Lula se reuniu com delator do petrolão sobre Pasadena


unnamed
Documento da Petrobras indica que ex-diretor Paulo Roberto Costa esteve com ex-presidente no Palácio do Planalto para tratar da compra de refinaria-sucata no Texas – prejuízo foi de US$ 792 milhões
Documento de uma auditoria interna da Petrobras indica que o ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa, condenado pelos desvios de dinheiro no escândalo do petrolão, viajou a Brasília (DF) para se reunir com o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2006 com o objetivo de tratar da Refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), um mês antes de a controversa compra da planta de refino ser autorizada. Segundo auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU), a aquisição causou prejuízo de 792 milhões de dólares aos cofres públicos. As informações são de Veja.
A agenda consta de relatório intitulado “Viagens Pasadena”, no qual a companhia lista deslocamentos feitos por seus funcionários e executivos, no Brasil e no exterior, em missões relacionadas ao negócio, considerado um dos piores da história da petroleira.
Conforme o documento, o encontro entre Lula e Costa se deu em 31 de janeiro daquele ano, no Palácio do Planalto, exatos 31 dias antes de o Conselho de Administração da Petrobras, na época chefiado pela então ministra da Casa Civil Dilma Rousseff, dar aval à aquisição de 50% da refinaria. O ex-presidente nunca admitiu participação nas tratativas para a aquisição.
A conversa foi inscrita na agenda de Lula apenas como “Reunião Petrobras”. Mas o Planalto não descreveu, na época, quais foram os participantes. O relatório mostra que Paulo Roberto Costa, tratado por Lula como “Paulinho”, ficou em Brasília dois dias e retornou em 1º de fevereiro ao Rio de Janeiro. O motivo registrado foi “reunião com o presidente Lula”.
O ex-presidente Lula afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que “a reunião com a Petrobras” foi “há mais de nove anos” e “não tratou de Pasadena”. Ele não informou, contudo, qual foi, então, a pauta debatida. A assessoria de Lula sustentou ainda que o ex-presidente nunca teve uma conversa “particular” Paulo Roberto Costa e que, na ocasião, o encontro “teve a presença” do ex-presidente da estatal José Sergio Gabrielli.
A relação de viagens mostra que Gabrielli foi a Brasília no mesmo período para “reunião no Palácio do Planalto”. Ele disse, porém, não se recordar do compromisso e que, não necessariamente, estava no prédio da Presidência para falar com Lula naquele dia. “Não me lembro dessa reunião”, afirmou. “Duvido que tenha acontecido isso”, disse Gabrielli, alegando que Costa “não tinha nada a ver com Pasadena”.
O documento da Petrobras foi produzido para subsidiar as investigações da comissão interna que apurou irregularidades na compra de Pasadena. Além da viagem de Costa a Brasília, constam outros 209 deslocamentos de profissionais da estatal, ligados à aquisição e à gestão da refinaria americana, entre março de 2005 e fevereiro de 2009.
Não há menção à agenda do ex-diretor de Abastecimento com Lula no relatório final da comissão, que responsabiliza pela compra, além do próprio Costa, o ex-diretor de Internacional Nestor Cerveró, Gabrielli e outros dirigentes da época. O ex-diretor não foi questionado sobre o encontro quando, em agosto do ano passado, a comissão enviou a ele um questionário sobre sua participação na compra de Pasadena. Costa respondeu aos questionamentos quando cumpria prisão preventiva em Curitiba (PR).
Acusado e já condenado por envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras, Costa ficou preso de março a maio e de junho a setembro do ano passado na carceragem da Polícia Federal na capital paranaense. Em setembro, após firmar um acordo de delação premiada na Operação Lava Jato, ele foi encaminhado para prisão domiciliar, no Rio de Janeiro.
Aos investigadores, o ex-diretor confessou, entre outras irregularidades, ter recebido propina de 1,5 milhão de dólares para não atrapalhar a compra de Pasadena, feita em duas etapas, entre 2006 e 2012, ao custo de 1,2 bilhão de dólares. O prejuízo apontado pelo TCU é de quase 70% do valor pago.
A presidente Dilma alega que só aprovou a compra dos primeiros 50% da refinaria, em 2006, porque desconhecia aspectos prejudiciais do negócio. Em março do ano passado, ela justificou que, ao tomar a decisão, se embasou num relatório técnico e juridicamente falho, apresentado por Cerveró ao Conselho de Administração, que não citava duas cláusulas.
Uma delas, a Marlim, garantia rentabilidade mínima de 6,9% ao ano ao Grupo Astra Oil, sócio da Petrobras no empreendimento, mesmo que a refinaria fosse deficitária. A outra (Put Option) assegurava à parceira o direito de vender sua parte à estatal em caso de desacordo.
Em nota enviada na quarta-feira, o Palácio do Planalto reiterou que Dilma só foi informada da omissão sobre a cláusula Marlim no parecer em junho de 2008, em outra reunião do colegiado. E que não tratou de Pasadena, quando ministra, com Lula. “A ministra-chefe da Casa Civil não tratou da compra da refinaria com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva”, afirmou. O advogado de Costa, João Mestieri, não se pronunciou.

‘Estamos no mesmo saco, eu, o Lula, a Dilma’ , diz José Dirceu


unnamed
Ex-­ministro critica postura do ex­-presidente e faz alusão à Lava Jato
Ricardo Galhardo, Estadão
Passados 10 anos da eclosão do mensalão, o ex-­ministro da Casa Civil José Dirceu, condenado a 7 anos e 11 meses de prisão por corrupção ativa, não esconde a mágoa em relação ao ex­-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à presidente Dilma Rousseff. Em conversa com amigos na semana passada, Dirceu usou a palavra “covardia” para se referir à postura que considera omissa de Lula e Dilma durante todo o processo do mensalão. Omissão que, segundo ele, se repete agora, em relação à Operação Lava Jato, na qual Dirceu é investigado, e faz com que todos os petistas condenados ou não, inclusive o ex­-presidente e a atual, carreguem a pecha de corruptos. “De que serve toda covardia que o Lula e a Dilma fizeram na ação penal 470 e estão repetindo na Lava Jato? Agora estamos todos no mesmo saco, eu, o Lula, a Dilma”, disse Dirceu, segundo relatos colhidos pela reportagem.
Durante uma década Lula se esquivou de fazer publicamente a defesa dos correligionários envolvidos no esquema de corrupção que, segundo o Supremo Tribunal Federal, serviu para comprar apoio parlamentar ao governo do PT. Até o julgamento, em 2013, alegava que preferia esperar a decisão do Supremo. Depois colocou o assunto de lado, apesar de todos pedidos para que desse ao menos uma palavra de solidariedade aos companheiros presos.
Aos amigos com quem falou na semana passada, Dirceu disse desconhecer as razões de Lula e fez uma ressalva ao dizer que o ex-presidente não faz “nem a defesa dele mesmo”.
Apesar da mágoa, o ex-­ministro descarta qualquer possibilidade de o ex-­presidente ter participado das negociações com partidos aliados que levaram ao escândalo do mensalão.
Ele revelou a pessoas próximas ter voltado contra sua vontade à direção do PT em 2009, quando preferia se manter afastado do foco político. O ex­-ministro disse ter sido procurado por Paulo Okamoto, presidente do Instituto Lula, em um hotel de Brasília onde ouviu a ordem para reassumir seu posto no diretório nacional do PT. “Lula queria me controlar”, afirmou a amigos.
Ao contrário de vários petistas, Dirceu não vê Lula se movimentando em direção a uma possível candidatura em 2018. Ele diz acreditar que o ex-­presidente está mais ocupado no momento em mobilizar os setores próximos do partido e “colocar lógica” na relação turbulenta do governo com o PMDB. Mas não descarta a volta do companheiro.
“Se chegar em maio de 2018 e o Lula disser que é candidato ninguém vai se opor”, disse ele aos amigos na semana passada.
Cadeia. Às poucas pessoas de fora de seu círculo pessoal com quem tem conversado enquanto cumpre pena em regime aberto, em Brasília, ele também não esconde o temor de voltar à cadeia por causa da Lava Jato. “Querem me condenar ou me colocar outra vez na cadeia. Imagine o estardalhaço”, disse ele em uma dessas conversas.
A força­-tarefa da Lava Jato investiga um pagamento de R$ 1,15 milhão feito pelo lobista Milton Pascowitch à J. D. Assessoria e Consultoria em 2012, enquanto o Supremo julgava o mensalão e desconfia que o pagamento pode não estar relacionado com os serviços da empresa.Dirceu passou 11 meses na Papuda, em Brasília e desde novembro do ano passado ganhou o direito a cumprir a pena em casa, de onde sai apenas para trabalhar no escritório do advogado José Geraldo Grossi, em Brasília. Ele segue à risca a proibição de dar entrevistas ou ter atividades políticas e mantém o foco em sua defesa na Lava Jato. A esses poucos interlocutores, nega com ênfase as denúncias e diz
ter enviado à Justiça provas da prestação dos serviços.
Além disso, sempre aproveita para rechaçar o julgamento do mensalão reafirmando que a compra de apoio parlamentar não existiu. “Aquilo era dinheiro para campanha e dívidas de campanha”, repete.
Os amigos que visitam Dirceu percebem no ex­-ministro os efeitos dos meses na cadeia tanto no físico quanto no humor. Afirmam que ele tem reclamado com frequência da falta de dinheiro, garantindo que vive atualmente apenas com R$ 4 mil que recebe no escritório e o salário de aproximadamente R$ 12 mil da J.D. Assessoria e Consultoria – que deve encerrar as atividades em seis meses com dívidas de mais de R$ 1 milhão, segundo relatos.
Dirceu tem alegado também que os milhões recebidos desde que deixou o governo, em 2005, se foram na defesa política e jurídica do mensalão e nas atividades de consultoria. Foram mais de 300 viagens pelo Brasil e 128 a 23 países do exterior entre 2005 e 2013. O ex-ministro tem afirmado ainda que parte do seu patrimônio será colocada à venda para pagar as dívidas da empresa. “Não posso mais trabalhar no Brasil”, disse ele a uma pessoa próxima.
SECUNDÁRIO
Embora esteja formalmente afastado da política, Dirceu acompanha de perto as movimentações no PT. Para ele, o partido hoje tem papel secundário na política nacional devido ao protagonismo do PMDB no Congresso, mas nem de longe está morto. O ex-­ministro cita como exemplo o PSOE espanhol, que deixou o governo em 1996 sob denúncias de corrupção e colaboração com o terrorismo, chegou a ser descartado como opção de poder, mas voltou com força em 2003.
Para Dirceu, o processo de reorganização do PT “é coisa para 4, 6 ou 8 anos”. Ele prevê que em 2016 o partido conquiste menos de 10% dos votos nas eleições municipais, uma redução em relação aos 13% alcançados em 2012.

Planalto age para reduzir pressão de Estados e municípios


unnamed
O Palácio do Planalto já se mobiliza para tentar reduzir a pressão feita por Estados e municípios para avançar sobre recursos federais em um momento de penúria dos cofres públicos. Ciente das dificuldades e sem recursos para oferecer aos governos regionais, a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, têm discutido nos últimos dias antecipar o lançamento de um pacote de reforma tributária para contrapor a ação no Congresso. As informações são d’O Estado de São Paulo.
As duas principais armas do governo são a reforma do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para operações interestaduais e a do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). A avaliação é que tais mudanças poderiam aliviar o caixa de Estados e municípios e desarmar a pauta legislativa que se forma contra o governo federal.
O Executivo estuda apresentar uma proposta de reforma do ICMS até o fim do mês. Levy tem discutido com assessores e parlamentares aliados uma forma de dar compensações para Estados com eventual perda de arrecadação provocada pela redução das alíquotas hoje praticadas. Uma das ideias em debate é criar fundos de desenvolvimento regional e de compensação de receitas, embora o maior nó da área econômica é – diante do cenário de falta de recursos e de ajuste fiscal – decidir quem vai bancá-los.
Outra aposta de Dilma é colocar em votação um projeto que unifique a cobrança do PIS e da Cofins. Pelo menos desde 2013, o governo promete o envio da proposta ao Congresso – no início do ano, a presidente reeleita anunciou mais uma vez que iria apresentar tal iniciativa. Esses tributos incidem sobre o faturamento e poderiam aliviar o setor industrial.
Na avaliação do Planalto, o período mais difícil da crise econômica e política começou a passar. O governo considera que a articulação com o Congresso foi restabelecida. Por isso, a pauta federativa, mesmo causando preocupação ao governo, pode ser abortada ou, pelo menos, contornada. “O Executivo só perde esse debate se quiser”, afirmou o líder do governo no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), que tem conversado com frequência com Dilma e Levy sobre a pauta no Congresso. “Se o governo tomar a iniciativa e propor essas reformas, é muito difícil o Legislativo ganhar com a pauta que está em discussão.”

Assembleia da APP será no cara-crachá


unnamed
A APP-Sindicato orienta os professores sobre a assembleia marcada para terça-feira (9) e que pode por fim à greve deflagrada no dia 27 e abril. Os não sindicalizados devem obrigatoriamente levar contracheque de 2015. A orientação é que todos levem documento de identificação com foto e contracheque de 2015 para o credenciamento. A assembleia será às 8h30 no estádio Durival de Brito e Silva (Vila Capanema) em Curitiba. Os não sindicalizados somente entrarão na assembleia se estiverem portanto o contracheque de 2015. Os sindicalizados também devem portar seus contracheques/extrato bancário, pois agiliza o credenciamento.

Rachando a conta da festinha da posse


unnamed
Painel, Folha de S. Paulo
O coquetel de posse de Edson Fachin no Supremo, dia 16, será bancado pelos convidados, e não por entidades como AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) e OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Cada convite para a festa custará R$ 100. O novo ministro espera até 800 pessoas no bufê Villa Rizza, em Brasília. Ele pediu ao cerimonial um evento “sóbrio”.
Mais um – Passou batido na sabatina o fato de Fachin ter advogado em ação referente a perdas com os planos econômicos, o que levanta a dúvida se poderá julgar ação sobre o tema que aguarda para voltar à pauta do Supremo.
Quase W.O. – Luiz Fux, Luis Roberto Barroso e Cármen Lúcia já se declararam impedidos de participar do julgamento, um dos mais importantes do STF. Esse tipo de ação exige no mínimo oito ministros para ser apreciado.
Histórico – Fachin representou Cristiane Toledo Martins Zorzi no STF e no STJ contra o antigo Banestado, adquirido pelo Itaú, para pedir correção de perdas com pacotes. Os recursos foram rejeitados pelo Supremo.
Em aberto – A assessoria do ministro informou que ele só vai decidir sobre o eventual impedimento no julgamento após tomar posse.

Conversão proibida deixa bombeiro e esposa feridos em Curitiba; motorista fugiu do local


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

Um acidente entre um carro e uma motocicleta deixou um bombeiro militar e a esposa dele feridos no começo da manhã deste domingo na Estrada Ribeira, no bairro Atuba, em Curitiba.
trevoatuba
Foto: Antônio Nascimento – Banda B
De acordo com testemunhas, as vítimas estavam na moto e teriam sido atingidas por um veículo Gol que fez uma conversão proibida. “Eu vinha logo atrás do carro e vi a conversão, ele quase passou por cima da mulher após a batida. O passageiro do carro ainda desceu ali e contou que os dois estavam voltando de um bailão, mas mesmo assim o motorista fugiu”, comentou uma testemunha no local.
Segundo o socorrista Emerson, as vítimas foram socorridas e passam bem.
A Polícia Civil investiga o caso.

Assaltante que havia acabado de roubar ônibus é encontrado por vítimas e vai parar no hospital


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento

Um bandido de 42 anos foi preso na noite deste sábado (6) após assaltar um ônibus da linha Capão Raso/Caiuá, na Cidade Industrial de Curitiba. De acordo com a sargento Márcia, o assalto aconteceu na Rua Professor Algacir Munhoz Mader por dois homens, mas chegando próximo de casa, duas das vítimas perceberam um dos assaltantes e o detiveram até a chegada da Polícia Militar.
“Fazendo menção de estarem armados, a dupla deu a voz de assalto e levou 25 passagens de ônibus, além de R$ 20 do cobrador. Ele ainda levou o celular de um dos passageiros”, comentou.
Detido pelas próprias vítimas, o bandido foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador com alguns ferimentos. Ele já foi autuado em flagrante no Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac).
Os pertences e o outro suspeito não foram encontrados.
Também no transporte coletivo
No Boqueirão, um jovem de 21 anos foi preso após assaltar uma estação-tubo. Acompanhado de um adolescente de 13 anos, levou R$ 20. Após o patrulhamento, eles foram encontrados na Avenida Marechal Floriano Peixoto, próximo a estação seguinte.
O adolescente foi encaminhado à delegacia própria e o jovem foi preso em flagrante no Ciac

Queda de avião monomotor sobre casa em Belo Horizonte deixa três mortos


Da Agência Brasil

Um avião monomotor caiu sobre uma casa em Belo Horizonte, na tarde de hoje (7). Segundo a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, três pessoas morreram no acidente.
Foto: Reprodução Estado de Minas
Foto: Reprodução Estado de Minas
Funcionários da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informaram que o jato executivo caiu na Rua São Sebastião, no bairro Minaslândia, próximo ao aeroporto da Pampulha.
Ao cair, a aeronave atingiu o telhado e parte do muro de uma casa. A reportagem ainda não conseguiu confirmar se entre as três vítimas há moradores da casa ou se todas eram ocupantes do avião.
Três servidores da Defesa Civil municipal, bombeiros, equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o superintendente da Infraero em Pampulha, Mario Jorge Fernandes de Oliveira, estão no local do acidente.
.

Silas Malafaia cobra prisão para “ladrões da Petrobras” durante marcha pra Jesus




silas-mala (1)A marcha pra Jesus é um evento anual promovido por diversas denominações protestantes pelo país e leva às ruas centenas de milhares de pessoas.
Silas Malafaia, uma das maiores lideranças protestantes do país, em evento da Marcha pra Jesus no Rio de Janeiro, que aconteceu no dia 31 de maio, aproveitou a multidão presente no evento, cerca de 600 mil pessoas, e a ampla cobertura da mídia, para cobrar a prisão dos corruptos do esquema de corrupção que vem afundando a maior estatal brasileira, a Petrobras.
Silas Malafaia, não obstante, sempre que tem oportunidade para tratar de temas políticos e da corrupção que vem assolando a nação brasileira, não a perde e cobra das autoridades providências.
Por diversas vezes ele já criticou o governo petista, Dilma, Lula, seus amigos Fidel e Raul Castro, além dos “cumpanheiros” ditadores de outros países comunistas.
Confira:

Brasil teria vendido o título da Copa de 2014?



copanobrasil2014Holocausto, é o fim dos tempos no futebol brasileiro. Tragédia, vergonha, humilhação. O que todos temiam, esta semana veio à tona na escalada da corrupção do futebol mundial. Dos Estados Unidos veio a “bomba”: FBI: Brasil vendeu o jogo para a Alemanha num esquema de corrupção que envolveu milhões. A informação está circulando na rede social, com destaque no blogdoparrini.blogspot.com.br, com assinatura de Carlos Parrini, que tem uma coleção de escândalos denunciados na sua página.
Informações do FBI que estão sendo levantadas nos EUA é o que o chefe da CBF preso pela Polícia Americana está envolvido no resultado do jogo entre Brasil e Alemanha. A histórica goleada de 7 a 1 na semifinal da Alemanha sobre a seleção brasileira, na Arena Mineirão, em Belo Horizonte, pode ter envolvido milhões de dólares, onde cada jogador recebeu sua parte.
Dentro de 30 dias será divulgado um balanço que poderá acabar com a vida profissional de muitos jogadores brasileiros reconhecidos pelos torcedores, afirmou o FBI. O esquema pode sobrar até para Rede Globo de Televisão. “Dane-se o torcedor, vamos garantir o nosso. É melhor um na mão que dois voando”, segundo a FIFA, uma frase que vai doer no coração dos brasileiros apaixonados por futebol.
Vários e-mails atualmente “denunciam” a venda desta Copa nas redes sociais. Os textos apresentam detalhes distintos, mas quase todos partem do mesmo autor: Gunther Schweitzer, o mesmo homem que denunciou a venda da Copa de 1998. Em alguns textos, Schweitzer é apresentado como diretor de jornalismo dos canais ESPN. Em outros, o nome aparece com o mesmo suposto cargo de 16 anos atrás: diretor da Rede Globo.
Além da troca de favores entre Brasil e FIFA, outra “questão” foi levantada nos últimos dias: a de que Neymar não teria efetivamente se lesionado na partida contra a Colômbia. Sites brasileiros e colombianos divulgaram imagens da chegada do atleta ao hospital de Fortaleza. Nelas, o paciente aparece com o rosto coberto e sem as tatuagens que o atacante possui no braço direito. Houve ainda quem adaptasse a história e afirmasse que Neymar simulou a lesão, pois foi o único que não concordou em vender a Copa à FIFA.
Enquanto isso, a secretária de Justiça dos Estados Unidos, Loretta Lynch, afirmou que a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, será investigada a fundo, há também indícios de suborno em contratos da CBF na Copa do Brasil e que os acusados de corrupção podem ser presos por até 20 anos. “O processo de candidatura do Brasil para a Copa do Mundo de 2014 já está sendo investigado. No entanto, não posso dar mais detalhes sobre isso no momento”, revelou Lynch, em coletiva realizada em Nova York.

Idoso atravessa sinal vermelho e fica gravemente ferido após ser atropelado no São Francisco


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento
Fotos: Antônio Nascimento - Banda B
Vítima ficou em estado grave (Fotos: Antônio Nascimento – Banda B)

Um idoso de 71 anos ficou gravemente ferido após ser atropelado por um veículo Toyota Etios na manhã deste domingo (7) no cruzamento das ruas Inácio Lustosa e Trajano Reis, no bairro São Francisco, em Curitiba. De acordo com testemunhas, o sinal estava aberto para o carro e é provável que a vítima tenha se distraído.
Motorista auxiliou no socorro
Motorista auxiliou no socorro
Mário Barbosa presenciou o acidente e comentou que a batida foi muito forte. “Só deu tempo de eu escutar a batida. Ele estava caminhando sentido ao Cemitério Municipal e provavelmente não viu o carro”, disse.
Segundo o socorrista Emerson, a vítima precisou ser entubada devido ao impacto. “Ele já é idoso, então ficou num estado realmente muito grave”, comentou.
A vítima foi encaminhada ao Hospital Evangélico.
.

Apesar de insistir nos 8,17%, expectativa é de que greve dos professores termine na próxima terça


Por Felipe Ribeiro
Foto: Divulgação APP-Sindicato
Foto: Divulgação APP-Sindicato

Apesar de ainda insistir no reajuste de 8,17% ainda em 2015, professores e funcionários de escolas estaduais se reúnem na próxima terça-feira (9) na Vila Capanema, em Curitiba, e a expectativa é de encerramento da paralisação que já passa dos 40 dias. O sinal de que a paralisação pode chegar ao fim foi dado na última semana, quando deputados da base aliada de Beto Richa (PSDB) receberam sugestões para a nova proposta, um plano de reajuste válido por três anos.
A proposta, elaborada por deputados estaduais e acatada por Richa, estabelece para o ano de 2015 a aplicação de um reajuste de 3,45% no mês de outubro e institui o dia 1º de janeiro de 2016 como data para a antecipação da revisão geral anual da categoria. Para o reajuste de 1º de janeiro de 2017, seria aplicado o IPCA acumulado entre os meses de janeiro de 2016 e dezembro de 2016, ficando ainda estipulado o percentual de 1% de adicional de data base relativo à compensação dos meses não pagos do ano de 2015.
De acordo com a secretária de Finanças da APP-Sindicato, Marlei Fernandes, a greve continua por tempo indeterminado e todos os núcleos regionais estão discutindo a proposta nestes dias que antecedem a assembleia. “A greve não termina enquanto não haja uma decisão coletiva da categoria. Vamos avaliar tudo com a condição de que nenhum servidor será punido. O que será discutido na terça é o conjunto de proposições e discutiremos a continuidade ou não da greve”, disse.
Para eventual encerramento, a APP já coloca como condição a não punição dos professores grevistas. Em nota, a Secretaria da Educação já afirmou que  não serão abertos Processos Administrativos contra diretores de escolas desde que eles entreguem os RMFs (relatórios de faltas dos professores) dos meses de abril, maio e junho, não serão feitas rescisões para contratos de professores temporários, as faltas de maio e junho serão negociadas mediante reposição das aulas (pela LDB precisam ser cumpridos 200 dias letivos e 800 horas) e que as faltas de abril (4 dias) já foram lançadas no sistema.
Calendário
Com o calendário comprometido, independentemente da continuidade ou encerramento da greve, a secretária de Educação do Paraná, Ana Seres Trento Comin, já trabalha com aulas até fevereiro do ano que vem.“A nossa maior dificuldade é com o transporte escolar. Alguns municípios não possuem condições de utilizar os sábados para reposições, então o calendário nessas localidades pode avançar até o mês de fevereiro”, disse a secretária.
Cada regional apresenta uma realidade diferente, pois alguns sábados já estão comprometidos com formação continuada de professores ou outras atividades pedagógicas. A intenção é utilizar a semana que havia restado como recesso de julho após a primeira paralisação (de 29 dias), e os sábados disponíveis. A APP-Sindicato também deve participara da reorganização do calendário
Greve
A segunda greve dos professores e funcionários do Paraná teve início no dia 27 de abril em protesto contra o projeto que previa mudanças na Previdência do Estado. Dois dias após a deflagração, a Assembleia Legislativa aprovou o projeto no episódio que ficou conhecido como “Batalha do Centro Cívico”, no qual a repressão policial deixou mais de 200 feridos.
A primeira greve foi encerrada no dia 9 de março após 29 dias de paralisação.

Acidente deixa irmãos mortos e outros cinco feridos na BR-476; adolescente dirigia um dos carros


Por Felipe Ribeiro e Antônio Nascimento
Foto: Divulgação PRF
Foto: Divulgação PRF

Um grave acidente deixou dois irmãos mortos e outras cinco pessoas feridas na madrugada deste domingo (7) no quilômetro 170 da BR-476, em Contenda, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, uma das vítimas fatais era um adolescente de 14 anos, que dirigia um veículo Gol, mas aparentemente o outro carro envolvido é quem teria invadido a pista contrária e causado a batida frontal.
Foto: Arquivo Familiar
Os irmãos morreram na hora. (Foto: Arquivo Familiar)
Segundo o policial rodoviário federal Cristiano, o adolescente estava com a irmã de 19 anos e outras três pessoas no carro. “Familiares contaram que ele estava levando a irmã e o namorado dela para casa, mas isso aí veio a acontecer”, comentou.
O motorista do outro veículo, um Golf, também foi socorrido com lesões graves. Dos quatro feridos no acidente, três são adultos e um, adolescente, de 16 anos. Uma passageira do Golf também teria sido socorrida.
Ambulâncias da concessionária que administra o trecho, do Siate e do Samu participaram do resgate das vítimas. Dos quatro feridos, dois foram encaminhados para o Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo (PR), um para o Hospital do Trabalhador e outro para o Hospital Evangélico, ambos em Curitiba.
Os irmãos, identificados como Daniel Antônio Fleiter e Danieli Aparecida Palmeira Fleiter, morreram na hora e tiveram os corpos encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML).

Prefeita Beti Pavin e CRM assinam termo de reabertura da Santa Casa




Prefeitura e Governo serão parceiros da instituição no aporte de recursos
Com muito empenho, dedicação, incansáveis reuniões, parcerias e sensibilização junto ao empresariado, ao longo destes dois anos e meio a frente da Prefeitura de Colombo, a Prefeita Beti Pavin, sabedora da necessidade dos colombenses em ter um hospital perto de casa, finalmente pode dar a boa nova, de que a Santa Casa de Misericórdia será oficialmente reaberta nos próximos dias.
“Foi uma batalha difícil, árdua, vencemos muitos entraves burocráticos junto a vários órgãos desde que assumimos. A Justiça já tinha autorizado no ano passado, e agora só faltava o Conselho Regional de Medicina, que tinha interditado lá em 2012 a Santa Casa. Vendo todas as melhorias realizadas durante todo este tempo, autorizaram que os médicos ali possam trabalhar e atender a nossa população”, disse Beti Pavin.
Para tanto, a prefeita foi hoje, 03, acompanhada do secretário municipal da Saúde, Fernando Aguilera, do interventor da Santa Casa, Joaquim Rauli, do presidente da Câmara, vereador Waldirlei Bueno, dentre outros profissionais do setor, na diretoria do Conselho Regional de Medicina-CRM, assinar um termo de ajuste de conduta para reiterar que a Santa Casa está apta a funcionar a partir desta ação e de parcerias.
“Diante de vários casos de interdição ética do exercício profissional do trabalho dos médicos que acompanhamos no Estado do Paraná, este foi o primeiro que vamos iniciar o processo de reabertura para que o município volte a ter este serviço disponível a sua população”, comentaram os conselheiros do CRM, o presidente Luiz Ernesto Pujol e Carlos Roberto Rocha.
Anuência do Ministério Público
Toda esta ação tem a anuência, desde o ano passado, do Ministério Público, onde a justiça assinou a autorização para que a Santa Casa de Colombo firme convênios e possa reabrir. A partir de agora, uma empresa irá administrar a casa hospitalar com parceria da Prefeitura Municipal e do Governo do Estado. De acordo com a Prefeita, o Governo do Paraná fará um aporte financeiro para a instituição, o que será essencial para o funcionamento.
“Somente com esta união de forças entre o poder público, iniciativa privada, os cidadãos, muito trabalho e vontade é que estamos devolvendo a Santa Casa para os colombenses”, afirmou. Neste convênio o governo irá repassar R$ 1 milhão para aquisição de equipamentos médico hospitalares e R$ 200 mil mensais para o custeio de despesas. E a Prefeitura programou repasses de R$ 250 mil mensais.
O local está previsto para iniciar com atendimentos ambulatoriais de clínica médica e gradativamente os demais, como a realização de exames e cirurgias, conforme explicou o secretário da Saúde de Colombo, Fernando Aguilera. “Estas consultas com especialistas serão encaminhadas através das Unidades de Saúde. Os atendimentos de urgência e emergência ainda não estarão disponíveis neste primeiro momento.”
Nova Ala
Após o retorno completo das atividades, seja das consultas eletivas até a ocupação dos 75 leitos, e o recredenciamento junto ao Sistema Único de Saúde – SUS, também há a programação entre os parceiros de viabilizar a construção de uma nova ala de atendimento, oferecendo assim serviços de alta complexidade. Para chegar nos dias de hoje, a Santa Casa passou por uma completa reforma, recuperação financeira e encaminhamentos da situação dos funcionários.
A Santa Casa de Misericórdia de Colombo, existe há mais de 50 anos e está fechada desde janeiro de 2012. É uma instituição filantrópica privada sem fins lucrativos e funcionará contando com doações e parcerias. No convênio com a Prefeitura de Colombo, o município irá comprar os serviços disponíveis ali para oferecer aos cidadãos.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Foto: João Senechal/PMC

Sisu abre inscrições nesta segunda; consulte onde estão as 55 mil vagas


Consulta aos cursos do segundo semestre de 2015 está aberta.
Inscrições para o Sisu devem ser feitas entre os dias 8 e 10 de junho.

Do G1, em São Paulo
Consulta aos cursos do 2º semestre de 2015 está aberta (Foto: Reprodução)Consulta aos cursos do 2º semestre de 2015 está aberta (Foto: Reprodução)
As inscrições para a edição do meio do ano do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começam nesta segunda-feira (8) e vão até às 23h59 desta quarta-feira (10). A consulta aos cursos e instituições já está disponível no site do programa.
saiba mais

A segunda edição do Sisu 2015 selecionará alunos para 55.571 vagas em 72 instituições públicas de ensino superior.
A lista disponível na página do sistema aponta vagas em 234 cidades de 25 estados do país (não há vagas no Amazonas e no Mato Grosso).
Aplicativo permite que os candidatos consultem as vagas do Sisu através de tablet e celular (Foto: Reprodução)Aplicativo permite que os candidatos consultem as
vagas do Sisu através de tablet e celular
(Foto: Reprodução)
Aplicativo
Assim como na última edição, o Ministério da Educação (MEC) disponibilizou no site do Sisuo download de um aplicativo que permite os estudantes a consultarem as vagas do programa direto do celular e tablet Android e Windows.
Através do aplicativo é possível simular a média em cada curso, adicionar lembretes de datas importantes, receber notificações e acompanhar a nota de corte parcial dos cursos.
Carreiras
Serão selecionados estudantes para 298 carreiras em 1.564 cursos de graduação. Medicina, por exemplo, é oferecido em 24 universidades federais.
O número de vagas desta edição é maior que o da seleção de meio de ano de 2014, quando 67 instituições aderiram ao sistema e ofereceram 51.412 vagas.
Nesta edição, a única nota válida para participar do Sisu será a do Enem 2014. Para se inscrever na seleção, o candidato não pode ter tirado zero na redação.
Datas
O processo seletivo do Sisu para o segundo semestre terá apenas uma chamada e o resultado, que será divulgado no dia 15 de junho, poderá ser consultado na página do Sisu na internet. A matrícula deverá ser realizada nos dias 19, 22 e 23 de junho na instituição em que o aluno foi selecionado.
Para fazer parte da lista de espera, o candidato deve entrar no site do Sisu entre os dias 15 e 26 de junho. As universidades terão de 19 a 26 de junho para informar as vagas disponíveis no site.
CALENDÁRIO

Inscrições
8 a 10 de junho

Resultado
15 de junho

Matrícula
19, 22 e 23 de junho

Lista de espera
15 e 26 de junho
Como participar
Ao acessar o sistema, os estudantes poderão checar todas as vagas disponíveis para a seleção. Porém, cada estudante poderá se inscrever em duas opções de vagas. No ato da inscrição, será preciso escolher, em ordem de preferência das vagas, a instituição, o local de oferta, o curso e o turno em que ele é ministrado.
Até as 23h59 desta quarta, o estudante poderá trocar suas opções no sistema quantas vezes quiser, e também cancelar sua inscrição. Durante o período, o Sisu informará a nota de corte de cada curso e turno, ou seja, a nota mínima para ser aprovado naquele curso, segundo o número total de inscritos e o número de vagas oferecidas. O Sisu considera apenas as últimas opções cadastradas no momento do fechamento das inscrições.
Na hora de fazer as duas opções de vaga, o candidato deve escolher uma das três modalidades de concorrência: a concorrência pelo sistema de cotas que segue a lei federal, a concorrência pelo sistema de ação afirmativa determinado pela instituição de ensino que oferece a vaga, e a ampla concorrência.