Kiko sobre relação com Florinda: "algo indevido"


Carlos Villagrán teve um relacionamento extraconjugal com a atriz, antes dela se casar com Bolaños

O caso de Carlos Villagrán e Florinda Meza durou dois anos / Reprodução


Após anos, o ator Carlos Villagrán, intérprete de Kiko na série "Chaves", decidiu comentar o seu envolvimento com Florinda Meza, a Dona Florinda, viúva de Roberto Bolaños.
Ao programa “Al Rojo Vivo”, da Telemundo, emissora do México, o artista disse que seu caso com Florinda, que durou dois anos, foi “algo indevido”, mas não “algo mau”. Ele ainda afirmou que a relação extraconjugal não interferiu em sua vida amorosa e nem profissional. Após a relação dos dois, Villagrán continuou casado e também permaneceu com o seu personagem na série. 


Com a morte de “Chaves”, Florinda e Kiko se encontraram no velório do criador da série. Eles ficaram 35 anos sem conversar por conta de ciúme do ex-marido da atriz. Na ocasião, os artistas chegaram a dar um abraço de reconciliação.

Carlos Villágran também revelou durante o programa que não pretende entrar na justiça pelo direito de seu personagem, uma vez que ele mesmo foi o responsável pela caracterização e não Bolaños. 

Governo do PR agenda reunião com educadores para depois do carnaval


Reunião foi marcada para quinta (19) na tentativa de por fim à greve. 
200 manifestantes estão acampados em frente à Alep neste sábado (14).

Adriana Justi e Daiane BaúDo G1 PR
200 pessoas continuam acampadas neste sábado (14) no Centro Cívico, em Curitiba (Foto: Divulgação/APP-Sindicato)200 pessoas continuam acampadas neste sábado (14) no Centro Cívico, em Curitiba (Foto: Divulgação/APP-Sindicato)
O Governo do Paraná agendou uma reunião com a direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) na tentativa de negociar sobre o fim da greve da categoria na quinta-feira (19), em Curitiba. Os funcionários e professores da rede estadual estão em greve desde segunda-feira (9) e mais de 950 mil estudantes não puderam iniciar o ano letivo. Depois de uma semana de vários protestos em frente à Assembleia Legislativa, cerca de 200 manifestantes ainda permaneciam acampados em frente à sede na manhã deste sábado (14).
Os servidores são contra o pacote de medidas – "pacotaço" – do governo estadual que, entre outros itens, afeta a carreira dos educadores. Na quinta (12), por causa das manifestações, o projeto foi retirado da pauta de votações.

Segundo Marlei, entre os assuntos que serão discutidos na reunião estão a retirada definitiva do "pacotaço", o pagamento dos benefícios atrasados e os salários dos funcionários contratados via Processo Seletivo Simplificado (PSS), a contratação de 10 mil funcionários que foram demitidos, a volta dos projetos educacionais e dos diretores e vice-diretores, além da nomeação de concursados e abertura de novas turmas.
"Vamos ouvir o que o governo tem a dizer sobre nossa pauta de reinvidicações. O problema é que o governo diz que vai por fim na greve, mas queremos lembrar que isso é apenas uma negociação. A greve continua", disse Marlei Fernandes, uma das representantes do sindicato.
O "pacotaço" foi apresentado aos deputados estaduais em regime de urgência no dia 4 de fevereiro e visava, de acordo com o Executivo, equilibrar as finanças do estado. A medida também fazia parte da segunda etapa de um ajuste fiscal que começou em 2014, com o aumento da alíquota de impostos.
Assembleia fechada
Nesta sexta-feira (13), a Alep informou que ficará fechada até quarta (19) para "levantar os prejuízos e reparar os danos da invasão" de manifestantes, que ocuparam o prédio por três dias. As votações no Plenário serão retomadas apenas na segunda-feira (23). 
Pátio da Alep ficou lotado após invasão (Foto: Sabrina Coelho/G1)Pátio da Alep ficou lotado após invasão (Foto: Sabrina Coelho/G1)
Ocupação
O Plenário foi ocupado, na terça-feira, logo depois de os deputados aprovarem – com 34 votos favoráveis e 19 contrários – o requerimento que instituiu Comissão Geral para a apreciação do pacote de medidas.
Comissão Geral é um mecanismo previsto no regimento interno da Casa que permite os deputados votarem em um projeto de lei, em um único dia, sem que a proposta passe por comissões específicas.
Milhares de servidores públicos protestaram no dia em que o 'pacotaço' foi votado pelos deputados estaduais (Foto: Sabrina Coelho / G1)Milhares de servidores públicos protestaram em
Curitiba (Foto: Sabrina Coelho / G1)
Série de greves
Durante a semana, várias categorias se juntaram aos protestos, como o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde (Sindsaúde) e o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen).
Os trabalhadores da saúde chegaram a deflagrar greve na quinta-feira, porém a paralisação foi suspensa na sexta. A decisão foi tomada após o pacote de medidas do governo estadual ser retirado da pauta de votações.

Guitarrista do Slint anuncia suicídio, é achado ferido e levado ao hospital


David Pajo postou carta de suicídio na internet, dizendo que esposa o traiu.
Família ligou para polícia, que o achou vivo a tempo e o levou ao hospital.

Do G1, em Sâo Paulo
Dois dias antes de tentar suicídio, David Pajo postou foto com corda em blog (Foto: Reprodução / Blogspot)Dois dias antes de tentar suicídio, David Pajo
postou foto em blog (Foto: Reprodução / Blogspot)
O guitarrista David Pajo divulgou uma foto se recuperando em um hospital em seu Facebook nesta sexta (13), um dia após divulgar uma carta de suicídio em seu blog. Ele é membro do grupo Slint e também já tocou com Yeah Yeah Yeahs, Interpol e vários outras bandas de rock dos EUA.
Na quarta-feira (11) , o músico de 46 anos divulgou em seu blog (veja) uma foto com o pescoço amarrado com uma corda, junto com uma mensagem depressiva, mas que ainda não deixava clara no texto a intenção de suicídio. Dois dias depois, na sexta-feira (13), ele divulgou uma longa carta de suicídio no blog, indicando o link em suas contas do Facebook e Instagram.
Ele deixou até contatos de familiares para tratar do funeral. Na carta, David Pajo culpa a esposa por sua tristeza. Segundo o músico, a mulher, com quem teve dois filhos, mantinha um romance com outro homem.
No dia em que tentou suicídio, David Pajo postou carta de despedida (Foto: Reprodução / Blogspot)No dia em que tentou suicídio, David Pajo postou
carta de despedida (Foto: Reprodução / Blogspot)
"Por seis meses eu encarei isso. Solidão absoluta, depressão miserável e a noção que o suicídio era o único alívio para minha dor e confusão. Tantas vezes eu te perguntei se havia outra pessoa. Tantas vezes você ficou nervosa e negou. De 8 de agosto de 2014 a 8 de fevereiro isso continuou (...) Por que você não me contou?", escreveu David no blog, em uma carta longa e detalhada sobre o suposto caso e a vida dos dois.
O músico diz que agrediu a esposa e se diz arrependido. "Bater em você foi um erro terrível, e não há nenhuma justificativa. Você não tem ideia do quanto me arrependo disso". Ele reclama que a mulher o impedia de ver as crianças: "Você tirou meus filhos de mim".
A carta gerou mobilização entre a família, fãs e amigos, nas redes sociais e em fóruns. No site Reddit, um tópico foi iniciado enquanto David Pajo ainda era procurado. Os seguidores buscavam contatos e ajuda em Haddonfield, New Jersey, onde ele mora. Logo depois, uma mensagem da mãe do cantor foi divulgada no Facebook de David.
  •  

"Obrigada. Nós conseguimos ligar para a polícia e eles conseguiram achá-lo a tempo. Nós, seus pais e seu irmão, estamos voando para lá agora. Não vamos deixá-lo sozinho por enquanto. Ele tem tantos amigos que o amam, assim como nós", diz a mensagem assinada por Darlene Pajo, mãe de David.
Na sexta-feira (12), David divulgou uma foto no hospital, com curativos no pescoço, e fazendo um sinal positivo. Neste sábado (13), a carta de suicídio foi apagada de seu blog. Em vez da longa carta, ele diz que o post foi editado a pedido da esposa, ou então ele seria processado. A única frase mantida além do aviso foi: "É aqui que minha história termina".
David Pajo, guitarrista do Slint, divulgou no sábado foto do hospital, onde se recupera de tentativa de suicídio (Foto: Reprodução / Instagram)David Pajo, guitarrista do Slint, divulgou no sábado foto do hospital, onde se recupera de tentativa de suicídio (Foto: Reprodução / Instagram)

IMPORTANTE - LEIA, ASSINE E COMPARTILHE COM SEUS COLEGAS RENAIS - PL 155/2015



Por que isto é importante

Há atualmente no Brasil, 100 mil insuficientes renais crônicos em programa de diálise.
Apesar de enfrentar diariamente múltiplas limitações de ordem variada, ñ logram obter amparo legal em muitas de suas reinvidicações, visto não encontrarem-se sob o abrigo do Estatuto do Portadores de Deficiência.
Para sanar esta grave falha, coube à deputada Carmem Zanotto a iniciativa de enviar à apreciação da casa a PL 155/2015, que preve a inclusão dos insuficientes renais crônicos em programa de diálise nos mesmos direitos já reconhecidos aos demais portadores de deficiência.
Nosso intuito ao subscrever esta petição é solicitar à Câmara dos Deputados que aprove a referida PL, com a máxima urgência, pois a mesma já foi objeto de análise em comissões, na legislatura anterior, pois trata-se de reapresentação da PL 1178/2011, arquivada ao findar a última legislatura.
Assine essa petição e ajude a compartilhar


https://secure.avaaz.org/po/petition/Ao_Presidente_da_Camara_dos_Deputados_Urgencia_na_tramitacao_da_PL_1552015/?cttZeeb

Vereador GIL GERA um vencedor





O vereador comentou que o ano de 2015 e 2016, será dedicado a estreitar os laços entre a sociedade civil e a Câmara Municipal de Colombo. Para o vice-presidente, esse será um mandato de respeito e valorização dos vereadores e melhor comunicação do legislativo com a população colombense.

Gil Gera, afirmou que no momento que a nova Mesa Diretora foi eleita, assumiu um compromisso com os vereadores e a sociedade, no sentido de que o trabalho dos 21 parlamentares sejam pautados pelo respeito à população. " É importante que a Câmara Municipal renove a sua atuação e fique mais próxima da população e esta sinta-se acolhida. Nós queremos abrir as portas desta Casa para a população, e já estamos avançando nesse sentido com a implantação de diversos projetos .Vamos trabalhar para que a Câmara se faça presente servindo a população de Colombo, sem esquecer de outros projetos como a Câmara nos Bairros. Nosso objetivo em 2015 e 2016 é aproximar e estreitar a relação da Câmara Municipal de Colombo com a sociedade, seja do campo empresarial ou popular, afirmou. O vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de Colombo, Gil Gera, faz um balanço de sua atuação como vereador de primeiro mandato e diz, '' Não nos curvamos diante das críticas e das pessoas que só sabem semear a semente da discórdia, pessoas matadoras de sonhos e invejosas''.
Quero registrar a luta que esse ex menino de rua travou contra os preconceitos e que quando conheceu a então candidata a prefeitura de Colombo Beti Pavin não ficou esperando como quase todos que o registro de sua candidatura  fosse aprovado. Foi a luta e conheceu os problemas de sua comunidade  e conseguiu se eleger pelo PSDB. E já no seu primeiro mandato, graças a sua bela atuação como líder da prefeita, é o vice presidente da Câmara Municipal na chapa do professor Waldirlei Bueno. Parabéns vereador GIL, temos certeza que ainda  fará história nessa cidade.





Receita está de olho em correntistas brasileiros do HSBC na Suiça


Agência Brasil

A Receita Federal já investiga brasileiros com indícios de movimentação financeira no Banco HSBC na Suíça. A lista foi divulgada pelo International Consortium of Investigative Journalism (Consórcio Internacional de Jornalismo Investigativo) e pode indicar fraude fiscal.
“São 6,6 mil contas bancárias abertas no banco no período de 1988 a 2006, supostamente relacionadas a 4,8 mil cidadãos de nacionalidade brasileira, que totalizariam saldo, em 2006 e 2007, no valor de US$ 7 bilhões”, destaca a Receita.
dolar 5
Receita investiga contas no HSBC da Suiça que teriam movimentado em dois anos US$ 7 bilhõesArquivo/Agência Brasil
O Fisco informou ainda que, por meio de sua unidade de inteligência, teve acesso a parte da lista contendo o nome de pessoas que teriam relacionamento financeiro com a instituição. “As análises preliminares de alguns contribuintes já revelam hipóteses de omissão ou incompatibilidade de informações prestadas ao Fisco brasileiro, entre outros casos”, acrescenta.
A Receita Federal diz também que está aprofundando as pesquisas sobre o tema para obter mais informações, inclusive mediante a cooperação internacional, para a correta identificação do maior número possível de contribuintes relacionados e o levantamento de possíveis valores não declarados. Caso tenha ocorrido, os investidores são passíveis de autuação e de representação fiscal para fins penais em razão da ocorrência de crime contra a ordem tributária.
“É relevante notar que alguns desses contribuintes já haviam sido investigados anteriormente pela Receita Federal, a partir de outros elementos constantes em suas bases de dados”, diz o órgão.
A Receita articula com outras Instituições estratégias conjuntas para a identificação e responsabilização desses contribuintes por eventuais crimes contra o sistema financeiro, além da lavagem de dinheiro.
.

Com bancos fechados, clientes podem pagar contas em canais eletrônicos


Agência Brasil
bancos fechados
Clientes que têm contas pendentes podem quitar débitos em caixas eletrônicos e aplicativos para celularesMarcelo Camargo/Agência Brasil

As agências bancárias estarão fechadas para atendimento ao público na segunda (16) e na terça-feira (17). Na Quarta-Feira de Cinzas (18), os bancos abrirão às 12h, informa a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). A sugestão para quem tem contas a pagar é utilizar os canais eletrônicos.
Os correntistas podem agendar o pagamento das contas com código de barras nos caixas eletrônicos, no internet banking e até mesmo pelo telefone da instituição. Os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos por meio do Débito Direto Autorizado (DDA).
A Febraban informa que as contas de consumo – água, energia, telefone – e carnês que tiverem marcadas essas datas para o vencimento poderão ser pagas na quarta-feira (18), primeiro dia útil após o feriado, sem acréscimo.
Para os clientes que deixaram as suas cidades no carnaval e não dispensam a ida à agência, é possível consultar o endereço dos bancos no site Busca Banco da Febraban. Ao abrir a página do Busca Banco, o cliente localizará o estado e a cidade da instituição que procura informações.

Não é piada: Brasil deve ter mais seis partidos políticos


Seis partidos devem sair do forno e podem obter registro para disputar a eleição de 2016 – mas muitas siglas já nascem com cara de legenda de aluguel

Gabriel Castro, de Brasília
Plenário da Câmara dos Deputados durante solenidade de posse da Presidente da República, Dilma Rousseff - 01/01/2015
Plenário da Câmara dos Deputados durante solenidade de posse da Presidente da República, Dilma Rousseff - 01/01/2015     (Waldemir Barreto/Ag. Senado)
Uma Câmara dos Deputados com 28 partidos representados, como ocorre neste ano no Brasil, é algo praticamente inexistente em outros países democráticos. Só a Índia possui um Parlamento com mais siglas – em contrapartida, a fragmentação aqui é maior do que lá. Apesar do excesso evidente, ainda há quem ache pouco. Nas eleições do ano que vem, seis partidos devem estrear nas urnas. São legendas que estão na fase final das etapas necessárias para obter o registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
A lista é representativa dos múltiplos interesses que movem os criadores de partidos. Há duas siglas ideológicas, a Rede Sustentabilidade e o NOVO. Há dois que podem se encaixar na categoria dos folclóricos: o Partido Militar e o Partido da Mulher. E há aqueles criados para reforçar o poder de legendas já existentes. Nesta categoria estão o Partido Liberal – o PL do ministro Gilberto Kassab – e o Muda Brasil.
De longe, a Rede é o mais estruturado. Sob a liderança da ex-presidenciável Marina Silva e com o apoio de parlamentares, a sigla reuniu cerca de 800.000 assinaturas para pedir o registro em 2013, a tempo de disputar as eleições do ano seguinte. Mas uma grande parte das firmas acabou invalidada pelos cartórios eleitorais, o que é comum nesses casos. Os militantes da Rede ficaram sem seu partido e Marina Silva filiou-se ao PSB temporariamente.
O NOVO também já solicitou o registro ao TSE e aguarda o julgamento do pedido. Os cartórios reconheceram mais de 500.000 assinaturas pela criação da sigla, o que é suficiente para a formalização. O NOVO empunha algumas bandeiras do liberalismo clássico, com redução do papel do Estado, corte de impostos e valorização do papel do indivíduo. O partido tem foco nas questões econômicas e gerenciais. A política sobre o aborto, por exemplo, não é considerada relevante — apesar de o NOVO ter posição sobre o tema: “Achamos que o Estado não deveria se meter em assuntos como esse”, diz Fábio Luis Ribeiro, vice-presidente da nova sigla.
Ainda que tenha sido criado por empresários, administradores e profissionais do mercado financeiro, o NOVO tenta construir um modelo de financiamento que não dependa de doações empresariais. Em vez disso, a sigla aposta na arrecadação de recursos com seus filiados. A ideia é reunir pelo menos 12.000 filiados.
Enquanto isso, o Partido Militar Brasileiro já tem seu representante no Congresso. O presidente da futura sigla, deputado Capitão Augusto (SP), acaba de assumir um mandato de deputado federal pelo PR. Ele chama a atenção em plenário por usar uma farda da Polícia Militar. A legenda quer a redução da maioridade penal, a instituição da prisão perpétua e a privatização dos presídios. São bandeiras legítimas. Mas a estrutura do partido ainda é amadora: a página da sigla na internet exibe um banner que anuncia um álbum musical do presidente, gravado em parceria com um certo Riva Torres.
O  deputado-capitão elogia o golpe militar: “A intervenção de 1964 garantiu a democracia no Brasil. Mas acreditamos que não há espaço para algo do tipo hoje em dia”. A maior parte dos filiados à sigla é de civis. Os policiais militares constituem quase 40% dos integrantes.
No Partido da Mulher Brasileira, o diferencial é a cota máxima imposta à participação dos homens: eles não podem ser mais do que 30% dos dirigentes partidários ou dos candidatos da legenda nas eleições. Fora isso, resta muito pouco de conteúdo programático.
A existência de partidos de aluguel não é recente no Brasil. Mas uma nova modalidade de partido surgiu  recentemente: as legendas criadas com o único objetivo de apoiar outros partidos. É o caso do PL, que tem sido criado com o apoio do PSD de Gilberto Kassab. Nos sete primeiros anos de existência, o Partido Liberal recolheu 80.000 assinaturas. Bastou o PSD aderir à tarefa, em 2014, e hoje o número ultrapassa os 410.000. A nova sigla tem representantes em todos os estados do país. O apoio de Kassab, entretanto, terá um preço: o PL vai se comportar como “gêmeo” do PSD.

Cleovan Siqueira, que se apresenta como presidente do PL, diz que a possibilidade de fusão existe, mas é apenas um plano B. “Nosso plano A é apoiar o PSD e receber os parlamentares que eventualmente estejam sem espaço nos seus partidos”, diz. Fórmula idêntica foi adotada pelo mensaleiro Valdemar Costa Neto e sua ala dentro do Partido da República. Eles têm apoiado a criação do Muda Brasil, um partido presidido por um ex-aliado de Valdemar.
O número de partidos em formação é muito maior do que os seis que devem ser registrados em 2015: entre as dezenas de siglas que já apresentaram o estatuto provisório no TSE, estão o Partido dos Servidores Públicos do Brasil, o Partido Pacifista Brasileiro e o Partido Ecológico. Os 32 partidos podem se transformar em 40 num futuro próximo.
Os líderes das novas legendas costumam citar como exemplo os Estados Unidos, onde existem dezenas de partidos em atividade. Mas há duas diferenças essenciais na comparação com o Brasil: lá, é possível criar partidos estaduais. E as legendas não têm benefícios legais como horário gratuito da TV e os repasses do Fundo Partidário. A realidade é que apenas cinco partidos existem na maioria dos estados americanos. E só dois deles têm representantes no Congresso de lá. 
Já em 1990 o conjunto de partidos brasileiros era suficiente para representar as principais correntes ideológicas: liberalismo, democracia cristã, social-democracia, socialismo, comunismo, trabalhismo. Desde então, a profusão de siglas não contribuiu com o aumento da representatividade. Apenas ajudou a tornar o sistema confuso aos olhos do eleitor.
Existem esforços para combater os excessos. Nos últimos anos, o Congresso endureceu as regras para a criação de partidos e restringiu os benefícios a legendas recém-criadas. Após as últimas eleições, quando o número de siglas representadas no Congresso saltou de 22 para 28, esboçaram-se movimentos no sentido contrário: o DEM abriu conversas sobre uma possível fusão com o SD e o PSC. O Pros, do ministro Cid Gomes, também defendeu a formação de uma frente de esquerda para apoiar o governo.
A Câmara dos Deputados acelerou na última semana a tramitação de uma proposta que proíbe a fusão de partidos que tenham menos de cinco anos de existência. O alvo é claro: o PL, que pode roubar parlamentares de outras siglas caso se funda ao PSD e, assim, abra uma janela de transferências. Ao que parece, entretanto, o ritmo de formação de novas siglas continuará intenso.

Secretária de Saúde de Colombo faz campanha de conscientização contra o HIV


WEBMASTER 12 DE FEVEREIRO DE 2015

Distribuição de preservativos e informativos será feita no terminal do Maracanã e em casas noturnas do município

Equipes da Saúde fazem abordagens para conscientizar a população sobre os riscos das doenças sexualmente transmissíveis
Equipes da Saúde fazem abordagens para conscientizar a população sobre os riscos das doenças sexualmente transmissíveis
A Prefeitura Municipal por meio da Secretaria da Saúde, pretende conscientizar a população contra o HIV e doenças sexualmente transmissíveis com destaque para a importância do uso do preservativo nas relações sexuais. Para isso, realiza nesta semana que antecede o Feriado de Carnaval diversas ações de conscientização e distribuição de preservativo.
Nesta sexta-feira, 13, acontecerá a distribuição de preservativos e informativos no terminal de ônibus do Alto Maracanã e também nesta mesma data ocorrerão visitas e abordagem noturna com distribuição de preservativos e informativos em pontos estratégicos como casas noturnas, boates, entre outros.
A mensagem geral da campanha de carnaval deste ano do Ministério da Saúde tem como objetivo alertar o jovem a se prevenir contra o vírus da AIDS, focando no uso da camisinha, na realização do teste e, se este der positivo, no início do tratamento, reforçando o conceito “camisinha + teste + medicamento” de prevenção combinada.
Esta iniciativa também pretende trabalhar fortemente com a população jovem de 15 a 24 anos, na qual o número de novos casos tem aumentado. Por isso foi criado o slogan usando a gíria “#PartiuTeste”, linguagem típica desta faixa etária prioritária.
Saber do contágio pelo HIV precocemente aumenta a expectativa de vida do soropositivo. Quem busca tratamento especializado no tempo certo e segue as recomendações do médico ganha em qualidade de vida.
Conforme informou o Secretário da Saúde, Fernando Aguilera, o município de Colombo conta com exames laboratoriais e testes rápidos, que detectam os anticorpos contra o HIV em até 30 minutos. “Basta colher uma gota de sangue da ponta do dedo. Esses testes são realizados gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e no caso de Colombo estes testes estão disponíveis no CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento)”, explicou.
Para realizar estes testes é necessário agendamento prévio via telefone no 41-3606.0730 ou pessoalmente na Rua José Maria da Silva Paranhos , 513-Jardim Planalto, anexo a Unidade de Saúde Quitandinha. Para isso, não é necessário nenhuma guia ou encaminhamento, ou seja, a procura é direta sem fila de espera.
Anonimato
Os exames podem ser feitos inclusive de forma anônima. Nestes centros, além da coleta e da execução dos testes, há um processo de aconselhamento, antes e depois do teste, para facilitar a correta interpretação do resultado pelo paciente.
A infecção pelo HIV pode ser detectada com, pelo menos, 30 dias a contar da situação de risco. Isso porque o exame (o laboratorial ou o teste rápido) busca por anticorpos contra o HIV no sangue. Esse período é chamado de janela imunológica.
“Lembramos que os preservativos são distribuídos gratuitamente em todas as Unidades de Saúde do município e nesta época, em alguns pontos estratégicos como bares, casas noturnas”, salientou a coordenadora de Eventos da Secretaria da Saúde, Monica Mota.
HIV/AIDS
Atualmente, das cerca de 750 mil pessoas que vivem com HIV/AIDS no Brasil, estima-se que 150 mil delas ainda não saibam que são portadoras do vírus. Em Colombo seguem em acompanhamento na rede municipal cerca de mil pessoas que sabidamente são portadores do vírus do HIV.
O número de testes positivos recentemente no Programa Municipal DST/AIDS, confirma e segue os padrões nacionais da epidemia, mostrando quer em certos grupos populacionais a prevalência é maior. Enquanto a taxa de prevalência do HIV na população geral do Brasil é de 0,4%, na de travestis é de 12%. Já nos grupos de transexuais, de gays e de profissionais do sexo masculino a prevalência é, em média, de 5%.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Carro de acidente que matou três pessoas estava a 170 km/h, diz PRF


PRF decretou a prisão de motorista; acidente foi BR-373, no Paraná.
Veículo foi roubado em maio de 2014 e estava com documentos falsificados.

Do G1 PR
Velocímetro de carro que provocou acidente parou em 170km/h (Foto: Divulgação/PRF)Velocímetro de carro que provocou acidente parou em 170km/h (Foto: Divulgação/PRF)
Um dos veículos envolvidos no acidente que matou três pessoas e deixou uma pessoa feridana rodovia BR-373, em Guamiranga, nos Campos Gerais do Paraná, na noite de sexta-feira (13), estava a 170 km/h na hora do acidente. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista de 24 anos que causou o acidente foi preso. Neste sábado (14), o jovem está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital de Ponta Grossa em estado grave. Os policiais estão na porta da UTI fazendo a custódia do preso.
Carro foi roubado em maio de 2014 em São Paulo (Foto: Divulgação/PRF)Carro foi roubado em maio de 2014 em São Paulo
(Foto: Divulgação/PRF)
Além de estar a 170 km/h, a polícia ainda descobriu que o veículo foi roubado em maio de 2014 em São Paulo e estava com placas e documentos falsos. Os policiais rodoviários também encontraram um rádio comunicador dentro do automóvel, que estava preparado para o transporte de contrabando.
O acidente ocorreu em um trecho de reta com descida, em pista simples. O motorista do veículo com documentos falsificados invadiu a faixa contrária e bateu no automóvel onde estavam às três vítimas fatais, conforme a PRF.
Morreram no local do acidente um homem de 22 anos, e duas passageiras, mãe e filha, de 46 e 16 anos. Os corpos foram levados para o Instituto Médico-Legal de Ponta Grossa.

PF apreende bens de Luma de Oliveira, ex-mulher de Eike Batista


Justiça determinou o bloqueio de bens do empresário, dos filhos, da atual mulher e da ex-esposa para garantir o pagamento de possíveis indenizações se ele for condenado pelos crimes que está sendo investigado

Ex-modelo Lula de Oliveira foi casada com Eike Batista, com quem teve dois filhos, Thor e Olin (foto)
Ex-modelo Lula de Oliveira foi casada com Eike Batista, com quem teve dois filhos, Thor e Olin (foto) (Rafael Campos/VEJA)
Policiais federais estiveram na casa da ex-modelo Luma de Oliveira na manhã desta quinta-feira com mandado de busca e apreensão e levaram três veículos e outros bens como garantia de pagamento de dívidas das empresas de Eike Batista, ex-marido de Luma. A apreensão faz parte de um bloqueio de bens decretado pela Justiça para garantir o pagamento de possíveis indenizações por crimes financeiros que estão sendo investigados. 
Eike chegou à casa de Luma, no Jardim Botânico, zona sul do Rio de Janeiro, depois dos policiais. Ele acompanhou parte da operação. Entre os bens de Luma apreendidos estão duas Toyota Hilux e uma BMW X5.
Na véspera, a Polícia Federal realizou uma operação de busca e apreensão na residência de Eike Batista, na praia de Vila Velha, em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio. Entre os bens do empresário apreendidos está o iate Spirit of Brazil IV, avaliado em 30 milhões de reais. Além do barco, a Polícia Federal levou também uma moto aquática e outros bens de valor.
A embarcação apreendida é um modelo Pershing 115, fabricado pela empresa italiana Ferretti. De acordo com informações do fabricante, o Pershing 115 tem 35 metros de comprimento, abriga três suítes e tem capacidade máxima para transportar com conforto 22 pessoas.

Segundo a ordem judicial, a busca – assim como o bloqueio de bens de Eike e seus familiares (filho, ex-mulher e atual esposa), também decretado na semana passada – visa garantir o eventual ressarcimento das vítimas, caso Eike seja condenado pelos crimes de insider trading e manipulação de mercado. O julgamento do empresário, que já foi o homem mais rico do Brasil e o sétimo mais rico do mundo, começou em dezembro, mas foi suspenso para que alguns processos iniciados em São Paulo fossem anexados à causa.


A operação faz parte da mesma decisão do Juiz Flávio Roberto de Souza, da 3ª Vara Criminal da Justiça Federal do Rio, que autorizou a apreensão de seis carros do empresário, em 6 de fevereiro. Um dos bens apreendidos na ocasião foi o carro modelo Lamborghini que Eike usava como objeto de decoração em uma de suas salas. Além dos carros, na semana passada também foram apreendidos quadros, computadores, um piano, dezesseis relógios, um telefone celular e mais 90.000 reais em moeda nacional e 37.000 em outras moedas na semana passada.

Usuários de Araucária se revoltam porque terão que pagar R$ 5,80 para vir para Curitiba


Por Denise Mello e Juliano Cunha*
passageiros
Passageiros terão que pagar R$ 5,80 para vir para Curitiba – Foto: Juliano Cunha/Banda B
A revolta é geral e o assunto um só na manhã deste sábado (14) no terminal central de Araucária, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). É que após o fim do convênio entre governo do estado e prefeitura de Curitiba para a gestão da Rede Integrada de Transporte, algumas linhas foram extintas e outras sofrerão alterações que vão mexer no bolso do passageiro. É o caso dos moradores de Araucária. Hoje, para vir para Curitiba, eles pegam um ônibus alimentador nos bairros, descem no terminal e seguem para a capital pagando R$ 3,30. A partir de quinta-feira (19), eles descerão dos ônibus alimentadores (em que pagaram R$ 2,50 para entrar) do lado de fora do terminal e, para entrar no terminal em direção a Curitiba terão que pagar mais R$ 3,30; ou seja, a viagem custará R$ 5,80.
“Não sabia de nada e agora todo mundo aqui está falando disso. Isso vai dar muito problema. É muita coisa para pagar. Duas passagens pra ir para Curitiba é um absurdo”, afirmou a auxiliar de produção Daniele Teixeira.
“Eu estou assustado. Preciso de ônibus porque vou todo dia pra Curitiba. Como vou fazer? Moro longe do terminal. Vou ter que pagar duas vezes. Eu e minha mulher vamos gastar R$ 11,60 só pra gente ir pra Curitiba. Não vamos agüentar”, protestou o pintor autônomo, Roberto Xavier Junior.
A dona de casa Ilcia Wesler também estava indignada. “Tá muito ruim isso que inventaram. Pra entrar no terminal vou ter que pagar outra passagem. Isso nunca foi assim. É um descaso”, protestou.
A mudança é uma consequência dos ajustes implantados pela Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec). Se por um lado a tarifa dos ônibus dentro de Araucária vai diminuir, de R$ 3,30 para R$ 2,50, por outro ficará bem mais caro ir para Curitiba. Isso porque a integração com o ligeirinho Curitiba/Capão Raso, que substituirá a linha Curitiba/Araucária a partir deste sábado (14), não será mais gratuita. Agora, o passageiro precisará pagar mais R$ 3,30 para embarcar nessa linha. Com ida e volta, este usuário irá gastar R$ 11,60.
Esta é a mudança que mexe no bolso dos usuários. Em outros municípios da RMC as mudanças envolvem, em alguns casos, a exigência de mais ônibus para cumprir os mesmos trechos, mas pagando uma só passagem.
aviso araucaria
Aviso que tarifa em Araucária vai baixar. O problemas é que o usuário terá agora que pagar mais R$ 3,30 pra vir para Curitiba

Entenda as mudanças
Algumas mudanças já começaram valer neste sábado (14). Já estão valendo algumas alterações nos ligeirinhos que atendem usuários de Araucária, Campo Largo, Colombo e São José.
Ligeirinho Colombo/CIC – por decisão da Comec, neste sábado termina no Terminal Cabral. Para que o usuário que embarcou em Colombo consiga chegar ao mesmo destino na CIC, passando pelo mesmo trajeto, a Urbs vai colocar em operação a linha CIC/Cabral, a partir do Terminal Cabral.
Ligeirinho Barreirinha/São José – da mesma forma, para atender os passageiros que se deslocam no trajeto entre a Barreirinha e o município de São José dos Pinhais, a Urbs vai implantar o Ligeirinho Barreirinha/Guadalupe, que faz parada nas estações tubo Prefeitura, Comendador Fontana e Círculo Militar, onde é possível pegar o ônibus Boqueirão Centro Cívico e, no terminal Boqueirão, fazer a integração para São José.
Esta alteração também foi necessária para garantir o deslocamento, com integração, dos usuários da linha metropolitana Barreirinha/São José que, segundo anunciado pela Comec, também fará um trajeto bem menor a partir do próximo sábado, fazendo a ligação apenas de São José ao Terminal Boqueirão.
Ligeirinho Araucária/Curitiba – esta linha também será encurtada pela Comec. Deixará de vir até o centro de Curitiba para terminar no Terminal Capão Raso. Com isso será desativada a estação Rui Barbosa, na Desembargador Westphalen, quase esquina com Visconde de Guarapuava. Em função da mudança feita pela Comec, o ligeirinho Curitiba/Araucária não vai mais parar na estação tubo Vila Guaira.
Ligeirinho Campo Largo/Curitiba – também o teve a extensão da linha reduzida pela Comec, passando a ter ponto final no Terminal Campina do Siqueira e não mais na estação Hospital Militar, na rua Vicente Machado. Como este era o único ônibus que parava nessa estação, ela será desativada.
Cortes
As quatro linhas metropolitanas que passaram hoje a fazer trajetos mais curtos neste sábado atendem, por dia, 82 mil passageiros. O mais carregado deles é o Colombo/CIC que transporta por dia 35,8 mil passageiros e tem um trajeto, ida e volta, de 43,2 quilômetros.
A segunda linha mais carregada é a Curitiba/Araucária, que atende 19,9 mil passageiros por dia, com um trajeto total de 54,9 quilômetros. O Barreirinha/São José transporta por dia 17,5 mil passageiros e faz um trajeto total de 43,1 quilômetros. O Campo Largo/Curitiba atende 8,1 mil passageiros com um trajeto de 54,7 quilômetros.
A decisão da Comec representa, na prática, um corte na oferta do transporte metropolitano integrado, com a redução do trajeto. A linha São José/Boqueirão terá uma extensão de 7,2 quilômetros, enquanto a linha Barreirinha/São José tem 43,2 quilômetros.
O trajeto da Araucária/Capão Raso foi reduzido de 54,9 para 39,5 quilômetros. A Colombo/Cabral fará um trajeto de 18 quilômetros, enquanto a Colombo/CIC faz 53,2 quilômetros. A linha Campo Largo/Curitiba será reduzida de 54,7 para 49,8 quilômetros.
Serviço
Quem usa o Colombo/CIC passou hoje a ser atendido pela metropolitana Colombo/Cabral. Para o restante da viagem, o atendimento é feito pela linha urbana de Curitiba CIC/Cabral.
Quem usa o Barreirinha/São José está sendo atendido pelas linhas São José/Boqueirão (metropolitana) e Barreirinha/Guadalupe (urbana Curitiba). A linha Barreirinha/Guadalupe faz agora a integração com o ligeirinho Boqueirão/Centro Cívico, que passa nas estações Prefeitura, Comendador Fontana e Círculo Militar e no Terminal Boqueirão.
Quem usa o ligeirinho Curitiba/Campo Largo (metropolitano) desembarca agora no Terminal Campina do Siqueira podendo usar qualquer ônibus que passa no terminal para se deslocar em Curitiba.
Quem usa o ligeirinho Araucária/Curitiba (metropolitano) desembarca a partir deste sábado no Terminal Capão Raso, onde pode fazer integração com as linhas deste terminal.
Nas demais linhas do sistema de ônibus de Curitiba não há alterações operacionais. Em relaçao à tarifa, o passageiro que embarcar em Curitiba paga tarifa de Curitiba, que tem desconto para quem usar o cartão. São R$ 3,30 para pagamento em dinheiro e R$ 3,15 ou R$ 2,85 (para quem tinha saldo no cartão antes do reajuste) para pagamento da passagem com o cartão transporte usuário ou avulso.
* com informações da SMCS

Carnaval começa violento nas estradas do Paraná; cinco mortes em dois acidentes


Redação com PRF e G1/PR

O carnaval começou com muita violência nas estradas que cruzam o Paraná. Entre a noite desta sexta-feira (13) e a manhã deste sábado (14), cinco pessoas morreram em dois acidentes. O mais recente aconteceu na BR-476, em São Mateus do Sul, região sul do Paraná. Dois homens de 38 e 20 anos morreram após o veículo em que estavam colidir contra um ônibus de Santa Catarina. Os passageiros do ônibus não ficaram feridos.
Segundo informações do site G1/PR, a violência do impacto foi tão grande que o carro foi parar embaixo do rodado do ônibus. O fluxo de veículos foi interrompido no início desta manhã para a retirada dos corpos das vítimas e dos veículos da pista.
acidente 3 vitimas
Carro em que estavam as três vítimas fatais – Foto: PRF
Três mortes
Outras três pessoas morreram em um gravíssimo acidente na BR-373, entre Imbituva e Guamiranga. As três vítimas mortas ocupavam um Fiat Palio, atingido frontalmente por um Hyundai Azera roubado, na altura do quilômetro 249 da rodovia, entre as cidades de Ponta Grossa e Guarapuava, por volta das 21h30. Morreram no local do acidente o motorista do Palio, de 22 anos, e duas passageiras, mãe e filha, de 46 e 16 anos.
Chovia no momento da colisão. O trecho é uma reta com declive acentuado, em pista simples. Os indícios verificados pela equipe da PRF que atendeu a ocorrência apontam que o Azera invadiu a faixa contrária, o que provocou o acidente.
O motorista do Azera, que tinha registro de roubo ocorrido em maio de 2014 em São Paulo (SP), sobreviveu e está internado no Hospital Geral Unimed, em Ponta Grossa. O velocímetro do carro travou em 170 km/h.
Policiais rodoviários federais e policiais militares se revezam na custódia do preso, que tem 24 anos de idade. O carro conduzido por ele tinha placas e documentos falsos, além de estar equipado com aparelho de radiocomunicação oculto e preparado para o transporte de contrabando.
Tão logo o motorista do Azera tenha alta, o que pode acontecer ainda neste domingo (15), ele será conduzido pela PRF para a Delegacia da Polícia Civil em Imbituva.
prf tres1
Carro roubado em que estava único sobrevivente