Jovem faz selfie após capotar com carro no Paraná

Amanda pediu socorro no aplicativo Snapchat
Amanda pediu socorro no aplicativo Snapchat Foto: Reprodução
Extra

Uma adolescente de 17 anos usou o aplicativo de compartilhamento de imagens Snapchat para pedir socorro após capotar com o carro, no último domingo. Amanda Machado e Maurício Cruz, de 24 anos, passeavam em um Fiat Strada pela BR-364, na divisa dos municípios de Palotina e Terra Roxa, no Paraná, quando sofreram o acidente.
Amanda, então, enviou aos amigos uma sequência de imagens que podem ajudar a entender o que aconteceu. Na primeira, ela aparece com Maurício ao lado e a legenda “cuzido”, gíria paranaense para dizer que alguém está bêbado. Na sequência, ela mostra o velocímetro do automóvel, que marcava 180km/h.
Após alguns minutos, Amanda fez duas novas fotos, ensanguentada, ainda dentro das ferragens e com o rosto bastante machucado. Nas legendas, ela escreveu “socorro” e “capotou o carro”.
Na sequência, é possível ver o velocímetro a 180 km/h
Na sequência, é possível ver o velocímetro a 180 km/h Foto: Reprodução
As fotos rapidamente viralizaram nas redes sociais e, de tão impressionantes, houve até quem duvidasse da história. Mas é tudo verdade. Após a repercussão, Amanda agradeceu o apoio e desabafou sobre as piadas em torno das fotos.
“Quero agradecer a quem está me ajudando nesse momento. E muito obrigada aos piadistas de plantão. Estou vendo todas as publicações em sites, no Twitter, aqui no Face msm (sic), no whats e em todos os lugares mas não pense que isso me deixa para baixo, estão enganados. Graças a Deus que estou vendo pois é isso que agradeço pois podia estar morta, e aí? Só tenho a agradecer a Deus por me dar mais uma chance de vida! Para os ignorantes que não sabem dos fatos e criticam, deixo meu silêncio”.
Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Rodoviária Estadual do Paraná, nenhum dos dois ocupantes do veículo possui Carteira Nacional de Habilitação e Maurício era quem conduzia o carro. A Polícia Rodoviária Estadual informou que o caso foi encaminhado à Polícia Civil.
Os jovens foram levados ao Hospital Municipal de Palotina. Maurício quebrou uma perna no acidente e foi liberado. Já Amanda foi encaminhada para o Hospital Bom Jesus, em Toledo, onde recebeu alta no mesmo dia. A reportagem tentou entrar em contato com Amanda e Maurício, mas eles não foram encontrados para comentar a história.


'Tinha até que correr nua', diz aluna em CPI sobre os trotes na PUC Sorocaba


Oito alunos deram depoimento à 'CPI dos Trotes' na Assembleia Legislativa.
Vice-reitor da universidade diz que vai tomar as providências necessárias.

Do G1 Sorocaba e Jundiaí
Uma aluna da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Sorocaba (SP) afirmou que os bixos da universidade são obrigados por veteranos a correr nu durante os trotes. O depoimento dela, que preferiu não se identificar por medo de represália, foi durante depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Trotes Universitários, na quinta-feira (29), na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).
Na semana passada, um dos criadores do Grupo de Apoio ao Primeiro-anista (GAP), o estudante Rodolfo Furlan, que está atualmente nos Estados Unidos, prestou depoimento à CPI  por meio de videoconferência. Segundo a Assembleia Legislativa, ele confirmou todo o conteúdo do relatório.
Estudantes da PUC em Sorocaba depõem na CPI dos Trotes na Alesp nesta quinta (29) (Foto: Ricardo Kobayaski/divulgação)Estudantes da PUC Sorocaba depõem na CPI na
quinta (29) (Foto: Ricardo Kobayaski/divulgação)
"Os alunos bebiam muito além do que podiam, inclusive antes de ir para as aulas. Eu mesmo presenciei isso. Correr nu, isso também acontece. Eu tenho um relato pessoal de que eu não corri, mas eu vi isso acontecendo no final de um amistoso", afirmou a aluna. Os demais sete estudantes que também compareceram à CPI relataram abusos como proibição de usar elevadores do prédio, de comer no refeitório e transitar livremente pelas dependências da universidade.
Um documento feito pelos alunos com todas as denúncias foram entregues à comissão.  O vice-reitor da PUC, José Eduardo Martinez, disse que tomará providências. "Voucontinuar a conversa com esses e outros alunos para gerar as condições necessárias para punição", afirmou. O relatório final da comissão deve ser entregue ao Ministério Público (MP) até 13 de março. Antes disso, o presidente da CPI dos Trotes, Adriano Diogo (PT), disse que vai ouvir outros envolvidos citados pela vítima.
O professor Antonio Almeida, especialista e autor de várias pesquisas em trotes nas universidades, diz que as instituições devem ser mais rigorasas em relação aos grupos veterenos. "A cutura do trote continua forte, e as pessoas do trote se sentem à vontade para fazer ameaças, e isso eu acho inaceitável. As universidades precisam assumir a sua responsabilidade de educar."

Polícia prende em SP suspeito da morte do pai da atriz Isabelle Drumond


Homem estava em Mauá, no ABC, e usava identidade falsa, diz polícia.
Fernando Xavier morreu há 8 anos durante tentativa de assalto em Niterói.

Do G1 São Paulo
Isabelle Drumond (Foto: TV Globo/João Miguel Júnior)Atriz Isabelle Drumond perdeu o pai em 2007
(Foto: TV Globo/João Miguel Júnior)
A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (30) em Mauá, no ABC, um suspeito de participação na morte, em 2007, do gerente de posto de gasolina Fernando Luiz Drummond Xavier, pai da atriz Isabelle Drummond. Francisco Heronaldo Rodrigues foi preso na casa onde morava e confessou, segundo a polícia, ser o procurado pelo crime.
O pai da atriz, então com 45 anos, morreu com dois tiros no rosto durante uma tentativa de assalto ocorrida em 16 de fevereiro de 2007 em Niterói, no Rio de Janeiro. Ele chegava a uma agência bancária com R$ 7 mil quando foi surpreendido pelos criminosos. Após dispararem na vítima, os ladrões fugiram sem levar o dinheiro.
Rodrigues vivia há 8 anos em Mauá e usava uma identidade falsa, de acordo com a polícia. Ele era conhecido na região como “Carioca”. A polícia do Rio mandou para Mauá o mandado de prisão temporária dele após investigações apontarem que o homem havia se mudado de Niterói logo depois do crime.
O suspeito foi localizado nesta manhã, tentou negar a identidade em um primeiro momento, mas depois confirmou ser o procurado, segundo a polícia de Mauá. Na casa dele, foram encontrados o RG falso que ele usava e uma arma calibre 32.
Francisco Heronaldo Rodrigues era mototaxista na área do Morro do Jacaré na época do crime. Ele conheceu um homem que já havia trabalhado no posto de gasolina e conhecia a rotina do gerente, segundo as investigações. Eles e mais dois homens teriam planejado o assalto. A motivação do crime seria arranjar dinheiro para pagar uma dívida de R$ 10 mil. O suspeito de ser o autor dos disparos foi preso em março do mesmo ano.
A atriz Isabelle Drumond tinha 12 anos quando o pai foi assassinado. Ela ficou conhecida ao interpretar a boneca Emília na série infantil "Sítio do Pica-Pau Amarelo".

Petrobras perde R$ 21 bi em valor de mercado na semana; e o valor das ações tem o menor valor em 10 anos


O Ibovespa, principal indicador da bolsa, caiu 1,79%, aos 46.907 pontos. 
É o menor patamar de fechamento desde março de 2014.

Do G1, em São Paulo

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em queda nesta sexta-feira (30), pressionada pelas perdas nas ações daPetrobras, depois que a estatal anunciou, na véspera, que pode não pagar dividendos a seus acionistas por causa dos desdobramentos das denúncias de corrupção envolvendo a estatal.
O Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, caiu 1,79%, aos 46.907pontos. Veja a cotação. Este é o menor patamar de fechamento desde o dia 19 de março de 2014, quando a bolsa fechou aos 46.567 pontos.

Na semana, a bolsa caiu 3,83% e no mês, 6,20%. No ano, há baixa acumulada de 6,20%.

As ações da Petrobras voltaram a cair. Veja cotação. Os papéis ordinários (com direito a voto) caíram 5,08%, cotados a R$ 8,04. Este é o menor valor desde 2004, quando, no dia 26 de agosto, as ações eram cotadas a R$ 8,02. Em valor de mercado, a perda na semana foi de mais de R$ 21 bilhões, passando de R$ 126 bilhões na sexta-feira (23) para R$ 105 bilhões nesta sexta. Os dados são da Economatica.
Petrobras nos últimos dias
Veja o preço do papel preferencial por data.
9,189,48,9198,749,349,449,199,329,8210,25109,9110,179,038,758,18valor da ação PN8jan9jan12jan13jan14jan15jan16jan19jan20jan21jan22jan23jan26jan27jan28jan29jan30jan88,599,51010,5
Gráfico elaborado em 30 de janeiro de 2015.
Os papéis preferenciais (com prioridade na distribuição de dividendos, mas sem direito a voto) recuaram 6,51%, para R$ 8,18. Este é o menor valor desde 2005, quando, no dia 16 de maio, as ações eram cotadas a R$ 8,03.

As ações preferenciais tiveram queda de 18,20% na semana e as ordinárias, de 15,55%. No ano, há desvalorização acumulada de 18,36% e 16,16%, respectivamente, de acordo com a Economatica.
Nos dois dias anteriores, os papéis a petroleira fecharam no vermelho. Na véspera, os ordinários caíram 1,85%, a R$ 8,47. Já os preferenciais perderam 3,10%, a R$ 8,75. Na quarta (28), as ações PN despencaram11,21%, a R$ 9,03, e as ON, 10,48%, a R$ 8,63.
Na  quinta (29), a petroleira admitu a possibilidade de não pagar dividendos a acionistas, dependendo da avaliação da situação financeira da companhia. Dividendos correspondem a parcela dos lucros da companhia que são distribuídos entre os acionistas.

Rebaixamento da Petrobras
Na noite da véspera, a agência de classificação de risco Moody's rebaixou todos os ratings da Petrobras, citando preocupações com investigações sobre corrupção na estatal e possível pressão sobre a liquidez da companhia em função de atraso na divulgação de resultados financeiros auditados.

A avaliação de risco é um sistema de nota desenvolvido por agências de análise de riscos para alertar os investidores de todo o mundo sobre os perigos do mercado ou da empresa que eles escolhem para aplicar seu dinheiro. Entenda como funciona.
Bovespa na semana
Veja a pontuação de fechamento por data
48.77548.57648.59147.69447.76246.907pontuação23jan26jan27jan28jan29jan30jan46.50047.00047.50048.00048.50049.000
Gráfico elaborado em 30/01/2015
"O fato novo de hoje na bolsa é a Petrobras por causa do rebaixamento das notas e da possibilidade de não pagar dividendos. Mas temos tido diariamente uma boa quantidade de notícias complicadas e o mercado é um reflexo disso tudo", disse à Reuters o especialista em renda variável Rogério Oliveira, da Icap Brasil.
Segundo ele, o mercado operava na defensiva, com a percepção de que assuntos que têm sido motivo de preocupação recentemente não vão mudar em breve: a situação da petroleira, a queda nos preços das commodities e a possibilidade de racionamento de energia e água no Brasil.
Bancos e energia
Diversas ações do setor de energia apareciam entre as maiores baixas do índice nesta sexta-feira. Estimativas iniciais para fevereiro do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apontaram que as chuvas que devem chegar aos reservatórios das hidrelétricas do Sudeste do país durante o mês serão de cerca de 52% da média histórica.

Já as ações da Vale tinham alta, apesar dos preços do minério de ferro no mercado à vista da China terem fechado janeiro com a maior queda desde maio de 2013. O mercado está na expectativa de que a mineradora revele qual será sua proposta de dividendos para 2015.

O dólar fechou em forte alta nesta sexa-feira, voltando a se aproximar de R$ 2,70,  reagindo ao fraco crescimento econômico dos Estados Unidos no quarto trimestre e a declarações do ministro da Fazenda, Joaquim Levy sobre o câmbio. A moeda norte-americana avançou 2,96%, a R$ 2,6894 na venda. Veja a cotação.

Sciarra garante que crise é “momentânea” e nega que Secretaria de Comunicação será extinta


Por Felipe Ribeiro e Denise Mello

Em meio a uma crise financeira enfrentada por todas as esferas do poder público, o novo chefe da Casa Civil do Governo do Paraná, Eduardo Sciarra, afirmou na tarde desta sexta-feira (30) que a situação no estado é “momentânea” e que até a metade do ano o caixa do estado deve estar reequilibrado. Em entrevista ao Jornal da Banda B, Sciarra garantiu que o problema nos atrasos dos repasses e o adiamento de pagamentos para alguns servidores é reflexo da situação econômica brasileira.
sciarra
Foto: Divulgação
“Neste começo de ano tivemos problemas de caixa, principalmente por não alcançarmos o esperado nas receitas. O governo tem plena ciência da dificuldade e está trabalhando para chegar a uma solução. Em abril começamos a receber os valores referentes ao IPVA e voltaremos a realizar os investimentos que os paranaenses tanto esperam”, garantiu.
Outro assunto abordado pela entrevista foi aprisão do assessor da governadoria do Paraná Marcelo Caramori. Questionado se isso poderia de alguma forma afetar o Palácio Iguaçu, Sciarra disse acreditar que não e lembrou que o servidor já foi exonerado pelo Diário Oficial da União nesta sexta-feira. “Ele não possui nenhuma ligação com o gabinete do gabinete e todos esperamos que a investigação vá a fundo”, comentou.
Caramori foi preso nesta quinta-feira (28) por suspeita de favorecimento e exploração sexual de menores em Londrina. No Portal da Transparência, ele aparece como “assessor da governadoria”, mas o  Governo do Estado garante que ele trabalhava como fotógrafo na cidade do norte do estado.
Secretaria de Comunicação
Durante a campanha eleitoral, muito se questionou uma possível extinção da Secretaria de Comunicação. Segundo Sciarra, nada está definido, mas que o governador Beto Richa não pretende fazer isso. “Não existe nada nesse sentido e acredito que não teremos nenhuma mudança no que hoje está definido na estrutura administrativa do governo do estado”, concluiu.
.

Assessor preso por exploração sexual foi exonerado pelo governador Richa


Da Redação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O assessor da governadoria do Paraná, Marcelo Caramori, preso por suspeita de favorecimento e exploração sexual de menores em Londrina, no norte do estado, fez uma tatuagem no próprio braço com o nome do governador Beto Richa. A imagem aparece no perfil pessoal do próprio assessor, que foi preso na tarde de quinta-feira (29), em Londrina. No Diário Oficial do Estado do Paraná desta sexta-feira (30) já consta a exoneração do servidor, em decisão assinada pelo governador e pelo Chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra.
De acordo com informações divulgadas pela RPC TV de Londrina, Caramori aparecia no Portal da Transparência, como “assessor da governadoria”, ativo, em cargo comissionado. O Governo do Estado, porém, garante que ele trabalhava como fotógrafo na cidade do norte do estado.
A tatuagem mostra a frase “100% Beto Richa” e na descrição do Facebook, Caramori define o governador como “o melhor chefe, o melhor amigo, e o ser humano mais incrível” que conheceu. “A pele é minha eu tenho minha maneira e minha convicção e sei o que faço da minha vida”, diz na rede social. A tatuagem foi feita no dia 14 de março de 2014.
Segundo a promotora da 6ª Vara Criminal de Londrina, Caroline Esteves, responsável pela investigação, ele aliciava adolescentes com idade entre 14 e 18 anos. “Há diversos elementos que comprovam que ele praticou o crime inúmeras vezes. Ele estava sendo investigado há algum tempo e as provas, até agora, são suficientes para comprovar a prática da exploração sexual de adolescentes”, disse a promotora ao portal G1/PR.
Caramori foi preso pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em casa. Lá, os policiais apreenderam vários computadores e CDs para procurar mais indícios dos crimes.

Pai sequestra filho de dois anos e usa como moeda de troca para volta de casamento


Por Luiz Henrique de Oliveira


Um homem de 35 anos foi preso em flagrante no bairro Tatuquara, em Curitiba, por policiais civis da Delegacia de Piraquara, região metropolitana de Curitiba, na tarde desta sexta-feira (30). Durante uma semana, ele manteve o filho de dois anos como refém, tudo para conseguir reatar o casamento com a ex-mulher, mãe do garoto.
Na última sexta-feira (23), o pai foi até a casa da ex-mulher, em Piraquara, e pegou o filho para passar o dia. Desde então os momentos de apreensão começaram para a mãe. “Durante uma semana fomos até várias casas e nada de encontrá-los. Hoje tivemos sucesso e agora ele vai responder por subtração de menor”, contou à Banda B o delegado Haroldo Davison, de Piraquara.
Segundo o delegado, o menino resgatado apresentava sinais de desnutrição. “Mantido em uma situação lamentável pelo pai, que usava a criança como moeda de troca. A mãe ficou desesperada com tudo isso. O suspeito é agressivo e já tem alguns Boletins de Ocorrência (BO). O povo ficou revoltado e o agrediu na hora da prisão”, detalhou.
O suspeito está detido à disposição da Justiça. O filho foi entregue novamente aos braços da mãe, em um reencontro emocionante.
.

Vigilância Sanitária interdita algumas lanchonetes no Colombo Park Shopping


Por Marina Sequinel

Uma operação da Vigilância Sanitária fechou cinco lojas da praça de alimentação do Park Shopping Colombo, na região metropolitana de Curitiba, na tarde desta sexta-feira (30). Segundo a Prefeitura da cidade, as lanchonetes foram interditadas por estarem sem o licenciamento disponibilizado pelo órgão.
Os donos dos estabelecimentos foram notificados na última terça (27) e tiveram até hoje para regularizar a situação, ainda de acordo com a gestão municipal. A operação contou com o apoio da Polícia Militar (PM). Os nomes das lojas não foram divulgados.
Assim que o licenciamento estiver correto, os empreendimentos podem ser reabertos. Alguns frequentadores do shopping acompanharam a movimentação.

Polícia toma Centro de Curitiba em operação para combater tráfico de drogas


Por Luiz Henrique de Oliveira e Juliano Cunha
operacaofora
Operação leva centenas de policiais ás ruas (Foto: Divulgação Francischini)

Uma megaoperação da Secretária de Segurança Pública (Sesp-PR) ocupa o Centro de Curitiba na tarde desta sexta-feira (30). São cumpridos 26 prisões e 17 mandados de busca e apreensão em hotéis de alta rotatividade. A intenção da operação é combater a facilitação para otráfico de drogas e a prostituição. Segundo apurado pela Banda B, alguns dos detidos agiam sobre a ordem do Primeiro Comando da Capital (PCC).
Na rede social facebook, o secretário de Segurança Pública, Fernando Francischini, comentou a operação. “Mais 300 homens da Polícia Militar, Civil e Guarda Municipal estão cumprindo buscas em Hotéis que facilitavam o Tráfico de Drogas em Curitiba” ,afirmou.
A operação visa combater o tráfico que acontece na Travessa Nestor de Castro e na Rua Riachuelo. Na região, uma pedra de crack era comprada por R$ 5 e revendida por R$ 10 e uma bucha de cocaína comprada por R$ 10 revendida por R$ 20.
drogas
Droga encontrada com Jau (Foto: Reprodução Francishini)
Ainda de acordo com Francischini, Jau, traficante ligado ao PCC, foi preso na operação. “Integrante do PCC que encabeçava o tráfico no centro Curitiba! O prendemos novamente hoje, em decorrência da Operação LEI E ORDEM II, já que da outra vez foi liberado depois que seus advogados entraram com recurso”, explicou.
Com Jau, a polícia encontrou grande quantidade de droga. “Cocaína, crack e dinheiro que foram encontrados com Jau, o integrante do PCC que encabeçava tráfico de drogas no centro de Curitiba”, disse.

(Fotos: Juliano Cunha – Banda B)
.