Adriana Angélica Marques. Ele ainda tentou se matar causando ferimentos no próprio corpo com a faca. De acordo com a polícia, o suspeito foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e recebeu atendimento médico.
Médica foi morta a facadas em Mogi das Cruzes (Foto: Divulgação/Facebook)Médica foi morta a facadas em Mogi das Cruzes
(Foto: Divulgação/Facebook)
Segundo a polícia, por volta das 9h o casal começou a discutir dentro do apartamento. O filho de 12 anos presenciou a briga e foi procurar ajuda. Conforme a polícia apurou, marido e mulher estavam passando por uma crise conjugal. "Soubemos que a médica estava pedindo a separação e o marido não aceitava", explicou o tenente do 17º Batalhão da PM, Carlos Eduardo Ramalho.
Nesso momento, ainda segundo a PM, o suspeito pegou uma faca e passou a atacar a esposa. "Após a discussão, ele [suspeito] começou a agredir a mulher com uma arma branca [faca]. O síndico do condomínio fez contato com a gente [PM]", detalhou o tenente. A médica não resistiu aos ferimentos e morreu.

No local, o suspeito foi contido pela PM e os bombeiros. O estudante de educação física foi levado em estado grave para o Hospital Luzia de Pinho Melo. "Ele passou por cirurgia e já recebeu voz de prisão. Está sendo escoltado no hospital e quando tiver alta segue para o CDP", finaliza.
Segundo o boletim de ocorrência registrado no 1º DP de Mogi das Cruzes, quando o porteiro e os policiais chegaram ao apartamento no segundo andar, a porta estava trancada. Um chaveiro que presta serviço para o condomínio foi acionado para abrir a porta. No imóvel, os policiais localizaram a mulher já morta caída em um dos cômodos. O marido estava no banheiro desferindo golpes de faca contra o próprio pescoço.

Corpo de Marco Archer é cremado na Indonésia após execução


Embaixada do Brasil diz que tia vai trazer as cinzas para o Brasil.
Ele foi fuzilado neste sábado após condenação por tráfico de drogas.

Cauê MuraroDo G1, em São Paulo
Marco Archer Cardoso Moreira em vídeo obtido pelo cineasta Marcos Prado, que prepara documentário sobre o controlador de voo (Foto: Reprodução/TV Globo)Marco Archer Cardoso Moreira em vídeo obtido pelo cineasta Marcos Prado, que prepara documentário sobre o brasileiro executado na Indonésia (Foto: Reprodução/TV Globo)
O corpo do brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, executado na madrugada deste domingo (18) na Indonésia – 15h31 deste sábado (17), pelo horário de Brasília –, foi cremado quatro horas após a morte do instrutor de voo, informou ao G1 por telefone o plantão da Embaixada do Brasil em Jacarta, capital do país. Archer havia sido condenado à morte por tráfico de drogas. Após o fuzilamento e a constatação da morte, o corpo passou por uma limpeza feita pelos médicos e pela equipe de embalsamamento. Ele foi reconhecido três horas mais tarde pela vice-cônsul da embaixada e, por fim, conduzido até o crematório.

Maria de Lourdes deve retornar a Jacarta nesta segunda-feira (19) com as cinzas e o certificado de óbito indonésio. A partir desse certificado, o setor consular da embaixada expedirá um atestado de óbito brasileiro. Ainda não há data marcada para o retorno da tia com a documentação e as cinzas.
Uma tia de Archer, Maria de Lourdes Archer Pinto, acompanhou o cortejo junto da vice-cônsul. Antes da cremação, ela se despediu do sobrinho, segundo o plantão da embaixada.
Além do brasileiro, foram executados na ilha de Nusakambangan Ang Kiem Soe, um cidadão holandês; Namaona Denis, um residente do Malawi; Daniel Enemuo, nigeriano; e uma cidadã indonésia, Rani Andriani. Outra vietnamita, Tran Thi Bich Hanh, foi executada em Boyolali, na Ilha de Java.
Ainda de acordo com o plantão da embaixada, as execuções ocorrem simultaneamente, pois há um pelotão de fuzilamento para cada um dos condenados.

Cocaína
Marco Archer havia sido preso em 2004, ao tentar entrar na Indonésia com 13 quilos de cocaína escondidos nos tubos de uma asa-delta. A droga foi descoberta pelo raio-x, no Aeroporto Internacional de Jacarta. Archer conseguiu fugir do aeroporto, mas duas semanas depois acabou preso novamente. A Indonésia pune o tráfico de drogas com pena de morte.
A presidente Dilma Rousseff divulgou nota, neste sábado, em que disse estar "consternada e indignada" com a execução de Archer na Indonésia. O embaixador do Brasil em Jacarta, segundo a nota, seria chamado para consultas.

Na linguagem diplomática, chamar um embaixador para consultas representa uma espécie de agravo ao país no qual está o embaixador. Na sexta-feira, a presidente Dilma tinha feito um apelo por telefone ao governante da Indonésia, Joko Widodo, para poupar a vida de Archer, mas não foi atendida.
Widodo respondeu que não poderia reverter a sentença de morte imposta a Archer, "pois todos os trâmites jurídicos foram seguidos conforme a lei indonésia e aos brasileiros foi garantido o devido processo legal", segundo nota da Presidência.
O secretário-geral do Itamaraty, Sérgio Danese, reuniu-se, em Brasília, com o embaixador da Indonésia no Brasil, Toto Riyanto, para manifestar a "profunda inconformidade" com o fuzilamento. O Itamaraty voltou a dizer que o cumprimento da sentença de morte representa uma “sombra” nas relações entre os países.

Primeiro mês da temporada teve mais de 1,5 mil casos de queimaduras por água-viva no litoral


Da Redação

O primeiro mês da temporada de verão 2014/2015 registrou 1.598 queimaduras por água-viva nas praias do Paraná. Segundo balanço divulgado pelo Corpo de Bombeiros na última sexta-feira (16), foram mais de 550 salvamentos, 23.390 advertências e 39.190 orientações.
O estudo também aponta a entrega de 30.461 pulseirinhas para crianças, 41 combates a incêndio (incluindo a faixa de continente de abrangência do Grupamento) e 298 atendimentos, entre pré-hospitalares e de trânsito. Foram contabilizados, nestes 30 dias de operação, também, apenas dois óbitos, contra seis no mesmo período da temporada anterior.
São 99 postos guarda-vidas em todo o litoral que contam com mais de 400 integrantes para a proteção das pessoas que optam por passar suas férias próximo ao mar.
.

Cachorro que arrancou parte da pata após ser preso passa por cirurgia de amputação


Da Redação

cao-5
Foto: Juliano Cunha – Banda B
O cachorro que mordeu e arrancou parte da própria pata foi submetido a um procedimento cirúrgico para amputar a perna na noite deste sábado (17) e passa bem. O caso chegou até aBanda B após moradores do bairro Tatuquara, em Curitiba, perceberem que o animal havia sido pendurado pelas pernas. As cordas foram cortadas, no entanto, como as patas seguiam amarradas, o cão mordeu e arrancou parte da pata.
O cão vivia em um terreno com um catador de materiais recicláveis, na Rua Ignez de Souza Soares, desde que apareceu no local. O homem pediu ajuda aos vizinhos quando viu o cachorro amarrado. Entenda o caso completo clicando aqui.
O animal teve a perna amputada e segue internado, mas já em estado estável.
Em entrevista à Banda B, o coordenador da Rede de Defesa e Proteção Animal de Curitiba, Paulo Roberto Colnaghi, afirmou que, além do socorro imediato, quer a punição dos responsáveis pelos maus tratos.