Alunos e professores do curso de mestrado em turismo da UFPR visitam o Circuito Italiano de Turismo Rural de Colombo


WEBMASTER 8 DE ABRIL DE 2015

O objetivo foi conhecer a organização turística e agricultura familiar alinhado ao turismo local do município

Secretario da pasta de Turismo, Antonio Ricardo Milgioransa ao lado dos alunos e professores da UFPR
Secretario da pasta de Turismo, Antonio Ricardo Milgioransa ao lado dos alunos e professores da UFPR
Na última quinta-feira, (2), os estudantes do primeiro período de mestrado em Turismo da Universidade Federal do Paraná (UFPR) visitaram o Circuito Italiano de Turismo Rural de Colombo. Na ocasião, o secretário da Indústria, Comércio e Turismo Antônio Ricardo e a diretora municipal de Turismo Aline Martinhago também estavam presentes.
O secretário da pasta de Turismo do município, Antônio Ricardo Milgioransa apresentou o Circuito Italiano de Turismo Rural de Colombo aos alunos e professores do curso, – os alunos têm como objetivo elaborar um estudo de caso sobre o circuito.
“Após a análise e avaliação, eles nos trarão o resultado com críticas construtivas, sugestões e também esperamos elogios. São estudantes com uma ampla experiência, que nos mostrará o ponto de vista deles sobre o nosso trabalho. Acredito que esta troca de experiência e as parcerias contribuam para o nosso crescimento”, enfatiza o secretário.
Os estudantes visitaram quatro empreendimentos do Circuito Italiano de Turismo Rural de Colombo conforme o cronograma estipulado
Os estudantes visitaram quatro empreendimentos do Circuito Italiano de Turismo Rural de Colombo conforme o cronograma estipulado
Para a professora da UFPR, Letícia Bartoszick a visita faz parte da metodologia abordada em sala de aula, onde se discute as relações do turismo com a sociedade, organização, geoturismo, etnias italianas e questões ambientais.
“É importante, que o turismo preserve essa convivência entre o turista e os moradores locais, – cultivando sempre a boa relação com o ambiente. Por isso, essa visita nesta propriedade agroecológica mostra várias alternativas que podem ser trabalhadas em relação a esse assunto”, destaca a professora que leciona a disciplina de “Turismo, Sociedade e Meio Ambiente.
Os estudantes visitaram quatro empreendimentos do Circuito Italiano de Turismo Rural de Colombo conforme o cronograma estipulado. O grupo se reuniu no Posto de informações turísticas, localizado no Parque Municipal da Uva e seguiu para a Chácara Engenho Verde, Pesque-pague e colhe-pague Gasparin e Filhos e por fim, na Vinícola Gasparin.
A visita às propriedades faz parte da metodologia abordada em sala de aula
A visita às propriedades faz parte da metodologia abordada em sala de aula
Segundo a produtora da Chácara Engenho Verde, Rosane de Souza o cultivo orgânico surpreende a todos, que não conhece o plantio. “Nós percebemos que as pessoas desconhecem o nosso cuidado, em relação ao trabalho desenvolvido – em termos de sustentabilidade, cuidados com a água, o solo e o meio ambiente. Mas estamos fazendo esse belíssimo trabalho, não é somente pela televisão que isso acontece”, brinca a produtora.
Já durante a passagem pelo Pesque-pague e colhe-pague Gasparin & Filhos, os universitários conversaram com a consumidora e parapsicóloga, Isabel Socreppa Henning, que vem à Colombo em busca de produtos orgânicos baratos. “Minha comida é restrita e me alimento de frutas, verduras e produtos integrais. Há muito tempo não uso nenhum tipo de remédio. Em Curitiba, eu gastava R$ 80,00, aqui eu gasto apenas R$ 30,00 pra 15 dias. Para mim, isso aqui é uma diversão, faz bem á saúde e a mente”, conta.
O objetivo da visita foi conhecer a organização turística e agricultura familiar alinhado ao turismo local do município
O objetivo da visita foi conhecer a organização turística e agricultura familiar alinhado ao turismo local do município
As áreas visitadas fazem parte do Circuito Italiano de Turismo Rural, criado em fevereiro de 1999, e entre as atrações turísticas são: Parque Municipal da Uva, palco da Festa da Uva, Parque Municipal do Bacaetava, entre outros. Também possui chácaras, vinícolas, pesque-pague, restaurantes e pousadas.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Fotos: João Senechal/PMC

A Semana da Saúde inicia com palestras nas Unidades Básicas de Saúde do município de Colombo


WEBMASTER 8 DE ABRIL DE 2015

O objetivo é chamar a atenção da população sobre a importância dos cuidados com a saúde

A Semana da Saúde inicia com palestras nas Unidades Básicas de Saúde do município
A Semana da Saúde inicia com palestras nas Unidades Básicas de Saúde do município
Na tarde desta terça-feira (07), a Prefeitura de Colombo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, celebrou a abertura da Semana da Saúde, com uma palestra promovida na Unidade Básica de saúde – Sede. A palestra foi ministrada pela enfermeira e coordenadora da UBS – Sede, Cristiane Borges Locanto, pela técnica de enfermagem, Deise Lovato e pela coordenadora de eventos da Secretaria de Saúde, Mônica Motta.
O objetivo da ação é chamar a atenção da população sobre a importância da prevenção de doenças e promover a vida saudável. “Nós queremos orientar as pessoas sobre a importância de ir ao médico. O incentivo à saúde e ao bem estar sempre é o melhor tipo de prevenção. Pois, quando detectamos a doença no início, a chance de cura é bem maior”, destaca Monica Mota.
Na próxima sexta-feira, 10, haverá o Dia D da Semana da Saúde. Durante a ação será realizada atividades gratuitas para a população.
A Semana da Saúde inicia com palestras nas Unidades Básicas de Saúde do município  A Semana da Saúde inicia com palestras nas Unidades Básicas de Saúde do município
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Obras na Bilheteria e Praça do Parque Municipal da Uva em Colombo já estão em andamento


WEBMASTER 8 DE ABRIL DE 2015

Trabalho de reforma prioriza, principalmente, a segurança dos frequentadores, o conforto e a funcionalidade; além de fomentar a realização de novos eventos no município

 O novo espaço contempla a construção de dois pavimentos, além de uma praça que dará acesso à bilheteria
O novo espaço contempla a construção de dois pavimentos, além de uma praça que dará acesso à bilheteria
As obras de reforma da Bilheteria e Praça do Parque Municipal da Uva, localizada na Rua Marechal Floriano Peixoto, 8771 – Centro, estão em desenvolvimento. A construção está com cerca de 30% dos serviços realizados e custará R$ 274.629,30 mil, para uma área de 95,48 metros de construção. O prazo estipulado para a entrega foi de 150 dias.
O novo espaço contempla a construção de dois pavimentos, além de uma praça que dará acesso à bilheteria. Sendo que o primeiro vai ser destinado ao armazenamento de materiais usados para a manutenção do parque, vestiários, banheiros e refeitório para os funcionários. O intuito será promover um ambiente com condições adequadas para os servidores.
Já o segundo pavimento será para a bilheteria. O trabalho de reforma priorizou, principalmente, a segurança dos frequentadores, o conforto e a funcionalidade. “O local foi escolhido estrategicamente, pois com o recuo na construção para a área interna do parque, – as pessoas não permanecerão expostas, próximo à rua”, explica o secretário de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho, Antonio Ricardo Milgioransa.
De acordo o secretário de Meio Ambiente, Evandro Busato, com a nova infraestrutura será possível armazenar o maquinário e as ferramentas utilizadas para fazer a manutenção do parque e dos locais públicos, além do combustível, das roçadeiras e motosserra, por exemplo, que necessitam de um local apropriado. “Assim evitamos vandalismos e roubos dos equipamentos públicos. Também queremos oferecer um local apropriado para os nossos servidores, -haverá um espaço para o refeitório, vestiário e banheiros”, informa Evandro Busato.
Novos eventos
A construção está com cerca de 30% dos serviços realizados
A construção está com cerca de 30% dos serviços realizados
Em contrapartida, com a nova infraestrutura e a segurança oferecida, também fomentará a realização de novos eventos no Parque Municipal da Uva fortalecendo o desenvolvimento econômico do município. “A obra também atendeu as orientações dadas pela Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. O parque recebe eventos grandes como a Festa da Uva, com cerca de 60 mil pessoas por edição, Festa do Agricultor, campeonatos de ciclismo, corridas, caminhadas, além de turistas e visitantes que vem até o Memorial Italiano e Museu Municipal. Queremos oferecer um ambiente seguro e com boas condições”, esclarece Antonio Ricardo.
Esta revitalização faz parte do pacote de obras do Circuito Italiano de Turismo Rural de Colombo, em comemoração aos 16 anos, completados no último dia 05 de fevereiro.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Fotos: João Senechal/PMC

Rio tem protestos contra Beltrame e pelo fim da 'guerra' em favelas


Os dois atos distintos foram convocados pelas redes sociais.
Ativistas criticam ações da PM e pedem saída do secretário.

Do G1 Rio
Protesto fechou a Rua das Laranjeiras (Foto: Daniel Silveira/G1)Protesto fechou a Rua das Laranjeiras (Foto: Daniel Silveira/G1)
Motivadas pelas recentes mortes de inocentes durante ações policiais em comunidades do Rio, centenas de pessoas se reuniram no fim da tarde desta quarta-feira (8) no Largo do Machado, Zona Sul do Rio, para protestar contra a política de segurança pública na cidade. Eles caminharam pela Rua PInheiro Machado, até perdo do Paláco Guanabara, voltaram ao Largo do Machado, e seguiram pela Praia do Flamengo até o Morro da Viúva. Lá, o grupo se concentrou em frente ao Edifício Hilton Santos, na Avenida Rui Barbosa, que foi ocupado por invasores na terça-feira (7). O prédio está cercado por policiais.

Por volta das 20h30, o grupo de manifestantes, que se concentrava na Rua Pinheiro Machado, voltou ao local do ponto de encontro, na Praça José de Alencar. A Rua do Catete ficou fechada por cerca de 10 minutos na altura do Largo do Machado. Em seguinda, o grupo foi para a Praia do Flamengo e chegaram a fechar a pista sentido Botafogo na altura da Rua Machado de Assis. Moradores dos prédios daquele trecho acenderam e apagaram as luzes em sinal de apoio ao protesto.
Na caminhada, o grupo chegou a fechar a Rua das Laranjeiras e interditar a Rua Pinheiro Machado. O Túnel Santa Bárbara, sentido Centro, também foi interditado. De acordo com o Centro de Operações, devido à interdição da Pinheiro Machado, sentido Botafogo, os motoristas que saíam do Túnel Santa Bárbara eram desviados pela Rua das Laranjeiras, sentido Cosme Velho.

Os PMs chegaram a fazer um bloqueio na altura da sede do Fluminense, na Rua Álvaro Chaves, impedindo a passagem dos manifestantes. O Palácio Guanabara foi cercado com grades para evitar qualquer tipo de vandalismo.
Na frente do edifício do Morro da Viúva, que foi ocupado por invasores, o grupo gritou palavras de ordem.
"Se morar é um direito, ocupar é um dever", gritavam os manifestantes, que antes protestavam contra a Polícia Militar e passaram a prestar apoio às famílias que ocupam o prédio. Os invasores saíram na sacada do pilotis e vibraram com a presença do grupo.
Os ocupantes do prédio gritavam por comida e água. Os manifestantes deixaram a frente do edifício e seguiram em passeata pela Praia do Flamengo em direção a Botafogo.
Manifestantes protestam em frente ao prédio do Morro da Viúva, que foi ocupado por invasores (Foto: Daniel Silveira/G1)Manifestantes protestam em frente ao prédio do Morro da Viúva, que foi ocupado por invasores (Foto: Daniel Silveira/G1)
Manifestanets voltam para a Praça José de Alencar (Foto: Marcelo Elizardo/G1)Manifestantes voltam para a Praça José de Alencar (Foto: Marcelo Elizardo/G1)
Nas redes sociais, dois atos distintos foram convocados pelos manifestantes. Um deles pedia a saída do secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, e o outro pedia o fim da política de pacificação. Porém, durante o ato, grupos também pediram a libertação de presos políticos. De acordo com o RJTV, black blocks também participavam da manifestação.
Palácio Laranjeiras está cercado por grades (Foto: Marcelo Elizardo/G1)Palácio Laranjeiras foi cercado por grades (Foto: Marcelo Elizardo/G1)
Secretaria não se manifesta
Por telefone, a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança informou que não iria comentar o protesto.

Mais de 10 mil pessoas confirmaram presença no evento, cuja concentração estava marcada para as 17h. Porém, até as 18h, policiais militares estimavam a presença de cerca de cem pessoas. De acordo com o tenente-coronel Tenreiro, comandante do 2º BPM (Botafogo), cerca de 200 policiais faziam a segurança no local.
Os manifestantes gritam palavras de ordem em frente ao prédio ocupado na Praia do Flamengo (Foto: Daniel Silveira/G1)Os manifestantes gritam palavras de ordem em frente ao prédio ocupado na Praia do Flamengo (Foto: Daniel Silveira/G1)
PM fez barreira para impedir passagem de manifestantes até o Palácio Guanabara (Foto: Daniel Silveira/G1)PM fez barreira para impedir passagem de manifestantes até o Palácio Guanabara (Foto: Daniel Silveira/G1)
Trânsito foi desviado pela Rua Paisandu (Foto: Marcelo Elizardo/G1)Trânsito foi desviado pela Rua Paisandu (Foto: Marcelo Elizardo/G1)
Criança e mulher usam cartazes para protestar (Foto: Marcelo Elizardo/G1)Criança e mulher usam cartazes para protestar (Foto: Daniel Silveira/G1)
Secretário de Segurança é um dos alvos de manifestantes (Foto: Marcelo Elizardo/G1)Secretário de Segurança é um dos alvos de manifestantes (Foto: Daniel Silveira/G1)

Jovem americana é alérgica a água, uma condição raríssima


Alexandra Allen só pode tomar três banhos rápidos por semana e não deve suar Foto: Reprodução / Twitter
Extra

Alexandra Allen, de 17 anos, é alérgica a água. Moradora de Utah, nos Estados Unidos, a jovem é portadora de urticária aquagênica, uma condição muito rara que, segundo especialistas afeta apenas 35 pessoas em todo o mundo. Vítima do problema, a estudante pode sofrer queimaduras e rachaduras na pele só por suar ou se arriscar em um banho um pouquinho mais demorado. Para piorar, seus sintomas que podem durar até uma semana após a exposição ao líquido.
Alexandra descobriu que era portadora da condição aos 12 anos, quando, de férias com a família, foi nadar em uma piscina de hotel e, no dia seguinte, acordou com coceiras e urticárias por todo corpo. “Eu me lembro de me sentar no banheiro, lutando para não me coçar, com as dores aumentando”, lembra ela.
Inicialmente, a jovem chegou a achar que poderia ter tido uma reação ao cloro ou algum outro produto químico presente na água da piscina. Por isso, passou a evitar nadar nesses locais. Porém, eventualmente, o problema voltou a aparecer depois de ter tido outros contatos com o líquido. Por fim, aos 15 anos, através de uma pequisa na internet, ela desconfiou que poderia ter a urticária aquagênica. A confirmação veio depois de uma consulta com seu dermatologista.
“Ele trouxe outros médicos e todos se sentaram à minha volta com admiração”, conta ela, que precisou mergulhar em uma banheira antes de receber seu diagnóstico. A experiência, para a americana, foi “como ser torturada”.
Alexandra Allen descobriu a condição aos 15 anos
Alexandra Allen descobriu a condição aos 15 anos Foto: Reprodução / Twitter
Agora, ele tenta evitar o contato com a água o máximo que pode. “Não vale mais a pena. É emocional e fisicamente muito doloroso para mim. Eu não me permito arriscar”, afirma Alexandra, que procura não suar evitando exercícios físicos e permanecendo em locais de temperaturas amenas. Até os banhos são bastante rápidos e somente três vezes na semana. Sobre sua dor, ela explica: “Parece que a pele foi lixada. Mas você não pode se coçar porque, caso contrário, pode sangrar. É como se você tivesse sido mergulhado em ácido”.
A doença não tem cura. E, por isso, Alexandra segue a única recomendação médica que tem: ficar longe da água o máximo possível. Apesar disso, ela permanece resignada. “Acho que tenho sorte. Poderia ter doenças piores. A minha é gerenciável”, afirma.


Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 46 milhões


Confira as dezenas sorteadas: 05 - 15 - 18 - 19 - 21 -38.
Quina teve 178 apostas ganhadoras, com prêmio de R$ 22.383,35 cada.

Do G1, em São Paulo
 
MEGA-SENA
CONCURSO 1693
5 15 18
19 21 38
A Caixa Econômica Federal (CEF) sorteou, na noite desta quarta-feira (8), as dezenas do concurso 1693 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado em Osasco (SP) e o valor prêmio principal era de R$ 37.635.793,70.
Nenhum apostador acertou as seis dezenas. A estimativa de prêmio para o próximo concurso, que será sorteado no sábado (11), é de R$ 46 milhões.
Veja as dezenas: 05 – 15 – 18 – 19 – 21 – 38.

A quina teve 178 apostas ganhadoras e o prêmio para cada uma delas é de R$ 22.383,35. A quadra teve 4 apostas ganhadoras, cada uma delas com direito a R$ 406,64.
Para apostar
A Caixa Econômica Federal faz os sorteios da Mega-Sena duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos sábados. As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 2,50.

Ministro do STF desobriga Vaccari a falar a verdade à CPI da Petrobras


Tesoureiro pediu para ser ouvido como acusado, e não como testemunha.
Petista é suspeito de recolher propina na Petrobras para abastecer partido.

Renan RamalhoDo G1, em Brasília
O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta quarta-feira (8) que o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, deponha na CPI da Petrobras, nesta quinta (9), na condição de acusado, e não de testemunha. Na prática, isso significa que ele fica desobrigado de falar a verdade, poderá ficar calado durante a sessão, além de não poder ser forçado a confessar algum crime.
A assessoria de Finanças do PT, informou, no entanto, que ele pretende responder a todas as perguntas a serem feitas pelos deputados da comissão.
Tesoureiro do PT desde 2010, Vaccari éacusado de corrupção e lavagem de dinheiro. Segundo delatores da Operação Lava Jato, que apura desvio de dinheiro da Petrobras, Vaccari intermediou para o PT doações oriundas de propina cobrada de contratos entre fornecedores e a Petrobras.Vaccari e o PT negam, e afirmam que todas as doações ao partido são legais.
O depoimento de Vaccari foi marcado na semana passada, em dia definido pelo vice-presidente da CPI Antonio Imbassahy (PSDB-BA) e confirmada posteriormente pelo presidente da comissão Hugo Motta (PMDB-PB).
A data escolhida causou expectativa pelo fato de ter sido marcada poucos dias antes de um protesto contra o governo da presidente Dilma Rousseff, no próximo sábado (12).
Na última segunda (6), a Secretaria de Finanças do PT informou que Vaccari iria responder a todas as perguntas na CPI. Segundo a assessoria do órgão, o tesoureiro iria manter em seu depoimento à CPI a versão de que não participou de nenhum esquema para recebimento de propina destinadas ao PT.

'Tenho certeza' de que campanha não teve dinheiro de corrupção, diz Dilma


Presidente deu entrevista a canal em espanhol da emissora CNN, dos EUA.
'Estou segura de que minha campanha não tem dinheiro de suborno', disse.

Do G1, em Brasília
A presidente Dilma Rousseff afirmou em entrevista levada ao ar na noite desta quarta-feira (8) pelo canal em espanhol da emissora norte-americana CNN que tem "certeza" de que sua campanha eleitoral não recebeu dinheiro do esquema de corrupção na Petrobras, investigado pela Operação Lava Jato.
Dilma concedeu a entrevista na tarde desta terça-feira (7) no Palácio do Planalto. A emissora dividiu em três partes, das quais a primeira foi exibida nesta quarta.

"Tenho certeza que não", respondeu Dilma. "Estou segura de que minha campanha não tem dinheiro de suborno", declarou. Segundo a presidente, todas as contas da campanha eleitoral dela foram "auditadas" e "aprovadas".
Depois de a presidente explicar à entrevistadora que a corrupção na Petrobras foi descoberta por meio da investigação de doleiros que faziam transações ilegais e tinham relações com um ex-diretor da Petrobras, Dilma foi questionada sobre se parte do dinheiro da corrupção não financiou sua campanha eleitoral.
"Agora, gostaria de dizer o seguinte: se alguma pessoa ganha dinheiro de suborno, esta pessoa será responsável. É assim que deve ser", declarou.

Esposa é esfaqueada pelo marido bêbado e vizinhos revoltados batem em agressor


Redação

Uma mulher de 44 anos foi esfaqueada pelo marido na manhã desta quarta-feira (8) no município de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba. A briga aconteceu depois que o marido chegou em casa bêbado. Ela foi socorrida em estado grave e corre risco de morrer. Vizinhos ficaram revoltados e agrediram o homem, que também precisou de atendimento médico.
A família mora na rua Santa Maria e a confusão aconteceu por volta das 10h. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o marido agrediu a esposa com uma faca de cozinha após chegar em casa bêbado. A mulher foi socorrido de helicóptero até o Hospital do Trabalhador e corre risco de morte. O marido foi detido pelos próprios vizinhos que o agrediram até a chegada dos policiais.
Socorristas do Siate também foram acionados para levar o homem até a Unidade de Saúde Santa Maria. De lá, o autor será encaminhado ao Distrito Policial do município por tentativa de homicídio.
.

Shoppings de Curitiba podem ser obrigados a instalar totens para recarga de celulares


Da Redação com CMC

Os shoppings de Curitiba podem ser obrigados a instalar totens para a recarga de celulares e outros equipamentos portáteis, de acordo com um projeto de lei que passa a tramitar na Câmara Municipal (CMC) a partir desta semana. A proposta, do vereador Chicarelli (PSDC), foi lida na sessão plenária de segunda-feira (6) e segue para a instrução da Procuradoria Jurídica (Projuris).
shopping
(Foto: Chico Camargo/CMC)
Na matéria, os shoppings centers são caracterizados como “indicações fiscais que possuam mais de 50 lojas na mesma unidade comercial”. Conforme o projeto, os pontos de recarga deverão ter o formato de totens e ser dotados de tomadas universais – a fim de satisfazer os diversos modelos de aparelhos portáteis, como celulares, máquinas fotográficas e filmadoras.
“Hoje temos em nossa cidade mais de 10 shoppings centers, onde circulam, por mês, mais de 1 milhão de pessoas. Com a evolução tecnológica, nos tornamos dependentes dos equipamentos eletrônicos em nosso cotidiano, que necessitam ser alimentados por energia elétrica, mas muitas vezes descarregam quando mais precisamos. A ideia é que os totens sejam colocados em pontos estratégicos, entendendo que podem ser um diferencial no tratamento dado aos visitantes”, justifica Chicarelli.
A proposta prevê, ainda, que os pontos de recarga sejam adaptados para portadores de deficiência. A recarga elétrica será disponibilizada gratuitamente para os frequentadores dos shoppings. Caso seja aprovada na CMC e sancionada pelo prefeito Gustavo Fruet, a lei autorizará o Poder Público a celebrar parcerias com a iniciativa privada para a implementação

Juiz da Lava Jato, Sérgio Moro pode se tornar cidadão honorário de Curitiba


Da Redação com CMC

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava-Jato, pode se tornar Cidadão Honorário de Curitiba. O projeto de lei do vereador Chico do Uberaba (PMN) propõe a titulação. Moro é facilmente reconhecido em comércios da capital paranaense e já chegou a ser aplaudido dentro de um supermercado.
955002-ajufe_9998
Foto: Agência Brasil
“Um cidadão que contribui positivamente pela imagem da nossa cidade. Peço às comissões que analisem com carinho a homenagem a este homem de caráter, que está dando uma resposta para o Brasil, que é visto lá fora como um país corrupto, mas que possui pessoas que trabalham sério para vencer esta corrupção”, disse Chico do Uberaba na manhã desta quarta-feira (8).
Formado em Direito pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), Sérgio Fernando Moro tornou-se juiz federal em 1996. É mestre e doutor pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), com especialização na Escola de Direito de Harvard (EUA). Participou também de programas de estudos sobre “lavagem de dinheiro” promovidos pelo departamento de Estado norte-americano com visitas a agências e instituições daquele país que atuam na contenção dessas práticas de corrupção. Autor de livros sobre o tema, Sérgio Moro atuou em diversos processos criminais envolvendo crimes financeiros contra a administração pública, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Durante o ano de 2012 atuou como juiz instrutor no Supremo Tribunal Federal, atuando diretamente no caso do Mensalão.
Sérgio Moro é o juiz federal responsável pelos processos da Lava-Jato em Curitiba. A operação, da Polícia Federal, completou um ano em março e investiga um esquema de lavagem de dinheiro envolvendo a Petrobras, empreiteiras e políticos brasileiros. Segundo estimativa do Ministério Público, os desvios passam dos R$ 4 bilhões. Mais de 100 pessoas foram denunciadas, entre elas 52 políticos, e mais de 20 ações criminais e cíveis foram produzidas.

Com vários responsáveis e poucas soluções, obra da Copa não avança e irrita moradores


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha
(Fotos: Juliano Cunha – Banda B)

As obras que deveriam trazer mais conforto para os moradores do Bairro Alto, em Curitiba, não resolveram os problemas da Avenida da Integração, que liga a capital à Pinhais, na região metropolitana. Segundo eles, o asfalto está em más condições e ainda não há redutores de velocidade que deixem a via mais segura.
buracos3
Moradores reclamam das más condições do asfalto. (Foto: Juliano Cunha – Banda B)
A reforma na avenida fazia parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Copa do Mundo, que aconteceu no ano passado. “Não tem um antes e depois, não melhorou nada, está tudo na mesma. Quando chove, o lixo e a bagunça aumentam muito, principalmente com os transtornos das obras, com os buracos e a má qualidade do asfalto”, comentou Terezinha Miranda, dona de um restaurante na região, em entrevista àBanda B nesta quarta-feira (8).
Ainda de acordo com os moradores e comerciantes, ainda não há fiscalização do limite de velocidade de 40 km/h, o que deveria acontecer a partir do dia 8 de março. “A Avenida está toda esburacada, estreita e muito perigosa. Parece que eles colocaram um asfalto de segunda categoria aqui. Eu acho que as autoridades deveriam observar a via do começo ao fim para analisar como ela está hoje, porque nós só vemos prejuízo”, reclamou Júlio César Miranda, morador do local.
Sobre a fiscalização da velocidade, a Banda B entrou em contato com a Prefeitura de Curitiba, que informou que dois radares já foram colocados ao longo da Avenida. A previsão é de que eles comecem a funcionar nos próximos dias. Enquanto isso, agentes da Secretaria Municipal de Trânsito orientam os motoristas.
A reportagem falou também com a Coordenação da Região Metropolitana da capital (Comec), do Governo do Paraná, responsável pelas obras de infraestrutura no local. Segundo o órgão, a reforma foi retomada nesta quarta-feira para realizar a medição que antecede a instalação da sinalização horizontal e vertical na avenida. Além disso, a recuperação do asfalto também está prevista para esta etapa das obras.

Aluno de escola estadual é agredido por jovem com soco inglês no Alto da Glória


Da Redação


Um aluno de uma escola estadual localizada no bairro Alto da Glória, em Curitiba, foi agredido por um jovem que usava um soco inglês no fim da manhã desta quarta-feira (8). O estudante de 17 anos foi encaminhado ao Hospital Cajuru com hematomas pelo corpo e o nariz quebrado, de acordo com o Corpo de Bombeiros.
Segundo o apurado pela Banda B, era próximo das 12h quando o adolescente chegava à escola. A vítima afirmou que sabe quem foi o autor, mas preferiu não informar aos socorristas a identidade dele e o motivo para a agressão.
A Polícia Civil deve investigar o caso.

Homem é esfaqueado nas costas por familiar após briga dentro de oficina


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha

Um homem ficou gravemente ferido após ser esfaqueado no bairro Boqueirão, em Curitiba, na tarde desta quarta-feira (8). Luiz França Cândido dos Santos, de 28 anos, levou vários golpes nas costas depois de uma briga de família dentro de uma oficina na Rua Pedro Saturnino.
esfaqueado
(Foto: Juliano Cunha – Banda B)
Segundo o soldado Júlio, da Polícia Militar (PM), a situação só não foi mais grave graças a um rapaz que salvou a vítima. “Ninguém chegou a dizer o motivo da confusão, mas nós sabemos que eles estavam bebendo antes da ocorrência. A sorte foi que um morador da região escondeu o homem do agressor. Apesar disso, nenhum vizinho quis falar sobre o caso por medo”, disse ele em entrevista à Banda B.
Luiz França perdeu bastante sangue e os golpes podem ter atingido o pulmão da vítima. Ele foi encaminhado para o Hospital Cajuru em estado grave. A PM atendeu a ocorrência e realizou buscas para localizar o autor do crime, que fugiu do local.