Motorista do DF leva mulheres nuas penduradas em janela de carro; veja


Terceiro passageiro estava seminu e segurava uma garrafa.
Código de Trânsito prevê multa de R$ 127, além de 5 pontos na CNH.

Do G1 DF
Um motorista foi flagrado transportando duas mulheres peladas na janela de um carro que seguia na EPTG, uma das principais vias do Distrito Federal, na madrugada desta quinta-feira (19). Um terceiro passageiro, seminu, também aparece nas imagens, segurando uma garrafa.

"Estava eu, meu marido e meus filhos de 5, 8 e 12 anos no carro", declarou Bárbara. "É o fim do mundo né. Está cada dia pior isso, as crianças dentro do carro, todo mundo ficou horrorizado."
A secretária Bárbara Fonseca conta que presenciou a cena. "Eles estavam gritando, dançando, fazendo muita bagunça", disse.

Ela também afirmou ter ficado horrorizada com a situação. O flagrante ocorreu enquanto ela voltava de uma festa e seguia na direção de casa, em Vicente Pires.
De acordo com o Código de Trânsito, o motorista que transportar passageitro sem cinto de segurança pode ser multado em R$ 127, além de cinco pontos na carteira. Por ser uma infração grave, o veículo pode ainda ser apreendido.

'Os amigos que já viram gostaram', diz Thammy Miranda sobre peitoral


A filha de Gretchen, que retirou os seios no fim de 2014, ainda não pode tomar sol sem camisa, mas garante que mostrará torso sem marcas.

Lucas Pasindo EGO, em São Paulo
Thammy Miranda, Andressa, Val Marchiori e marido (Foto: Arquivo Pessoal)Thammy Miranda, Andressa, Val Marchiori e marido: amigos gostaram do resultado da cirurgia (Foto: Arquivo Pessoal)
Verão, calor e carnaval. Ingredientes que sugerem que pessoas usem pouca roupa não é mesmo? Não com Thammy Mirandaque passou por um procedimento cirúrgico em dezembro de 2014 para a retirada dos seios.

A filha de Gretchen, que ainda faz mistério sobre como ficou seu peitoral após a intervenção, vem curtindo o início do ano bem vestida, sempre com camisa e protetor solar, mas garante que os amigos mais próximos aprovaram o resultado.

Em recente entrevista ao
 EGO, Thammy contou que não terá marcas no ‘novo peitoral’: "Ainda não posso tomar sol, só daqui um mês. Mas não dá nem para ver cicatriz, não ficou nenhuma marca. Só está um pouco 'anestesiado' ainda, mas é normal", disse ela.Na quarta-feira, 18, Thammy exibiu o peitoral para Val Marchiori e outras amigas durante um passeio de lancha, e disse ao EGO, nesta quinta-feira, 19, que só recebeu elogios: “Todos que estavam no barco viram. Meus amigos que já viram gostaram muito. Disseram que ficou perfeito”, contou ela, que logo poderá mostrar o resultado na praia: “Eu aproveitei que não estava sol e tirei a camisa na lancha, estava apenas um mormaço. Na verdade, mormaço também não poderia, mas eu abusei do protetor solar. Tenho que cuidar, se não meu médico me mata (risos)”.
Por enquanto, a filha de Gretchen vem mostrando partes do resultado da cirurgia em fotos na internet; confira as imagens já publicadas na web:
Thammy Miranda e Andressa Ferreira (Foto: Instagram / reprodução)Thammy Miranda e Andressa Ferreira (Foto: Instagram / reprodução)
Thammy (Foto: Reprodução/Instagram)Thammy (Foto: Reprodução/Instagram)
Thammy (Foto: Reprodução/Instagram)Thammy (Foto: Reprodução/Instagram)
  •  
Penélope, Thammy e Val (Foto: Reprodução/Instagram)Penélope, Thammy e Val (Foto: Reprodução/Instagram)
Val Marchiori e Thammy (Foto: Reprodução/Instagram)Val Marchiori e Thammy (Foto: Reprodução/Instagram)
Thammy Miranda (Foto: JOHNSON PARRAGUEZ/ PHOTO RIO NEWS)Thammy Miranda (Foto: JOHNSON PARRAGUEZ/ PHOTO RIO NEWS)
Thammy Miranda e a namorada Andressa (Foto: Dilson Silva / Agnews)Thammy Miranda e a namorada Andressa (Foto: Dilson Silva / Agnews)
Thammy Miranda e amigos no Réveillon (Foto: Instagram / Reprodução)Thammy Miranda e amigos no Réveillon (Foto: Instagram / Reprodução)

'Morre com dignidade', diz policial a garoto agonizando após batida; veja


Cinco adolescentes morreram em acidente após perseguição em Planaltina.
Corporação apura se fala é de PM do DF ou de policial de outra corporação.

Raquel Morais e Isabella CalzolariDo G1 DF


Familiares dos cinco adolescentes de Brasília mortos em um acidente após perseguição policial durante o carnaval fecharam a BR-020 na altura de Planaltina na manhã desta quinta-feira (19) para denunciar suposta omissão de socorro. Os garotos ocupavam um carro com placa clonada e desobedeceram a ordem de parada de uma equipe da PM. Vídeos mostram membros da corporação debochando de duas vítimas que agonizavam no asfalto. Homens que não aparecem no vídeo chegam a falar: “Chora não", "você não rouba, c******? Você não rouba, desgraça?", "assume o papel de homem" e "morre com dignidade” (sic).

Estava viajando e quando soube da notícia voltei correndo. Eles mataram uma criança. Eles tinham que ter socorrido o meu filho. Na hora em que eles bateram, os policiais tiraram os meninos do carro e jogaram no chão. Meu filho estava pedindo socorro e não ajudaram. Tenho certeza que os policias têm filhos. Não acredito que conseguiram fazer isso com o meu. A gente não quer briga, só queremos paz e justiça"
José Cícero Ferreira,
pai de menino de 12 anos
Por e-mail, a Polícia Militar informou ao G1 que abriu investigação para saber se a fala é de PMs do DF ou de policiais de outra corporação – a perseguição, diz, contou também com policiais de Goiás e rodoviários.
“Todo policial é formado para servir e proteger a sociedade, como sempre fizemos. Este tipo de atitude isolada que denigre a imagem da corporação não será aceita”, declarou em nota a PM do Distrito Federal.
A PM de Goiás disse também estar apurando o caso. "[A imagem] não nos permite dar informações conclusivas, uma vez que mostram apenas um dos momentos da ocorrência, não fazendo alusão às circunstâncias anteriores ou posteriores, de um acompanhamento policial que iniciou no Distrito Federal.

As imagens estão sendo analisadas, para identificar a participação de policiais militares do estado de Goiás que, porventura, tenham apoiado as equipes da PMDF no momento do acidente."
Em nota, a PRF negou que tenha participado da perseguição e disse que acionou socorro para as vítimas. "Quando os PRFs chegaram ao local do acidente, já havia bombeiros resgatando a vítima sobrevivente", dissse.

Em um determinado momento da gravação, um policial, que não aparece no vídeo, ilumina com uma lanterna um dos jovens agonizando no chão e diz: "Olha, moço, o tamanho dessa carniça".
O promotor de Justiça Nísio Tostes disse que está analisando as imagens e vai estudar quais procedimentos serão adotados.

Acidente
O acidente aconteceu na madrugada de domingo. A equipe da PM tentou abordar o carro em que estavam os jovens, com idades entre 12 e 18 anos, na entrada de Planaltina. O motorista tinha 17 anos. Ele se recusou a parar e acabou colidindo com outro veículo na entrada de Formosa, no Entorno do DF. Três garotos morreram na hora, incluindo o condutor. Policiais teriam tirado as vítimas do carro e as colocado no chão.
Pai do menino de 12 anos que aparece agonizando nas imagens, o pedreiro José Cícero Ferreira, de 44 anos, se disse “chocado” com as filmagens. “Estava viajando e quando soube da notícia voltei correndo. Eles mataram uma criança. Eles tinham que ter socorrido o meu filho. Na hora em que eles bateram, os policiais tiraram os meninos do carro e jogaram no chão. Meu filho estava pedindo socorro e não ajudaram. Tenho certeza que os policias têm filhos. Não acredito que conseguiram fazer isso com o meu. A gente não quer briga, só queremos paz e justiça.”
Familiares protestam contra suposta omissão em socorro a vítimas que bateram carro após perseguição policial (Foto: Isabella Calzolari/G1)Familiares protestam contra suposta omissão em socorro a vítimas que bateram carro após perseguição policial (Foto: Isabella Calzolari/G1)
Pai do menino que dirigia o carro, o motoboy Raimundo Ribeiro, de 41 anos, criticou a ação policial. “Meu filho trabalhava e estudava à noite, nunca teve passagem [pela polícia]. Queremos justiça para que policiais nunca mais façam isso com os outros”, afirmou.

A mãe do garoto, a zeladora Maria Lúcia Ferreira, de 39 anos, também se disse revoltada com a situação. Ela declarou ao G1 tentar, por meio do protesto, limpar o nome do filho.

Os familiares levaram cartazes para a rodovia e vestiram camisetas com fotos das vítimas. Eles também fizeram rodas de oração. Durante o ato, que durou duas horas e meia, policiais militares revistaram parte dos 70 manifestantes, o que gerou clima de revolta. O grupo fechou a via por 20 minutos, mas disse que não pretendia voltar a bloquear o trânsito.
“Ele não era bandido. A perseguição começou, eles podiam ter parado os meninos, mas não fizeram nada para barrar a perseguição e houve o acidente”, disse, emocionada.
Morador da região, o estudante de direito Juliano da Silva, de 25 anos, também se mostrou indignado com os vídeos e com a postura dos policiais envolvidos. “Não interessa se é bandido ou não. Na hora do socorro os policiais tiraram eles do carro e isso já foi um erro. As pessoas têm que ser bem tratadas. Os jovens daqui não têm lazer, não têm justiça, não têm esporte. Queremos um tratamento igual.”
Detalhe de camiseta, com fotos de quatro das cinco vítimas de acidente ocorrido após perseguição policial (Foto: Isabella Calzolari/G1)Detalhe de camiseta com fotos de quatro das cinco
vítimas de acidente (Foto: Isabella Calzolari/G1)
Também presente ao protesto, o advogado Gilson dos Santos afirmou que vai entrar com representação no Ministério Público no início da tarde para pedir a averiguação da conduta dos policiais.

O motoboy Sigenaldo Souza, 34 anos, declarou que o filho, que tinha 15 anos, e três amigos mortos no acidente iam para uma festa na Estância 3. A quinta vítima não morava em Planaltina, conhecia “de vista” os meninos e ofereceu carona ao grupo. A perseguição ocorreu depois do evento. "Foi a famosa 'carona da morte'", afirmou.
O pedreiro Juscelino de Matos, de 53 anos, contou que o filho, de 18 anos, chegou a ser levado para o Hospital de Base com um corte na boca e no supercílio, além de uma perna quebrada. “Se tivessem socorrido mais rápido, tinham salvado a vida do meu filho. Eles podiam ter feito um cerco, pelo menos meu filho estaria preso, mas vivo.”
O garoto era filho único e havia se alistado recentemente no Exército. “A gente sabe que ele não vai mais voltar, mas esses policiais precisam pagar pelo que fizeram.”

STF autoriza prisão em casa para João Paulo Cunha


joão paulo cunha -
O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, autorizou o ex-deputado do PT João Paulo Cunha a cumprir em regime aberto o restante da pena recebida no processo do mensalão. Atualmente no semiaberto, Cunha pode sair durante o dia para trabalhar, mas retorna à noite para a prisão. Ao progredir para o regime aberto, ele poderá cumprir em prisão domiciliar a pena imposta por peculato e corrupção passiva. As informações são doEstadão.
Condenado a seis anos e quatro meses de prisão, o ex-deputado é o único do núcleo político do mensalão que ainda não havia recebido a progressão de regime. Desde o ano passado, o ex-ministro José Dirceu e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares já cumprem pena em casa.Antes de deixar a prisão, Cunha deverá passar por uma audiência na Vara de Execuções das Penas e Medidas Alternativas do Distrito Federal, onde irá receber as orientações para cumprimento da pena em regime aberto.
Em dezembro, embora Cunha já tivesse cumprido o tempo de prisão necessário para progredir de regime e tivesse bom comportamento carcerário, Barroso negou ao ex-deputado a passagem para o regime aberto. Isso porque Cunha não havia comprovado o pagamento de R$ 536,4 mil para a administração pública, o equivalente ao ressarcimento pelo dano causado com o crime de peculato praticado.
No início deste mês, o deputado conseguiu comprovar o pagamento dos R$ 531 mil faltantes do valor total. Ele já havia pago R$ 5 mil em dezembro. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recomendou ao STF que autorizasse a progressão de regime, após a comprovação do ressarcimento.
Barroso apontou, na decisão desta quarta-feira (18), que os valores recolhidos por Cunha correspondem ao mínimo fixado pela decisão do STF que determinou a reparação do dano.
O regime aberto deveria ser cumprido em casa do albergado. Como esse tipo de estabelecimento não existe no Distrito Federal, os presos são autorizados a passar o restante da pena em prisão domiciliar, desde que atendidos alguns requisitos, como o dever de permanecer em casa das 21h às 5h, comparecer bimestralmente em juízo, nunca andar em companhia de outros condenados, não frequentar bares, entre outros.

Como o impeachment pode tornar Cunha presidente da República


Eduardo-Cunha
de André Gonçalves, Conexão Brasília – Gazeta do Povo:
A revista britânica The Economist já pescou o burburinho causado no Congresso Nacional pelo novo presidente da Câmara dos Deputados,Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Na semana passada, comparou Cunha a Frank Underwood, protagonista da série americana House of Cards. A produção trata de um deputado que manobra (e consegue) chegar à presidência dos EUA sem participar de eleições diretas.
A publicação não chegou a uma comparação detalhada, mas é possível Cunha assumir o Palácio do Planalto em um curto espaço de tempo, beneficiado por brechas similares. Tudo depende de um impeachment duplo de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) depois da primeira metade do atual mandato (2015-2018).
Pela Constituição, seria realizada uma eleição indireta entre os 594 deputados federais e senadores. Na prática, Cunha precisaria de 298 votos para se tornar presidente – o que equivale a 0,0002% dos 142.822.046 eleitores brasileiros aptos a votar em 2014.
Na ponta do lápis, Cunha precisaria mesmo de 31 votos, partindo do número de 267 deputados que já votaram nele para presidir a Câmara.

Moro nega soltura de quatro executivos da Lava Jato


ricardo pessoa - lava jato
O juiz federal Sérgio Moro negou a soltura de quatro executivos acusados de participar do esquema de desvio de recursos públicos da Petrobras investigado pela operação Lava Jato. A decisão foi divulgada nesta quinta-feira (19) pela Justiça Federal do Paraná. No despacho, Moro decretou nova prisão preventiva contra os executivos, que já estão presos há três meses. As informações são do UOL.
Os executivos que tiveram os pedidos de revogação de prisão negado pelo juiz foram João Ricardo Auler, Dalton dos Santos Avancini e Eduardo Hermelino Leite, da construtora Camargo Corrêa, e Ricardo Ribeiro Pessoa, da UTC. Os quatro foram presos na sétima fase da operação Lava Jato, em novembro de 2014.
Segundo o despacho do juiz, a nova decretação de prisão contra os executivos aconteceu porque ainda há “risco à ordem pública” e à “integridade da Justiça”. A prisão preventiva não tem prazo fixo de duração, ao contrário da prisão temporária, cujo prazo é de cinco dias.
No despacho, o juiz federal afirma que o pagamento de propina pelas empreiteiras investigadas pela Polícia Federal e o Ministério Público foi mantido após o início da operação. “[É] necessário, infelizmente, advertir com o remédio amargo as empreiteiras de que essa forma de fazer negócios com a administração pública não é mais aceitável – nunca foi, na expectativa de que abandonem tais práticas criminosas.”
A decisão de Moro acontece um dia depois de ele ter criticado, em outro despacho, os encontros mantidos por advogados de empreiteiras e executivos com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.
No último sábado (14), reportagem do jornal “Folha de S. Paulo” revelou que Cardozo manteve três encontros com advogados de réus da operação Lava Jato. Moro classificou o episódio como “intolerável”.

Filho de Eike Batista absolvido no caso de morte de ciclista


Thor-Batista-presta-depoimento-sobre-o-atropelamento-com-mort
Wanderson Pereira dos Santos morreu após ser atingido pela Mercedes-Benz do filho de Eike Batista, Thor Batista
Em julgamento de recurso, Thor Batista foi absolvido pela Justiça do Rio da acusação do atropelamento que causou a morte de um ciclista na BR-040 em 2012. Um ano após o acidente, Thor foi condenado pela juíza Daniela Barbosa, da 2ª Vara Criminal de Duque de Caxias, mas os advogados recorreram e conseguiram a vitória judicial. A nova decisão é dos desembargadores da 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Ainda cabe recurso a esta decisão de 2ª instância.
De acordo com a assessoria do TJ, os desembargadores decidiram pela absolvição porque “não há provas suficientes” para a condenação. Na época do atropelamento, um primeiro laudo pericial da Polícia Civil apontou que o rapaz dirigia a pelo menos 135 km/h no momento do choque. No entanto, essa informação foi revista pelo Departamento Geral de Polícia Técnico e Científica (DGPTC), que definiu que a velocidade de Thor na hora do atropelamento estava entre 100 e 115 km/h. O primeiro laudo foi retirado do processo.
Wanderson era ajudante de caminhão, tinha 30 anos, e passava de bicicleta pela pista sentido Rio, na descida da Serra, quando foi atingido pelo carro do filho mais velho de Eike, uma Mercedes-Benz SLR McLaren prata. Thor voltava de Petrópolis com um amigo quando aconteceu o acidente. Ele chegou a deixar o local do crime, mas se apresentou na 61ª Delegacia de Polícia (Xerém), onde o caso foi registrado como homicídio culposo provocado por atropelamento.
Thor e o ciclista foram considerados responsáveis pelo acidente. Segundo o inquérito policial sobre o caso, o filho de Eike dirigia de maneira imprudente. Mas a vítima, segundo exames realizados pela perícia, estava alcoolizada. Logo após o acidente, Thor se submeteu ao teste do bafômetro, que não indicou qualquer consumo de álcool pelo jovem. Thor chegou a fazer um acordo financeiro com a família do ajudante de caminhão.

Prefeito de Piraquara tem bens bloqueados


unnamed
Aliado de primeira hora da senadora Gleisi Hoffmann (PT), o prefeito de Piraquara, Professor Marquinhos (PDT) teve os bens bloqueados pela Justiça devido a irregularidades na iluminação de Natal da cidade. Em ação na justiça, o MP alegou que a contratação por dispensa de licitação de uma empresa para o serviço de iluminação pública natalina, no valor de R$ 149 mil, contrariou a orientação da Procuradoria do município.
A contratação foi autorizada pelo prefeito depois que a empresa vencedora da concorrência não apresentou a documentação exigida. O prefeito autorizou que a empresa fosse contratada assim mesmo, alegando que a prestação do serviço era emergencial. Em sua decisão, a juíza substituta Juliana Barboza afirma que “há indícios suficientes de que houve prejuízo ao erário”.
A juíza também entendeu que a iluminação pública natalina não se enquadra na modalidade de emergência. A decisão determina o bloqueio de R$ 149 mil do prefeito, além de suspender possíveis alienações de imóveis a terceiros e proibir a transferência de veículos a outras pessoas.

Professor Lemos do PT está sendo colocado de lado pelos colegas


unnamed
Em pelo menos duas ocasiões na semana passada, a vida dos deputados estaduais paranaenses ficou em risco na Assembleia com a invasão dos professores. A primeira, quando ficaram encurralados em uma pequena sala nos fundos do plenário, a mercê da multidão que poderia abrigar algum desequilibrado. A segunda, foi quando um grupo de professores e militantes derrubou as cercas da Assembleia e cercou os deputados que faziam uma sessão no 5º andar do prédio da Presidência.
O principal arquiteto desses ataques foi o deputado petista Professor Lemos, conhecido na Assembleia como “Professor Aloprado”.
Pelo oportunismo político, que foi longe o suficiente para colocar a vida dos colegas em perigo, Lemos conseguiu o repúdio unânime dos deputados. Nesta quinta-feira (19), quando sentou na mesa do restaurante da Assembleia (o restaurante dos deputados é composto por duas mesas grandes), todos que estavam sentados levantaram e o deputado petista teve de comer sozinho.

Bruce Dickinson, vocalista do Iron Maiden, é diagnosticado com câncer na língua


Da Redação

Considerado um dos melhores vocalistas do mundo, Bruce Dickinson, do Iron Maiden, vem enfrentando um câncer na língua. De acordo com comunicado postado no Facebook oficial da banda, o músico descobriu o tumor pouco antes do Natal, durante uma consulta de rotina.
IRON MAIDEN FRANKFURT 12th June 2013 by JOHN McMURTRIE
Foto: Divulgação
“Após testes e biópsias, foi revelado um pequeno tumor cancerígeno na parte de trás da língua. Ontem, sete semanas de tratamento de quimioterapia e radiologia foram concluídas e, como o tumor foi pego nos estágios iniciais, o prognóstico felizmente é extremamente positivo”, disse o comunicado. Tanto que a expectativa da equipe média é que o vocalista do Iron Maiden se recupere até o fim de maio.
A volta aos palcos, porém, ainda pode demorar um pouco mais. A banda pediu a paciência e compreensão dos fãs para que privacidade de Bruce e de sua família sejam respeitadas.
O Iron Maiden já se apresentou cinco vezes em Curitiba. A última aconteceu logo após o Rock in Rio de 2013 e lotou o Bioparque.
.

Após meses de espera, governo entrega marca-passo para bebê internada em Curitiba


Por Felipe Ribeiro

Após quase seis meses de luta judicial, o Governo do Estado entregou nesta quinta-feira (19) o aparelho que possibilita a bebê Isabelly Vitória, de um ano e seis meses, a deixar o Hospital de Clínicas de Curitiba e retornar para a sua casa, no interior do Paraná. Moradora de Rolândia, no norte do estado, Isabelly sofre de uma imunodeficiência grave e agora deve passar por um procedimento cirúrgico entre os dias 25 e 27 de fevereiro.
isabellyfora
Foto: Reprodução
Avaliado em R$ 500 mil, a entrega do aparelho pelo Governo do Estado a bebê foi determinada pela 2.ª Vara de Fazenda Pública de Londrina. Durante este período, outra criança recebeu o mesmo aparelho e o marca-passo entregue hoje chegou a ser enviado para a Argentina por engano.
A pequena Isabelly apresentou problemas de saúde dias logo após o nascimento, ao apresentar imunodeficiência primária celular combinada grave. Ela passou por uma cirurgia de doação de medula. A doação da mãe aconteceu no mês de setembro mas, desde então, foram várias foram as tentativas de retirá-la da ventilação mecânica.
Antes de conseguir o aparelho, o Sistema Único de Saúde (SUS) sempre alegava que o equipamento não poderia ser adquirido em razão do alto custo. Sem condições de pagar pela compra e pela cirurgia, a família da criança entrou na Justiça nesta semana pedindo para que o Governo do Paraná fornecesse o marca-passo, o que aconteceu agora.
No Facebook, a família da criança agradeceu, principalmente o apoio de todos. “É com muita alegria que venho trazer essa notícia. O marca-passo já está no HC e só falta a cirurgia, vamos continuar orando para que tudo dê certo”, postou.

Negociações avançam e governo pede fim da greve dos professores


sciarra-casa-civil
O Governo do Estado assumiu compromissos de não alterar direitos e benefícios dos servidores públicos durante reunião hoje com representantes do sindicato dos professores. O secretário Eduardo Sciarra, que comandou o encontro, também afirmou que qualquer alteração no plano de previdência do funcionalismo será amplamente debatido. Ele ressaltou ainda que as rescisões dos professores temporários – PSS – serão pagas integralmente na próxima terça-feira, dia 24. São R$ 82 milhões. Com relação ao terço de férias, os pagamentos foram agendados para fevereiro (R$ 12 milhões), março e abril, em duas parcelas iguais de R$ 72 milhões. O governo também assumiu compromisso de discutir questões da organização das escolas com os professores. Sobre este último item haverá novo encontro com o secretário Fernando Xavier Ferreira (Educação) e a direção da APP-Sindicato nesta sexta-feira. Com o avanço nas negociações o governo pede o início das aulas no menor prazo possível.

Prefeitura de Colombo Informa: Serviços de roçada, tapa buracos e patrolamento acontecem em bairros do município


WEBMASTER 19 DE FEVEREIRO DE 2015
A Prefeitura Municipal de Colombo por meio da secretaria de Obras e Viação informa aos pedestres e motoristas que passam pelas ruas do município que realiza durante esta semana as seguintes obras:
Prefeitura Informa: Serviços de roçada, tapa buracos e patrolamento acontecem em bairros do município
Prefeitura Informa: Serviços de roçada, tapa buracos e patrolamento acontecem em bairros do município
Roçada:
Bairro Jardim Paraná
Avenida São Gabriel
Rua Jerônimo Alberti
Bairro Santa Gema
Bairro Itajacuru
Tapa buracos:
Rua Abel Scuissiato
Rua Presidente Faria
Rua dos Eucaliptos
Rua Huxley
Avenida Argentina
Rua Colômbia
Rua Aquiles Stenghel Coller
Rua Neriman Nezetli
Rua Quintino Bocaiuva
Avenida São Gabriel
Patrolamento:
Ruas: Conselheiro Saraiva, Curitiba, Pará, Rio Grande do Norte, Caremon, Vicente Goschi, Adis Abeba, Saara, Guaratuba, Jacarezinho, Mariluz, Palotina, Afonso Strapasson, Carlos Fontoura Falavinha, Francisco Appel, Esperança Adreatta Lazaroto, Joaquim Nabuco, São Tomhaz de Aquino, Izaias Cardoso, Hilario Alves Cordeiro, Somalia, Deoclecio Valente, Antonio Benato, Ilidio Dalprá, Angola, Aloizio de Azevedo, Atenas, José Strapasson, TV Antonio Sgoda, José Sgoda, Jesé Dias de Camargo, Feres Felipe Daier.
Colocação de Manilhas:
Rua Mandirituba
Rua Antonio Ferrarini
Rua TV Antonio de Paula
Rua TV Arestides Jordão
Para tanto é preciso atenção redobrada dos condutores em função de ter homens e máquinas nestes locais realizando os serviços.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

TCE diz que tarifa deveria baixar em Curitiba com desintegração econômica do transporte


Da Redação com TCE-PR

Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) declarou que deve ampliar a Auditoria da Tarifa do transporte, levando em consideração que, com a desintegração financeira, o valor deveria baixar na capital. Segundo técnicos do órgão, o aumento levanta a hipótese de que a Urbanização de Curitiba (Urbs) estaria obtendo um lucro maior na operação.
Em sessão nesta quinta-feira (19), o TCE-PR negou, pela sexta vez, um recurso proposto pela Urbs contra o trâmite da Auditoria da Tarifa. O processo, que tem como relator o conselheiro Nestor Baptista, deverá ser votado na próxima quinta (27).
tarifa-onibus
(Foto: Divulgação)
A Urbs já ingressou com dois embargos de declaração, dois recursos de agravo e dois de revisão. Os expedientes são protelatórios, uma vez que, pelo Regimento Interno do TCE-PR, existe um prazo para análise a cada recurso, antes do processo retornar ao gabinete do relator, a quem compete encaminhar para julgamento.
Irregularidades
O processo da auditoria da tarifa tem 37 interessados, 573 peças nos autos principais e mais 969 peças em anexos. Realizado em setembro de 2013, o trabalho mostrou que a tarifa do transporte coletivo de Curitiba poderia ser 16,7% menor do que a vigente à época, de R$ 2,70. O documento relaciona 40 irregularidades, encontradas pela equipe de fiscalização nomeada especialmente para averiguar os contratos da Prefeitura de Curitiba com as empresas de transporte.
Entre as principais falhas apontadas estão indícios de cartelização do sistema, irregularidades na composição de custos e concessão de gratuidades e fragilidade da fiscalização do Sistema de Bilhetagem Eletrônica, que afere a quantidade de passageiros transportados diariamente. Diante dessas constatações, a equipe de auditoria recomendou a anulação da licitação que originou os contratos vigentes e a realização de uma nova concorrência.
O relatório tem 253 páginas e é resultado de três meses de trabalho. Neste período, a comissão de auditoria, formada por seis servidores do Tribunal, fez diversas visitas técnicas aos órgãos fiscalizados, inspeções in loco, entrevistas e estudos técnicos. O Relatório completo está publicado no portal do TCE na internet: Relatório de Auditoria – Urbs.
Urbs
Em nota, a Prefeitura de Curitiba informou que a Urbs prestou todas as informações solicitadas e aguarda o julgamento.

Aeronave cai em mata e 4 pessoas morrem em Bueno Brandão, MG


Monomotor caiu na região do bairro da Torre no início da tarde desta quinta.
Corpo de Bombeiros confirmou a morte de quatro ocupantes.

Daniela AyresDo G1 Sul de Min
Segundo Corpo de Bombeiros, aeronave caiu entre árvores em Bueno Brandão (Foto: Polícia Militar)Segundo Corpo de Bombeiros, aeronave caiu entre árvores em Bueno Brandão (Foto: Polícia Militar)
Quatro pessoas morreram depois que um avião monomotor Cessna com prefixo PTKBV caiu na zona rural de Bueno Brandão (MG) no início da tarde desta quinta-feira (19). Segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave caiu em meio a uma mata de difícil acesso no bairro da Torre. Ainda conforme os bombeiros, a aeronave bateu em galhos e se despedaçou.
Conforme apurou a reportagem do G1 no local, testemunhas disseram que o avião perdeu altitude até bater nas árvores. Três vítimas já foram identificadas e uma quarta ainda não teve o nome divulgado. Morreram no acidente o piloto Eduardo Laurentiz de Caiado Castro; Talita Mariana Fornel, de 28 anos e Júlia de Salles Caiado Castro, de 25 anos. O documento de um dos donos do avião, Denilton Burbolin Salles, de 54 anos, foi encontrado dentro da aeronave, o que levou as autoridades a acreditarem que ele seria a quarta vítima. No entanto, ele não estava no aparelho.
"Foi um estrondo muito grande. Era meio-dia, a gente estava na lavoura de batata aqui perto quando a gente ouviu o barulho do avião caindo e o estrondo. A gente não viu o avião, só ouviu o barulho", disse o lavrador Salvador José Mariano, de 60 anos, que chamou a polícia.
Conforme informações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave havia decolado de Paraty (RJ) com destino a Ribeirão Preto (SP). O último contato com a aeronave foi feito na região de Bragança Paulista (SP). No perfil de uma das vítimas em uma rede social, foi postada uma foto que mostra o grupo dentro do avião. Eles teriam passado o carnaval em Paraty.
Ainda conforme os bombeiros, existem destroços por uma área extensa próxima ao local do acidente. O local está sendo preservado e uma equipe do Cenipa, da Aeronáutica, fará a perícia.
Vítima postou em perfil de rede social uma foto com o grupo dentro do avião (Foto: Reprodução Facebook)Vítima postou em perfil de rede social uma foto com o grupo dentro do avião (Foto: Polícia Militar / Reprodução Instagram)
Conforme Anac, monomotor decolou de Paraty (RJ) com destino a Ribeirão Preto (SP) (Foto: Daniela Ayres / G1)Conforme Anac, monomotor decolou de Paraty (RJ) com destino a Ribeirão Preto (SP) (Foto: Daniela Ayres / G1)
Aeronave cai em área de difícil acesso na zona rural de Bueno Brandão (Foto: Daniela Ayres / G1)Aeronave cai em área de difícil acesso na zona rural de Bueno Brandão (Foto: Daniela Ayres / G1)