Marcelo Rezende se revolta com Xuxa, pede mais dinheiro e Record suspende novo programa


A estimativa é de que Xuxa terá salário de R$ 1 milhão mensais, incluindo merchandising

O apresentador Marcelo Rezende tinha previsto para esse mês um novo programa na Record, mas a atração foi suspensa e pode ser que seja definitivamente cancelada. O problema, segundo o Uol, é a negociação da emissora com Xuxa Meneghel.
(Foto: Reprodução/TV Record)
Ao saber do possível acordo com Xuxa, Rezende passou a exibir um salário bem mais alto para dobrar sua carga de trabalho. O Corta Pra Mim, novo programa, seria feito por Rezende a princípio por R$ 100 mil a mais por mês. Agora, ele quer pelo menos R$ 500 mil a mais do que já recebe para apresentar o Cidade Alerta - cerca de R$ 400 mil.
A estimativa é de que Xuxa terá salário de R$ 1 milhão mensais, incluindo merchandising.
O contrato de Rezende prevê um segundo programa, mas que seja semanal, e não diário. Por isso, ele pode recusar o novo projeto sem ser punido. A Record, no entanto, não aceitou o pedido de aumento do apresentador.

A emissora passa por contenção de despesas e deve demitir até 700 funcionários nos próximos meses.
Novo programa
A atração nova de Rezende já estava em produção, com profissionais contratados. O programa teria dramatização de histórias reais, especialmente casos policiais. Competiria com a novela das 9h da Globo.
Com a suspensão, a emissora teve que mudar a grade de maneira improvisada. O Jornal da Record vai passar a ser exibido mais tarde, trocando de lugar com a novela Vitória.

Jovem confessa estupro e culpa vítima de 9 anos: 'Ela me provocava'


Rapaz de 21 anos foi preso no MA por crime cometido em 2013, em Goiás.
Criança sofreu hemorragia e precisou de cirurgia para reconstruir a vagina.

Fernanda BorgesDo G1 GO
Leandro Arruda, 21, confessou que estuprou criança de 9 anos (Foto: Fernanda Borges/G1)Leandro Arruda, 21, foi preso pela polícia
no Maranhão (Foto: Fernanda Borges/G1)
A Polícia Civil apresentou na manhã desta quinta-feira (12) o gesseiro Leandro Chaves Arruda, de 21 anos, preso suspeito de estuprar uma menina de 9 anos, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Questionado sobre o crime, ele admitiu que cometeu o estupro, no dia 2 de julho de 2013, “em um momento de fraqueza”. “Eu nunca tinha feito nada assim, mas ela me provocava. Me arrependo”, disse o suspeito.
Segundo a delegada Ana Lívia Batista Paiva, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Aparecida de Goiânia, o rapaz, que não tinha passagens pela polícia, foi preso na última terça-feira (10) na cidade de Cidelândia, no Maranhão, onde estava escondido na casa de parentes.
“Ele estuprou a criança e causou lacerações intensas na vagina dela. Por conta disso, a menina sofreu hemorragia, ficou uma semana internada em estado grave e precisou passar por uma cirurgia de reconstrução vaginal. Isso reforça a crueldade do crime, mas o Leandro ainda tentou culpar a vítima, dizendo que ela o provocou e ele não resistiu, pois queria provar sua masculinidade”, destacou a delegada.

“Ele aproveitou um momento em que a menina foi deixada sozinha em casa, a puxou pelo braço com violência e a violentou no quarto da mãe dela. Logo depois, fugiu e era procurado desde então. Felizmente conseguimos êxito na prisão, com o apoio da Polícia Civil do Maranhão”, destacou.
Ana Lívia explicou que a menina morava com a mãe e um irmão em uma casa que fica no mesmo lote onde residia o suspeito, no Jardim Helvécia. Apesar da proximidade, Leandro não tinha nenhum parentesco com a vítima.

Leandro será indiciado por estupro de vulnerável qualificado e, se condenado, pode pegar pena de 10 a 20 anos de prisão. Após a apresentação, ele foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia.
Traumas
Após o estupro, a menina foi encontrada por familiares e levada a um hospital de Aparecida de Goiânia, onde recebeu alta após uma semana. Segundo a delegada, ela se recuperou das lesões, mas ainda passa por tratamento psicológico.
“Ela está bem, tentando retomar a vida na cidade, mas mudou de casa, de escola. No entanto, é claro que os traumas permanecem e ela precisará de acompanhamento”, ressaltou a delegada.

Antes de matar a ex-namorada e se suicidar homem publicou mensagem no Facebook


'Morri e matei amando ainda', escreveu rapaz minutos antes do crime.
Após atirar na jovem, de 25 anos, ele se matou; caso foi em Bauru.

Do G1 Bauru e Marília
Evandro matou a ex-namorada e se matou (Foto: Reprodução / TV TEM)Evandro matou a ex-namorada e se matou
(Foto: Reprodução / TV TEM)
O
homem que matou a ex-namorada e cometeu suicídio em sequência publicou, minutos antes do crime, uma mensagem em seu perfil do Facebook avisando que acabaria com a vida deles. O assassinato ocorreu nesta quinta-feira (12), em Bauru (SP). Na mensagem, Evandro José da Silveira, de 38 anos, afirmou que desconfiava que o namoro dele com Daniela Pavanelo Segantin, 25 anos, havia terminado por causa de uma terceira pessoa.
Inconformado com o fim do relacionamento, ele diz na mensagem que a amava, mas que iria acabar com a vida dela e se mataria. Em um trecho do texto, ele afirma “Então deixo bem claro MORRI E MATEI AMANDO AINDA (sic)”. (veja trechos da publicação abaixo). Em outra parte da mensagem, Evandro menciona uma conversa que teria tido com o suposto amante da ex-namorada. "O SR MESMO DISSE QUE MULHER ASSIM DEVERIA LEVAR UM TIRO NA CABEÇA !!!! Eu recordo !! E tomo esta atitude diante disso (sic)."


O crime aconteceu em um escritório de advocacia no Jardim Bela Vista, onde Daniela trabalhava. Segundo informações da polícia, Evandro estacionou o carro na porta e logo que entrou no local disparou um tiro na cabeça da ex-namorada, em seguida o homem se matou.  “Foi um crime passional segundo as testemunhas. Ele estaria inconformado com o fim do relacionamento e veio até aqui, atirou na ex-namorada e depois se suicidou”, afirma o policial militar Júlio César Pereira da Silva.
Além de anunciar o crime, o rapaz deixou mensagens para a família, como orientações de quem iria ficar com o carro e sobre senhas e contas bancárias. Evandro terminou o texto dizendo: "TE AMO MUTO MÃE ORE POR MINHA ALMA (sic)."
Crime aconteceu no local do trabalho da vítima  (Foto: Thaís Andrioli/ TV TEM)Crime aconteceu no local do trabalho da vítima
(Foto: Thaís Andrioli/ TV TEM)
De acordo com funcionários do escritório que preferiram não dar entrevista, Daniela trabalhava no local há seis meses. Ela teria comentando que terminou o relacionamento e que tinha medo da reação do ex-namorado.
Ainda conforme a polícia, o homem teria ido ao escritório mais de uma vez falar com ela, mas, em nenhuma delas teria sido agressivo.
Daniela trabalhava na recepção do escritório, na parte térrea do imóvel. Três pessoas estavam no primeiro andar da casa e disseram que ouviram os disparos. Peritos estiveram no local recolhendo informações e os corpos foram encaminhados ao IML.
Homem publica mensagem em rede social antes de matar ex-namorada (Foto: Reprodução/Facebook)Homem publicou mensagem em rede social antes de matar ex-namorada (Foto: Reprodução/Facebook)

Dirceu e Vaccari eram os responsáveis por receber propina, diz doleiro


josedirceu-o_globo
Em depoimento à Polícia Federal, Youssef afirma que o ex-ministro da Casa Civil usava codinome “Bob” para registro de contabilidade de Julio Camargo
Renato Onofre, O Globo
O doleiro Alberto Youssef afirmou, em delação premiada à Justiça, em outubro, que o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e o atual tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, eram os responsáveis no PT por receber as propinas das empreiteiras envolvidas no esquema da Petrobras. Youssef disse que o consultor Júlio Camargo — que já admitiu ter intermediado propina no esquema da Petrobras — tinha uma relação “muito boa” com Dirceu e uma ligação com o ex-ministro da Fazenda, Antonio Palloci.
Os pagamentos de propinas feitas por Julio Camargo, que foi consultor da Camargo Corrêa e da Toyo-Setal, eram feitas em um edifício na Rua Joaquim Floriano, no Itaim Bibi. De acordo com Youssef, ele era o responsável de levar o dinheiro a Camargo que distribuía aos agentes políticos.
“O dinheiro entregue pelo declarante em São Paulo servia para pagamento da Camargo Corrêa e da Mitsue Toyo ao PT, sendo que as pessoas indicadas para efetivar os recebimentos à época eram João Vaccari e José Dirceu”, afirmou Youssef em depoimento à Polícia Federal.
De acordo com Youssef, a ligação entre Dirceu e Camargo também era pessoal. O ex-ministro usava o jatinho do consultor com frequência. Na contabilidade de Camargo o nome de Dirceu aparecia como “Bob”.
“Julio Camargo possuía ligações com o Partido dos Trabalhadores, notadamente com José Dirceu e Antonio Palocci”, diz parte do trecho da delação premiada de Youssef à Polícia Federal.
saiba mais

Assaltante do ‘Astra prata’ que fotografava residências antes de agir é preso em Curitiba


Da Redação com Polícia Civil

Um homem de 42 anos foi preso no Bairro Alto, em Curitiba, na manhã desta terça-feira (11), acusado de realizar assaltos a residências. A ação dos policiais civis do 3º Distrito da Divisão da Capital (DPCap) contou com a ajuda do Conselho de Segurança (Conseg) das Mercês.
Balbino Gilmar Pires foi detido com um revólver 32 cromado e com quatro munições por volta das 11h30. Ele estava em um Astra prata, que chamou a atenção da comunidade e deu início à investigação policial.
Segundo o delegado-titular do 3.º DP, Danilo Zarlenga, a equipe policial já havia recebido informações dos membros do Conseg de que assaltos a residência estariam sendo praticados na região. “Além deste alerta, recebemos também três Boletins de Ocorrência registrando que um homem em um Astra prata passava pelas ruas aqui na região das Mercês e que o motorista fotografava o interior das residências, provavelmente fazendo um levantamento de local, para posteriormente voltar e cometer os crimes”, contou Zarlenga.
A investigação começaram e os policiais conseguiram identificar a placa do carro. Com essa informação, o cerco contra o “fotógrafo” se fechou e ele finalmente foi capturado. “Pires saiu do presídio em 19 de outubro de 2012. Ele já havia ficado um período preso também por porte ilegal de arma de fogo”, contou Zarlenga.
O delegado afirmou que acredita que com a prisão de Pires, possíveis assaltos na região foram evitados. “Com a divulgação da imagem dele esperamos que vítimas apareçam. Quem já tiver sido abordado por este homem deve nos procurar aqui na delegacia ou pelo (41) 3561-1100”, disse.

Avançar, inovar e superar: as metas da nova diretoria da Sociedade Brasileira de Nefrologia






     
Doutora Carmen Tzanno Branco Martins é a primeira mulher a assumir o comando da instituição.
Com o desafio de avançar, inovar e superar, a nova diretoria da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) tomou posse no último dia 23 de janeiro, em uma solenidade no Club Athletico Paulistano, em São Paulo. Honrada pela distinção que recebeu da comunidade nefrológica do país para conduzir a instituição, a nova presidente, Dra. Carmen Tzanno Branco Martins, assume com a tarefa de ampliar as conquistas do setor e trabalhar para maior integração das ações e iniciativas regionais. "Uma Sociedade como esta, com estes frutos, é uma obra de construção coletiva, cujo sucesso depende do trabalho, da dedicação e da competência de várias gerações", destacou Dra. Carmen.
Cinquenta e quatro anos após a fundação da SBN, a Dra. Carmen é a primeira mulher a assumir o comando da instituição. Ela agradeceu o apoio de todos e o trabalho da gestão anterior, que pavimentou o caminho para futuras conquistas. Ao deixar o cargo, o ex-presidente da SBN, Dr. Daniel Rinaldi dos Santos, enumerou as ações em prol do setor e desejou sucesso à nova diretoria.
Ciente do atual cenário nacional e internacional, a nova presidente quer unir esforços na busca dos avanços da especialidade. No momento em que o país passa por uma crise hídrica e uma fase de incertezas econômicas, a SBN espera contar como o apoio dos nefrologistas, colaboradores e parceiros. A meta é trabalhar o agora, o presente com dedicação, pragmatismo e agilidade e buscar a excelência para alcançar cada vez mais, melhores condições e resultados da nefrologia em benefício do desenvolvimento da sociedade.
Profissionais experientes e reconhecidos pela excelência clínica e científica compõem a nova diretoria, que chega preparada e motivada. "Os desafios são grandes, mas temos força e vontade para encarar. Esperamos para isso, contar com os nefrologistas de todo o Brasil", afirmou a recém empossada vice-presidente da SBN, Dra. Angiolina Campos Kraychete.
O Secretário Geral da Associação Brasileira dos Centros de Diálise e Transplante – ABCDT, Dr. Marcos Alexandre Vieira, participou da cerimônia de posse representando a entidade. Na ocasião também tomou posse o novo presidente da Sociedade de Nefrologia do Estado de São Paulo (Sonesp), Dr. Osvaldo Merege Vieira Neto. No comando da entidade, ele acredita que o trabalho em conjunto com a SBN fortalecerá as duas instituições. A diretoria eleita para o biênio 2015-2016 atuará à frente de 18 regionais, 7 comitês e 11 departamentos, que compõem a SBN.
Fundada em agosto de 1960 por 113 médicos, a SBN hoje possui cerca de três mil associados. Quinze anos depois da fundação havia aproximadamente 500 pacientes em diálise. Hoje são mais de 100 mil. Em menos de 50 anos, o Brasil se tornou uma das cinco nações com maior número de tratamentos de diálise e transplantes renais no mundo.
Nova Diretoria - Biênio 2015-2016
Sociedade Brasileira de Nefrologia

Presidente: Carmen Tzanno Branco Martins
Vice Presidente Nacional: Angiolina Campos Kraychete
Secretária Geral: Irene de Lourdes Noronha
Primeira Secretária: Ana Maria Misael da Silva
Tesoureira: Leda Aparecida Daud Lotaif
Diretor Científico: Marcelo Mazza do Nascimento
Diretor de Políticas Associativas: Valter Duro Garcia
Vice Presidente Norte: Antonio Carlos Duarte Cardoso
Vice Presidente Nordeste: Kleyton de Andrade Bastos
Vice Presidente Centro-Oeste: Alexandre Silvestre Cabral
Vice Presidente Sudeste: José Hermógenes R. Suassuna
Vice Presidente Sul: Dirceu Reis da Silva
Nova Diretoria - Biênio 2015-2016
Sociedade de Nefrologia do Estado de São Paulo

Presidente: Osvaldo Merege Vieira Neto
Vice-Presidente: Hugo Abensur
Secretário: José Ferraz de Souza
Tesoureiro: Luiz Antônio Miorin
Diretora Científica: Cibele Isaac Saad Rodrigues
Diretor de Defesa Profissional: Ruy Antônio Barata
Conselho Fiscal: Antônio Américo Alves
Conselho Fiscal: João Egidio Romão Junior
Conselho Fiscal: Yvoty Alves dos Santos Sens
Diretor da Região 1: Giovanio Vieira da Silva
Diretor da Região 2: Rubens Escobar Pires Lodi
Diretor da Região 3: Cesar Augusto de Almeida Carvalho
Diretor da Região 4: Emerson Quintino de Lima
Diretor da Região 5: André Luis Balbi
Diretor da Região 6: Rodrigo Bueno de Oliveira

Mais de 40 pacientes RENAIS CRÔNICOS já morreram por descaso das autoridades em Teresópolis



Leia no link abaixo o descaso da Prefeitura de Teresópolis o descaso com o tratamento dos pacientes de hemodiálise da cidade. A cidade não conta com um Hospital de referência para o atendimento de emergência dos pacientes  durante uma intercorrência. Mais de 40 pacientes já morreram pelo descaso das autoridades.



Ônibus tenta fazer desvio e bate de frente contra carro no São Francisco


Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha
Foto: Juliano Cunha - Banda B
Foto: Juliano Cunha – Banda B

Um acidente envolvendo um carro e um ônibus metropolitano deixou o trânsito lento no final da tarde desta quinta-feira (12) no bairro São Francisco, em Curitiba.
De acordo com a Polícia Militar, um terceiro carro teria furado o sinal vermelho e ficou parado no meio do caminho do ônibus que, ao desviar, atingiu o carro entre as ruas Trajano Reis e Desembargador Benvindo Valente.
Apesar da gravidade, ninguém ficou ferido no local.

Richa diz que ataques à Assembleia são atentado à democracia


Da Redação com AEN

O governador Beto Richa condenou a ocupação da Assembleia Legislativa do Paraná, que resultou na suspensão da sessão que votaria o projeto chamado de ‘pacotaço’. “O que aconteceu foi uma manifestação absurda e violenta, que atenta contra a democracia, a liberdade de expressão e o estado de direito. Um grupo de baderneiros, infiltrado no movimento dos professores, impôs uma mordaça ao Poder Legislativo, impedindo temporariamente o seu funcionamento. É lamentável que a democracia, pela qual tanto lutamos, seja ameaçada por atos violentos como os que assistimos no dia de hoje”, afirmou Richa.
Gov. Beto Richa, retratos
(Foto: Divulgação/AEN)
Segundo o governador, os projetos de lei foram retirados de pauta para reexame e “para preservar a segurança e a integridade física de deputados e servidores públicos”. “Mas não podemos aceitar a intimidação, o constrangimento e as ameaças que foram dirigidas a servidores públicos e deputados estaduais”, completou.
Richa disse ainda que quem perde é o cidadão paranaense, que espera que o governo possa garantir serviços de melhor qualidade e obras de infraestrutura que ajudem o desenvolvimento econômico do Estado.

Colombo: 125 anos de muita raça! Somos todos Colombo!





No dia 05 de fevereiro o município de Colombo, comemorou seus 125 de instalação. Uma data que foi comemorada pelo Legislativo em sua sessão ordinária realizada no dia 03. A professora Rúbia e seu esposo Humberto fizeram uma apresentação cultural alusiva à data, que teve como tema centralizador: 125 anos de muita raça. Abaixo a integra do texto lido pela professora.
Assim é Colombo... Somos Portugueses... Somos Índios... Somos Negros... Temos etnias. Somos Africanos... Somos Europeus, Indígenas... Somos Brancos... Somos Pretos... Nativos. Temos cores. Somos Mamelucos... Somos Mulatos... Cafuzos... Somos mestiços. Somos diferentes... Somos descendentes... Dependentes... Somos irmãos... Somos humanos... Tornamo-nos parentes... semelhantes... Fazemos Colombo...
Por isso, hoje, a homenagem é ao índio que aqui já estava... ao europeu, que aqui plantou e semeou, ao africano que contribuiu com seu trabalho, sua cultura, sua tradição...
A homenagem hoje é ao homem e à mulher que fazem deste município seu berço querido...
A homenagem hoje é à criança... ao adolescente... ao jovem... ao idoso... àqueles que escrevem e àqueles que escreveram aqui sua história...
Lembramos, hoje, daqueles que não estão mais conosco fisicamente, mas que escreveram neste chão sua história... história de fibra... história de garra... história de determinação... àqueles cujos rostos não conhecemos pessoalmente, mas cujas memórias estão nas lavouras... nas pedras... nos parreirais... estão em seus descendentes... Afinal, suas histórias se imortalizaram... e, se imortalizaram em outras pessoas... em outros rostos... Então, ao mesmo tempo, que lembramos para homenagear, também, lembramos para refletir... Aí, me vem a frase de Martin Luther King que disse: “Não há nada mais trágico neste mundo do que saber o que é certo e não fazê-lo. Que tal mudarmos o mundo começando por nós mesmos?”
Foram 125 anos de história já escritas... e outras centenas de anos que precisarão ser escritos... e quem escreverá...
Eis a nossa missão: continuar escrevendo esta história...
Uma história de vida... de conquistas... de amores... de perdão... de persistência... E o essencial... escrever uma história sem medo, afinal, já disseram que “nosso medo mais profundo não é que sejamos inadequados. Nosso medo mais profundo é que sejamos poderosos demais. É nossa sabedoria, não nossa ignorância, o que mais nos apavora. Perguntamo-nos: Quem sou eu para ser brilhante, belo, talentoso, fabuloso?´ Na verdade, por que você não seria? Você é um filho de um ser superior. Seu medo não serve ao mundo. Não há nada de iluminado em se diminuir para que outras pessoas não se sintam inseguras perto de você. Nascemos para expressar a glória da soberania que há em nós. Ela não está em apenas alguns de nós; está em todas as pessoas, independente da cor, da raça, do credo, da condição socioeconômica. E quando deixamos que essa nossa luz brilhe, inconscientemente permitimos que outras pessoas façam o mesmo. Quando nos libertamos de nosso medo, nossa presença automaticamente liberta as outras pessoas, e com isso brilhamos e deixamos brilhar!
Hoje... Parabéns pra mim... parabéns pra você! Parabéns para cada cidadão colombense que vence o medo e escreve sua história...
Parabéns para nós, afinal, somos todos Colombo!!!

Traficante preso por policiais civis da Delegacia de Piraquara


Da Polícia Civil


Policiais civis da Delegacia de Piraquara, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), prenderam, na manhã da última terça-feira (10), na região central do município, próximo ao Terminal de ônibus da cidade, Yago Policarpo Soares de Oliveira, 23 anos, por tráfico de drogas. Com ele foram apreendidos cerca de 10 quilos de maconha.
maconha
(Foto: Divulgação Polícia Civil)
Durante diligências pela região, os policiais visualizaram um rapaz carregando uma mala de viagem com uma certa dificuldade, o que os deixou desconfiados. “Nossa equipe o abordou e perguntou o que acontecia. Ele disse que estava pesado por ser um módulo eletrônico de alta potência. Fizeram a checagem e descobriram que o que ele carregava eram sim dez tabletes de maconha, pesando cerca de um quilo cada”, contou o delegado.
Davison destacou que a droga estava embalada em papel transparente com um selo alusivo ao ícone do Reggae, o cantor jamaicano Bob Marley. “Na delegacia, Oliveira seguiu negando o tráfico. Disse que receberia para levar a mala, supostamente com o módulo dentro, de Foz do Iguaçu para Piraquara e entregar a uma pessoa. Ele negou saber que o que carregava era maconha”, afirmou Davison.
Todavia, as explicações de Oliveira não o livraram de ser autuado por tráfico de entorpecentes.
.

Homem é preso com arma na cintura andando pela Rua 24 de maio no centro de Curitiba


Por Luiz Henrique de Oliveira e Danaê Bubalo
armadentro
Arma e drogas apreendidas pela PM (Foto: Danaê Bubalo – Banda B)

Um homem de 29 anos foi preso e um adolescente de 16 apreendido pela Polícia Militar (PM),na noite desta quarta-feira (11), na Rua 24 de Maio, no bairro Parolin, em Curitiba. O homem estava com um revólver calibre 38 na cintura e tentou fugir dos policiais, que entraram dentro da casa dele.
O suspeito foi identificado como Eduardo Santos Oliveira Luiz, de 29 anos, foragido da justiça. “No local há denúncias de tráfico de drogas. O rapaz entrou na casa e foi abordado. Com ele localizamos a arma, a qual não soube dizer porque estava ali”, explicou à Banda B o tenente Gutierrez, que realizou a prisão do suspeito.
Na mesma casa, o tenente localizou um adolescente de 16 anos. “Foi apreendido por estar com 600 gramas de maconha embrulhadas em um saco plástico. “Há poucos dias tínhamos já recolhido esse menor, mas infelizmente eles já são colocados em liberdade e não há muito o que fazer. Agora é continuar patrulhando para fazer a nossa parte”, disse.
O suspeito foi autuado em flagrante no Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão, o Ciac-Sul. O adolescente, por sua vez, foi encaminhado à Delegacia do Adolescente.

Vereadores de Colombo apoiam manifestação dos professores do Estado









Na sessão ordinária de terça-feira (10) a professora Taysa Cristina Bedak Junkes, fez uso do espaço da Tribuna Livre, para falar sobre a paralisação dos professores da rede estadual de ensino.
Em sua explanação a professora falou sobre os assuntos que motivaram a greve, e solicitou a cada vereador que através de seus representantes na Assembleia legislativa do Paraná pudessem intervir no resultado da votação que irá afetar diretamente os educadores.
A aluna Maraya Eduarda Sabino Sarinho, também ocupou o espaço, e em suas palavras mostrou o apoio e o respeito dos alunos diante da realidade vivida pelos professores.
O presidente do Legislativo, vereador prof. Waldirlei Bueno, abriu espaço para os demais vereadores usarem a palavra e todos manifestaram o apoio a manifestação e a greve.
O Presidente encaminhou a APP – Sindicato um ofício em que manifesta o apoio da Casa e dos 19 vereadores que estavam na sessão do dia 10. “Tendo em vista os direitos que estão sendo retirados dos nobres educadores do nosso querido Estado do Paraná, os vereadores manifestaram apoio. Colocaram-se a disposição e destacaram a importância da Classe na construção do nosso cidadão colombense. Se solidarizaram à greve dos Professores da Rede Pública do Estado e a mobilização realizada por essa importante entidade representativa de classe na Assembleia Legislativa da Paraná. Na oportunidade cada partido integrante desta Casa de Leis comprometeu-se em enviar solicitação de apoio aos Deputados de suas siglas partidárias”, consta no documento.




Manifestantes tomam Assembleia e líder do Governo anuncia desistência do “pacotaço”


Por Felipe Ribeiro
Foto: Banda B
Foto: Banda B

Milhares de manifestantes tomaram a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) por volta das 15 horas desta quinta-feira (12) e conseguiram impedir a sessão que poderia votar o “pacotaço” de medidas proposto pelo Governo do Estado. A ação aconteceu após os deputados estaduais entrarem na casa legislativa em um ônibus da tropa de choque da Polícia Militar.
O confronto teve início no momento em que os deputados estaduais chegavam para a sessão convocada pelo presidente Ademar Traiano (PSDB). Como os portões eram bloqueados por manifestantes, a Polícia Militar se utilizou de bombas de efeito moral e sprays de pimenta. Os deputados da base aliada precisaram de um ônibus da tropa de choque da PM para ter acesso ao prédio. Toda a ação foi coordenada pelo secretario de Segurança, Fernando Francischini.
Indignados com o prosseguimento da sessão, os milhares de servidores derrubaram o portão da Assembleia e entraram no prédio, o que fez com que Traiano cancelasse mais uma vez a discussão. Tomada por manifestantes, deputados estaduais ficaram completamente acuados dentro do gabinete da presidência. Alguns manifestantes chegaram a ficar feridos após serem atingidos por bombas de efeito moral.
O líder do Governo da Assembleia, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB) já anunciou a desistência do “pacotaço”, mas os servidores disseram que eles só irão deixar a Assembleia com o documento da retirada do projeto. Deputados da oposição, como Professor Lemos (PT) e Tadeu Veneri (PT), tentam acalmar os ânimos no local.
Os manifestantes eram contrários ao projeto, porque afetava diretamente vários direitos dos servidores públicos. Por volta das 12h, após receberem informações de que a votação poderia acontecer na sede da TV Educativa, no bairro Mercês, em Curitiba, professores também cercaram o edifício.
Três sessões
Foram realizadas três até o recuo definitivo do Governo do Estado. Deputados estaduais da base aliada do governador Beto Richa (PSDB) apresentaram por duas vezes requerimento de comissão geral para a votação do “pacotaço” de redução de custos. A segunda sessão aconteceu a portas fechadas no quinto andar da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), já que o plenário seguia ocupado por manifestantes, principalmente professores ligados à APP Sindicato.
Ocupação
O plenário e alguns corredores da Alep foram ocupados no final da tarde de terça-feira (12), no momento em que centenas de servidores derrubaram a cerca do local e invadiram em massa as instalações. Os deputados tiveram que correr para uma sala anexa e ficaram acuados por cerca de 20 minutos, até a Polícia garantir a saída de todos do plenário.
Os servidores passaram duas noites no plenário e garantem que só saem se o governo retirar da pauta os projetos que prevêem mudanças no funcionalismo.
A Procuradoria Geral do Estado do Paraná conseguiu durante a madrugada de quarta-feira um mandado de reintegração de posse para que os manifestantes desocupem o prédio da Alep. O presidente da APP Sindicato, porém, se recusou a assinar o requerimento e os manifestantes se negam a deixar o espaço.
Tempo Real

Prefeita Beti Pavin visita obras da saúde que estão sendo realizadas em Colombo


Investimentos nas Unidades de Saúde e Pronto Atendimentos do município devem beneficiar mais de 290 mil pessoas

Beti Pavin acompanhada do secretário da saúde, Fernando Aguilera durante visita as obras que estão sendo realizadas em Colombo
Beti Pavin acompanhada do secretário da saúde, Fernando Aguilera durante visita as obras que estão sendo realizadas em Colombo
Atualmente em Colombo, oito obras estão sendo realizadas simultaneamente na área de saúde. Para tanto, a prefeita Beti Pavin, acompanhada do secretário da Saúde, Fernando Aguilera, vistoriou algumas destas obras que acontecem no município. Os investimentos para a realização destes serviços ultrapassam o valor de R$ 2.000.000,00 e beneficiarão mais de 294 mil pessoas.
“Não podemos permitir que problemas estruturais prejudiquem o atendimento da população. Investimentos nos aparelhos e equipamentos de saúde são de extrema importância e fundamentais para que o município possa dar a devida assistência para a população”, disse Beti Pavin no momento das visitas.
Desde o início do ano passado, os investimentos da Prefeitura de Colombo em construções e reformas nas Unidades Básicas de Saúde e em Pronto Atendimentos chegaram ao valor de R$ 2.685.206,00. A UBS do Moinho Velho, que foi entregue em setembro do ano passado, é uma das obras que fazem parte desse investimento da Prefeitura. A Unidade teve um custo total de R$ 1.230,322,31, destes R$ 457.322,31 foram de recursos próprios do município.
Moradores atendidos
Segundo o secretário da pasta, Fernando Aguilera, as obras realizadas beneficiam moradores de várias localidades de Colombo. “A estimativa é de que as obras executadas abrangem 35 bairros, o que representa, aproximadamente, 294 mil pessoas atendidas e beneficiadas com a execução destes serviços”, explicou.
Somente a obra da UPA Maracanã, que será entregue em maio, deverá atender a uma população estimada em 150 mil pessoas. Vale lembrar que a obra teve um custo de R$ 511.019,00 e foi totalmente financiada com recursos próprios.
Geladeiras
Prefeita e o secretário fazem a entrega de geladeiras exclusivas para imunobiológicos (vacinas) para as Unidades de Saúde
Prefeita e o secretário fazem a entrega de geladeiras exclusivas para imunobiológicos (vacinas) para as Unidades de Saúde
Nesta ocasião, a Prefeita Beti Pavin e o secretário da Saúde, Fernando Aguilera, também fizeram a entrega de geladeiras exclusivas para imunobiológicos, ou seja, para o acondicionamento adequado de vacinas. Ao todo, são 15 equipamentos que serão destinados para as Unidades Básicas de Saúde-UBS.
Estão recebendo as geladeiras as seguintes unidades: Guaraituba, Atuba, Monte Castelo, São José, Fátima, Osasco, Caic, Sede, Liberdade, Nadolny, Mauá, Maracanã e Jardim Paraná. E outras duas ficarão na Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde na central de vacinas, local que acondiciona e distribui as doses para todas as 22 Unidades de Saúde.
Estas geladeiras, exclusivas para imunobiológicos se diferenciam da geladeira tradicional, comum de cozinha, por oferecer um sistema com temperatura constante, que movimenta o ar e ainda funciona com a falta de energia, pois contem uma bateria que dura por 24 horas seguidas.
“Estes equipamentos contam ainda com um termômetro acoplado o qual é possível controlar a temperatura que pode variar apenas de 2 a 8 ºC. Devido a isso, não teremos mais perdas”, explicou a coordenadora do Programa de Imunização, Elyssa Costa Wasilinski.
Esta iniciativa faz parte de uma parceria da Prefeitura Municipal com os governos estadual e federal por meio do Programa QualiSUS.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Fotos: João Senechal/PMC

Em delação premiada, Youssef cita Palocci e Dirceu como elo de lobista no PT


Delator da Lava-Jato diz que sigla de propina de Dirceu era ‘Bob’

12/02/2015 | 15h19
Em delação premiada, Youssef cita Palocci e Dirceu como elo de lobista no PT Agência Brasil/Agência Reuters
Foto: Agência Brasil / Agência Reuters
Alberto Youssef revelou em sua delação premiada que os ex-ministros José Dirceu e Antônio Palocci eram "as ligações" do lobista e operador de propina na Petrobras Julio Gerin Camargo com o PT. O doleiro - alvo central da Operação Lava-Jato - apontou que o nome José Dirceu consta no registro de contabilidade de propina com a rubrica "Bob" - referência ao apelido de um ex-assessor do ex-ministro da Casa Civil.
— Julio Camargo possuía ligações com o Partido dos Trabalhadores, notadamente com José Dirceu e Antonio Palocci — afirmou Youssef.

Segundo o doleiro, o lobista tinha uma pessoa que era responsável pela contabilidade das propinas operadas por ele na Petrobras, em nome de empreiteiras do cartel. Trata-se de Franco Clemente Pinto.
— Franco é homem de confiança de Julio Camargo e o responsável pela contabilidade de pagamentos ilícitos a título de propina e caixa 2 — afirmou Youssef.
Segundo o doleiro, Franco armazenava toda movimentação de propina em um "pen drive", acessado com senha.
— Eram utilizadas siglas em tal contabilidade ilícita. A de José Dirce era 'Bob' — explicou o doleiro.
Youssef diz ter visto várias vezes o registro de contabilidade. O doleiro afirmou ainda não sabe sobre valores que teriam sido repassados a Dirceu, mas contou que o ex-ministro, depois de deixar o governo Luiz Inácio Lula da Silva, utilizou o jato Citation Excel que pertence ao lobista Julio Camargo.
— Não sabe dizer quantas vezes o avião foi utilizado por José Dirceu e nem a razão do uso. Mas pode afirmar que Julio Camargo e José Dirceu são amigos — registraram os investigadores da Lava Jato no termo de delação 11 do doleiro.
Os advogados que defendem Dirceu e Palocci foram procurados, mas ainda não se manifestaram.

'A gente conseguiu escapar ileso', diz sobrevivente de explosão no ES


Acidente em navio-plataforma deixou 14 hospitalizados e 4 desaparecidos.
Diego Donateli desembarcou no porto de Capuaba, em Vila Velha.

Victoria Varejão e Rodrigo MaiaDo G1 ES e da TV Gazeta
Sobrevivente de explosão de navio-plataforma chega a Vitória (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)Sobrevivente de explosão de navio-plataforma, Diego Donateli (de laranja), chega a Vitória (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)
'Foi uma situação de emergência e a gente conseguiu sair ileso. Mas alguns colegas não conseguiram', disse, emocionado, um dos sobreviventes da explosão do navio-plataforma no litoral de Aracruz, no Norte do Espírito Santo, na tarde desta quarta-feira (11). O técnico de manutenção Diego Donateli desembarcou no porto de Capuaba, em Vila Velha, Grande Vitória, na noite desta quarta.
 A explosão no navio-plataforma FPSO Cidade de São Mateus deixou, até a manhã desta quinta-feira, cinco mortos, 14 pessoas hospitalizadas e quatro desaparecidas. A embarcação é operada pela BW Offshore e afretada (contratada) pela Petrobras. Segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP), 74 pessoas estavam no navio-plataforma e 25 ficaram feridas. Não houve vazamento de óleo no mar. Dos feridos, oito foram internados no Vitória Apart Hospital e dois, no Hospital Metropolitano, ambos na Serra, Grande Vitória. Os demais trabalhadores foram resgatados e levados para um hotel em Vitória.
(O G1 acompanha em tempo real o resgate das vítimas)
Ao ver familiares no porto onde desembarcou, o técnico de manutenção demonstrou alívio e emoção. "Graças a Deus (consegui ver meus familiares), nossa preocupação era nossa familia", falou Diego.
BW Offshore
Após a explosão do navio-plataforma, todos os funcionários foram retirados da embarcação, segundo informou a BW Offshore Brasil. A empresa é a responsável pela operação do navio que prestava serviço para a Petrobras. Os parentes das vítimas foram informados e os funcionários estão sendo atendidos por uma equipe de apoio montada pela BW Offshore Brasil. Além disso, a produção foi paralisada e a unidade fechada.
O navio FPSO opera nos campos de Camarupim e Camarupim Norte no litoral do Espírito Santo a aproximadamente 120km da costa. "É um dia trágico para nós, nosso foco é nos funcionários e suas famílias. Não vamos descansar enquanto não encontrarmos os quatro desaparecidos. Somos gratos à Petrobras e às autoridades brasileiras pelo esforço incansável e gostaríamos de agradecer o apoio deles nesse momento", diz Carl Arnet, CEO da BW Offshore.
Marinha
Em nota, a Marinha do Brasil informou que está empregando três navios (uma Corveta e dois Navios-Patrulha), três aeronaves (duas no aeroporto de Vitória e uma a bordo da Corveta) e cerca de 400 homens para controlar a área marítima, evitar eventuais riscos à navegação e contribuir para eventuais resgates na região.

Mortes
As tripulações das duas aeronaves da Marinha que transportaram bombeiros militares para a plataforma na noite desta quarta-feira (11) permanecerão em alerta, prontas para decolar e prestar apoio quando necessário, segundo informou a nota.
O Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo(Sindipetro-ES) informou, na manhã desta quinta-feira, que dois corpos foram encontrados na sala de máquinas do navio-plataforma. Agora, o número de mortes no acidente subiu para cinco, sendo que quatro pessoas continuam desaparecidas e 14 feridos foram internados em dois hospitais da Serra, cidade da região metropolitana de Vitória. Procurada pelo G1, a BW Offshore, empresa que administra o navio, confirmou, em nota, o total de mortos. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) e para o Corpo de Bombeiros informaram que não vão se manifestar.
Feridos
O Vitória Apart Hospital recebeu 12 feridos. Até as 15h desta quinta-feira, cinco deles já haviam sido liberados e agora terão acompanhamento ambulatorial. Dos sete pacientes que permanecem internados, seis encontram-se na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Desses, três pacientes estão em estado mais crítico, embora estáveis, e seguem em tratamento especializado sob cuidados de uma equipe multidisciplinar. Os outros três pacientes continuam em observação, com quadro clínico estável. Uma paciente está em observação, finalizando exames para definição da conduta médica a ser adotada.
O diretor do Vitória Apart explicou que, entre as pessoas que estão em estado grave, um é filipino. "O paciente filipino foi o único que chegou ao hospital sedado, os outros chegaram conscientes. Os que têm ferimentos mais leves não estão recebendo menos atenção, pois ainda podem aparecer traumas. Soubemos que um dos feridos ficou preso em um elevador e inalou muita fumaça, o que foi bastante prejudicial", disse.
Outros dois feridos foram encaminhados para o Hospital Metropolitano. A assessoria da BW Offshore informou que um dos pacientes que estava no Metropolitano recebeu alta na manhã desta quinta-feira. Já o segundo paciente continua no internado no hospital e o estado de saúde dele é estável, sem previsão de alta.
Hotel Bristol, em Vitória, onde estão sobreviventes e parentes de vítimas de explosão em navio-plataforma (Foto: Naiara Arpini/G1)Hotel Bristol, em Vitória, onde estão sobreviventes e parentes de vítimas de explosão em navio-plataforma (Foto: Naiara Arpini/G1)
A unidade informou que a Petrobras não autorizou a divulgação dos nomes dos pacientes. Os familiares de feridos que estão no hospital estão sendo atendidos por assistentes sociais.
Buscas
Uma equipe de nove bombeiros foi enviada, na noite desta quarta-feira, para o navio-plataforma para buscar as pessoas que estão desaparecidas. O grupo de resgate em ambiente fechado foi ao local em dois helicópteros da Marinha para procurar dentro da embarcação.
De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), a suspeita dos bombeiros é que os funcionários estejam isolados em alguma sala não atingida pela explosão e que não tenham uma forma de se comunicar. O navio-plataforma está sem iluminação, o que tornaria ainda mais difícil a tarefa dos desaparecidos de sair de onde estão.
O navio-plataforma está sem iluminação, o que dificulta o resgate. Por conta disso, os bombeiros utilizariam lanternas dos capacetes e de mão para auxiliar nos trabalhos.
Dentre os equipamentos levados para auxiliar no resgate, está o conjunto de respiração autônomo, com oxigênio, necessário em ambientes confinados. Cada bombeiro conta, ainda, com equipamentos individuais de proteção, incluindo os necessários para rapel. Eles também estão equipados com macas rígidas e outras articuladas, que garantem mais flexibilidade para resgate em locais apertados.
O Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo (Sindipetro-ES) informou que três pessoas da Brigada de Incêndio da plataforma iniciaram as bucas antes da chegada dos bombeiros.
Ibama
A coordenadora geral de emergências do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Fernanda Pirillo, informou que não há evidências de poluição ou quaisquer danos ambientais após a explosão do navio-plataforma em Aracruz. Mesmo assim, o Ibama vai realizar um sobrevoo no local, junto à Petrobrás, para avaliar a situação.
O QUE É FPSO
Floating Production Storage and Offloading
É um navio adaptado para funcionar como plataforma de produção, armazenamento e transferência de gás ou petróleo para outras embarcações.
Petrobras
O navio-plataforma FPSO Cidade de São Mateus é operado pela BW Offshore e afretado (contratado) pela Petrobras, que confirmou o número de vítimas e informou que havia 74 pessoas embarcadas no total – mas não especificou quantas trabalham para a petroleira.
"A unidade opera, desde junho de 2009, no pós-sal dos campos de Camarupim e Camarupim Norte, no litoral do Espírito Santo, a cerca de 120 km da costa", afirma o texto.
A plataforma, que armazena e produz petróleo e gás, tem foco maior na produção de gás. Segundo a ANP, sua produção é de 2,250 milhões de metros cúbicos de gás/dia e 350 metros cúbicos de óleo/dia.
O FPSO Cidade de São Mateus foi o primeiro para gás instalado no Brasil. O contrato entrou em vigor em 2009 e tem duração até 2018.
O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, comentou nesta tarde o acidente: “A diretora de Abastecimento e Gás [da Petrobras] já se deslocou até o local, estamos esperando um relatório do ocorrido. Mas quero desde já, em nome do governo federal, prestar condolências aos familiares das vítimas e pedir a Deus que aqueles que foram feridos tenham o pronto restabelecimento.”
O ministro disse que estava com a presidente Dilma Rousseff quando recebeu a notícia da explosão na plataforma. “A presidente lamentou muito e ficou muito sentida porque, afinal de contas, houve perda de vidas humanas”, disse Braga.
Acidente em plataforma a serviço da Petrobras no ES - VALE ESTE (Foto: Arte/G1)Acidente em plataforma a serviço da Petrobras no ES - VALE ESTE (Foto: Arte/G1)
Investigações
A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos do Espírito Santo (CPES), informou que tomou conhecimento da explosão na plataforma e encaminhou um navio e duas aeronaves para a área, “com a prioridade inicial de realizar a evacuação de pessoal e remover as vítimas para os hospitais da Grande Vitória". 
A CPES diz ainda que será aberto um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN), para esclarecer as causas e responsabilidades pelo ocorrido na plataforma. "O prazo para a conclusão do inquérito é de 90 dias”, diz a nota.