Vargas recebeu R$ 3,7 milhões de 200 empresas, revela planilha


andre
Planilha apreendida na casa de Vargas indica que ele recebeu R$ 3,7 milhões de empresas. Dinheiro foi recebido por intermédio de empresa de fachada do ex-deputado petista
A Polícia Federal do Paraná apreendeu na casa do ex-deputado André Vargas (ex-secretário de Comunicação do PT e que foi cassado no ano passado) uma planilha que indica o pagamento de cerca de R$ 3,7 milhões à empresa de fachada Limiar, pertencente a ele e a seu irmão Leon Vargas. O dinheiro foi recebido por parte de mais de duas centenas de empresas ligadas ao mercado de publicidade, como produtoras e gráficas, de acordo com documento do Ministério Público Federal (MPF) enviado nesta terça-feira ao juiz Sérgio Moro. A planilha foi apreendida na última sexta-feira, quando a PF prendeu o ex-deputado em sua casa em Londrina (PR).
Vargas foi preso no mesmo dia que o publicitário Ricardo Hofmann, da BorghiLowe, empresa que possui as contas publicitárias do Ministério da Saúde e da Caixa Econômica Federal (CEF). Segundo investigação da Justiça do Paraná, a BorghiLowe subcontratava as empresas Enoise Estúdios de Produção, a Luiz Portela Produções, a Conspiração Filmes, a Sagaz Digital Produções de Vídeos e Filmes e a Zulu Filmes Ltda. Essas empresas repassavam grandes somas para as empresas de fachada Limiar e LSI, dos irmãos Vargas, à título de bônus de volume (ou comissões), mas as empresas do ex-deputado jamais prestaram serviços para essas empresas.
“Com as informações de que centenas de outras pequenas produtoras também pagaram à Limiar, restam indícios concretos que o esquema de distribuição de propina por intermédio de produtoras pode ser muito maior que o inicialmente constatado pelas diligências da Receita Federal”, dizem os procuradores ao juiz Sérgio Moro.
Em seu depoimento à PF e ao MPF, Ricardo Hoffmann disse que ele tinha “poder de comando dentro da BorghiLowe nas campanhas publicitárias do Ministério da Saúde e da Caixa Econômica Federal” e confirmou que foi ele quem apresentou o ex-deputado André Vargas à direção da agência que representava em Brasília até ser preso na última sexta-feira. Hoffmann disse ainda que somente em 2013 a Borghi recebeu R$ 100 milhões da CEF e outros R$ 18 milhões do Ministério da Saúde e que repasses foram feitos ao ex-deputado para que ele “arrumasse” contratos para a empresa no Paraná. Os procuradores consideraram essa versão “totalmente fantasiosa” para justificar as propinas repassadas ao ex-deputado.
Os procuradores pedem que o juiz Moro transforme a prisão temporária de Hoffmann em prisão preventiva, o mesmo acontecendo com Leon Vargas. Para os procuradores, a manutenção de Hoffmann e Leon presos justifica-se para “a garantia da ordem pública, econômica e por conveniência da instrução processual”. O juiz tem que decidir se atende a esse pedido do MPF ainda nesta terça-feira, quando vencem os prazos das prisões temporárias (cinco dias) dos dois. Se o juiz decretar a prisão preventiva de Hoffmann e de Leon Vargas, eles ficarão presos por tempo indeterminado.

Corpo de médica morta no Paraná será enterrado em Cuba, diz Ministério


Amigos velaram o corpo da médica nesta terça-feira (14) em Ponta Grossa.
Organização Pan-americana de Saúde providencia a repatriação do corpo.

Do G1 PR, em Ponta Grossa
Yaniet Marquez Campos, de 31 anos, foi encontrada morta pelo marido (Foto: Reprodução/Facebook)O marido de Yaniet Marquez Campos encontrou o corpo no apartamento (Foto: Reprodução/Facebook)
O corpo da médica cubana Yaniet Marquez Campos, 31 anos, será encaminhado para o Aeroporto Internacional de Curitiba, no Paraná, nesta terça-feira (14), segundo a Secretaria Municipal de Saúde, em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná. Logo após a liberação dos documentos, o corpo será transladado para Cuba, onde será enterrado.
A médica cadastrada no Programa “Mais médicos”, do governo federal, foi encontrada morta no apartamento onde morava em Ponta Grossa, na tarde de segunda-feira (13). Segundo a polícia, ela disse ao marido que estava se sentindo mal e não foi trabalhar no período da tarde. Quando o marido voltou para a casa, por volta das 15h, encontrou a esposa sem vida.

Após exames no Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa, o corpo da médica foi velado em uma cerimônia na Capela Municipal da cidade nesta terça. A Secretaria Municipal de Saúde enviou nota afirmando que a médica estava no quinto ciclo do programa “Mais médicos” e que era considerada “uma excelente profissional”. “Foi uma despedida dos intercambistas e dos colegas de trabalho de Yaniet”, comentou a coordenadora de Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde, em Ponta Grossa, Regina Rodrigues, que participou do velório.
Segundo o Ministério da Saúde, a Organização Pan-americana de Saúde (Opas) está providenciando a liberação dos documentos para a repatriação do corpo da médica. A liberação está prevista no acordo de cooperação entre Cuba e Brasil para o programa. A previsão, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, é que o corpo seja transladado ainda na quarta-feira (15).

Suspeito de aplicar golpe em fiéis é preso ao tentar sair do país, diz polícia


Pessoas compraram pacote turístico para Israel, mas viagens não ocorreram.
Polícia do Paraná desconfia que existam vítimas em outros estados.

Do G1 PR, com informações da RPC Curitiba
O dono de uma agência de turismo em Curitiba suspeito de vender um falso pacote de viagem para Israel foi preso na tarde de segunda-feira (13) no Aeroporto Internacional Afonso Pena, na Região Metropolitana da capital paranaense, quando tentava embarcar para fora do país. Ele teve a prisão temporária decretada e, de acordo com a polícia, tentava fugir.
veja vídeo

O preço do pacote variava de R$ 4 mil a R$ 7 mil. De acordo com a Delegacia de Estelionato, 110 pessoas registram queixa contra a agência “Projeto Israel”, que fica no bairro Cristo Rei. No site da agência, eram colocados avisos sobre o adiamento das viagens e também informativos sobre valores a mais que os clientes deveriam pagar devido à variação cambial do Dólar.

O golpe mexia com a fé de religiosos que tem o desejo de conhece a Terra Santa. Uma das vítimas relatou como tudo ocorreu. Ela descobriu que tinha caído em um golpe na véspera da viagem. “Eu cheguei lá sexta-feira e não havia ninguém lá. Ninguém sabia de nada, só um rapazinho que me atendeu e disse que não ia mais ter viagem nenhuma”, contou.
Viagens vendidas pela agência "Projeto Israel" não eram realizadas (Foto: Reprodução)Viagens vendidas pela agência "Projeto Israel" não eram realizadas (Foto: Reprodução)
A viagem para Israel fazia parte de uma promessa que seria paga da Semana Santa. Com o imprevisto, ela comprou outro pacote de outra agência de turismo e conseguiu cumprir o prometido. As fotografias mostram como foi o momento especial, mas ela ficou com o prejuízo de R$ 6.800,00.

A vítima conta que chegou a ser ameaçada pelo atendente da agência “Projeto Israel”, quando reclamou e solicitou o reembolso do que já havia sido pago. “Ele foi bem grosseiro comigo e disse que se eu chamasse o advogado, a coisa ia ficar pior”.

O delegado Wallace Oliveira Brito afirma que o dono da agência já respondeu a outros processos por estelionato. Brito acredita que o golpe tenha sido aplicado também em outros estados.

O dono da agência vai responder por associação criminosa, com pena de reclusão de um a três anos, e também por estelionato, de um a cinco anos de prisão.
“Ele ilude as pessoas, ele tem todo um engodo, ele diz que presta um serviço, mas na verdade, ele não presta serviço”, afirmou o delegado.
“A quantidade de crimes que ele praticou é muito grande, são muitas vítimas. Então, isso, no transcorrer do processo, com certeza, pode fazer ele ter uma pena bastante agravada”, explicou o delegado. 
Serviço
Outras pessoas que também foram vítimas do golpe devem procura a Delegacia de Estelionato de Curitiba.

Delegacia de Estelionato e Desvio de Carga de Curitiba
Telefone: (41) 3261-6600
Endereço: Rua Professora Antonia Reginato Vianna, 1177 - Capão da Imbuia.

Fernandinho Beira-Mar vai a júri popular por mortes em rebelião no Rio


Traficante será julgado no dia 13 de maio no fórum da capital.
Entre as vitimas, estavam traficantes de facção rival.

Do G1 Rio
GNews - Fernandinho Beira-Mar (Foto: GloboNews)Fernandinho Beira-Mar está preso desde 2000
(Foto: GloboNews)
O traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira Mar, será ouvido em júri popular no dia 13 de maio no Fórum do Rio, no Centro da Cidade. A informação foi confirmada na tarde desta terça-feira (14) pelo Tribunal de Justiça do Rio.

Beira Mar será julgado por homicídios qualificados durante a rebelião no presídio de Bangu 1, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, em 2001, quando pelo menos quatro traficantes de facções rivais foram mortos a mando dele.
O traficante foi, após este fato, transferido frequentemente de unidade de segurança máxima até chegar a Catanduvas, no Paraná, onde está atualmente preso. Por cada assassinato, Beira-Mar pode pegar 30 anos de prisão.

O traficante foi preso em maio de 2001 na Colômbia. Ele já havia sido condenado a 80 anos de prisão em 2013. A pena foi dividida em 30 anos por cada homicídio, dos também traficantes Antônio Alexandre Vieira Nunes e Edinei Thomaz Santos, e mais 20 anos por tentativa de homicídio, de Adaílton Cardoso de Lima, que sobreviveu.

Beira-Mar conseguiu abrir caminho dentro do presídio e invadir as galerias onde ficavam as facções rivais, tendo entre as vítimas o traficante Ernaldo Pinto Medeiros, o Uê, que teve o corpo dilacerado e queimado. Outros 19 criminosos participaram da ação junto com Beira-Mar.

Ex-BBB Aline Gotschalg posa de vestidinho e ganha elogios


'Sempre divando', 'Linda', 'Que mulher é essa', eram alguns dos comentários dos fãs da loira em sua foto publicada no Instagram nesta terça, 14.

Aline Nobredo EGO, no Rio
Aline Gotschalg é uma das mais novas queridinhas do público. É só a ex-BBB postar uma foto para arrancar elogios de seus fãs. Nesta terça-feira, 14, não foi diferente. A loira publicou em seu perfil do Instagram uma imagem na qual aparece usando um vestidinho listrado e mais uma vez fez a alegria de seus seguidores. "Sempre divando princesa", "Linda", "Que mulher é essa", "Maravilhosa", eram alguns dos comentários.

Recentemente a loira viu seu nome
 envolvido em uma grande polêmica. Angélica Ramos, ex-colega de confinamento da mineira no "BBB 15", afirmou que já está com provas em mãos para processar Aline. Durante o programa, a loira teria dito que Angélica era prostituta. Na última segunda, 13, Aline postou uma foto na mesma rede social em que aparece ao lado do cirugião responsável por fazer seu implante de silicone nos seios e comemorou o resultado: "Ele disse que em uma semaninha estou de volta aos trabalhos e para vocês... Não vejo a hora", escreveu na ocasião.
  •  
Aline Gotschalg (Foto: Instagram/Reprodução)Aline Gotschalg (Foto: Instagram/Reprodução)


PMs suspeitos de matar Eduardo no Alemão prestam depoimento no Rio


Policiais receberam liberação médica para ir à delegacia apesar de licença.
Dois PMs admitiram ter dado tiros perto de onde criança de 10 anos morreu.

Marcelo ElizardoDo G1 Rio
PM chega para prestar depoimento na DH (Foto: Marcelo Elizardo/G1)PM chega para prestar depoimento na DH (Foto: Marcelo Elizardo/G1)
Dois policiais militares suspeitos de terem dado o tiro que matou o menino Eduardo de Jesus Ferreira, de 10 anos, no Alemão, Zona Norte do Rio, chegaram por volta das 20h30 desta terça-feira (14) para prestar depoimento na Divisão de Homicídios (DH) da capital, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.
Os PMs, que não tiveram os nomes divulgados, admitiram em depoimento à corporação terem dado tiros perto de onde a criança foi atingida, no dia da ação no conjunto de favelas, em 2 de abril. Esperados para depor desde o dia 6, ele tiveram uma licença médica apresentada por estarem abalados psicologicamente com o episódio. A licença foi prorrogada nesta segunda (13), mas foi conseguida uma autorização da oficial-médica da PM para prestar depoimento, segundo informou o advogado Rafael Abreu Calheiros ao G1 nesta terça.
A expectativa da polícia é que os depoimentos ajude a tirar dúvidas, dar detalhes e extinguir contradições e esclarecer as condições da morte do menino.
jh_eduardo (Foto: TV Globo)Eduardo tinha 10 anos (Foto: TV Globo)
Tiro de fuzil
Eduardo foi atingido por uma bala de “alta energia cinética”, possivelmente disparado de um fuzil, na porta de casa, no dia 2 de abril. Na ocasião, policiais militares tinham sido atacados por suspeitos, e estavam revidando a agressão numa área de mata, conhecida como Areal.
O advogado do PM disse que, no momento da morte de Eduardo, traficantes tinham atirado contra os policiais, que revidaram o ataque.
“É importante frisar que não houve uma confissão. O PM estava no meio de um confronto e respondeu a uma injusta agressão e houve uma fatalidade, que foi a morte do menino. A PM tem todo interesse em ver esse caso resolvido e não está se opondo a nada. Todos os policiais prestaram depoimento mais de uma vez, tiveram as armas recolhidas e vão participar da reprodução simulada. Obviamente, que por questões de segurança, sem se mostrar”, destacou o advogado.
A DH também pretende ouvir mais uma vez os pais do menino Eduardo, que devem retornar de Corrente (PI), nesta quarta. Só depois será marcada a reprodução simulada do caso.

Justiça manda soltar parte dos presos na 11ª fase da Operação Lava Jato


Eles foram detidos na sexta-feira (10), em regime temporário.
Polícia não pediu para que o prazo de cinco dias fosse estendido.

Samuel NunesDo G1 PR
A Justiça Federal determinou na tarde desta terça-feira (14) que parte dos presos na 11ª fase da Operação Lava Jato fosse solta. Os suspeitos foram detidos em regime temporário, na quinta-feira (9). Diferente da preventiva, a prisão temporária tem prazo de cinco dias, podendo ser prorrogada por mais cinco.
"O juiz federal Sérgio Moro determinou a soltura dos suspeitos Ivan Vernon Gomes Torres Júnior, ex-funcionário do ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE), Elia Santos da Hora, secretária do ex-deputado federal Luiz Argôlo, e também de Leon Vargas, irmão do ex-deputado federal André Vargas. Outro preso que estava em regime temporário, o publicitário Ricardo Hoffmann teve a prisão convertida em preventiva, a pedido do Ministério Público Federal (MPF).
O MPF também havia pedido que a prisão de Leon Vargas fosse convertida para o regime preventivo, no qual não há prazo para sair. Contudo, o juiz não encontrou elementos que tornassem imprescindível a detenção.
Aos que receberam o alvará de soltura, Moro determinou algumas restrições. Os três estão proibidos de mudar de endereço sem autorização da Justiça, devem comparecer a todos os atos do processo e da investigação e estão proibidos de deixar o país. Especificamente para Leon Vargas, Moro o proibiu de manter contato com empresas investigadas na Lava Jato, como a Labogen e a Borghier Lowe e outros suspeitos ou denunciados em processos da operação.
Os três políticos envolvidos nas investigações, Vargas, Argôlo e Corrêa receberam ordens de prisão preventiva e estão detidos na carceragem da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.
O esquema
De acordo com a Polícia Federal, a agência de publicidade dirigida por Ricardo Hoffmann era contratada pela Caixa e pelo Ministério da Saúde. Ela fazia subcontratações de fornecedoras de materiais publicitários que eram de fachadas e tinham como sócios André Vargas e seu irmão, Leon Vargas.
Como não havia prestação de serviço, estas contratações eram realizadas apenas, conforme os delegados, para a lavagem de dinheiro. As irregularidades começaram entre 2010 e 2011 e se estenderam até 2014.
A polícia diz que, a princípio, esse caso não tem ligação com o esquema descoberto na Petrobras. De alguma forma, porém, todos os suspeitos têm ligação com o doleiro Alberto Youssef, apontado como o líder do esquema bilionário de corrupção, desvio e lavagem de dinheiro na estatal.
Dentre as provas apresentadas pelo Ministério Público Federal para a prisão de André Vargas está um pagamento de R$ 2,4 milhões feito por Youssef em dezembro de 2013. Para justificar o recebimento, segundo a investigação, foram emitidas notas fraudulentas pela empresa IT7, que possui contrato com diversos órgãos públicos. Dentre eles a Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 50 milhões no ano de 2013.

Colombo recebe Regional Sul de Goalball 2015


WEBMASTER 14 DE ABRIL DE 2015

O campeonato dará início ao calendário 2015 de uma das modalidades com maior destaque do movimento paralímpico

 Entre os dias 17 e 19 de abril acontecerá a Regional Sul de Goalball, no Ginásio Poliesportivo da Prefeitura de Colombo
Entre os dias 17 e 19 de abril acontecerá a Regional Sul de Goalball, no Ginásio Poliesportivo da Prefeitura de Colombo
Entre os dias 17 e 19 de abril acontecerá a Regional Sul de Goalball, no Ginásio Poliesportivo da Prefeitura de Colombo, localizado na Rua Antonio Chemin, 28 – São Gabriel.
O evento será realizado pela Prefeitura de Colombo, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Lazer e Juventude e pela Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais – CBDV, com o apoio do Comitê Paralímpico Brasileiro e ACDEV.
O campeonato dará início ao calendário 2015 de uma das modalidades com maior destaque do movimento paralímpico. O evento contará com a presença de diversos craques, inclusive, a do campeão mundial e medalhista de prata paralímpico, Alexsander Celente, que atuará pela equipe da casa, a ACDEV.
Foram confirmadas nove equipes na categoria masculina e cinco na feminina. A ACESA/SC lidera há quatro edições da região sul na disputa entre as mulheres, e chega para defender o título mais uma vez. A categoria masculina também se destaca. O IRM/PR vem de duas conquistas e terá que se superar para desbancar os rivais e levar o tricampeonato.
Confira as equipes:
Categoria masculina: ABASC/PR, ACDEV/PR, ACERGS/RS, ACESA/SC, ACEVALI/SC, ADEVIC/RS, ADVNORPA/PR, AMACAP/PR e IRM/PR.
Categoria feminina: ACDEV/PR, ACERGS/RS, ACESA/SC, ACEVALI/SC, ADEVIC/RS.
O campeão do Regional Sul de Goalball 2015 garante uma vaga para a Copa CAIXA Loterias. Conforme está previsto no regulamento as equipes que disputarão o principal campeonato do país precisam conquistar a vaga nos regionais. A etapa Sul credenciará três times: campeão e vice no masculino, e campeão no feminino.
Serviço
Regional Sul de Goalball
Data: 17 a 19 de abril
Horário: 8h30 às 19h50 (17/04); 8h30 às 18h30 (18/04); e 8h30 às 10h10 (19/04)
Endereço: Rua Antonio Chemin, 28 – São Gabriel – Colombo/PR
Entrada Franca

Quarto aniversário do Corpo de Bombeiros é celebrado em Colombo


WEBMASTER 14 DE ABRIL DE 2015

Evento que reuniu autoridades civis e militares foi marcado pela entrega de duas viaturas para serviço administrativo e vistoria, com recursos do FUNREBOM

Marcaram presença autoridades políticas, da corporação e familiares
Marcaram presença autoridades políticas, da corporação e familiares
A prefeita Beti Pavin, anunciou a entrega de duas viaturas
A prefeita Beti Pavin, anunciou a entrega de duas viaturas
As comemorações do 4º aniversário do subgrupamento de Bombeiros do 7º Grupamento de Bombeiros sediado na cidade foram realizadas na última sexta-feira, (10). Durante a solenidade a Prefeita de Colombo, Beti Pavin anunciou a entrega de duas viaturas leves para serviço administrativo e vistoria, com recursos do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (FUNREBOM).
As festividades continuaram com realização do tradicional corte do bolo de aniversário, confeccionado pelo soldado Deivid e um café da manhã. De acordo com o tenente, Nikolas Kaneko Leal é importante destacar a importância da parceria do Governo do Estado com o Município de Colombo. “Por meio dos recursos do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros adquirimos dois veículos e dois aparelhos de televisão. Com estes equipamentos novos estamos aprimorando o nosso trabalho, e atendendo a nossa população com mais qualidade”, afirma. A aquisição de uma nova ambulância também está em processo de compra.
A solenidade contou com a presença da prefeita Beti Pavin, autoridades políticas, da corporação e familiares. O Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do estado do Paraná, Juceli Simiano Júnior, o Comandante do 7º Grupamento de Bombeiros, o Coronel Ricardo Silva e do Segundo o Comandante em Colombo, Capitão Murilo Cezar Nascimento, dois dias antes do aniversário, 12 de abril, – também estavam presentes.
Atualmente, a Unidade de Bombeiros em Colombo conta com 13 viaturas, sendo: três caminhões para combate a incêndio, duas caminhonetes operacionais, uma ambulâncias para atendimento do SIATE, oito veículos leves utilizados na administração e fiscalização.
Foto: Marcio Fausto/ PMC

A Prefeita Beti Pavin visitou o Centro de Convivência Lírio do Vale, que conta com programação especial para esse semestre


WEBMASTER 14 DE ABRIL DE 2015

Durante o dia, idosos e familiares assistiram palestras sobre plantas medicinais e apresentação de talentos

 A prefeita Beti Pavin acompanhou as atividades desenvolvidas pelos idosos
A prefeita Beti Pavin acompanhou as atividades desenvolvidas pelos idosos
Uma vez ao mês está sendo realizadas ações com foco nos idosos. No último sábado, (11) a prefeita Beti Pavin acompanhou as atividades desenvolvidas pelos Centro de Convivência Lírio do Vale, localizado na Rua Balsa Nova, 487 – Guaraituba. O evento conta com o apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social.
De acordo com a coordenadora do Centro de Convivência Lírio do Vale, Valdinéia Tavares o projeto é desenvolvido pela Associação dos Voluntários Amigos (AVA), que tem o foco voltado ao bem estar dos idosos. “Nosso objetivo é trazer conhecimento, interatividade e cuidados. Sempre incentivando a família para participar destes momentos”, ressalta a coordenadora.
Durante o dia, idosos e familiares assistiram palestras ministradas pela AVA sobre plantas medicinais. Foi oferecido chá, com as ervas plantadas na horta do centro de convivência, apresentação de talentos – os idosos cantaram modas de viola, além de dança. Durante o encontro, também estavam presentes os idosos dos Centros de Convivência Girassol e Maria do Rosário.
 O projeto desenvolvido pela Associação dos Voluntários Amigos (AVA) tem o foco voltado ao bem estar dos idosos Durante o dia, idosos e familiares assistiram palestras ministradas pela AVA A Prefeita Beti Pavin visitou o Centro de Convivência Lírio do Vale
Em maio haverá mais uma ação contendo palestras e apresentações, em junho será realizada a festa junina para finalizar o projeto.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: Marcio Fausto/PMC

Advogado morre depois de ser baleado por militares da Aeronáutica na orla da Barra


Os militares, que voltavam de uma feira de segurança, e chegaram a dar voz de prisão ao advogado
Os militares, que voltavam de uma feira de segurança, e chegaram a dar voz de prisão ao advogado Foto: Marcos Nunes
Marcos Nunes

Um advogado foi morto depois de ser baleado por militares da Aeronáutica, no posto 5 da Avenida Lúcio Costa, na orla da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. De acordo com o delegado André Leiras, da Divisão de Homicídios (DH), por volta de 18h, os militares encontraram o homem com uma faca tentando atacar motoristas e pedestres. Eles desceram das motos e deram voz de prisão ao advogado, que teria tido um surto psicótico e resistido, tentando ferir os batedores. Foram dados então um tiro para o alto, um no braço e um no peito do acusado, que morreu no local.
O Fiat Palio do advogado, que estava estacionado na orla da Barra da Tijuca
O Fiat Palio do advogado, que estava estacionado na orla da Barra da Tijuca Foto: Marcos Nunes
Ainda de acordo com Leiras, quatro pinos de pó branco, supostamente cocaína, foram encontrados no Fiat Palio do advogado. Suas narinas também estavam sujas com o mesmo material. Agentes da DH chegaram a interditar a Lúcio Costa para a realização da perícia. Uma mulher que teria tido o carro esmurrado pelo advogado está prestando depoimento na especializada. Os militares voltavam da feira de segurança Laad, que acontece no Riocentro.


Mulher de morto por zelador confirma à polícia que tinha caso com suspeito


Vendedora negou, no entanto, tentativa de extorquir dinheiro do zelador.
Crime aconteceu na semana passada em Perdizes, na Zona Oeste de SP.

Do G1 São Paulo
A mulher do motoboy que foi morto em Perdizes, na Zona Oeste de São Paulo, na semana passada, confirmou nesta terça-feira (14) à polícia que estava tendo um caso com o zelador que atirou e matou o marido dela, o motoboy Júlio César Galvão, de 25 anos. A mulher negou, no entanto, que ela e o marido tenham tentado extorquir dinheiro do suspeito.
O crime aconteceu em 9 de abril na Rua Apinajés. Câmeras de segurança mostraram Júlio sendo perseguido pelo zelador Francisco da Costa Silva, de 31 anos, que tinha uma arma na mão. O motoboy levou dois tiros. O zelador fugiu e se apresentou à polícia no dia seguinte.
A Polícia Civil investiga se a viúva Kátia Gonçalves de Queiroz, uma vendedora de 28 anos, e o marido dela cobraram R$ 542 do zelador para não contarem à mulher dele sobre o suposto relacionamento extraconjugal. Francisco contou à polícia que tinha um caso com Kátia e que Júlio descobriu, passando a exigir dinheiro do zelador para não revelar o romance.
O advogado de Kátia, Marcos André Torsani, informou que foi o marido que a obrigou a ir até o encontro do zelador, no prédio onde ele trabalhava. “Ele [Júlio] estava muito enciumado. Ele queria colocar ela de frente para dar um ponto final, para esclarecer o ocorrido”, afirmou.
Exame de gravidez
A polícia encontrou um exame de gravidez com o nome de Kátia no local onde o marido dela foi assassinado. Por isso, havia pedido um exame de DNA para confirmar a paternidade. Mas ela nega que esteja esperando um bebê. “Eu nunca estive grávida”, disse na delegacia.
Em depoimento à polícia, o zelador contou que mantinha um relacionamento com Kátia desde janeiro. E que o marido dela descobriu e o estava ameaçando de morte. Também disse que comprou uma arma para se proteger e que o casal estava extorquindo dinheiro.
"Foram solicitados valores ao Francisco em duas oportunidades. Segundo alegação, esses valores seriam para que ela fizesse alguns exames para verificar se ela tinha contraído algum tipo de doença nesse relacionamento com o Francisco. Na primeira oportunidade, R$ 500, e posteriormente, R$ 42", disse Wellington Vieira Martins, advogado do zelador.
O celular da viúva foi apreendido pela polícia, que quer ver se existem mensagens que possam ajudar a esclarecer o caso. Francisco da Costa Silva vai responder por homicídio qualificado. A polícia diz que o inquérito deve ser concluído nesta quarta-feira (15).
Jovem corre de homem armado em Perdizes, São Paulo (Foto: Reprodução/TV Globo)Motoboy corre de zelador armado em Perdizes, São Paulo (Foto: Reprodução/TV Globo)

Menino de 4 anos morre afogado em piscina de casa de festas, na Bahia


Gabriel tinha apenas 4 anos Foto: Reprodução / Facebook
Extra
Tamanho do texto A A A
Um menino de apenas 4 anos morreu afogado em uma piscina, durante a comemoração do aniversário de um amigo, no bairro Jardim Atlântico, em Ilhéus, na Bahia. De acordo com a polícia, Gabriel Siquara Costa brincava na água quando afundou. Ele foi encontrado por um colega da mesma idade, que estranhou o fato de o menino ter ficado muito tempo submerso.
O caso aconteceu no último sábado. Gabriel foi resgatado desacordado e não reagiu às tentativas de reanimação. O menino chegou a ser levado para um hospital da região, mas deu entrada na unidade já sem vida. O corpo do garoto foi sepultado, no último domingo, no cemitério da Vitória, também em Ilhéus.
O corpo de Gabriel foi enterrado no último domingo
O corpo de Gabriel foi enterrado no último domingo Foto: Reprodução / Facebook
A Polícia Civil abriu inquérito para investigar as circunstâncias do caso. Na delegacia, familiares de Gabriel se queixaram da falta de estrutura da casa de festas, dizendo que não havia sequer um salva-vidas no local para vigiar ou mesmo proibir que crianças transitassem próximo ou entrassem na piscina. A polícia ainda colhe depoimentos de testemunhas sobre o caso e espera concluir a investigação em um prazo de até 30 dias.
No Facebook, parentes e amigos da família lamentaram a morte de Gabriel. "Meu neto, minha vida. Ele veio ao mundo só para trazer a paz, união e muito amor à família. Obrigado, Senhor pelos poucos momentos ao lado desse anjo. Sempre te amarei. Me dê força, Pai, nesse momento de tanta dor", escreveu a avó do menino, Irineia Barreto.
O EXTRA tentou contato com os responsáveis pela casa de festas onde Gabriel morreu afogado, mas não foi atendido.
Segundo familiares, a casa não tinha sequer um salva-vidas ao redor da piscina
Segundo familiares, a casa não tinha sequer um salva-vidas ao redor da piscina Foto: Reprodução / Facebook
Gabriel brincava na piscina quando se afogou
Gabriel brincava na piscina quando se afogou Foto: Reprodução / Facebook


Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/brasil/menino-de-4-anos-morre-afogado-em-piscina-de-casa-de-festas-na-bahia-15871027.html#ixzz3XKQ0tovu