Atletas do Mountain Bike de Colombo participam de etapa em Campo Magro


WEBMASTER 10 DE FEVEREIRO DE 2015

Quinta fase do Esquenta Panturrilha teve a participação de mais de 30 colombenses

As promessas do MTB de Colombo, Danilo e Marco
As promessas do MTB de Colombo, Danilo e Marco
Neste domingo, 08, a cidade da Região Metropolitana de Campo Magro recebeu a 5ª Etapa do Esquenta Panturrilha de Mountain Bike (MTB) que contou com a participação de cerca de 30 atletas que representaram a cidade de Colombo. E o desempenho dos colombenses foi excelente, pois conseguiram pódio em todas as categorias da competição.
Dentre os participantes, a etapa recebeu tanto promessas do esporte, com os atletas Danilo de Oliveira e Marco Coradin, que são os futuros destaques de Colombo e a renovação do esporte, com atletas consagrados Gentil Franco, Hernandes Barbosa, Gesiel Pissolato e Edson Luiz Carloto.
O diretor de Esportes, Paulo Cesar Cardoso, disse que com o crescimento da modalidade em Colombo, várias empresas estão procurando apoiar os atletas do município. “Cito como exemplo a Cicles Landes, que montou uma estrutura para auxiliar todos os atletas colombenses no Esquenta Panturrilha”, informou.
Taça Brasil de MTB
Atletas veteranos colombenses
Atletas veteranos colombenses
E o esporte não para. Esta semana os atletas já se preparam para mais uma competição, a Taça Brasil de MTB, que acontece nos dias 14 e 15 de fevereiro, e vale posição para o ranking da Confederação Brasileira de Ciclismo.
Para mais informações sobre as competições e os atletas de Mountain Bike de Colombo o interessado pode entrar em contato pelo (41) 3656-7145.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

CMEI Turma da Mônica passa por reforma e ampliação no centro de Colombo


WEBMASTER 10 DE FEVEREIRO DE 2015

Com 40% dos serviços executados obra ampliará a capacidade de crianças atendidas, que passa de 134 para 234 alunos

Obra contemplará quatro novas salas, depósito de material de limpeza e dispensa, além de reformas na cozinha e refeitório
Obra contemplará quatro novas salas, depósito de material de limpeza e dispensa, além de reformas na cozinha e refeitório
O Centro de Educação Infantil (CMEI) Turma da Mônica está recebendo obras de reforma e de ampliação para melhor atender alunos e servidores. A obra, que é uma iniciativa da Prefeitura de Colombo, através da Secretaria de Educação, ampliará o número de crianças atendidas pelo CMEI, que passará de 134 para 234 alunos.
Segundo a coordenadora dos CMEIs, Auria Rosa, a obra deve dar fim a uma medida alternativa encontrada pelo município para atender alguns alunos da instituição. “Nós alugávamos um espaço próximo a este CMEI para atender a demanda que existe na região. Com o aumento no número de vagas, não haverá mais essa necessidade”, informou.
Auria disse ainda que, “um espaço adequado, amplo e confortável é fundamental para que os profissionais possam lecionar da melhor forma possível o que, consequentemente, irá contribuir para o ensino aprendizagem dos alunos”, acrescentou.
Ampliação
A ampliação do CMEI Turma da Mônica contempla quatro novas salas, depósito de material de limpeza e dispensa, além de reformas na cozinha e refeitório. Cada sala contará 31,04m² e terá capacidade para atender a 25 alunos. No total, a ampliação será de 169,70m².
Até o momento já foram executados os serviços de fundação, colocação dos pilares e vigas de sustentação e a parte de alvenaria. Atualmente a obra está com 40% dos serviços realizados, e nesta ocasião está sendo feita a montagem da laje (necessária para a instalação da cobertura).
A obra receberá no total, investimentos da ordem de R$ 223 mil, tem prazo para conclusão de quatro meses.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: João Senechal/PMC

Mulher se revolta ao ser barrada em banco e fica completamente nua


Caso aconteceu na manhã desta terça-feira (10) em Guarujá, SP.
Depois de fazer várias reclamações, ela foi autorizada a entrar no banco.

Do G1 Santos
Mulher teve que tirar a roupa para entrar em agêcia bancária (Foto: G1)Mulher teve que tirar a roupa para entrar em
agência bancária (Foto: G1)
Uma cliente de uma agência bancária emGuarujá, no litoral de São Paulo, se revoltou ao ser barrada na entrada do estabelecimento e resolveu protestar, ficando completamente nua diante dos demais clientes e seguranças. O protesto aconteceu na manhã desta terça-feira (10), após ela não conseguir passar pelo detector de metais sem que o aparelho apitasse.
Vários clientes que já estavam dentro do estabelecimento, ou que esperavam para entrar, registraram o protesto, que aconteceu em uma agência do Banco do Brasil no Centro de Guarujá. Segundo testemunhas, os seguranças alegaram que ela escondia algum objeto de metal e, após uma grande discussão, ela tomou a decisão de tirar as roupas e os acessórios que portava.
Já nua, a cliente voltou a discutir com os seguranças, e os funcionários acabaram concordando em deixá-la entrar no banco. Por volta das 15h, ainda não havia ocorrências relacionadas ao caso registradas nas delegacias da cidade. O G1 entrou em contato com o Banco do Brasil, mas até a publicação desta reportagem não houve um retorno.

Lais Souza revela homossexualidade e afirma: ''Tenho uma namorada'

'

Em entrevista publicada pela revista ''TPM'', ex-ginasta fala sobre vida pessoal

Por Rio de Janeiro
De volta ao Brasil desde o fim do ano passado, Lais Souza tem buscado se readaptar ao país desde que sofreu o grave acidente que a deixou tetraplégica. Em entrevistas recentes, tem falado sobre os desafios que está enfrentando para voltar a andar. Na edição deste mês da revista "TPM", ela também comentou sobre sua vida pessoal. Em um dos trechos da reportagem, a ex-ginasta revelou ser homossexual e atualmente ter um relacionamento.
- Eu tenho uma namorada, sou gay há alguns anos. Já tive namorados, mas hoje estou gay - disse a jovem. 
Lais Souza entrevista SporTV News (Foto: Reprodução SporTV)Lais Souza está fazendo tratamento agora em São Paulo (Foto: Reprodução SporTV)

Lais também falou sobre o fato de voltar a conviver diariamente com sua mãe, Odete, desde que deixou os Estados Unidos. Ela contou que é a própria mãe quem tem lhe dado banho, colocado fralda e dado comida. Embora mantenha sempre um sorriso no rosto e discurso otimista, a jovem admite que, às vezes, também precisa lidar com o sofrimento.
- Mãe, por que comigo? - ela diz se perguntar. 

Lais Souza Flavia Saraiva Prêmio Brasil Olímpico (Foto: André Durão)Na entrevista, Lais conta que a proposta da Confederação Brasileira de Desportos na Neve para fazer testes foi "estranha e sedutora". Ela nunca havia estado na neve antes de receber o convite. A ex-ginasta achou que seria fácil, mas sentiu medo ao assistir vídeos dos saltos de atletas que chegam a uma altura de um prédio de cinco andares. Em sua primeira competição, em um frio de 21 graus abaixo de zero, na Finlândia, rolou rampa abaixo depois de executar a manobra. 

Lais conta que treinava freadas bruscas no dia do acidente, 27 de janeiro de 2014, em Salt Lake City. Notou que estava muito rápida e que a última coisa que lembra antes de bater em uma árvore foi virar para avisar a companheira Josi Santos para ir mais devagar. Uma torção na coluna cervical lhe tirava os movimentos dos braços e pernas. 
Lais Souza com Flavia Saraiva no Prêmio Brasil Olímpico (Foto: André Durão)
Lais superou o risco de morte, passou por cirurgias para realinhar a coluna. Conseguiu respirar sem a ajuda de aparelhos e deixou a UTI, sendo depois transferida para o Jackson Memorial Hospital, em Miami, aonde iniciou um tratamento para voltar a ter sensibilidade abaixo dos ombros. Lais mostra esperança. As células-tronco são injetadas na coluna na altura da lesão, entre as vértebras C2 e C3.  

- Que seja um dedo, já está valendo!
Na semana passada, em entrevista ao SporTV, elacogitou pela primeira vez se encaixar em alguma modalidade paralímpica. Segundo a própria atleta, os movimentos que consegue fazer ainda são pequenos para sonhar ser competitiva, mas ela não pensa em desistir:
- Ainda não tem um esporte que eu consiga me encaixar porque meu movimento é muito pequeno, mas a gente está de olho em alguma coisa. Vamos ver alguma coisa com remo ou bike. Ainda estamos encaminhando, são projetos e talvez eu consiga me encaixar em alguma coisa - disse a atleta de 26 anos, que já consegue sentir algumas partes dos pés e da perna, algo impensável após o acidente.

Bandidos se perdem em curva e, com raiva, queimam carro roubado no Boqueirão


Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento
citroendentro
Carro foi localizado queimado no Boqueirão (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Um carro Citreon Aircross foi incendiado por bandidos na Rua João Michelleto, a Estrada do Zoológico, no bairro Boqueirão, em Curitiba, na manhã desta terça-feira (10). O fogo foi controlado pelo Corpo de Bombeiros e os marginais não foram localizados.
De acordo com o apurado pela Banda B, dois ladrões armados chegaram em duas bicicletas na Rua Pastor Antônio Piloto, onde renderam o motorista do Citronen. Eles colocaram as bikes dentro do veículo e fugiram. Na Estrada do Zoológico, teriam perdido o controle do carro e, com raiva, queimado o veículo.
“Não conseguiram ter êxito no crime e tacaram fogo no carro, que teve destruição total. Nós chegamos lá para apagar as chamas, mas os danos materiais foram irreversíveis”, contou àBanda B o cabo Alves, do Corpo de Bombeiros.
Até o fechamento desta reportagem os ladrões não foram localizados. No local, o dono do Citroen não conseguia se conformar com a maldade dos assaltantes.
.

Manifestantes garantem que não saem do prédio da Alep até retirada de projeto do governo


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha
Foto: Juliano Cunha - Banda B
Foto: Juliano Cunha – Banda B

Os manifestantes que se reuniam em frente à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) desde as primeiras horas do dia decidiram invadir e ocupar o prédio no final da tarde desta terça-feira (10). A ação aconteceu logo após a aprovação de Comissão Geral, o chamado “tratoraço”, para deliberar sobre o pacote de redução de gastos proposto pelo Governo do Estado. Funcionários públicos, em especial os professores, são contra o projeto devido a cortes que afetam diretamente os servidores.
Após aprovação por 34 votos a 19, os manifestantes que estavam do lado de fora derrubaram o muro e tomaram o prédio. Imediatamente o presidente da Casa, Ademar Traiano (PSDB), decidiu suspender a sessão.
Dentro do plenário, os manifestantes cantaram o hino nacional e puxaram o grito de “retira, retira” ao projeto. Eles prometem passar a noite acampados na Assembleia e a APP Sindicato já orientou a todos a manterem o plenário limpo. Até 19h30 não havia nenhum registro de vandalismo na Casa legislativa.
A APP Sindicato denuncia ainda que o ar condicionado da Assembleia foi desligado para forçar a saída dos manifestantes, que temem que a sessão extraordinária possa ser retomada.
Sessão quente
A sessão na Assembleia foi conturbada e vários deputados estaduais foram até a tribuna para pedir a retirada do projeto. O líder do governador, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), foi o único a se pronunciar favoravelmente ao projeto. Debaixo de vaias, ele garantiu ainda que os pontos mais polêmicos do projeto seriam mantidos.
Nereu Moura (PMDB) e o líder da oposição, Tadeu Veneri (PT), chegaram a apontar irregularidades no projeto em comissão geral. “Se esse projeto for aprovado hoje, vamos recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF)”, disse o petista.
Nas galerias da Assembleia, cerca de 400 servidores públicos acompanharam a sessão.
Traiano já marcou uma reunião para amanhã com as lideranças para decidir como continuar a sessão.
“Pacotaço”
O “pacotaço”, como passou a ser chamado, prevê a redução de custos do Estado. Apesar de mudanças realizadas entre segunda e terça-feira, os manifestantes garantem que as medidas prejudicam muito o servidorismo público.
Ao todo, são 13 pontos divididos em dois projetos de lei para aumentar a receita e diminuir os gastos do estado. Além disso, o governo anuncia um contingenciamento de R$ 11 bilhões – o que representa aproximadamente 25% do orçamento de 2015.


.

Sindicato denuncia que empresas estão tirando ônibus das ruas da RMC


Por Marina Sequinel

Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus da Grande Curitiba (Sindimoc)denunciou a retirada de veículos da linha Tamandaré/Cabral pela empresa Glória. Segundo o vice-presidente do Sindimoc, Dino César, o problema foi registrado nesta segunda-feira (9) no terminal Cabral, na capital, onde muitos usuários ficaram sem o transporte coletivo.
“Ontem, só a empresa Tamandaré operou nessa linha. A demanda cresceu e muitos passageiros não conseguiram retornar para casa e tiveram que se virar com um trajeto alternativo. Isso foi uma baita de uma malandragem”, disse César, em entrevista à Banda B na tarde de hoje.
onibus
(Foto: SMCS)
Há, ainda, de acordo com ele, a preocupação de que os motoristas e cobradores que operam nessa linha sejam demitidos. “Agora eles levam a mesma quantidade de usuários com menos veículos. Nós queremos avisar e prevenir os passageiros para que isso não aconteça com outras linhas da região metropolitana”, completou o vice-presidente.
Segundo César, os responsáveis pela fiscalização para que esse tipo de atitude não ocorra são a Urbanização de Curitiba (Urbs) e a Coordenação da Região Metropolitana (Comec). “Enquanto eles ficam nessa briga, nós estamos aqui, lutando para que os trabalhadores e os usuários tenham aquilo que lhes é de direito”, concluiu ele.
Banda B entrou em contato com a Urbs sobre a situação e aguarda retorno.

Beto Richa e deputados atendem reivindicações de professores


unnamed
Elaborado, em reunião (foto) do governador Beto Richa e sua equipe com 37 deputados da base de apoio, a redação de um texto substitutivo aos dois projetos de lei encaminhados para a Assembleia Legislativa na semana passada para adequar despesas e receitas do Estado.Três reivindicações consideradas fundamentais pelos mestres serão atendidas. São elas:
1- Não haverá alteração na legislação do quinquênio e anuênio, que assegura reajustes automáticos a todo o funcionalismo.
2 – Será mantido o auxílio transporte para servidores do magistério que estejam afastados do trabalho ou em licença, ou seja, sem trabalhar.
3 – Fica mantido o Plano de Desenvolvimento Educacional (PDE) para promoção e progressões.
O novo texto, construído em conjunto com os deputados, traz três alterações em relação à proposta original, mantém benefícios e não altera o plano de carreira dos servidores da educação. No acordo com os parlamentares o governo decidiu não alterar na legislação do quinquênio e anuênio, que assegura reajustes automáticos a todo o funcionalismo.
Também será mantido o auxílio transporte para servidores do magistério que estejam afastados do trabalho e o direito a licenças, cuja concessão caberá exclusivamente ao secretário estadual da Educação ou diretor geral da pasta. Outro ajuste garante a manutenção do Plano de Desenvolvimento da Escola (PDE) para promoção e progressões.
“Com estes ajustes no texto saímos com o entendimento de que os projetos serão votados e aprovados”, afirmou o secretário-chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra.
O entendimento entre o Executivo e parlamentares foi coordenado pelo deputado Luiz Claudio Romanelli, líder do governo na Assembleia. “Conseguimos preservar conquistas históricas do funcionalismo e podemos retomar a normalidade nas relações com os servidores. O governo foi sensível aos pedidos dos deputados”, afirmou Romanelli.

Banco do Brasil dá a Bendine, o da Val, ‘superaposentadoria’ de R$ 62 mil


unnamed
O novo presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, deixa o comando do Banco do Brasil (BB) com aposentadoria calculada com base no salário mensal de 62,4 mil reais, embora as associações de funcionários e aposentados do maior banco do país sejam contrárias ao que chamam de “aposentadoria cheia” – na qual se somam aos vencimentos benefícios como férias e vale-alimentação. Bendine ficou famoso por ter dado empréstimo de R$ 2,7 milhões para a socialite brega Val Marchiori, que ofereceu como garantia a pensão alimenticia dos filhos.
A prerrogativa de se aposentar por essas regras não é exclusiva de Bendine, mas foi adotada em sua gestão. Outros 20 executivos recebem dessa forma. Ivan de Souza Monteiro, novo diretor da petroleira, também reúne idade e tempo de contribuição suficientes para se aposentar com base no salário cheio de 55,8 mil reais mensais que recebia como vice-presidente.
A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), xerife do setor, considerou que caberia ao BB assumir a diferença dessas aposentadorias maiores.
Para a Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB), as “superaposentadorias” são indevidas. “Eles não poderiam fazer a contribuição sobre seus honorários brutos porque contêm o empilhamento de verbas de benefícios que o plano não admite. Esses valores são considerados no cálculo das aposentadorias, o que não é permitido para os demais funcionários”,disse Fernando Amaral, vice-presidente da associação.
A origem do problema remonta a 2008, quando, para cumprir exigências da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o BB decidiu que os executivos passariam a receber honorários em vez de salários. Para calculá-los, o banco somou tudo que qualquer funcionário recebe durante o ano (salários, comissões, 13.º, férias, abonos, licença-prêmio, auxílio-alimentação, etc.) e dividiu
Limite – Para manter a isonomia entre a cúpula e os servidores, o conselho deliberativo da Previ aprovou, em abril de 2008, que os executivos poderiam contribuir sobre o mais alto salário de empregado do banco (37 mil reais mensais em valores de hoje). Essa medida, referendada pela diretoria executiva do BB, foi retirada em 2010, sob a gestão de Bendine. Com isso, os executivos puderam contribuir com base nos honorários brutos e, dessa forma, incrementar as aposentadorias.
Para a Previc, a direção do BB não poderia voltar atrás. A autarquia exigiu, em junho de 2013, que o banco colocasse limite nas aposentadorias da alta cúpula, sob pena de intervir no fundo de pensão. A exigência gerou uma disputa no governo que opôs os Ministérios da Fazenda e do Planejamento ao da Previdência.
Procurado, Bendine disse que o BB responderia em seu nome. Em nota, o banco informou que “as normas vigentes nunca estabeleceram um teto”. “O posicionamento do Banco do Brasil tem por base o Estatuto da Previ, que estabelece a equivalência entre as contribuições realizadas e os benefícios a serem pagos aos aposentados.” Previ e Previc não responderam até esta edição ser concluída.

Nova presidência da Câmara de Colombo determina realização de concurso público





Câmara de Colombo vai realizar Concurso Público
A Câmara já contratou a empresa para a realização do processo de divulgação e realização do concurso

Pensando em suprir a demanda atual de servidores efetivos no Legislativo de Colombo, a Câmara já está com o processo do concurso público em trâmite, com previsão para até o mês de março a divulgação do edital do Concurso.
Serão efetivados 15 novos servidores para os seguintes cargos e respectivas funções: Agente de Gestão Legislativa I, para a função de recepção e portaria, para a função de serviços de zeladoria e para a função de serviços de copa; Agente de Gestão Legislativa II, para a função de condução de veículos; Técnico de Gestão Legislativa, para a função de processo legislativo, assistência contábil e financeira e patrimônio; Analista Legislativo para a função de serviços de planejamento e gestão (sendo que este poderá ser designado para exercer a função de controlador interno); Contador para os serviços de contabilidade pública e Advogado para serviços advocatícios, pareceres e assessoramento.
De acordo com o presidente do Legislativo, vereador prof. Waldirlei Bueno o último concurso público aconteceu em 1986, e hoje se faz necessário o preenchimento de vagas para servidores efetivos. Para que o concurso aconteça, a Câmara já contratou a empresa para a realização do processo de divulgação e realização do concurso. “Quem irá fazer o nosso concurso é a FUNTEF-PR – Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR (antigo CEFET)”, disse o Presidente.
Ainda segundo o Presidente a Fundação foi contrata com dispensa de licitação tendo como base nos termos do artigo 24, inciso XIII da Lei 8.666/93 e instruem o requerimento com a Proposta Técnica nº 201411121 apresentada pela FUNTEF-PR para a realização de concurso público para o provimento de cargos de nível fundamental, médio e superior disponíveis no quadro efetivo da Câmara Municipal de Colombo.
Outras e novas informações serão divulgadas no site da Câmara, www.camaracolombo.pr.gov.br.


A partir das 22h, passageiro vai poder agora descer fora do ponto em algumas linhas de Curitiba


Da Redação com  SMCS


A Urbs anunciou nesta terça-feira (10) novas medidas para aumentar a segurança dos passageiros e trabalhadores do transporte coletivo. São obras, mudanças operacionais e orientações que abrangem vários aspectos da segurança e envolvem trabalho integrado de várias secretarias municipais. Entre as medidas está a Parada Livre, que garante o desembarque em qualquer local nas linhas que não tem desembarque em tubos.
De acordo com o presidente da URBS, Roberto Gregório da Silva Junior, as mudanças atendem uma das principais reivindicações dos usuários, assim como dos motoristas e cobradores.
Confira as medidas
onibus
(Foto: Arquivo Banda B)
1 – Pontos mais iluminados – Para atender ao transporte coletivo, a Prefeitura antecipou uma das obras do programa Luz do Dia, que será lançado na íntegra nos próximos meses, com o propósito de aumentar significativamente a iluminação em Curitiba, especialmente nas áreas mais sensíveis em termos de segurança. As primeiras intervenções do programa ocorrerão nos pontos de ônibus. Nos próximos 12 meses, a Secretaria Municipal de Obras instalará iluminação especial, com tecnologia LED (Diodo Emissor de Luz), em 5 mil pontos de ônibus.
2 – Paradas livres – A Urbs está reeditando uma determinação operacional para que após as 22 horas o passageiro possa descer em qualquer local, nas linhas que não têm desembarque em tubos. A orientação já existia, porém estava em desuso há mais de 20 anos.
3 – Guarda mais presente – A Guarda Municipal, que já tem uma equipe dedicada ao transporte coletivo, realizará, além da ronda normal, abordagens em ônibus, estações tubo e terminais. Para esta semana já está programada uma série de operações.
4 – Redução do dinheiro em circulação – O uso do cartão como forma de pagamento será estimulado para que o volume de dinheiro nos ônibus e estações diminua significativamente. O risco de assalto é uma das principais queixas do sindicato de motoristas e cobradores. Além disso, no caso de roubo ou extravio do cartão transporte tipo usuário, é possível recuperar os créditos.
5 – Busão sem Abuso – A Prefeitura realizará novas rodadas da campanha Busão sem Abuso, iniciada no ano passado. A campanha educa sobre o respeito a mulheres dentro do transporte e informa os canais de denúncia de abusos. Logo que foi lançada, levou à prisão de dois molestadores.
6 – Mais informação – A Prefeitura e a Urbs aumentarão a oferta de informações nos ônibus, tubos, terminais e pontos de ônibus, para que os passageiros tenham mais segurança sobre os trajetos corretos, horários e localização de serviços públicos.

Pagodeiro é preso sob suspeita de incendiar casa da ex-mulher no Rio


Crime aconteceu no dia 1º de agosto de 2014.
Leandro possui seis anotações criminais, cinco delas contra a ex-mulher.

Do G1 Rio
Leandro Venâncio dos Santos, de 32 anos, é integrante do grupo Face Sedutora (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)Leandro Venâncio dos Santos, de 32 anos,
é integrante do grupo Face Sedutora
(Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Policiais Civis da 35ª DP (Campo Grande) prenderam na segunda-feira (9) o integrante do grupo de pagode Face Sedutora, Leandro Venâncio dos Santos, de 32 anos. Segundo a corporação, contra ele havia um mandado de prisão pendente pela tentativa de homicídio qualificado por incêndio. No dia 1 de agosto 2014, o suspeito incendiou a residência da ex-mulher.

Ainda segundo a polícia, a vítima manteve um relacionamento com Leandro por cinco anos, tendo se separado dele em julho de 2014, porque o suspeito sempre a agrediu.

A mãe da vítima informou que vários familiares estavam sendo ameaçados pelo pagodeiro, sendo que da última vez que viu Leandro, ele a ameaçou com uma arma na barriga, exigindo que informasse o novo endereço de sua filha.

Leandro possui seis anotações criminais, cinco delas ocorreram em 2014 contra a ex-mulher e seus familiares. 

Aguardado para depor, suspeito de agressão posta foto com cão no Rio


Agressões a cadelas foram registradas por câmeras na casa da ex-noiva.
Rafael Hermida diz que não é um monstro e que está arrependido.

Do G1 Rio
Rafael Hermida postou em uma rede social uma foto com um cão e disse estar arrependido e muito chateado (Foto: Reprodução/TV Globo)Rafael Hermida postou em uma rede social uma foto com um cão e disse estar arrependido e muito chateado (Foto: Reprodução/TV Globo)
O homem que foi flagrado maltratando duas cadelas na casa da ex-noiva, no Rio, deve prestar depoimento à polícia nesta terça-feira (10). Rafael Hermida postou em uma rede social uma foto com um cão e disse estar arrependido e muito chateado. As informações são do Bom Dia Rio.
No post, Rafael Hermida contou que tem sete cachorros, entre eles um vira-lata que encontrou na rua. Ele afirmou que não é um monstro, assumiu o erro que cometeu e se disse chateado e arrependido.
Essa foi a única defesa divulgada por ele até agora. O empresário não atende o telefone, e segundo os amigos, sumiu assim que viu o vídeo publicado na internet.

O vídeo que mostra as agressões foi compartilhado por centenas de pessoas em redes sociais. Uma página foi criada para denunciar Rafael, e um ato de repúdio está marcado para a próxima sexta-feira (13).Em imagens gravadas por câmeras instaladas pela ex-noiva dele, a dona dos cães, Rafael Hermida é flagrado batendo em duas cadelas da raça buldogue francês. Ele segura uma delas e, em seguida, a joga com força no chão. O empresário também dá uma cabeçada no focinho do animal e, depois, o suspende pelas patas e solta.
A dona dos cachorros contou aos policiais que os animais começaram a apresentar um comportamento estranho desde que Rafael se mudou para a casa. Ela publicou um vídeo nas redes sociais agradecendo o apoio das pessoas.
Rafael Hermida foi intimado por telefone para prestar depoimento à Polícia Civil. De acordo com o delegado, responsável pela investigação, ele deve se apresentar na tarde desta terça-feira. O caso vai ser encaminhado para o Juizado Especial Criminal.

Bandidos rendem família de empresário e um é preso após ajuda de vizinho atento


Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique
pilarzinho dentro
Família foi rendida por pelo menos três bandidos no Pilarzinho (Foto: Bruno Henrique – Banda B)
A ajuda de um vizinho foi fundamental para a Polícia Militar (PM) prender pelo menos um ladrão de residência na região do bairro Pilarzinho, em Curitiba, na manhã desta terça-feira (10). Três marginais rendiam a família de um empresário no momento em que a PM chegou, após ser avisada pelo morador ao lado.
Com a chegada da PM, os suspeitos saíram pulando muros de residências na região. Um dos marginais foi preso em flagrante. “Já é a segunda vez que eles assaltam essa família. É uma situação bem complicada que vivemos aqui”, disse um morador da região, que não quis se identificar.

Amigos são vítimas de tocaia e um morre na hora no Guabirotuba


Por Luiz Henrique de Oliveira e Danaê Bubalo
guabirotubadentro
Jovem morreu e outro foi baleado no Guabirotuba (Foto: Danaê Bubalo – Banda B)

Um homem foi morto e outro baleado na noite desta segunda-feira (10) no cruzamento da Rua Roberto Lobo com a Alvorada, no bairro Guabirotuba, em Curitiba. Moradores ouviram os disparos e chamaram os bombeiros, que imediatamente foram atender a ocorrência.
Segundo os bombeiros, no cruzamento das ruas foi encontrado um homem já morto, com mais de dez tiros. Em seguida, a equipe de socorro localizou o outro rapaz baleado, a duas quadras de onde aconteceu o atentado. Ele tinha dois disparos na perna e estava consciente, sem risco de morte.
O cabo Cordeiro, do Siate do Corpo de Bombeiros, falou sobre o caso à Banda B. “O rapaz que sobreviveu nos passou que já tem informações de quem são os atiradores, mas não entrou em detalhes. Vai ter que contar isso para a Polícia Civil. Ele vai sobreviver, já o amigo quando chegamos não tinha o que ser feito”, explicou.
Lucas Tomás Felício, de 30 anos, foi encaminhado ao Hospital Cajuru. Já o colega assassinado foi identificado apenas como Diego, de aproximadamente 25 anos. O corpo dele foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba e a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa investiga o caso.