Imagens do Estado Islâmico mostra sniper em ação


Analista compara filme com 'Sniper americano', de Clint Eastwood.
Nas imagens, inimigos são fuzilados e se seguem gritos de 'Alá é grande!'.

Do G1, em São Paulo
Vídeo mostra o que seriam inimigos do Estado Islâmicos sendo fuzilados à distância por snipers (Foto: Reprodução)Vídeo mostra o que seriam inimigos do Estado Islâmicos sendo fuzilados à distância por snipers (Foto: Reprodução)
Um vídeo divulgado na internet e identificado como sendo do grupo jihadista Estado Islâmico (EI)  mostra o que seriam assassinatos cometidos por um atirador de elite, um sniper, no leste da Síria. "Será esta a resposta do EI ao filme 'Sniper Americanor'?", questionou no Twitter a diretora do Site Intel Group, Rita Katz, organização que monitora a atividade jihadista na rede. Ela se refere aorecém-lançado filme hollywoodiano dirigido por Clint Eastwood.
O vídeo é bastante elaborado, como são as "produções" anteriores do Estados Islâmico. Trata-se de uma coleção de sequências em que as vítimas são mostradas à distância em imagens granuladas, possivelmente pelo uso de zoom. Ouvem-se disparos e gritos de "Alá é grande", quando o alvo é atingido. Efeitos de miras telescópicas foram adicionados na edição, que conta também com trilha e efeitos sonoros.
Vídeo do Estados IslÂmico também mostra preparo do atirador (Foto: Reprodução)Vídeo do Estados IslÂmico também mostra preparo do atirador (Foto: Reprodução)
O Estado Islâmico é um grupo radical que surgiu a partir do braço iraquiano da Al-Qaedano Iraque, dirigido por Abu Bakr al-Bagdadi. Em abril de 2013, o líder anunciou que o grupo se fundiria à Frente Al-Nosra, outro grupo jihadista presente na Siria. O EI nunca jurou lealdade ao chefe da Al-Qaeda, mas o grupo defende o mesmo tipo de ideologia jihadista. O grupo conseguiu recrutar milhares de combatentes e tomou o controle de importantes territórios da Síria e do Iraque.

Em junho do ano passado, o EI proclamou um califado nas áreas invadidas, e pediu a todos os muçulmanos que jurassem fidelidade ao seu líder, al-Bagdadi, eleito califa – que significa, literalmente, o sucessor do profeta como chefe da nação e líder da comunidade muçulmana.
Desde agosto do ano passado, o grupo divulga vídeos em que seus combatentes decapitam reféns ocidentais. Recentemente, publicou um video em que mostra a execução de 21 cristãos coptas egípcios sequestrados na Líbia
O avanço do grupo provocou a reação de países ocidentais, que formaram uma coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos, e bombardeiam alvos do grupo jihadista. O recrutamento de combatentes fora de sua zona de combate também preocupa a Europa e os Estados Unidos.

Atualmente, a Grã-Bretanha está em alerta após a fuga de três jovens que teriam ido à Síria. Em janeiro, um dos terroristas que realizou ataques em Paris, Amedy Coulibaly, disse pertencer ao EI. Coulibaly matou um policial em 8 de janeiro e quatro pessoas em um supermercado judeu no dia 9.
A aparência de mira telescópica foi adicionada com edição (Foto: Reprodução)A aparência de mira telescópica foi adicionada com edição (Foto: Reprodução)

Celular filma últimos momentos de jovem morto por PM no Rio


PM afirmou que trio participava de confronto contra os policiais na favela.
Sobrevivente nega versão e corporação diz que afastou PMs após vídeo.

Do G1 Rio
O jovem que morreu na sexta-feira (20) baleado na Favela da Palmeirinha, em Honório Gurgel, Zona Norte do Rio, registrou com o celular os últimos minutos da própria vida. Ele conversava e gravava um vídeo com amigos no momento em que levou um tiro. A Polícia Militar, que fazia uma operação na comunidade, afirmou, no dia, que o grupo foi atingido em confronto. Mas um outro rapaz que também acabou baleado nega essa versão da PM. As imagens do vídeo podem ajudar a esclarecer o que aconteceu.

O vídeo registra um momento de diversão entre três amigos. Dois deles estavam de bicicleta. Um minuto e quinze segundos depois do início da gravação, os jovens correram. Logo, tiros são ouvidos. “Corri atrás dele só pra pegar o celular, pra ele parar de gravar”, explicou Chauan Jambre Cezário, uma das vítimas.

Segundo testemunhas, os policiais tentaram justificar o fato de os rapazes terem sido baleados, afirmando que eles entraram no meio da troca de tiros entre os PMs e criminosos.
Chauan está com uma bala alojada no peito. O amigo dele, Alan de Souza Lima, de 15 anos, não resistiu. O celular estava nas mãos de Alan e caiu no chão, mas continuou gravando. O vídeo permite ouvir a agonia dos feridos e as vozes de dois homens, que seriam policiais militares. Um deles pergunta aos garotos por que eles correram. “A gente tava brincando, senhor”, responde um dos rapazes.
Chauan foi baleado no peito e sobreviveu, desmentindo a versão da PM (Foto: Reprodução / TV Globo)Chauan foi baleado no peito e sobreviveu, desmentindo a versão da PM (Foto: Reprodução / TV Globo)
Em nota divulgada no sábado (21), a Polícia Civil informou que os jovens ficaram feridos durante um confronto com PMs e que na ação foram apreendidos um revólver e uma pistola. Ainda segundo a nota, Chauan foi autuado em flagrante por porte de arma e resistência.
Na madrugada de sábado, o caso provocou um protesto violento na Avenida Brasil. Um ônibus e um caminhão foram queimados. A via expressa ficou interditada por quase quatro horas.
Vídeo mostra momento em que jovens são baleados na Palmeirinha, rio (Foto: Reprodução / TV Globo)Em diálogo, testemunha diz a PM que baleado é
'morador' (Foto: Reprodução / TV Globo)
Chauan mora na Baixada Fluminense, mas decidiu passar o fim de semana na casa do patrão, na Favela da Palmeirinha, para economizar dinheiro de passagem. Ele vende mate na Praia de Ipanema. “Justiça. Só isso. Que prove a minha inocência. Eu não sou bandido”, afirmou o rapaz.

Assim que tomou conhecimento do vídeo, o comando da PM determinou o afastamento dos policiais envolvidos na ocorrência e também a abertura imediata de um inquérito policial militar. Porém, a corporaão não divulgou os nomes destes PMs.

A Polícia Civil, que investiga o caso, já recebeu uma cópia do vídeo. Os investigadores pretendem ouvir testemunhas e aguardam o resultado do exame feito nas armas dos policiais.

Chuva põe regiões de SP em alerta, trava linhas de trem e motorista morre eletrocutado

Motorista foi eletrocutado após árvore atingir fio em Santa Cecília.
Cidade teve recorde de trânsito no ano: foram 294 km de filas às 19h.

Do G1 São Paulo
Fiação atingiu homem que descia do carro na Rua Tupi (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)Fiação atingiu homem que descia do carro na Rua Tupi (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)

VEJA VÍDEO

Vias no Centro, na Zona Leste e no ABC ficaram travadas após o transbordamento do Rio Tamanduateí e do Córrego da Mooca. A cidade teve recorde do ano com 294 km de filas às 19h.
O temporal que atingiu bairros de São Paulo e cidades da região metropolitana nesta quarta-feira (25) deixou um eletrocutado na Rua Tupi, em Santa Cecília, na região central, travou linhas da CPTM e fez a cidade enfrentar trânsito recorde.
Por causa de um raio, a circulação na Linha 7-Rubi foi interrompida no trecho entre Luz e Pirituba. O problema na Linha 7 começou às 17h45 e seguia por volta das 20h20. Na Estação Palmeiras-Barra Funda, passageiros protestaram depredando um trem, a bilheteria e luminárias. A Polícia Militar foi chamada para reforçar a segurança na estação.

Também foram afetadas as linhas 10-Turquesa e 8-Diamante, mas a circulação foi retomada ao fim da tarde em ambas. A Linha 10 ficou paralisada entre 15h e 18h30. A Linha 8 deixou de circular entre 17h10 e 17h35.

As linhas 1-Azul, 2-Verde, e 3-Vermelha do Metrô funcionaram com velocidade reduzida.

Morte na Rua Tupi
Houve quedas de árvores em diversos bairros. Na região de Santa Cecília/Pacaembu, uma árvore caiu e derrubou fios sobre um carro estacionado na Rua Tupi. O administrador de empresas José Machado, de 47 anos, foi atingido quando saía do veículo e morreu ainda no local. O irmão dele, Walmir Donizete Machado, contou que José tinha ido para uma entrevista de emprego na região.
Queda de árvore interdita via na região central de SP (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)Queda de árvore interdita Rua Tupi. (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)
Também houve queda de árvore na Rua Traipu, em Perdizes, na Zona Oeste. Houve registro de queda na Rua Terezinha, na Vila Formosa, Zona Leste de São Paulo, e na Rua Voluntários da Pátria, em Santana, na Zona Norte.
Leitores do G1 registraram quedas de árvores na Mooca, em Higienópolis e na Bela Vista.
Na Rua Almirante Marques Leão, na altura do número 656, na Bela Vista, o leitor Vitor Caires conta que os galhos de uma árvore também bloquearam parte da via. Segundo ele, a árvore ficou pendurara nos fios e houve queda de energia elétrica durante a chuva.
Em Higienópolis, uma árvore caiu sobre a portaria de um prédio residencial na Rua Veiga Filho. Na Mooca, a queda da árvore derrubou um poste.
Transbordamentos de rio e córrego
O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura, colocou todas as regiões em estado de atenção às 16h10. Mas já havia regiões em atenção por causa da chuva desde 13h30. Segundo o CGE, choveu 96 milímetros em uma hora.
Quatro pontos foram afetados por transbodamentos e entraram em estado de alerta:
- Subprefeitura de Vila Prudente, devido ao transbordamento do Córrego da Mooca, perto da Avenida Anhaia Melo;
- Subprefeitura do Ipiranga, por causa do transbordamento do Rio Tamanduateí;
- Subprefeituras da Mooca e da Sé porque o Rio Tamanduateí transbordou na altura do Mercado Municipal e o alagamento alcança as duas regiões.
Alagamentos
A cidade chegou a ter nove pontos de alagamento intransitáveis. Por volta das 19h permaneciam intransitáveis cinco pontos.

- Rua 25 de Março, no Centro, perto da Rua Comendador Afonso Kherlakian.
- Rua Ibitirama, na Vila Prudente, perto da Rua do Orfanato.
- Rua Capitão Pacheco Chaves, perto da Rua José Zappi.
- Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, em ambos os sentidos, da Rua Amparo à Rua Ituverava.
- Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, em ambos os sentidos, perto da Avenida Salim Farah Maluf.
Às 19h, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) somou 294 km de ruas e avenidas congestionadas, maior índice do ano. O recorde absoluto foi registrado em 23 de maio de 2014, às 19h, quando a cidade alcançou 344 km de filas.
  •  
Arvore interdita rua  (Foto: Reprodução/ TV Globo)Árvore interdita Rua Traipu, em Perdizes, na Zona Oeste de São Paulo (Foto: Reprodução/ TV Globo)
Carros sobem no canteiro central da Avenida Anhaia Mello, na região da Mooca, para fugir de alagamento (Foto: Reprodução/TV Globo)Carros sobem no canteiro da Avenida Anhaia Mello para fugir de alagamento (Foto: Reprodução/TV Globo)
  •  
Carreta Avenida Anhaia Melo (Foto: Reprodução/TV Globo)Carreta ficou parada na Avenida Anhaia Mello. (Foto: Reprodução/TV Globo)
Alagamento em estação de trem no ABC (Foto: Reprodução/ TV Globo)Alagamento em estação de trem da CPTM no ABC (Foto: Reprodução/ TV Globo)
Forte chuva atinge a região da avenida Paulista na tarde desta quarta-feira; acompanhada de granizo, tempestade durou poucos minutos e contou com ventos fortes. (Foto: CARLA CARNIEL/FRAME/FRAME/ESTADÃO CONTEÚDO)Forte chuva atinge a região da avenida Paulista. (Foto: Carla Carniel/Frame/Estadão Conteúdo)
  •  
Semáforo queimado na Avenida Faria Lima  (Foto: Paulo Toledo Piza)Semáforo queimado na Avenida Faria Lima. (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)
Rede elétrica rompida na Zona Leste de São Paulo (Foto: Reprodução/TV Globo)Rede elétrica rompida na Zona Leste de São Paulo. (Foto: Reprodução/TV Globo)
Carros ficam debaixo d'água na região da Mooca durante temporal na tarde desta quarta-feira (Foto: Reprodução/TV Globo)Carros ficam debaixo d'água na região da Mooca durante temporal. (Foto: Reprodução/TV Globo)
  •  
Alagamento bloqueia Avenida Anhaia Mello, na região da Mooca, na tarde desta quarta-feira (Foto: Reprodução/TV Globo)

Virou politicagem. O PT quer prorrogar a greve ao máximo


unnamed
O governo fez todas as concessões, atendeu todas as exigências, cedeu o que podia e talvez o que não fosse recomendável ceder. Pois, pois, os professores agora continuam a sua greve e manifestações por conta da agenda política, estimulados pela direção sindical e partidária que domina o movimento. Sem simulações ordinárias, só o Padre Aneico não sabe que a APP é controlada pelo PT. Mais, por uma facção do PT onde fulgura o fotogênico Professor Lemos, hoje deputado da corporação.
Para enrolar a pauta e prorrogar a greve ao máximo, a direção da APP se desdobra em manobras pouco éticas se pensarmos nas crianças fora da sala de aula. Depois da terceira rodada de negociação e com os pontos acordados ou solucionados na pauta de reivindicação dos professores grevistas, a APP-Sindicato informa a cerca de 1 milhão de alunos sem aula que vai se reunir nesta quinta-feira pela manhã para definir a data da assembleia geral que irá analisar as propostas do governo para decidir a volta ás aulas.
Segundo a APP é necessário o prazo de 48 horas para publicação do edital de chamamento da Assembleia. O governo espera o início das aulas já na segunda-feira, 2 de março. O Sindimoc, por exemplo, ao fechar seus acordos com as empresas, chamam a assembleia e imediatamente e encerram a greve.
Pura desfaçatez. “Só uma assembleia estadual tem autoridade pra definir se uma greve será suspensa ou se terá continuidade. Nós teremos uma reunião na APP-Sindicato amanhã de manhã, com o comando estadual de greve, com a presença das regiões, vamos avaliar todo o contexto da greve em si e se tiver negociação, vamos tirar o calendário, com certeza amanhã ate o meio dia já teremos a data da assembleia estadual que vai definir a continuidade do movimento, ou a suspensão da greve”, diz o presidente da APP, Hermes Leão. pois, pois, as crianças esperam ansiosas a assembleia geral que a APP do PT estáq a providenciar.

Juiz determina suspensão do WhatsApp no Brasil


whatsapp_2
d’O Globo:
Investigação de crimes de pedofilia motivou decisão da Justiça do Piauí, segundo secretaria de segurança do estado.
O juiz da Central de Inquérito da Comarca de Teresina, do Tribunal de Justiça do Piauí, Luiz Moura Correia, determinou que todas as companhias de telefonia suspendam temporariamente o funcionamento do aplicativo Whatsapp no Brasil, “até o cumprimento de ordem judicial”.
Ele não informou o motivo da decisão, explicando que a ação tramita em segredo de Justiça. Mas a Secretaria estadual de Segurança Pública do Piauí comunicou que a suspensão foi determinada porque a empresa fornecedora do aplicativo de mensangens não tirou de circulação imagens de crianças e adolescentes expostas sexualmente, objeto de investigação da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Teresina. O órgão informa que os processos que levaram à determinação começaram em 2013.
A decisão foi tomada em 11 de fevereiro e, segundo a secretaria, as empresas de telefonia foram comunicadas a respeito em 19 de fevereiro, por meio de um ofício do delegado Éverton Ferreira de Almeida Férrer, do Núcleo de Inteligência da secretaria. O prazo para a suspensão é de 24 horas e atinge os domínios whatsapp.net e whatsapp.com. As companhias estariam recorrendo da decisão.
Procurado, o WhatsApp ainda não se manifestou sobre o caso. O Facebook, dono do aplicativo desde o ano passado, informa que as operações das duas companhias são independentes e não vai se posicionar sobre a questão.
“Suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial , em todo território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento, o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net e whatsapp.com em seus nomes e ainda todos números de IP (Internet Protocol) vinculados aos domínios já acima citados”, determina o juiz Luiz Moura Correia.
Ele diz, em sua sentença, que as empresas de telefonia devem suspender o tráfego de informações, de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros de dados pessoais ou de comunicações entre usuários do serviço e servidores do aplicativo.
O mandado judicial foi encaminhado aos provedores de infraestrutura (Backbones) e aos provedores de conexão (operadoras de telefonia móvel) entre outras. “Cabe esclarecer que todas as representações e decisões judiciais foram tomadas com base na lei que instituiu e disciplinou o Marco Civil da Internet”, afirma, em nota a Secretaria de Segurança do Piauí.

Operário morre após ser atingido por viga durante reforma de casa


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha
operario
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)

Um operário de 28 anos morreu após ser atingido no peito por uma viga enquanto trabalhava no Jardim das Américas, em Curitiba, na tarde desta quarta-feira (25). O caso aconteceu na Rua Pedro Demeterco.
O rapaz, ainda não identificado, havia sido contratado pelo proprietário de uma casa para uma reforma e desmanchava uma das paredes no momento do incidente. O Siate chegou a ser acionado, mas nada pôde fazer, já que a vítima já estava em óbito.
O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML).

Adolescente de 14 anos é assassinado com tiro no peito em frente à escola municipal


Da Redação com Araucária no Ar


O adolescente Ruan Martins de Souza Pinheiro, de 14 anos, foi assassinado em frente a umaescola municipal em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, no fim da manhã desta quarta-feira (25). O crime aconteceu pouco antes do horário da saída dos alunos, na Rua Mato Grosso, no Jardim Iguaçu.
qaraucaria
Familiares de Ruan não acreditavam no que aconteceu (Foto: Aécio Novitski)
Segundo o Portal Araucária no Ar, Ruan estava na casa de um colega  e, quando saiu até o portão, levou um tiro no peito, que o feriu fatalmente.
A família da vítima esteve no local, mas não quis passar informações. A Polícia Militar (PM) apurou o local de morte, mas poucas informações foram passadas, já que testemunhas não sabiam nem se o autor fugiu a pé ou de carro.
A Delegacia de Araucária investiga o caso.

.

Novas regras para Primeira Habilitação entram em vigor março; confira o que muda


Da AEN-PR


Os 800 Centros de Formação de Condutores (CFCs) com cadastro ativo no Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) devem adotar, a partir de 1º de março, as mudanças na carga horária dos cursos de habilitação previstas na resolução 493/2014 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).
A resolução do Contran estabelece nova carga horária mínima para a categoria B (carros e veículos comerciais leves) e a realização de aulas no período da noite. A alteração também se refere ao uso de simuladores, que é opcional, nas aulas de candidatos à habilitação na categoria “B”.
autoescola
(Foto: Divulgação AEN-PR)
No ano passado, o Detran prorrogou por 90 dias o prazo para que a nova carga horária entrasse em vigor, uma forma de garantir que as mudanças estabelecidas na legislação fossem feitas de forma correta.
Assim, a partir de 1º de março entra em vigor a portaria 635/2014 do Detran, publicada em dezembro de 2014, que exige o cumprimento dos requisitos para processos iniciados desta em diante. Ou seja, aqueles que já estão em processo de habilitação não serão afetados pelas novas regras.
“Estendemos o prazo para que as autoescolas tivessem condições de atender às demandas de alunos e se adequassem aos novos procedimentos e agendas. A mudança na carga horária é necessária para tornar ainda melhor a formação dos novos condutores e fundamental para um trânsito seguro”, explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.
CARGA HORÁRIA – As mudanças não atingem os candidatos à obtenção da Autorização de Circulação e Ciclomotor (ACC) e categoria “A” (motos), que se mantém fazer, no mínimo, 20 horas de aulas práticas para o exame de direção.
Na categoria B, para dirigir automóveis, as atuais 20 horas serão acrescidas de mais cinco horas/aula, havendo a obrigatoriedade de 5 delas serem feitas no período noturno.

Com BR-116 e Minérios bloqueadas, interdições já passam de 50 no Paraná


Por Felipe Ribeiro

Com o fechamento parcial da Régis Bittencourt (BR-116), em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba, chegou a 52 o número de pontos interditados pela greve dos caminhoneiros no Paraná. Por volta das 15 horas desta quarta-feira (25), a categoria restringia o tráfego entre os quilômetros 67 e 68, em ambos os sentidos, o que deixou lento o tráfego na via. Na região metropolitana ainda, a Rodovia dos Minérios foi fechada por volta das 15h30.
bloqueioscaminhoneirosnova
Foto: Divulgação/PRF
O protesto é motivado pelo aumento aumentos dos combustíveis, dos tributos sobre o transporte, como o IPVA, e do alto preço do pedágio no estado. A categoria pede por melhorias nas estradas e a criação de uma tabela com preços fixos a serem cobrados pelo frete por quilômetro rodado, não mais por viagem. Na maioria das rodovias, o tráfego está liberado para carros, ônibus, ambulâncias, carga perecível e carga viva.
O bloqueio se junta aos outros 19 em rodovias federais e 33 em estaduais. Nacionalmente são nove estados com bloqueios.
As federais fechadas são: BR-277, em Guarapuava, Laranjeiras do Sul, Foz do Iguaçu, Irati e Medianeira; BR-376, em Apucarana, Mauá da Serra, Marialva, Nova Esperança, Mandaguaçu, Ponta Grossa; BR-369, em Arapongas, Cornélio Procópio, Mamborê, e Londrina; BR-373, em Coronel Vivida; BR-158, em Peabiru; BR-272, em Campo Mourão; e BR-467, em Toledo.
As estaduais bloqueadas são: PR-323, em Sertanópolis e Paiçandu; PR-466, em Jardim Alegre; PR 160, em Cornélio Procópio; PR 491, em Marechal Cândido Rondon; PR 182, em Toledo, Maripá e Realeza; PR 239, em Nova Aurora; PR 317, em Santa Fé; PR 218, em Astorga; PR 463, em Colorado; PR 558, em Campo Mourão; PR 170, em Guarapuava; PRC 487, em Manoel Ribas; PRC 466, em Pitanga e Guarapuava; PRC 373, em Carambeí; PR 151, em Piraí do Sul; PRC 280, em Palmas, Clevelândia, Mariópolis e Marmeleiro; PR 281, em Chopinzinho; PRC 158, em Vitorino; PR 566, em Itapejara; PRC 280, em; PR 281, em Dois Vizinhos; PRC 280, em; 471 Nova Prata; PR 562, em São João; PR 483, em Francisco Beltrão; PR 18, em Francisco Beltrão; e PR 281, em Chopinzinho.
Decisão judicial
A Advocacia-Geral da União (AGU) conseguiu nesta quarta-feira a liberação das rodovias federais de pelo menos seis estados. Com as decisões, os representantes de entidades de trabalhadores rodoviários e demais participantes de protestos estão proibidos de realizar qualquer bloqueio que impeça a livre circulação de pessoas nas estradas de Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Feira de Santana (BA), Porto Alegre (RS) e Pelotas (RS).
De acordo com o Procurador-Geral da União, Paulo Henrique Kuhn, o objetivo não é impedir o direito de livre manifestação assegurado pela Constituição Federal, mas evitar que tais atos possam prejudicar a população, o transporte de cargas importantes para o país e o abastecimento de regiões. “Esse direito de manifestação não pode ser usado de forma abusiva e comprometer a circulação nas rodovias federais, devido à existência de riscos de acidentes, além das cargas perecíveis, inflamáveis e até tóxicas que estão pelas estradas”.
Em Curitiba (PR), a atuação da AGU conseguiu impedir a ocupação de todas as estradas e rodovias sob jurisdição da Seção Judiciária da capital paranaense, também com multa de R$ 5 mil por hora de descumprimento da determinação, e de igual valor para o condutor que estiver ocupando a via indevidamente, conforme prevê o Código de Processo Civil.

Anúncio explora 'voltinha' de juiz com carro de Eike Batista


Propaganda foi criada pela 11:21 para concessionária da Mercedes.
'Como dar uma voltinha num carrão que ainda não é seu', diz anúncio.

Darlan AlvarengaDo G1, em São Paulo
Anúncio de concessionária traz a chamada: 'Como dar uma voltinha num carrão que ainda não é seu'  (Foto: Divulgação)Anúncio de concessionária da Mercedes trouxe a chamada: 'Como dar uma voltinha num carrão que ainda não é seu' (Foto: Divulgação)
A noticia sobre a conduta do juiz Flávio Roberto de Souza, flagrado no Rio de Janeiro dirigindo o Porsche Cayenne do empresário Eike Batista, apreendido pela Polícia Federal, inspirou um anúncio de oportunidade veiculado nesta quarta-feira (25) no jornal "O Globo".
A propaganda da concessionária AGO exibe a foto de uma Mercedes S500 e convida o público a fazer um test-drive no "carrão", que custa cerca de R$ 400 mil, com o título "Como dar uma voltinha num carrão que ainda não é seu".

"Um dos segredos do anúncio de oportunidade é o timing", disse ao
 G1 Gustavo Bastos, diretor de criação da 11:21. "Enquanto estávamos criando os anúncios para esta quarta, a gente viu essa noticia do juiz dando uma voltinha no carro que não era dele e tivemos a ideia de fazer o anunncio. Foi tudo muito rápido. Fizemos tudo ontem à tarde, quando a repercussão dessa notícia começou a ficar bem grande nas redes sociais. Sentimos que era uma noticia que ia repercurtir muito e que valeria a pena investir. E o cliente também foi muito rápido em aprovar o anúncio".
A agência que criou o anúncio foi a 11:21.
O publicitário destaca ainda que um dos desafios do chamado "marketing de oportunidade" é conseguir brincar com um assunto que esteja no radar sem citar diretamente nenhum dos envolvidos.
"Um dos segredos é, além da rapidez, fazer um anúncio com todo o respeito e cuidado para evitar qualquer tipo de questionamento. As pessoas podem interpretar isso como uma brincadeira com a noticia, mas a gente não cita ninguém", explica Bastos.
O flagrante foi divulgado pelo jornal Extra. O juiz da 3ª Vara Criminal Federal do Rio conduz a ação em que Eike é acusado de crimes financeiros e teve bens apreendidos em sua casa e na casa de sua ex-mulher Luma de Oliveira. O magistrado pediu ao Detran que uma Toyota Hilux e o Porsche Cayenne fossem transferidos provisoriamente para a Justiça Federal. A corregedoria da Justiça Federal abriu sindicância para apurar o uso do carro pelo magistrado


Mulher denuncia que foi estuprada por padrasto durante 18 anos


Ela conta que nesse tempo engravidou 2 vezes, mas abortou em uma delas.
Homem foi preso tentando fugir, com uma espingarda, de Nova Aurora.

Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera
Uma dona de casa de 31 anos, que preferiu não ser identificada, procurou a Polícia Civil para denunciar que foi estuprada durante 18 anos pelo padrasto, que tem 63 anos, em Nova Aurora, no sudeste de Goiás. Neste período, segundo a vítima, ela engravidou duas vezes do suspeito, mas apenas um filho nasceu. A mulher afirma que a mãe sabia do crime, mas era ameaçada para não contar à polícia.
A vítima disse que os abusos começaram quando ela tinha 13 anos e, desde então, eram frequentes. Após tantos anos sendo violentada, a mulher afirma que decidiu enfrentar as ameaças feitas pelo padrasto e o denunciou. Ele foi preso enquanto tentava fugir da cidade carregando uma espingarda.

Dois anos depois do aborto, a vítima engravidou novamente e deu à luz um menino, que atualmente tem 13 anos. A mulher afirma que a mãe, que ainda é casada com o suspeito, também sofria ameaças do companheiro. “Ele tinha arma dentro de casa, faca e todo tipo de revólver”, disse.
Durante os 18 anos de abuso, a vítima afirma que ficou grávida duas vezes. Na primeira delas, aos 16 anos, a dona de casa afirma que foi obrigada a fazer um aborto. “Ele chegou com um arame de cobre, com plástico. Eu me lembro até a cor do plástico: azul. Ele descascou as duas pontas para o arame entrar e me furar. E foram muitas vezes, muitas tentativas. Eu sentia dor por dentro, mas não podia reagir”, disse.
O suspeito foi preso por posse ilegal de arma de fogo e ameaça. A Polícia Civil ainda espera laudos para comprovar o estupro. Só após os resultados dos exames que o padrasto da vítima poderá ser indiciado por esse crime. O homem aguarda a conclusão da investigação preso na cadeia de Goiandira.
Mulher denuncia que foi estuprada durante 18 anos por padrasto em Nova Aurora, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Mulher denuncia que foi estuprada durante 18 anos por padrasto (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)