Suspeito tenta fugir com carro roubado e morre em troca de tiros com a PM


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha

(Fotos: Juliano Cunha – Banda B)

Um suspeito morreu no começo da tarde desta terça-feira (3) após ser baleado em uma troca de tiros com a Polícia Militar (PM) no bairro Cajuru, em Curitiba. O rapaz, que aparentava ter entre 20 e 25 anos, assaltou uma casa de carnes em Pinhais, na região metropolitana, e fugiu em direção à capital com um veículo roubado.
IMG-20150203-WA0010
(Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Uma testemunha o perseguiu e acionou a polícia. “Ele acabou se acidentando durante o acompanhamento tático ao colidir contra uma árvore. Ele rapaz pulou por algumas residências e foi parar no telhado de uma delas. Houve a troca de tiros e ele foi atingido”, explicou o sargento Daniel, da PM, à Banda B.
Ele havia roubado R$ 5 mil em cheque e R$ 1,4 mil em dinheiro, além do carro e algumas mercadorias do açougue. A perseguição, que começou em Pinhais, terminou na Rua Francisco Vasco Garcia, no Cajuru.
A Polícia Civil agora deve investigar o envolvimento da vítima com outros crimes. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).


Câmera flagra o momento em que morador do Jardim Social é rendido por assaltante; assista

Câmera flagra o momento em que morador do Jardim Social é rendido por assaltante; assista

Da Redação com informações do Portal Araucária

Vídeo divulgado nesta terça-feira (3) pela Delegacia de Furtos e Roubos de Veículo (DFRV) mostra o exato momento em que um morador do Jardim Social, em Curitiba, é rendido por assaltantes. De acordo com descrição divulgada no Portal Araucária, dois bandidos aguardaram o morador descer do carro e sob ameaça de arma, levaram o automóvel, próximo a Avenida Nossa Senhora da Luz.
Eles renderam o proprietário, exigiram as chaves e mandaram que saísse andando sem olhar para trás. O veículo é um Citroen C4 Pallas cinza. O crime aconteceu próximo a hora do almoço e os bandidos fugiram sentido a Linha Verde.
Quem tiver qualquer informação pode repassar para a DFRV (3314-6400) e Polícia Militar.
Assista ao vídeo:



Prefeitura anuncia reajuste de R$ 0,45 e passagem passa a custar R$ 3,30 no dinheiro


Da Redação

A partir da zero hora de sexta-feira (6), a tarifa de ônibus em Curitiba passa dos atuais R$ 2,85 para R$ 3,15 para pagamento em cartão-transporte e R$ 3,30 para pagamento em dinheiro. Segundo a Prefeitura, a correção de R$ 0,30 (10,5%) não recompõe a inflação dos últimos dois anos – aproximadamente 12%.
A Prefeitura de Curitiba assume integralmente o pagamento do subsídio das linhas urbanas, que será de R$ 2 milhões por mês. Com esse novo valor, o subsídio do Governo do Estado cai de R$ 7,5 milhões/mês em 2014 para cerca de R$ 7 milhões/mês em 2015. “Se o Estado concordar, o valor por ele repassado será exclusivo para atender a região metropolitana, visto que legalmente o transporte intermunicipal é de responsabilidade dos Estados. Mesmo assim, se o Estado não concordar com os valores, para manter a integração a Prefeitura de Curitiba sugere que o subsídio estadual seja repassado diretamente às empresas metropolitanas, sem passar pelos cofres do Fundo de Urbanização de Curitiba (FUC).”, diz nota da administração municipal.
“Não temos condições de repassar todo impacto do reajuste dos trabalhadores, dos insumos e da remuneração das empresas para o consumidor. Chegamos a um valor que sequer recompõe a inflação do tempo em que a tarifa ficou congelada e estamos mantendo o subsídio. Para garantir a integração, estamos reduzindo o subsídio pago pelo Estado a valores de 2012, quando foi criado o subsídio”, explica o presidente da URBS, Roberto Gregório.
Por que a tarifa tem que subir?
Segundo a prefeitura, por força do contrato assinado a partir da licitação de 2010, a tarifa técnica (repassada às empresas) é corrigida anualmente em fevereiro. A expectativa é que a tarifa técnica fique em torno de R$ 3,60.
Para estimar o valor da nova tarifa técnica urbana, a Prefeitura está considerando os percentuais de reajuste dos itens que compõem a planilha de custos do sistema e projetando uma variação salarial dos trabalhadores próxima do INPC dos últimos 12 meses.
Qualquer nova decisão judicial que atenda reivindicações de trabalhadores ou empresários será comunicada a população e causará novo desequilíbrio no sistema.
“Independente de quando for concluída a negociação salarial dos trabalhadores, o reajuste terá impacto retroativo a 1º de fevereiro. Ou seja, quanto mais demorarmos para definir a tarifa do usuário maior será o rombo no sistema. Temos que agir com responsabilidade para garantir a regularidade do serviço”, afirma Gregório.
Além do custo de operação, que é o pagamento feito às empresas, Curitiba responde sozinha pela manutenção da infraestrutura do transporte coletivo de 21 terminais urbanos, 81 quilômetros de canaletas, 357 estações tubo e 6,5 mil pontos de parada de ônibus. Em 2014, foram R$ 30 milhões sem contar despesas com pavimentação e manutenção das canaletas, estrutura viária e iluminação de pontos de ônibus. Este valor não está incluído na tarifa.

Empresário embriagado mata motorista na praia e é solto após pagar fiança de R$ 50 mil


Da Redação com PC
empresariodentro
Empresário pagou fiança de R$ 50 mil e foi liberado (Foto: Divulgação)

Policiais civis da Operação Verão de Guaratuba prenderam, na noite do último sábado (31), o empresário Francisco dos Santos Tavares, de 60 anos. Ele foi autuado por homicídio com dolo eventual após, embriagado, causar um acidente com morte na Avenida Curitiba, próximo a uma balada em Guaratuba, no Litoral do Paraná. Tavares responde em liberdade após pagar umafiança de R$ 50 mil.
empresariofora
Motorista do Uno morreu na hora
O responsável pela autuação foi o delegado Jorge Luiz Wolker. Segundo a polícia, após ingerir bebida alcoólica o empresário dirigia em sua Captiva branca quando fez uma ultrapassagem proibida em faixa contínua e colidiu com um Uno vermelho, conduzido por Sérgio Luiz Czarny, 53, que morreu na hora.
Ao ser submetido ao teste de bafômetro, Tavares apresentou índice de 0,81 mg/l, o que configura embriaguez. Diante da grave situação, o delegado arbitrou a fiança, que foi paga pelo empresário, que responderá pelo crime em liberdade.

Mulher não vence curva no Centro Cívico e fica ferida ao bater contra barranco


Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique
acidentedentro1
Motorista teve ferimentos no pescoço (Foto: Bruno Henrique – Banda B)

Uma mulher de 35 anos ficou ferida após perder o controle do carro em que estava no bairro Centro Cívico, em Curitiba, na manhã desta terça-feira (3). Segundo testemunhas, a motorista vinha pela Rua Carlos Pioli quando perdeu o controle em uma curva quase na esquina com a Rua Mateus Leme, próximo à empresa Cerpus.
acidentedentro3
Carro parou em barranco de empesa (Foto: BH – Banda B)
O sargento Batista, do Corpo de Bombeiros, atendeu a vítima e contou que ela se queixava de dores no pescoço. “Pela dinâmica do acidente teve uma pancada nesta região. É uma vítima consciente e com ferimentos leves, que merece cuidado por conta da dor que descreve”, relatou.
A motorista foi levada ao Hospital Evangélico, em Curitiba. Ela estava sozinha no carro e nenhum outro veículo se envolveu na colisão.
.

Manifestação contra aumento da passagem leva mais de 500 jovens para as ruas de Curitiba


Por Denise Mello e Danaê Bubalo
protesto4
Protesto reuniu cerca de 500 jovens – Foto: Danaê Bubalo/Banda B

Um movimento marcado pelo facebook reuniu cerca de 500 manifestantes contra o aumento da passagem do transporte coletivo, no Centro de Curitiba no final da tarde desta segunda-feira (1º). O prefeito Gustavo Fruet já informou que a passagem vai subir, mas não divulgou ainda o índice de reajuste. A movimentação se deu início por volta das 18 horas e, depois das 19 horas, os manifestantes saíram para uma caminhada em direção a Rodoferroviária de Curitiba. Escoltados por uma equipe da Polícia Militar os jovens gritavam palavras de ordem contra o aumento da tarifa do transporte coletivo, o congelamento da passagem e permanência da Rede Integrada com a Região Metropolitana.
“Não aceitamos este novo aumento. Em novembro foi aumentado e ninguém se manifestou, agora nos reunimos contra um possível aumento de até R$ 3,40. Não podemos aceitar isso”, afirmou uma das manifestantes sem se identificar.
Nos principais cruzamentos da região Central os jovens sentavam no meio da rua e pediam para que a população se juntasse ao ato. Na frente do Terminal do Guadalupe os manisfestantes atearam fogo e boneco com o rosto do prefeito de Curitiba Gustavo Fruet. De acordo com um dos organizadores do evento, Luis Fischer, documentos comprovam que a tarifa atual já está muito acima do valor real, que seria R$ 2,25.
protesto5“A gente já tem o anúncio do aumento d  tarifa e tudo indica vai custar mais de R$ 3,00 e a tarifa técnica deve chegar a ao absurdo de R$ 3,70. Por isso a gente tem que vir pra rua. Existe estudo pela Urbs , pela CPI da Câmara que a tarifa está superfaturada em pelo menos R$ 0,40. O TCE também já afirmou isso. Não podemos nos calar”, afirmou o líder.
Cerca de duas horas depois da caminhada pela região Central os manifestantes chegaram até a Rodoferroviária. Com equipes da Polícia Militar no local os jovens resolveram não invadir o prédio da URBS, como era previsto, e retornaram para o Centro de Curitiba. Na Travessa da Lapa, atrás do prédio da UFPR, os manifestantes pularam as catracas das estações tubos e encerram as manifestações.
De acordo com o Capitão Luiz Fernando, da PM, o ato terminou de forma pacífica preservando a segurança da população de Curitiba. “Durante todo o deslocamento a Setran e a PM garantiram a segurança da manifestação. Quando houve a ameaça de invasão da Urbs todo efetivo se concentrou e, se fosse necessário, faríamos a intervenção. Foi uma manifestação pacífica e nos colocamos à disposição já que a liderança do movimento se identificou. Nosso objetivo é garantir a segurança deles, que eles façam suas manifestações, mas que respeitem o patrimônio público”, afirmou.
Uma nova manifestação da está marcada para a próxima quinta-feira (5), com a concentração às 18 horas na Boca Maldita.
Fotos: Danaê Bubalo/Banda B

.

Prefeitura de Colombo repassa veículo para o Corpo de Bombeiros


WEBMASTER 2 DE FEVEREIRO DE 2015

Carro será utilizado pela unidade militar para vistoria em empresas e transporte de equipamentos

Prefeita acompanhada dos secretários de Governo, Luiz Gilberto Pavin, da Administração, José Mauri Henemann e da Saúde, Fernando Aguilera repassa a chave do veículo para o comandante do Corpo de Bombeiros, capitão Nascimento
Prefeita acompanhada dos secretários de Governo, Luiz Gilberto Pavin, da Administração, José Mauri Henemann e da Saúde, Fernando Aguilera repassa a chave do veículo para o comandante do Corpo de Bombeiros, capitão Nascimento
A Prefeitura Municipal por meio do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom) repassou nesta quinta-feira, 29, um veículo utilitário modelo FIAT Strada, para o Corpo de Bombeiros de Colombo. A iniciativa faz parte das ações conjuntas desenvolvidas entre as duas instituições para a renovação da frota da unidade militar.
O objetivo desta parceria, segundo a Prefeita Beti Pavin é destinar sempre mais recursos para o Corpo de Bombeiros. “Oferecendo mais ferramentas e equipamentos para os nossos bombeiros, eles consequentemente terão mais condições e qualidade nos serviços oferecidos para a nossa população”, disse a prefeita.
De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros do município, capitão Nascimento, este carro será destinado para as vistorias. “Com mais este veículo vamos otimizar o nosso trabalho no que se refere ao transporte de materiais e na realização das vistorias em empresas”, explicou o comandante.
E esta fonte de recursos, que vem anexada ao Imposto Predial Territorial Urbano – IPTU, representa a estruturação do grupamento, na qual recebem equipamentos, materiais e suprimentos diversos para exercer seu trabalho, de vital importância para os moradores. E desta forma, ainda este ano, estão previstos outros dois veículos para o Corpo de Bombeiros.
Também estavam presentes na entrega do veículo, os secretários de Governo, Luiz Gilberto Pavin, da Administração, José Mauri Henemann e da Saúde, Fernando Aguilera.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Fotos: João Senechal/PMC