Após ter casa furtada no DF, casal pede ajuda em redes sociais


Só em eletrônicos, prejuízo foi de R$ 15 mil; roupas também foram levadas.
Ninguém foi preso; caso é o segundo de prédio em Taguatinga neste ano.

Do G1 DF
Após ter a casa furtada e encontrar tudo revirado na manhã desta segunda-feira (15), um casal resolveu pedir ajuda postando um vídeo nas redes sociais para recuperar o que foi levado pelos ladrões. As vítimas ficaram duas horas e meia longe da residência em frente à Praça do Bicalho, em Taguatinga. Ninguém foi preso até as 9h desta terça (16). A 17ª DP investiga o caso.veja vídeo
saiba mais

"Eles destruíram tudo, levaram tudo o que tinha. Quem puder ajudar, agradeço muito", diz o cinegrafista Diego Sulivan no vídeo.
Somente em equipamentos eletrônicos, entre eles uma televisão, um DVD, um notebook, um computador e duas câmaras, o prejuízo ficou em R$ 15 mil. Roupas, sapatos e joias também foram levados.
O homem dependia dos aparelhos para trabalhar e afirma que não sabe o que fazer. "Foi o quê consegui com um bom tempo, quase um ano, e tenho serviço a cumprir também. Agora vou ter de me desdobrar."
A mulher de Sulivan, Jéssica Almeida, falou que ficou com uma sensação de total insegurança. "Nunca fui furtada antes, então não sabia como uma pessoa que passa por isso se sentia. Até agora estou bastante nervosa ainda. (...) você sente que está sempre à mercê da vontade do outro. Se a pessoa estiver com vontade de assaltar, ela vai te assaltar. Se ela quiser te matar, ela vai te matar. Não interessa o que você faça."
Frequência
O apartamento do casal não é o primeiro a ser assaltado no prédio. Em janeiro deste ano, outro apartamento vizinho também foi invadido enquanto os donos estavam fora. O material só foi recuperado porque um homem achou estranho o movimento e anotou a placa dos carros dos suspeitos. Um adolescente foi apreendido na época.

Mulher tenta entrar em presídio com ovos 'recheados' de cachaça


Segundo agentes, ela confessou que entregaria bebida ao marido preso.
Ela furos ovos, injetou a aguardente, colou e depois pintou com corretivo.

Do G1 GO
Uma mulher foi flagrada nesta segunda-feira (15) tentando entrar no Presídio de Catalão, no sudeste de Goiás, com cerca de 20 ovos de galinha "recheados" com cachaça. O material seria entregue ao marido dela, que está preso no local. A direção do presídio acredita que a bebida seria para consumo do próprio detento.
Segundo os agentes penitenciários, a mulher confessou que fez um furo em cada um dos ovos, retirou a clara e a gema e injetou a aguardente. Em seguida, para evitar que o disfarce fosse descoberto, ela colou a abertura com cola e depois pintou com corretivo para caneta.assista ao vídeo
O material foi apreendido. Apesar de não ter sido presa, a mulher foi punida e vai ficar seis meses sem poder visitar o marido.
Outros casos
Neste mês, a fiscalização da cadeia flagrou outros casos curiosos. Na última quinta-feira (11), três celulares foram apreendidos dentro de um pote de lasanha. Já no domingo (14), outros dois aparelhos foram encontrados em um recipiente com feijão.
Nas duas situações, os telefones foram levados pelas companheiras dos presos. Elas foram conduzidas à delegacia para assinar Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCOs) e depois liberadas.
Na última semana, durante uma vistoria nas celas, foram encontrados ainda 15 celulares.
Mulher tenta entrar em presídio com ovos 'recheados' de cachaça, em Catalão, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Mulher furou ovos, colocou cachaça e depois pintou com corretivo (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Grávida morre por suspeita de gripe H1N1 em Catalão, diz secretaria


Bebê chegou a ser retirado em parto de emergência, mas também morreu.
Análise irá confirmar causa do óbito; Estado diz que suspeita é de Influenza.

Do G1 GO
Uma mulher de 32 anos, grávida de 8 meses, morreu na segunda-feira (15) após ficar internada por 11 dias em um hospital de Catalão, no sudeste de Goiás. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, há a suspeita de que ela tenha sido infectada pelo vírus H1N1, a gripe A. O bebê, retirado após um parto de emergência, também não resistiu e morreu horas depois.
A secretaria informou em nota enviada aoG1 que já cumpriu todas as exigências do Ministério da Saúde em relação a casos suspeitos de H1N1. Parentes e pessoas da vítima, além dos profissionais que tiveram contanto com ela, já receberam medicamentos de bloqueio da doença.
Foi coletado material genético da mulher que será analisado para confirmar se o vírus foi ou não o causador da morte. O resultado deve sair ainda nesta semana.assista ao vídeo acima
O corpo da mulher foi enterrado nesta terça-feira (16), em Catalão.
Procurada pelo G1, a Secretaria de Saúde do Estado de Goiás (SES) informou em nota que a suspeita da morte é de infecção por Influenza e que a confirmação ou não do registro deve sair em  dez dias.
Grávida morre por suspeita de gripe H1N1 em Catalão, Goiás, diz secretaria (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Mulher é velada em Catalão: secretarias diveregem de infecção (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Apresentadora cumpre promessa e fica nua na TV após vitória da Venezuela - Vídeo



Promessa feita e cumprida. A apresentadora Yuvi Pallares, da Venezuela, disse que ficaria nua a cada vitória de sua seleção na Copa América e, após o triunfo dos venezuelanos sobre a Colômbia, no domingo, por 1 a 0, ela cumpriu a palavra. Durante o programa "Desnudando la notícia", conhecido justamente por suas apresentadoras fazerem striptease enquanto dão a informação, Pallares tirou a roupa para anunciar os resultados da rodada.


A prática não é novidade para Yuvi Pallares, que já tirou a roupa outras vezes no programa, como quando falava sobre Cristiano Ronaldo, em abril. As apresentadoras do "Desnudando la notícia", aliás, já haviam feito campanha - todas nuas - para apoiar a seleção venezuelana na Copa América e também prometeram um novo nu coletivo caso a equipe vinho tinto avance para a próxima fase.


Apresentadora cumpre promessa e fica nua na TV após vitória da Venezuela



por blogdacopa



Promessa feita e cumprida. A apresentadora Yuvi Pallares, da Venezuela, disse que ficaria nua a cada vitória de sua seleção na Copa América e, após o triunfo dos venezuelanos sobre a Colômbia, no domingo, por 1 a 0, ela cumpriu a palavra. Durante o programa "Desnudando la notícia", conhecido justamente por suas apresentadoras fazerem striptease enquanto dão a informação, Pallares tirou a roupa para anunciar os resultados da rodada.

A prática não é novidade para Yuvi Pallares, que já tirou a roupa outras vezes no programa, como quando falava sobre Cristiano Ronaldo, em abril. As apresentadoras do "Desnudando la notícia", aliás, já haviam feito campanha - todas nuas - para apoiar a seleção venezuelana na Copa América e também prometeram um novo nu coletivo caso a equipe vinho tinto avance para a próxima fase.

Apresentadora da Venezuela Yuvi Panalles fica nua em programa

Criminosos assaltam ônibus com passageiros da TAM em SP


Veículo fazia o trajeto entre os aeroportos de Congonhas e Cumbica.
Em nota, aérea diz que 'está colaborando com as autoridades policiais'.

Do G1 São Paulo
Passageiros da TAM foram assaltados em um ônibus que seguia do aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, para Cumbica, em Guarulhos, na tarde desta terça-feira (16). Segundo a polícia, quatro criminosos levaram celulares, dinheiro e outros pertences das vítimas.
O crime aconteceu pouco antes das 16h. O ônibus estava na Rodovia Hélio Smidt, a poucos quilômetros do aeroporto internacional, quando a quadrilha anunciou o assalto. Depois de roubar os objetos, os ladrões desceram do coletivo e fugiram. Ao menos 20 pessoas foram assaltadas.
Em nota, a TAM informa que “está colaborando com as autoridades policiais e prestando todo o suporte aos funcionários e clientes que estavam no veículo”. O caso será investigado por policiais civis da Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista (Deatur) de Cumbica.

Jovem sofre roubo em trem, cai do vagão e tem braço amputado


Naiara de Souza, de 26 anos, teve o braço amputado
Naiara de Souza, de 26 anos, teve o braço amputado Foto: Reprodução de Facebook
Marina Navarro Lins

Naiara de Souza Ramalho Vacarri, de 26 anos, perdeu parte do braço após cair do trem na estação de Edson Passos, em Mesquita. De acordo com policiais da 53ª DP (Mesquita), bandidos furtaram o celular dela dentro da composição, na noite desta segunda-feira.
Nervosa, prendeu a mochila na porta ao sair e, quando conseguiu se soltar, caiu no vão entre a plataforma e o trem, perdendo parte do braço. A atendente de telemarketing voltava da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, onde estuda história.
Ela foi levada para o Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, onde passou por uma cirurgia durante a madrugada. Em nota, a unidade informou que Naiara chegou com uma “grave lesão no membro superior direito” e teve o braço amputado. A jovem segue internada na Unidade de Tratamento Intensivo e seu estado de saúde é estável, porém, requer cuidados. A polícia está analisando as imagens de segurança para tentar identificar o ladrão.
O irmão de Naiara, Luis Cláudio de Souza Ramalho, de 29 anos, disse que o marido dela foi avisado de um corte superficial e só soube da amputação ao chegar ao hospital.
— A família está muito abalada. Meus pais estão vindo de Maricá para ver a minha irmã.
A Supervia informou que agentes de controle prestaram auxílio imediato a Naiara e que acionou o Corpo de Bombeiros. Segundo a concessionária, foi designada uma equipe de assistência social para acompanhar o caso.
Ainda de acordo com a SuperVia, a segurança pública no sistema ferroviário é atividade típica e exclusiva do Governo do Estado, que atua nas estações e trens por meio do Grupamento de Policiamento Ferroviário (GPFer), que recentemente teve seu efetivo reforçado de 50 para 90 homens.


Câmara aprova urna com recibo para eleitor conferir voto em eleições


Emenda também muda critério para apresentação de projeto popular.
Deputados aprovaram ainda incluir fidelidade partidária na Constituição.

Nathalia PassarinhoDo G1, em Brasília
A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (16), por 433 votos a favor e 7 contra, uma emenda à proposta de reforma política que prevê que as urnas eletrônicas passem a emitir um "recibo" para que os votos nas eleições possam ser conferidos pelos eleitores.

Pelo texto, a urna imprimirá um registro do voto, que deverá ser checado pelo eleitor antes de concluir o processo eletrônico de votação. Depois, o recibo será depositado automaticamente em local lacrado e ficará em poder da Justiça Eleitoral. Isso significa que o eleitor não poderá levar o documento para casa. O recibo também não deverá ter a identificação do eleitor.
A emenda aprovada prevê que o processo de votação só será concluído depois que o eleitor conferir se o voto registrado na urna corresponde ao teor do registro em papel. “Mesmo diante do avanço da urna eletrônica me parece razoável a população ainda querer ter a garantia do voto”, discursou o deputado Sandro Alex (PPS-PR).

A intenção dos parlamentares em prever a impressão do recibo é, também, permitir que os votos sejam checados caso seja solicitada uma auditoria do resultado das eleições.

Por decisão dos líderes partidários, cada ponto da proposta de emenda à Constituição será votado individualmente, com necessidade de 308 votos para a aprovação de cada item. Ao final, todo o teor da proposta de reforma política será votado em segundo turno. Se aprovada, a PEC seguirá para análise do Senado.

A mesma emenda aprovada pelos deputads nesta terça também inclui na Constituição as regras de fidelidade partidária atualmente previstas em uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Pelo texto, o detentor de mandato eletivo que se desligar do partido perderá o mandato, salvo nos casos de grave discriminação pessoal, mudança substancial ou desvio reiterado do programa praticado pela legenda ou quando houver “criação, fusão ou incorporação de partido”.
A emenda modifica ainda a regra para apresentação de projeto de iniciativa popular - fixa a exigência de que o texto seja assinado por 500 mil eleitores, distribuídos por um terço das unidades da federação, com não menos que “um décimo por cento dos eleitores de cada uma delas”. Atualmente é necessária a assinatura de, no mínimo, 1% do eleitorado nacional, distribuído por pelo menos por cinco estados.
Mais cedo nesta terça, o plenário rejeitou proposta que previa instituir uma cota de 15% para mulheres parlamentares na Câmara dos Deputados, assembleias legislativas e câmaras municipais.
saiba mais

Reforma política
Esses três tópicos aprovados pelos deputados nesta terça integram a proposta de emenda Constitucional da reforma política que começou a ser debatida em plenário no final de maio. Até agora foram aprovadas nove modificações:

- fidelidade partidária
- novas regras para projeto popular
- emissão de recibo em papel nas urnas
- fim da reeleição;
- mandato de cinco anos para todos os cargos eletivos;
- redução da idade mínima para candidatos a senador, deputado e governador;
- restrições de acesso de pequenos partidos ao fundo partidário;
- alteração na data da posse de presidente e governador;
- permissão de doações de empresas a partidos (veja mais detalhes abaixo).

Além dos itens aprovados, os parlamentares também rejeitaram algumas mudanças estruturais no modelo político brasileiro:

- instituir o voto facultativo nas eleições do país;
- alterar o atual sistema proporcional com lista aberta para escolha de deputados;
- proposta de eleições simultâneas para todos os cargos eletivos;
- proposta que previa o fim das coligações entre partidos nas eleições para a Câmara.

CCJ rejeita a emenda da oposição ao reajuste dos servidores estaduais


ccj111 16.06
A CCJ rejeitou a emenda da oposição sobre no projeto de reajuste aos servidores estaduais. Agora, a oposição vai recorrer ao plenário da decisão. É muito difícil que consiga qualquer resultado, até porque a emenda é visivelmente inconstitucional. O Legislativo não tem permissão para criar qualquer custo para o Executivo. As informações são da Gazeta do Povo.
A oposição sabe disso, e o que pretende com a emenda é causar problemas para o governo. Principalmente, fazendo com que deputados, que, em outra situação, votariam a favor do governo, se sintam constrangidos de ficar ao lado de uma proposta que não é a que dá maior reajuste aos funcionários. Por isso, a preocupação do governo não é com a emenda ser aprovada, mas com a possibilidade de ela derrubar o projeto como um todo.

Cida vai à Europa para apresentar potencial da economia do Paraná


 

V
A vice-governadora Cida Borghetti vai apresentar o potencial e oportunidades da economia e do agronegócio do Paraná na ExpoMilão 2015, edição italiana da exposição mundial. A vice-governadora foi convidada pela embaixada da Itália para participar da feira, nesta quinta e sexta-feira (18 e 19). A ExpoMilão reúne exposições de 150 países, dezenas de empresas e organizações para discutir os temas alimentação e nutrição.
“Temos uma agropecuária forte, um agronegócio competitivo e um ótimo ambiente para receber investimentos”, afirma a vice-governadora. Com cerca de 2 % do território nacional, o Paraná responde por quase 20% da safra de grãos e é o 3º maior exportador do agronegócio brasileiro. A expectativa é que o Estado colha cerca de 37 milhões de toneladas de grãos durante as três safras de 2014/15.
“Temos uma agricultura diversificada e especializada, cooperativas fortes, produtores inovadores e com políticas públicas de estímulo a produção e a sustentabilidade”, enumera Cida Borghetti.
BRASIL - A vice-governadora também visitará o pavilhão do Brasil na Feira. A estrutura ocupa um espaço de 4 mil metros quadrados, com três andares, que abrigam exibições, atividades culturais e gastronômicas, seminários, palestras eventos de negócios e de relacionamento.
SÉRVIA – Depois da Itália Cida Borghetti participa da Feira Internacional de Produtos de Defesa, realizada pelo Governo da Sérvia e pela estatal Jugoimport, de 23 a 26 de junho, em Belgrado. O Paraná negocia a instalação de empresas sérvias de aeronáutica e defesa.
Essas negociações iniciaram na primeira visita da vice-governadora ao país europeu, em fevereiro, quando ela foi convidada pelo embaixador da Sérvia no Brasil, Veljko Lazic, para conhecer se reunir com o Ministro da Defesa, Bratislav Gasic e parlamentares sérvios.
As viagens não terão ônus para o Estado do Paraná.