Taxista é preso suspeito de matar travesti após ser roubado em Goiânia


Câmeras flagraram discussão dos dois antes de atropelamento; veja vídeo.
Após abordar vítima, idoso recusou programa e teve corrente de ouro levada.

Sílvio TúlioDo G1 GO
Um taxista aposentado de 72 anos foi preso suspeito de matar uma travesti, de 23, atropelada, na Rua Aquidelbrando, no Bairro São Francisco, em Goiânia. O crime ocorreu em junho do ano passado.
Segundo a Polícia Civil, o idoso procurou a vítima para fazer um programa, mas acabou desistindo e teve uma corrente de ouro roubada. Câmeras de segurança flagraram a discussão entre os dois, minutos antes do atropelamento (veja no vídeo acima).
Segundo a polícia, o idoso chegou em seu veículo particular – um VW Polo prata – e abordou a vítima. Após uma conversa rápida, ela entra no carro, mas as imagens mostram a travesti saindo do veículo logo em seguida.
"Ele [suspeito] disse em depoimento que desistiu do programa quando descobriu que não se tratava de uma mulher", revela o delegado Matheus Melo, adjunto da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) e responsável pelo caso.

A gravação termina quando a travesti anda pela calçada e é perseguida pelo veículo. De acordo com a polícia, logo em seguida, ocorre o atropelamento.
Antes de sair do veículo, a travesti arrancou a joia que o taxista usava. Já do lado de fora, ela também jogou algumas pedras no automóvel.
O delegado afirmou que, após o crime, o idoso desceu do veículo, pegou o cordão e foi embora. A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital.
Demora
O taxista foi detido na sexta-feira (24), na casa onde mora, no Setor Vila Regina, em Goiânia. No local, a polícia também apreendeu uma arma sem registro, além do veículo usado no crime.
Taxista é preso suspeito de matar travesti após ser roubado em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Carro que o taxista aposentado usou no crime foi apreendido (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
"A gente demorou um pouco a efetuar a prisão porque no dia do crime as imagens não captaram a placa do carro, e as testemunhas não conseguiram identificar o autor. Depois, tivemos uma denúncia anônima de que ele seria o autor do crime e começamos a apurar", disse o delegado.
Na delegacia, o homem alegou que a vítima se atirou na frente do carro. Casado e pai de dois filhos, ele está detido em uma cela da DIH à disposição da Justiça.
O suspeito já respondeu a um processo por homicídio, mas foi inocentado. Em maio de 2012, na mesma rua onde ocorreu o homicídio, ele foi assaltado por outra travesti. Na ocasião, quando estava no mesmo carro, ele teve um óculos e outro cordão de ouro roubados.
O homem deve ser indiciado por homicídio doloso e por posse ilegal de armas. Se condenado, pode pegar de 7 a 19 anos de prisão.

Homem que decapitou namorada grávida é denunciado por feminicídio


MP-SP entregou acusação por homicídio duplamente qualificado à Justiça. 
Desempregado postou foto de cabeça de adolescente cortada no Facebook.

Do G1 São Paulo
Shirley e suposto amante, em fotomontagem feita por José no Facebook dele (Foto: Reprodução/ Arquivo pessoal)Shirley e suposto amante, em fotomontagem feita
pelo namorado (Foto: Reprodução/ Arquivo pessoal)
O Ministério Público (MP) apresentou denúncia à Justiça contra o homem que decapitou a namorada grávida em março deste ano na Zona Sul de São Paulo. O desempregado José Ramos dos Santos foi acusado formalmente na sexta-feira (24) pelo crime de feminicídio praticado contra Shirley Souza, de 16 anos.
vítima estava grávida de seis meses e foi morta porque Santos achava não ser ele o pai da criança. O bebê também morreu. No dia do crime, a garota admitiu ao namorado ter mantido relação sexual com outro homem.
O assassinato ocorreu na comunidade carente de Pedreira, no Jardim Selma. O desempregado está preso desde o fim de março após se entregar no 1º Distrito Policial (DP), na Sé, onde confessou o crime ao abrir a mochila e mostrar a cabeça de Shirley.

De acordo com a denúncia, oferecida pelo promotor de Justiça Fábio Ramazzini Bechara, "o crime foi cometido por razões do sexo feminino, tendo em vista o menosprezo revelado pelo denunciado em relação à vítima, relegando a sua condição de mulher, e tratando-a como se fosse um objeto pessoal dele".
Antes de ir até a delegacia, ele publicou, em sua página pessoal no Facebook, a foto da cabeça da adolescente com a seguinte descrição: “Traição da nisso...mentiras...odeio”, escreveu horas depois de saber que vizinhos haviam encontrado o corpo da adolescente.
Denúncia e pena
José Ramos dos Santos foi denunciado por homicídio duplamente qualificado (mediante recurso que impediu a defesa da vítima e em razão de gênero) e por destruição e ocultação de cadáver, com agravante de a vítima estar grávida. A denúncia foi oferecida à 1ª Vara do Tribunal do Júri da Capital.
Desde março está em vigor a lei que torna hediondo o crime de feminicídio, que é o assassinato de mulheres por violência doméstica ou discriminação de gênero. A pena é de 12 a 30 anos de prisão - maior do que para homicídio. A punição pode ser aumentada se o crime for contra gestantes, menores de 14 anos ou maiores de 60.
O crime
Segundo a investigação policial, José Ramos dos Santos contou que matou Shirley na casa de seu irmão no dia 26 de março. Eles se encontraram, tiveram relações sexuais e discutiram por causa da possível traição.
O desempregado disse que a desconfiança aumentou após a mulher engravidar, pois ele afirmou ter visto na carteirinha de saúde dela que sua última menstruação foi em agosto, quando o casal estava separado. Após insistir, ela então teria confessado ter se relacionado com um amigo do casal às vésperas do Natal e do Ano Novo, segundo a versão do assassino.
Quando a adolescente se preparava para tomar banho, ele aplicou uma "gravata" até ela desmaiar. Ao perceber que a companheira estava morta, foi até a cozinha, pegou uma faca e decapitou a vítima. Em seguida, enrolou o corpo da jovem em um edredom, amarrou o tronco e os pés e o escondeu atrás de um botijão de gás.
A casa foi limpa para que o irmão não desconfiasse. Com o passar do tempo, o cadáver começou a cheirar mal e Santos decidiu levá-lo para a viela, onde o corpo foi encontrado por moradores. Ao descobrir que a adolescente havia sido achada, ele percorreu 30 quilômetros em dois ônibus e foi até a delegacia, onde se apresentou à polícia e foi detido em flagrante.
Jovem que confessou decaptação admitiu crime em conversa no Messenger, segundo amiga. (Foto: Reprodução/Facebook)Jovem admitiu crime em conversa no Messenger, segundo amiga da vítima (Foto: Reprodução/Facebook)

Desabamentos após chuvas deixam mortos em Salvador


Sete pessoas morreram na Av. San Martin e outras sete em Bom Juá.
Temporal atinge capital baiana desde a madrugada desta segunda-feira (27).

Do G1 BA
Quatorze pessoas morreram, entre elas uma criança, após dois deslizamentos de terra atingirem imóveis em Salvador nesta segunda-feira (27), informou a Secretaria de Saúde de Salvador. Na Avenida San Martin, sete pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas. Até por volta das 17h, pelo menos duas pessoas ainda eram procuradas nos destroços, segundo o Corpo de Bombeiros.

Na localidade do "Marotinho", no Bairro de Bom Juá, um outro deslizamento deixou sete mortos e três pessoas foram resgatadas com vida para o Hospital Geral do Estado (HGE).
De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), do dia 1º de abril até esta segunda-feira, Salvador registrou 329,8 milímetros de volume de chuva – 6% acima da média estabelecida para todo o mês. Heráclio Alves, meteorologista do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), afirma que, em abril, o nomal é 300 milímetros de chuva.
Deslizamento de terra deixou ao menos quatro mortos na manhã desta segunda-feira (27) na Avenida San Martin, em Salvador (BA) (Foto: Romildo de Jesus/Futura Press/Estadão Conteúdo)Deslizamento deixou ao menos sete mortos na Av San Martin, em Salvador, nesta segunda-feira (Foto: Romildo de Jesus/Futura Press/Estadão Conteúdo)
O temporal que atingiu Salvador e provocou estragos na cidade começou na madrugada desta segunda-feira. Ruas e avenidas ficaram alagadas e moradores chegaram a utilizar caiaque eprancha de surfe para transitar pelos bairros.
O Hospital Santo Antônio, das Obras Sociais Irmã Dulce, que fica na região da Cidade Baixa, ficou com as dependências completamente alagadas e pacientes precisaram ser transferidos para outras áreas da unidade. Eventos e aulas foram suspensos por causa do temporal.
Desabamento na San Martin
Segundo informações oficiais do Corpo de Bombeiros, sete pessoas morreram e outras quatro foram socorridas, entre elas um adolescente de 16 anos, na Avenida San Martin, na capital baiana.
Equipes do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) fizeram o resgate de uma das vítimas na manhã desta segunda. Os feridos foram levados para uma unidade de saúde da cidade.
Grupamento Aéreo da Polícia Militar fez resgate de vítimas do desabamento (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Grupamento Aéreo da Polícia Militar fez resgate de vítimas do desabamento (Foto: Polícia Militar/Divulgação)
Não há detalhes sobre o estado de saúde nem a identificação dos feridos que foram socorridos. Segundo a Polícia Militar, a criança que morreu no desabamento era um garoto de 12 anos.
Em coletiva na tarde desta segunda-feira, o prefeito ACM Neto informou que sete residências que ficam no entorno do local onde ocorreu o desmoronamento correm risco de desabar. Segundo ele, as seis famílias que moram no local serão retiradas e levadas para abrigos.
Bom Juá
Sete pessoas morreram após um deslizamento de terra atingir um barranco em uma localidade conhecida como "Marotinho", no bairro de Bom Juá, informou a Secretaria de Saúde de Salvador.
Deslizamento em Bom Juá, Salvador corte 300 (Foto:  Romildo de Jesus/Futura Press/Estadão Conteúdo)Deslizamento em Bom Juá deixou cinco mortos
(Foto: Romildo de Jesus/Futura Press/
Estadão Conteúdo)
De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), duas vítimas chegaram a ser levadas para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiram aos ferimentos e morreram.
Outras três pessoas foram resgatadas com vida e também levadas para o HGE. Destas, uma teve alta médica e outras duas permanecem internadas com estado de saúde estável, informou a Sesab.
Segundo o prefeito ACM Neto, as residências situadas no entorno do bairro não foram afetadas e não correm o risco de desabar.
Hospital alagado
O Hospital Santo Antônio, das Obras Sociais Irmã Dulce, na Cidade Baixa, em Salvador, ficou com as dependências completamente alagadas.
Segundo informações da unidade de saúde, três enfermarias ficaram inundadas e pacientes estão sendo transferidos para outras áreas do próprio hospital.
A assessoria ainda divulgou que há possibilidade dos pacientes serem levados para outra unidade de saúde. Ainda por causa da chuva, o ambulatório do Hospital Santo Antônio está fechado nesta segunda-feira.
chuva Bahia Salvador hospital alagado (Foto: Divulgação)Chuva deixou hospital na CidadE Baixa com os corredores alagados (Foto: Divulgação)
Temporal
A forte chuva que atinge Salvador desde a madrugada desta segunda-feira deixou diversas ruas e avenidas alagadas. Segundo informações da Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador), motoristas devem redobrar o cuidado ao trafegar pelas principais vias da cidade.
De acordo com o último boletim da Defesa Civil de Salvador (Codesal), foram recebidas 71 ocorrências até as 11h41.
Foram registrados um alagamento de área, sete alagamentos de imóvel, três ameaças de desabamento de imóvel, duas ameaças de deslizamento de terra, uma árvore caída, três desabamentos de imóvel, oito desabamentos de muro, oito desabamentos parciais e 38 deslizamentos de terra.
De acordo com o Transalvador, as Avenidas Bonocô e ACM, nos dois sentidos; Octávio Mangabeira, sentido Pituba; Paralela, sentido centro da cidade; e San Martin têm trânsito complicado desde o início da manhã.
As regiões do Largo do Retiro e bairro do Rio Vermelho, sentido Ondina, estão completamente alagadas. Em um condomínio no bairro do Stiep, carros estão sendo cobertos pela água e pedestres têm dificuldade para transitar na região.

Nas Avenidas Orlando Gomes, sentido Paralela, Barros Reiras, e nos bairros do IAPI, Boca do Rio, sentido orla, assim como na região do Dique do Tororó, onde fica a Arena Fonte Nova, as ruas já estão alagadas.
De acordo com a Transalvador, na Avenida Juracy Magalhães, o córrego da região já atingiu o limite e corre risco de transbordar.
A Codesal permanece com o plantão 24 horas atendendo às solicitações pelo telefone gratuito 199.
De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o tempo deve permanecer nublado com pancadas de chuva. A temperatura deve variar entre 23ºC a 28ºC.
Cidade Baixa
Diversas ruas na região da Cidade Baixa estão alagadas nesta segunda-feira. Na rua Doutor  Adroaldo Soares de Albergaria, um morador usou um caiaque para transitar pelo local.
Segundo Daniel Valverde, 22 anos, que registrou a imagem, o vizinho alegou que saiu com o caiaque para ajudar quem estava tentando salvar os pertences em meio ao alagamento.
Morador do bairro do Bonfim, em Salvador, utiliza caiaque para transitar pela rua. (Foto: Daniel Valverde /VC no G1)Morador do bairro do Bonfim utiliza caiaque para transitar pela rua. (Foto: Daniel Valverde /VC no G1)
Ainda na Cidade Baixa, nos bairros da Calçada, Comércio, na rua Manoel Barros de Azevedo, no Uruguai, e rua Machado Monteiro, no Caminho de Areia, a situação também é complicada por causa da chuva que atinge a cidade desde a madrugada.
Na rua Manoel Barros de Azevedo, em Caminho de Areia, um morador usou uma prancha de surfe para circular pelo local. O registro foi feito por volta das 6h30 desta segunda. Segundo relatos da moradora Edilmara Fernandes, as pistas amanheceram alagadas por causa do temporal que atinge a capital baiana.
Eventos e aulas cancelados
Alguns eventos e atividades em Salvador foram cancelados nesta segunda-feira (27) por causa da chuva. Escolas municipais suspenderam as aulas e o expediente no Tribunal Regional do Trabalho também foi suspenso.
O concurso que o Detran iria lançar nesta segunda-feira foi adiado. A agenda do governador Rui Costa também foi cancelada.

Protesto contra morte de jovem negro tem confronto com a polícia nos EUA


Tumulto aconteceu horas após o enterro de Freddie Gray, em Baltimore.
Jovem morreu em hospital por ferimentos sofridos durante detenção.

Do G1, em São Paulo
Pessoas sobem em carro da polícia em Baltimore nesta segunda-feira, durante protesto contra morte de jovem negro  (Foto: AP Photo/Juliet Linderman)Pessoas sobem em carro da polícia em Baltimore nesta segunda-feira, durante protesto contra morte de jovem negro (Foto: AP Photo/Juliet Linderman)
Um tumulto teve início na tarde desta segunda (27) em Baltimore, nos EUA, pouco depois do enterro de Freddie Gray, um jovem negro de 25 anos que morreu no dia 19 de abril, uma semana após ser detido. A polícia diz que ao menos sete de seus homens ficaram feridos e que um deles está inconsciente após confrontos com manifestantes.
Na noite desta segunda, a prefeita de Baltimore, Stephanie Rawlings-Blake, declarou toque de recolher na cidade das 22h às 5h por pelo menos uma semana a partir de terça-feira.

Segundo a agência AP, o capitão Eric Kowalczyk diz que há policiais com ossos quebrados depois que pessoas atiraram pedras e tijolos neles.
A confusão começou perto do shopping center Mondawmin e se espalhou pela região, apesar da tentativa da polícia de conter os manifestantes, inclusive com o uso de gás lacrimogêneo. Não há um anúncio oficial sobre o número de detidos.
Um grupo também saqueou uma loja de conveniências, depois de quebrar as janelas do estabelecimento. Um vídeo, publicado por uma testemunha no Twitter, mostra pessoas recolhendo produtos dentro de uma loja parcialmente destruída. Assista.
Vídeo mostra loja sendo saqueada em Baltimore (Foto: Reprodução/Twitter/FlashyRod)Vídeo mostra loja sendo saqueada em Baltimore
(Foto: Reprodução/Twitter/FlashyRod)
Em seu perfil no Twitter, a polícia local diz que há relatos de grupos incendiando objetos nas ruas e de que um fotógrafo teria sido empurrado e chutado. Ao menos um carro da polícia foi cercado e destruído por pessoas que pularam sobre ele.
Protesto anterior
Na última quinta (23), outro protesto pela morte de Gray já havia reunido cerca de 200 pessoas, mas na ocasião não houve registro de violência.

Freddie Gray morreu em um hospital no dia 19 de abril. O jovem havia sido interpelado no dia 12 e sofreu uma ruptura de vértebra durante a detenção, segundo a polícia, que o acusou de portar um canivete. De acordo com a imprensa, o jovem também teria sofrido um trauma na laringe.

Vídeos gravados por pedestres mostram como a polícia atirou Gray no chão no momento da detenção, enquanto o jovem negro, gritando de dor, era colocado em um furgão. "Foi dobrado como se fosse um caranguejo ou uma figura de origami", disse Keven Moore, que fez um dos vídeos ao jornal Baltimore Sun. "Gritava por sua vida".

"Sabemos que ele estava bem quando entrou no veículo da polícia, mas já não reagia na saída", afirmou a prefeita Stephanie Rawlings-Blake.

EUA confrontos Baltimore morte jovem negro (Foto: AP)Carro da polícia queima em confronto  (Foto: AP)
Funeral
No começo do funeral, a polícia anunciou ter recebido a ameaça de que "várias gangues da cidade se associaram para 'eliminar' agentes policiais".
A cerimônia, realizada na Igreja Batista New Shiloh, contou com cerca de 3 mil pessoas, durou cerca de duas horas e meia e teve um forte viés político. O pastor Jamal Bryant disse que Freddie Gray "fez o que é proibido aos homens negros: olhar nos olhos de um policial".
"Estamos aqui por Freddie Gray, mas também porque há muitos Freddie Gray", complementou o advogado da família, Billy Murphy, sob aplausos.
Um monitor no interior do local onde o jovem era velado exibia a mensagem "a vida dos negros importa e todas as vidas importam."
Broderick Johnson, chefe do órgão recentemente criado pelo presidente Barack Obama para apoiar os jovens negros (My Brother's Keeper Task Force) representou o governo no funeral.
Manifestantes atiram pedras na polícia após o funeral de Freddie Gray, na Igreja Batista New Shiloh, em Baltimore, na segunda (27)  (Foto: AP Photo/Jose Luis Magana)Manifestantes atiram pedras na polícia após o funeral de Freddie Gray, na Igreja Batista New Shiloh, em Baltimore, na segunda (27) (Foto: AP Photo/Jose Luis Magana)
  •  
Policial tenta apagar chama causada por uma lata de gás lacrimogêneo durante confronto com manifestantes em Baltimore, na segunda (27) (Foto: AFP Photo/Brendan Smialowski)Policial tenta apagar chama causada por uma lata de gás lacrimogêneo durante confronto com manifestantes em Baltimore, na segunda (27) (Foto: AFP Photo/Brendan Smialowski)
Policiais tentam conter manifestantes em Baltimore, na segunda (27), durante protesto pela morte de Freddie Gray (Foto: AP Photo/Jose Luis Magana)Policiais tentam conter manifestantes em Baltimore, na segunda (27), durante protesto pela morte de Freddie Gray (Foto: AP Photo/Jose Luis Magana)
  •  
Policiais observam enquanto um garoto atira um tijolo em um carro da polícia em Baltimore, na segunda-feira (27) (Foto: AP Photo/Jose Luis Magana)Policiais observam enquanto um garoto atira um tijolo em um carro da polícia em Baltimore, na segunda-feira (27) (Foto: AP Photo/Jose Luis Magana)
Policiais detém um manifestante durante confronto em protesto pela morte de Freddie Gray, em Baltimore, na segunda (27) (Foto: AP Photo/Jose Luis Magana)Policiais detém um manifestante durante confronto em protesto pela morte de Freddie Gray, em Baltimore, na segunda (27) (Foto: AP Photo/Jose Luis Magana)
Gloria Darden, mãe de Freddie Gray (centro), participa da cerimônia de enterro do filho ao lado de familiares, no Woodlawn Cemetery, em Baltimore, na segunda-feira (27) (Foto: AP Photo/Patrick Semansky)Gloria Darden, mãe de Freddie Gray (centro), participa da cerimônia de enterro do filho ao lado de familiares, no Woodlawn Cemetery, em Baltimore, na segunda-feira (27) (Foto: AP Photo/Patrick Semansky)

Fiéis confundem crise de asma com ‘encosto’ e mulher morre após sofrer AVC em igreja


Lúcia sofreu um AVC após ter crise asmática em igreja
Lúcia sofreu um AVC após ter crise asmática em igreja Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal
Extra

Uma mulher morreu ao cair após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), enquanto assistia a um culto em uma igreja evangélica na cidade de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. A dona de casa Lúcia Fernandes Santana, de 55 anos, acompanhava a cerimônia religiosa, quando teve uma crise asmática, seguida de convulsão. De acordo com o Samu, que fez o atendimento à vítima cerca de quarenta minutos depois da crise, fiéis presentes na igreja acharam que Lúcia estava possuída por um 'encosto'.
O caso aconteceu na última quinta-feira. A confusão, segundo os médicos, atrapalhou o atendimento da dona de casa, que seguiu passando mal até que um pastor, chamado pelos fiéis, decidiu chamar uma ambulância. Ela chegou a ser levada para o Hospital da Base, na mesma cidade, mas não resistiu. De acordo com o atestado de óbito divulgado pela unidade, Lúcia morreu por conta de um sangramento cerebral, provocado por uma queda. O AVC, segundo os médicos, foi causado pela crise asmática da vítima.
De acordo com parentes, Lúcia vinha fazendo tratamento para asma, após descobrir a doença recentemente. O corpo da vítima foi sepultado no cemitério de São José do Rio Preto, cidade onde ela morava.