Inscrições para Campeonato Paranaense de moutain bike estão abertas para etapa de Colombo


WEBMASTER 12 DE JUNHO DE 2015

Evento marca o retorno de Colombo em grandes competições; atletas do município terão a inscrição subsidiada

Em agosto Colombo irá receber uma das etapas do Campeonato Paranaense de Moutain Bike Marathon. As inscrições já estão abertas e terminam no dia 05 de agosto e, para os atletas do município a taxa de inscrição será subsidiada.
“Este é um torneio que reunirá atletas de todo o estado e coloca Colombo novamente na rota das grandes competições.”, afirma o coordenador de Esportes, Gilmar Franco.
As inscrições serão realizadas pelo site www.assessocor.com.br. Os atletas do município têm até o dia 25 de julho para comparecer a Secretaria de Esporte, Cultura, Lazer e Juventude para solicitar o subsidio na inscrição.
O campeonato acontece nos dias 08 e 09 de agosto. A concentração e a largada serão no Centro Poliesportivo Prefeitura Municipal, antiga Associação Banestado, às 9h.
Serviço:
Secretaria Municipal de Esporte, Cultura e Lazer
Endereço: Rua Marechal Floriano Peixoto, 8771 – Centro
Telefone: (41)3656-7145
Horário: 8h às 17h
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Centro do Empreendedor é inaugurado em Colombo


WEBMASTER 12 DE JUNHO DE 2015

Novo espaço possibilitará aos micro empreendedores do município realizarem a formalização gratuita além de outros serviços

Prefeita e autoridades descerram fita inaugural do Centro do Empreendedor de Colombo
Prefeita e autoridades descerram fita inaugural do Centro do Empreendedor de Colombo
A Prefeitura de Colombo, através da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho e em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná-SEBRAE, inauguraram nesta sexta-feira, 12, o Centro do Empreendedor de Colombo, o qual dará apoio ao MEI (Micro Empreendedor Individual).
“Com mais esta ação estamos oferecendo vantagens e criando condições para que os micro e pequenos empresários possam avançar, e com isso gerem mais renda e emprego em nosso município. Esta e outra melhorias que buscamos tem o objetivo de oportunizar mais qualidade de vida para nossos cidadãos”, destacou a Prefeita Beti Pavin.
Durante a inauguração, o secretário da Indústria, Comércio Turismo e Trabalho, Antonio Ricardo Milgioransa, disse que esta iniciativa faz parte do programa Cidade Empreendedora que está sendo implantado na cidade. “Todo este trabalho que estamos iniciando, integra uma ação maior, o Cidade Empreendedora, que visa melhorar o ambiente de negócios para as pequenas empresas do município”, explicou.
Beti Pavin diz que o novo espaço cria condições para que os micro e pequenos empresários possam avançar
Beti Pavin diz que o novo espaço cria condições para que os micro e pequenos empresários possam avançar
O gerente da região Leste do Sebrae, José Ricardo Campos, ressaltou que é fomentando o empreendedorismo que o município se desenvolve. “Somente com este trabalho conjunto é que as ações acontecem. No Brasil, cerca de 60% dos empregos gerados são das micro e pequenas empresas, por isso, o desenvolvimento do município passa pelo desenvolvimento das micro e pequenas empresas.”
Pequeno Empresário
O Micro Empreendedor Individual é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. O Centro do Empreendedor de Colombo servirá para que estes micros empreendedores, que estão na informalidade, façam o processo de formalização.
Em Colombo, mais de 5000 mil MEIs estão cadastrados, e de acordo com o secretário Milgioransa, este número irá aumentar com a inauguração do centro. “Além de ser um referencial, queremos avançar no processo de desburocratização e simplificação de procedimentos e abertura de empresa, contribuindo de forma decisiva para a redução de informalidade e apoiando o empreendedorismo local,” enfatizou.
O Centro do Empreendedor de Colombo também servirá para orientar sobre obrigações do MEI, consulta prévia do Grau de Risco, como questões ambientais ou de saúde, impressão do CCMEI (Certificado da Condição de Micro empreendedor Individual), do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), do Relatório de receita Bruta e do CNDs (Certidões Negativas de Débitos). O micro empreendedor também poderá emitir Notas Fiscais Eletrônica, alterar dados e baixa do MEI, terá atendimento para profissionalização pelo SEBRAE, através de cursos e palestras, além de parcerias com instituições, orientações e qualificação sobre crédito.
Formalização
Da esq p/ dir.: O secretário Antonio Ricardo, a prefeita Beti Pavin, o gerente do Sebrae, José Ricardo Campos e o presidente da Câmara, Waldirlei Bueno conhecem a nova estrutura disponível aos empreendedores de Colombo
Da esq p/ dir.: O secretário Antonio Ricardo, a prefeita Beti Pavin, o gerente do Sebrae, José Ricardo Campos e o presidente da Câmara, Waldirlei Bueno conhecem a nova estrutura disponível aos empreendedores de Colombo
O micro empreendedor que tiver interesse em se formalizar, poderá ir até o Centro do Empreendedor de Colombo, localizado na Rua José Leal Fontoura, 414, no Centro de Colombo, aberto de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para realizar a formalização é preciso levar a cópia do RG, CPF, Título de Eleitor e Certidão de Casamento, recibo do Imposto de Renda (caso faça a Declaração), comprovantes de endereço autorizado da residência e do local onde será o estabelecimento e a inscrição imobiliária (número do IPTU) do local onde será o estabelecimento.
Também participaram da inauguração o vice-prefeito, Ademir Goulart, o presidente da Câmara de Vereadores, Waldirlei Bueno, representantes de instituições de ensino e qualificação profissional, representantes de instituições bancárias, do Sicredi, Osmir Alberti, o presidente da ACIC, Gilberto Strapasson, secretários municipais, a nova micro empreendedora de Colombo que formalizou a sua empresa de facção de roupas, Leonira Ferreira e colaboradores do novo espaço.
Serviço
Centro do Empreendedor de Colombo
Endereço: Rua José Leal Fontoura, 414, Centro
Contato: 41-3656.2065 / 6181
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: Marcio Fausto/PMC

Justiça italiana suspende extradição de Pizzolato, réu do Mensalão


Da Agência Brasil

A Justiça italiana aceitou hoje (12) o recurso do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil (BB) Henrique Pizzolato e suspendeu, mais uma vez, a sua extradição para o Brasil, confirmou o Ministério da Justiça. Ao falar sobre o assunto, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que o governo brasileiro respeitará a decisão italiana.
“O governo brasileiro respeita imensamente a Justiça italiana, que tem, evidentemente, soberania para apreciar o pedido de extradição. Nós temos que aguardar a solução final. É um procedimento admitido pela legislação italiana e, portanto, o Brasil respeitará a decisão italiana, seja ela qual for. Embora, estaremos sempre lutando para que a decisão do Judiciário brasileiro seja cumprida, que é o que temos feito em conjunto, como o Ministério Público Federal”.
Ontem (11), Pizzolato iniciou uma greve de fome em protesto contra a extradição para o Brasil. Ele está preso na Itália e poderia voltar ao país a partir de segunda-feira (15). Na semana passada, o Tribunal Administrativo Regional de Lazio, na Itália, havia autorizado a extradição ao não aceitar outro recurso em que a defesa alegava que os presídios brasileiros não têm condições de garantir a integridade física dos detentos.
O ex-diretor de Marketing do BB foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Ele foi sentenciado a 12 anos e sete meses de prisão. Antes de ser condenado, Pizzolato, que tem cidadania italiana, fugiu para a Itália com identidade falsa, mas acabou sendo preso em fevereiro de 2014, em Maranello.

Acidente no Portão deixa dois feridos; carro só parou em muro de residência


Por Marina Sequinel e Juliano Cunha
(Fotos: Juliano Cunha – Banda B)

Um acidente entre dois carros assustou quem passava pelo bairro Portão, em Curitiba, no começo da tarde desta sexta-feira (12). A colisão aconteceu na esquina das ruas Professor Ulisses com a Parintins.
Segundo o subtenente Tonon, um dos veículos teria atravessado a preferencial. “O motorista do Honda City, de 42 anos, afirmou que se sentiu mal antes do acidente. Com o impacto, o carro dele bateu em um muro e destruiu a estrutura”, explicou ele em entrevista à Banda B.
O outro carro, um Sandero, conduzido por uma mulher de 21 anos, ficou atravessado na via. “Felizmente, os dois só tiveram ferimentos leves. Não foi confirmado quem furou a preferencial”, completou.
Os dois foram socorridos e encaminhados ao Hospital do Trabalhador.

Taxista é preso por suspeita de estuprar passageira no RJ


Jovem adormeceu no veículo e foi levada para favela de Niterói.
Policiais cumpriram mandado de prisão contra Marcelo Alvelino Nascimento.

Cristina BoeckelDo G1 Rio
Taxista foi preso nesta sexta-feira no Rio (Foto: Cristina Boeckel / G1)Taxista foi preso nesta sexta-feira no Rio (Foto: Cristina Boeckel / G1)
Policiais da 22ª DP (Penha) prenderam nesta sexta-feira (12) o taxista Marcelo Alvelino Nascimento, que é suspeito de ter estuprado uma mulher que entrou em seu táxi na Lapa. O crime aconteceu na quarta (10).
A jovem, de 19 anos, saiu de um bar onde estava com amigos na Rua Mem de Sá, na Lapa, por volta de 1h de quarta-feira. Durante o trajeto, acabou dormindo. "Quando ela despertou, estava em uma casa sem roupa, deitada e com o motorista também nu sobre ela, tentando concretizar o ato sexual", afirmou o delegado Carlos Eduardo Rangel.
De acordo com a polícia, a jovem se desvencilhou do homem, pegou as roupas que estavam jogadas e correu para a porta da casa. Ela começou a gritar, mas foi alcançada pelo criminoso, que a agarrou e informou que eles estavam em uma área de risco.
A mulher foi colocada dentro do carro e, ao sair da comunidade, percebeu que estava em Niterói. Ao passar pela Ponte Rio-Niterói, ela tentou acionar os agentes da Polícia Rodoviária, mas foi agredida.
Criminoso tentou jogar vítima em valão
Na volta ao Rio de Janeiro, Marcelo tentou jogar a vítima em um valão na Avenida Brasil. "Ele não conseguiu porque ela brigou. Ela voltou para o carro, assumiu o banco do motorista e tentou dar a partida no veículo, mas não conseguiu e continuou a ser agredida por ele", contou o delegado.
O carro também chegou a passar na frente da delegacia que investiga o caso. A jovem tentou gritar, mas o motorista acelerou o veículo. Desesperada, a jovem conseguiu sair do carro perto da vizinhança onde mora na Penha, mas anotou a placa do veículo. Ao chegar em casa, já de manhã, ela contou o que aconteceu aos pais, que acionaram a polícia.
"Os laudos dos exames pelos quais ela passou deram positivo para violência física e sexual", informou o delegado Carlos Eduardo, que conta que, a partir da placa, o proprietário do veículo foi identificado. Por ele, os agentes descobriram que Marcelo é o motorista auxiliar. O carro e o motorista foram reconhecidos pela vítima.
Suspeito nega violência sexual
Marcelo Alvelino vai responder pelos crimes de estupro de vulnerável e cárcere privado, e as penas dos dois crimes, somadas, vão de 10 a 15 anos de prisão.
Ao ser apresentado, Marcelo tinha arranhões e hematomas na pele do rosto e nos braços. Ele afirmou que entrou em luta corporal com a vítima, mas negou a violência sexual. "Eu não sou estuprador, sou um pai de família."
De acordo com o delegado, os próximos passos incluem a reunião de mais provas para pedir a prisão preventiva de Marcelo. "Eu não acredito que este crime tenha sido cometido pela primeira vez. Ele nem conseguiu justificar para o dono do automóvel as avarias no carro."
Antes da prisão por violência sexual, Marcelo tinha somente uma passagem pela polícia, por acidente de trânsito.

Corpo de PM é encontrado em Leme; marido se entrega e confessa o crime


Larissa Santos Velasco estava desaparecida desde a noite de quarta-feira.
Homem de 27 anos levou policiais até canavial onde o corpo foi deixado.

Do G1 São Carlos e Araraquara
A policial militar Larissa Santos Belasco de Leme (Foto: Reprodução/EPTV)A policial militar Larissa Santos Belasco de Leme (Foto: Reprodução/EPTV)
Foi encontrado na noite desta sexta-feira (12) o corpo da policial militar Larissa Santos Velasco, moradora de Leme (SP) que estava desaparecida desde a noite de quarta-feira (10). O marido dela, Gleiser Nunes Velasco, de 27 anos, se entregou à polícia e confessou o assassinato da jovem de 21 anos, segundo informou o Jornal da EPTV. O homem levou os agentes até o local onde o corpo da soldado foi deixado, em um canavial no Distrito Industrial. (assista ao vídeo)
O homem chegou na delegacia de Leme por volta das 17h30 e entrou pelos fundos para não chamar a atenção. Logo depois, ele saiu em viaturas da policia para mostrar onde abandonou o corpo. O motivo e a forma como ele executou a esposa ainda são desconhecidos.
Casal foi visto em Leme na noite de quarta-feira (Foto: Arquivo pessoal)Casal foi visto em Leme na noite de quarta-
feira (Foto: Arquivo pessoal)
A mulher trabalhava na Polícia Militar de Limeira (SP), mas morava na casa da avó no Jardim São José, em Leme, junto com o marido. Ela foi vista pela última vez na quarta por uma vizinha, quando recebia um lanche.
A família só se deu conta do desaparecimento no dia seguinte quando amigas da policial foram buscar Larissa para trabalhar em Limeira. "A vizinha da minha mãe veio falar que as moças estavam chamando ela. Ai minha mãe foi perceber que ela não estava. Quando as moças chegaram na corporação de Limeira, o batalhão fez uma ligação para a PM de Leme e uma viatura veio até a casa da minha mãe saber o porquê dela não ter comparecido ao trabalho", explicou a mãe da vítima, Cristina de Oliveira, em entrevista à EPTV durante a tarde, antes de saber do homicídio.
Ela não tinha o prazer nem de conversar comigo e com as primas, porque ele tinha que estar do lado escutando o que estávamos conversando"
Maria Oliveira, tia de Larissa
'Feito uma burrada'
Larrisa se formou como soldado da PM no final de maio. Ela e Gleiser estavam casados há um ano. A mãe dele, Ozalena Ribeiro, tinha visto o filho pela última vez na quarta. "Ele estava organizando os documentos para poder levar para São Paulo porque ele também estava tentando ingressar na polícia. Estava normal, sem problema nenhum. Ainda perguntei da Larissa, que estava de folga", disse. Ela ainda explicou que o filho ligou para o irmão. "Falou que tinha feito uma burrada e que ia ter que sumir".
Ciúmes
A tia de Larissa, Maria Oliveira, disse que Gleiser era muito ciumento. "Demonstrava muita frieza. Ela não tinha o prazer nem de conversar comigo e com as primas, porque ele tinha que estar do lado escutando o que estávamos conversando".
Investigações
Até a publicação, a perícia de Limeira ainda trabalhava no canavial onde o corpo foi encontrado. O homem foi levado de volta para a delegacia, onde presta depoimento com a delegada da mulher, Adriana Galone, que ainda não se pronunciou sobre as providências que serão tomadas e para onde ele será levado.

Morre José Messias, ex-jurado do programa Raul Gil, aos 86 anos


Cantor, compositor e radialista estava internado há cerca de dez dias em um hospital da Zona Norte do Rio.

Luciana Tecidiodo EGO, no Rio
José Messias (Foto: Reprodução / Youtube)José Messias (Foto: Reprodução / Youtube)
José Messias, ex-jurado do programa Raul Gil, morreu na noite desta sexta-feira, 12, aos 86 anos, no Rio. O cantor, compositor e radialista estava internado há cerca de dez dias no Hospital Italiano, no Grajaú, Zona Norte do Rio. As informações são da rádio CBN.
Segundo nota de pesar do SBT, José Messias teve falência múltipla de órgãos em decorrência de uma complicação renal. "Seu enterro acontecerá  em Saquarema, Rio de Janeiro, às 16 horas, no cemitério Nossa Senhora de Nazaré", informou a emissora, que lamentou a morte do cantor.

José Messias era mineiro de Bom Jardim de Minas e tinha um vasto currículo na TV e no rádio. Foi o criador do famoso quadro "Para quem você tira o chapéu".

De acordo com o Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira, Messias nasceu de uma família de músicos. Ele era sobrinho de um trombonista e seu avô era regente de bandas. Com 13 anos começou a participar da banda de música da sua cidade natal e a compor músicas para o carnaval. Ainda jovem mudou para Barra Mansa e depois para outras cidades do interior atuando em pequenos circos. Em 1945, mudou para o Rio de Janeiro, onde estudou no Liceu de Artes e Ofícios.
 
José Messias (Foto: Reprodução / Youtube)José Messias (Foto: Reprodução / Youtube)
Carreira e obra
Em 1945, começou a atuar no programa "Papel carbono" apresentado por Renato Murce na Rádio Nacional. Trabalhou como secretário de Herivelto Martins. Em 1952, teve sua primeira música gravada, "A dança do coça coça", lançada por Heleninha Costa. Por essa época, escreveu para jornais e revistas. Em 1955, estreou na Rádio Mayrink Veiga apresentando seu próprio programa. Atuou depois nas rádios Mundial, Carioca, Metropolitana, Tupi, Guanabara e Nacional. Ainda em 1955, teve o samba "A mão que afaga", com Raul Sampaio, gravado na Continental pelos Vocalistas Tropicais. Em 1956, estreou em discos pela gravadora pernambucana Mocambo, registrando de sua autoria e Carlos Brandão a batucada "Macumbô" e o samba "Deus e a natureza".
Em 1957, gravou na Copacabana os sambas "Ai, ai, meu Deus", de Amorim Roxo e Nelinho e "Vou beber", de sua autoria e Carlos Brandão.
EGO NAS REDES SOCIAS


Em 1959, gravou pela Continental o mambo "Você aí", de sua autoria e o samba "Fim de safra", de Luiz de França e Zé Tinoco. Nesse ano, seu samba "O sono de Dolores", em homenagem a Dolores Duran que acabara de falecer, foi gravado por Angela Maria e Mara Silva na Copacabana. Em 1960, gravou na Polydor as marchas "Marcha da condução", de sua autoria e "Garoto solitário", de Adelino Moreira, com a qual fez sucesso no carnaval do ano seguinte. Ainda em 1960, seu bolero "Chega" foi gravado por Carlos Augusto. Em 1961, gravou na Philips, de sua autoria, o rock "Rock do Cauby", e de Edgardo Luiz e Geraldo Martins o samba "Amor de verão". Em 1962, obteve destaque com a "Marcha do Carequinha". Gravou na Mocambo o chachacha "Garrincha-cha", de Rutinaldo, homenagem ao jogador de futebol Garrincha, do Botafogo do Rio de Janeiro. Nesse ano, seu bolero "Pecador", foi gravado por Silvinho. No começo dessa década, foi um dos radialistas que mais apoiou o movimento ligado ao rock, tocando as músicas e apresentando os artistas ligados à Jovem Guarda.
José Messias (Foto: Reprodução / Youtube)José Messias (Foto: Reprodução / Youtube)
Em 1963, gravou na RGE o "Twist do pau de arara", de Raul Sampaio e Francisco Anísio e o "Cha cha cha do Carequinha", de sua autoria. Ainda nesse ano, gravou na Odeon as marchas "Deus tem mais pra dar", de Valfrido Silva, Gadé e Humberto de Carvalho e "Marcha do pica-pau", de Valfrido Silva e Humberto de Carvalho. Também no mesmo ano, teve a música "Aconteça o que acontecer" gravada pelo Trio Esperança.
Em 1969, gravou a música "Terreiro de outro rei", de sua autoria no LP "O fino da roça", de Jackson do Pandeiro. Atuou também nas TVs Tupi, Continental, Rio e Excelsior. Na TV Tupi participou dos programas "Flávio Cavalcanti" e "A Grande chance". No SBT, de São Paulo, participou desde o ano 2000 do Programa Raul Gil, bem como teve atuação muito permanente nas mais diversas emissoras da radiofonia carioca, especialmente a Rádio Nacional do Rio de Janeiro.
Em 2000, teve a música "Travesseiro" relançada na voz de José Ricardo no CD "José Ricardo - Serenata Suburbana", do selo Revivendo. Em 2002, produziu o CD "Seleção Nota 10 De José Messias" pela Warner. (*Fonte: Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira)

Grupo chinês constrói arranha-céu de 240 metros em 19 dias


Técnica usada na construção é chamada 'revolucionária' pelos chineses e tinha uma média de três andares erguidos por dia.

Da BBC
A empresa Broad Group, da China, construiu uma torre de 240 metros na cidade de Changsha em 19 dias. Ela não chama a atenção pela beleza, mas o homem responsável pelo arranha-céu, Zhang Yue, garante que o prédio representa uma "revolução na forma de se fazer construções". Assista ao vídeo.
Módulos de aço aceleram o ritmo de uma construção em cerca de 3 andares por dia. A empresa diz que o modelo é mais seguro e barato.O plano agora é construir o maior arranha-céu do mundo usando essa técnica.
Atualmente, o recorde pertence ao Burj Khalifa, em Dubai, de 828 metros e que foi construído em cinco anos. Segundo Yue, a ideia é fazer um prédio com 10 metros a mais a ser erguido em apenas sete meses.
Grupo chinês Broad Group constrói arranha-céu de 240 metros em 19 dias na cidade de Changsha (Foto: BBC)Grupo chinês Broad Group constrói arranha-céu de 240 metros em 19 dias na cidade de Changsha (Foto: BBC)