Gilmar Mendes volta a atacar PT e diz que partido instalou 'cleptocracia' no Brasil


Termo usado por ministro do STF em discurso nesta sexta-feira na Fiesp significa "estado governado por ladrões"

REDAÇÃO ÉPOCA
18/09/2015 - 14h10 - Atualizado 18/09/2015 14h41
Gilmar Mendes, ministro do STF, vota contra proibição de financiamento privado de campanhas eleitorais (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil)
Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF),votou contra a proibição de doações de empresas a campanhas eleitorais de partidos na quarta-feira (16). Saiu derrotado. Na quinta, os colegas de STF concluíram seus votos e determinaram, por oito a três, a proibição. A votação acabou, mas o ministro não desligou a metralhadora contra o PT. Nesta sexta-feira, como já tinha feito na quarta e na quinta, voltou a atacar o partido em seminário na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).
Mendes declarou que o PT pratica "cleptocracia" (nome para estado governado por ladrões). "Na verdade o que se instalou no país nesses últimos anos e está sendo revelado na Operação Lava Jato é um modelo de governança corrupta, algo que merece o nome claro de cleptocracia, isso que se instalou", afirmou no discurso reproduzido pelo jornal O Estado de S. Paulo.
O argumento é o mesmo que usou na quarta para embasar o voto contrário à proibição do financiamento privado de campanhas eleitorais. O PT, segundo Mendes, já desviou dinheiro suficiente para abastecer suas campanhas até 2038. Por isso proibir as doações de empresas seria injusto com outros partidos.
"O plano era perfeito, mas faltou combinar com os russos. Eles têm dinheiro para disputar eleições até 2038", disse nesta sexta, em discurso reproduzido pela Folha de S. Paulo.
PT, na quinta, soltou nota em repúdio às declarações do ministro do STF. Rui Falcão, presidente do partido, escreveu que "esses destemperos anti-PT têm se tornado usuais nas falas do ministro, tanto nas sessões do STF quanto nas entrevistas que costuma ofertar aos mais diversos meios de comunicação", conforme relatou o G1. Prometeu, inclusive, avaliar ações judiciais contra Mendes.

Em Colombo Escola Heitor Villa Lobos recebe nova pintura


WEBMASTER 18 DE SETEMBRO DE 2015

Serviços complementam trabalho realizado durante a ampliação da escola, que incluiu a construção de quatro novas salas

Uma das maiores do município, A Escola Heitor Villa Lobos passou recentemente por obras de ampliação
Quatro salas foram construídas, o que representa 200 novas vagas criadas
Quatro salas foram construídas, o que representa 200 novas vagas criadas
Nova pintura inclui parte externa e interna, salas de aula e a quadra da Escola Municipal Heitor Villa Lobos
Nova pintura inclui parte externa e interna, salas de aula e a quadra da Escola Municipal Heitor Villa Lobos
Recentemente foram concluídas as obras de ampliação da Escola Municipal Heitor Villa Lobos, localizada no bairro Jardim Adriana. E, para complementar estes serviços uma pintura geral está sendo feita no local.
“A educação é uma das nossas prioridades, iremos continuar investindo na infraestrutura das escolas para que cada vez mais nossas crianças estejam em um ambiente adequado que favoreça o aprendizado”, afirmou a prefeita Beti Pavin.
A nova pintura inclui as salas de aula, parte externa e interna e a antiga quadra do colégio. “Este serviço é para padronizar a escola, já que recentemente foi realizada obras de ampliação”, explica secretário de obras e Viação, Rubens Cardoso.
Ampliação
A Escola Heitor Villa Lobos é uma das maiores do município, diariamente mais de mil alunos são atendidos no local. Mas estes números devem aumentar, pois com as obras de ampliação foram construídas quatro novas salas de aula, o que representa 100 novas vagas para o turno da manhã e da tarde. Totalizado 200 vagas que estarão à disposição da população. E cada uma dessas salas conta com instalações sanitárias.
As obras de ampliação da escola ainda incluíram serviços de jardinagem, melhoria das calçadas, e a construção de uma quadra coberta com anexo para vestiários femininos e masculinos.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: Marcio Fausto /PMC

Colombo participa de evento nacional em comemoração ao Dia Mundial da Árvore


WEBMASTER 18 DE SETEMBRO DE 2015

Com o apoio da Prefeitura, evento de iniciativa popular vai contar com a parceria de empresas, ongs, entre outras

No mês de setembro é comemorado o Dia Mundial da Árvore, e pensando nisso, a Prefeitura de Colombo por meio da Secretaria de Meio Ambiente está apoiando uma iniciativa popular que irá plantar árvores neste domingo (20), a partir das 10h, de norte a sul do Brasil. A ação que também terá a parceria de empresas e Organizações Não Governamentais – Ongs, tem o objetivo de amenizar os impactos ambientais causados por tantos desmatamentos no país.
O Mutirão Reflorestamento 2015, como é chamado na rede social Facebook, é um evento que já conta com mais de três mil pessoas confirmadas e funciona com a iniciativa dos próprios moradores dos municípios. O organizador entra em contato com a secretaria de Meio Ambiente da sua cidade para pedir apoio com mudas e indicação de um local apropriado.
A moradora de Colombo, Indyamara Silva, do bairro Jardim Uirapuru, entrou em contato com Secretaria de Meio Ambiente que a apoiou na doação de mudas, na escolha do lugar e na divulgação do evento. Para o secretário da pasta de Meio Ambiente, Evandro Busato, que indicou o novo Parque do Roça Grande, na rua Antônio Chemim, 28, essa é uma iniciativa importante para o município, que deverá se tornar uma rotina.
“A secretaria já vem fazendo esse tipo de trabalho. Estamos substituindo a vegetação invasora por vegetação nativa, também estamos trocando a vegetação exótica por árvores frutíferas, e ter uma moradora do município mostrando ter interesse é muito bom, mostra que nossos cidadãos estão conscientes da importância em preservar o meio ambiente”, explicou o secretário.
Indyamara resolveu por conta própria inscrever o município no evento. “Eu nunca havia cogitado a ideia de participar de um mutirão assim, então quando vi a divulgação do evento no Facebook fui atrás para ver se Colombo estava participando pra eu plantar também. Mas vi que não tinha nenhum organizador e assim resolvi organizar”, contou acrescentando que todos estão convidados a participar.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Serviço:
Plantio de árvores para o Evento nacional em comemoração ao Dia Mundial da Árvore
Data: 20/09 – a partir das 10h
Local: Novo Parque do Roça Grande
Endereço: Antônio Chemim, 28

Prefeita Beti Pavin autoriza a pavimentação asfáltica na Rua João Candido Ceccon


WEBMASTER 18 DE SETEMBRO DE 2015

A obra contará com uma extensão de 400,43 metros de pavimentação asfáltica e o investimento total será de R$ 311.196,33 mil

A prefeita de Colombo, Beti Pavin definiu, na noite desta quarta-feira, 16, a assinatura da ordem de serviço
A prefeita de Colombo, Beti Pavin definiu, na noite desta quarta-feira, 16, a assinatura da ordem de serviço
A cerimônia realizada na Escola Municipal Padre Angelo Alegrini contou com a presença de moradores da rua que receberá a obra
A cerimônia realizada na Escola Municipal Padre Angelo Alegrini contou com a presença de moradores da rua que receberá a obra
A Rua João Candido Ceccon contará com uma extensão de 400,43 metros de asfalto e o investimento total será de R$ 311.196,33 mil
A Rua João Candido Ceccon contará com uma extensão de 400,43 metros de asfalto e o investimento total será de R$ 311.196,33 mil
A Rua João Candido Ceccon, no bairro Jardim Paraná receberá pavimentação asfáltica, por meio do Programa de Pavimentação Comunitária. A prefeita de Colombo, Beti Pavin definiu, na noite desta quarta-feira, 16, a assinatura da ordem de serviço.
A cerimônia realizada na Escola Municipal Padre Angelo Alegrini contou com a presença de moradores da rua que receberá a obra, a partir do Programa, que inclui além de pavimentação, a execução de drenagem, sinalização viária e paisagismo. Aproximadamente, R$ 311.196,33 mil serão investidos na via onde foi assinada a ordem de serviço.
É a prefeitura investindo cada vez mais na qualidade de vida da população. “Estamos diariamente realizando trabalhos para tentar suprir as necessidades dos nossos moradores e, do município que vem crescendo aceleradamente, quem mora na região há bastante tempo, está acompanhando este crescimento”, destaca a prefeita Beti Pavin.
A Rua João Candido Ceccon contará com uma extensão de 400,43 metros de pavimentação asfáltica, o investimento total será de R$ 311.196,33 mil. Já a entrega da obra está prevista para 180 dias.
“Com este benefício vamos ter mais qualidade de vida sem poeira e lama, acabarão os problemas de renite também. Além de valorizar nossos imóveis e garantir a limpeza das nossas casas, que muitas vezes tínhamos que deixar as portas e janelas fechadas, devido à poeira, mesmo em dias de muito calor”, ressalta o morador que está há 19 anos no bairro, Fábio Luiz Santos.
Para o secretário de Obras e Viação, Rubens Cardoso o serviço será realizado com qualidade e utilizando as melhores técnicas de engenharia. “A nossa preocupação será com a qualidade do serviço. Vamos empregar as mesmas técnicas utilizadas em grandes obras, como por exemplo, rodovias, viadutos, entre outras. Pedimos apenas a compreensão de todos, em relação aos transtornos do dia a dia das obras. Porém, os benefícios futuros compensarão”, destaca o secretário da pasta.
A diretora da Escola, Rosana Aparecida Vane afirma que as obras trarão mais conforto aos moradores. “Teremos mais orgulho de morar aqui neste bairro. Teremos mais qualidade de vida, pois com o fim da poeira e da lama nosso bairro ficará mais bonito e agradável. Estamos felizes com as melhorias”, comemora a diretora da escola que possui 230 alunos – de 5 a 10 anos de idade.
Entre os principais avanços que estão sendo impulsionados, no Jardim Paraná, estão: a ampliação da Escola Municipal Padre Angelo Alegrini – com duas novas salas de 132,86 m², a reforma e ampliação da Unidade de Saúde Elis Regina Sbrissia Mendes, pavimentação da Rua Natálio Canestraro, obras de contenção de enchentes em quatro pontos do bairro, abertura da Rua Maria Dalprá Berlesi, conservação e manutenção do bairro, terraplanagem para construção de um futuro CMEI, instalação de caixas de captação e de ligação para evitar alagamentos, manutenção da Praça Izanita Straube Coleti, da Praça Sebastiana Raimundo de Mattos Miranda e manutenção do campo de futebol.
Estavam presentes durante a assinatura de ordem de serviço: A prefeita Beti Pavin; o vice-prefeito Ademir Goulart; o secretário de Obras e Viação, Rubens Cardoso; o vereador, Marquinhos Berlesi e o representante da Empreiteira que executará o serviço.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: Marcio Fausto/ PMC

Comitê Gestor participa de workshop do Programa Cidade Empreendedora


WEBMASTER 18 DE SETEMBRO DE 2015

Iniciativa busca fomentar e melhorar o ambiente de negócios dos micro e pequenos negócios do município

Comitê gestor durante workshop do Programa Cidade Empreendedora
Comitê gestor durante workshop do Programa Cidade Empreendedora
Durante o encontro foi discutido o plano de ação que será desenvolvido no município
Durante o encontro foi discutido o plano de ação que será desenvolvido no município
Nessa semana membros do Comitê Gestor da implantação da Lei Geral participaram de um workshop na Associação Comercial e Industrial de Colombo (ACIC). O encontro teve por objetivo desenvolver o plano de ação do Programa Cidade Empreendedora, que busca melhoria do ambiente de negócios no município.
“É fundamental o engajamento para a aplicação deste programa, pois além de melhorar alguns processos para os empreendedores, contribui para o desenvolvimento do nosso município”, afirmou o secretário de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho, Antônio Ricardo Milgioransa.
Durante o workshop foram realizadas atividades de trabalho e oficinas para obter o diagnóstico e discutir ações que serão realizadas nas próximas etapas. Além disso, os encontros consistem em atividades para articulação política e o engajamento dos participantes.
No município já foi realizado o diagnóstico temático da Lei Geral, que é um sistema de indicadores de esforços. Por meio deste sistema é indicado a situação atual da cidade, além de sinalizar os próximos passos a serem percorridos.
Cidade Empreendedora
O programa Cidade Empreendedora, desenvolvido pelo Sebrae/PR, tem por finalidade auxiliar os municípios na implementação da Lei Geral, que objetiva fomentar o desenvolvimento e a competitividade dos pequenos negócios como estratégia de geração de emprego, distribuição de renda, inclusão social, redução da informalidade e fortalecimento da economia.
A expectativa é de que a implementação da Lei Geral em Colombo crie oportunidades de beneficiar as micro e pequenas empresas existentes e a formação de outras. Além disso, uma vez instalada e institucionalizada também trará um ambiente mais seguro aos futuros empresários que decidirem abrir seus negócios.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

'Expectativa é grande', diz Chimbinha sobre show com Calypso em Palmas


Vinda de cantor depende d passagem aérea ou de frete de avião.
Liminar deu ao músico o direito de voltar aos palcos com a Banda Calypso.

Gabriela LagoDo G1 TO
Cantor conseguiu na justiça o direito  de voltar a banda (Foto: Divulgação)Cantor conseguiu na Justiça o direito de voltar a banda (Foto: Divulgação)
O guitarrista Chimbinha disse estar ansioso para subir ao palco com a Banda Calypso no show que acontece em Palmas, neste sábado (19). "A expectativa é grande. É sempre uma alegria estar com os fãs", declarou o músico ao G1. De acordo com uma nota envida pela assessoria do artista, a presença dele na capital depende de uma passagem aérea ou do frete de um avião. Nesta sexta feira (18), a Justiça do Pará concedeu uma liminar que garante ao músico o direito de se apresentar com a Banda Calypso. Segundo a assessoria da banda, a cantora Joelma recebeu a notícia de forma profissional.
saiba mais

Ainda de acordo com a assessoria de Chimbinha, a medida também garante que o músico possa ensaiar e participar de todas as atividades da Calypso. Segundo a assessoria da banda, os fãs vão ter um show maravilho e é com profissionalismo que Joelma promete subir ao palco.
Ainda segundo os representantes, Chimbinha não participaria do show desta sexta-feira (18), em formoso do Araguaia, sul do Tocantins, por uma questão logística.
De acordo com o entendimento do desembargador Ronaldo Marques Valle, Chimbinha assinou diversos contratos para a realização de shows com o Calypso, e sua ausência nas apresentações poderia ser considerada quebra de contrato.
Segundo o advogado de Chimbinha, Luciel Caxiado, a ação movida pela advogada de Joelma é nula. “O nosso habeas corpus foi para anular o processo de crime de ameaça, porque a lei processual penal exige um instrumento denominado de representação da vítima nos crimes de ação privada. Todo processo que estiver ausente a representação é nulo de pleno direito. Este processo, englobando o crime de ameaça e medidas protetivas da Joelma contra chimbinha está fadado a ser tachado de imprestável no direto penal”. O G1 tentou contato com a advogada de Joelma, mas não obteve sucesso.
Retorno
O retorno do guitarrista à banda estava previsto para acontecer em Palmas, após o fim do período de recuperação do músico, que havia passado por uma cirurgia. Mas na última quarta-feira (9),Joelma registrou um boletim de ocorrência na delegacia do bairro Jaderlândia, em Ananindeua (PA), alegando que se sentia ameaçada pelo ex-marido.
O caso foi encaminhado para a Divisão Especializada em Atendimento à Mulher da Polícia Civil, que solicitou medidas de proteção para a cantora. Por causa disso, ele estava proibido de chegar a menos de 100 metros de Joelma. Caso Chimbinha não respeitasse a decisão judicial, poderia ser punido de acordo com a lei Maria da Penha.
De acordo com a assessoria da cantora, Joelma seguirá carreira solo a partir de janeiro de 2016, mas no mesmo seguimento. "A agenda segue confirmada até o réveillon."
joelma (Foto: Reprodução/TV Liberal)Joelma registrou boletim de ocorrência conta
Chimbinha (Foto: Reprodução/TV Liberal)
Entenda
Joelma e Chimbinha se separaram no dia 19 de agosto. Dias depois, ela registrou boletim de ocorrência e relatou não querer mais viver com Chimbinha porque ele a traiu publicamente e, por isso, ela entrou com pedido de divórcio. Em depoimento, ela contou que ele a persegue ligando para as suas empregadas domésticas e pessoas próximas.
Por esse comportamento, Joelma disse que se sentiu obrigada a sair de casa no dia 1º de setembro e procurou a delegacia porque soube que o guitarrista tinha dito que "isso ainda ia acabar em morte". A cantora disse que teme pela sua integridade física, pois segundo ela, o ex-marido tem histórico de violência e, inclusive, já agrediu um dançarino.
No dia 11 de setembro, advogada da cantora afirmou que a Justiça do Pará determinou que o guitarrista não poderá se aproximar dela. A decisão teve como base a lei Maria da Penha, que prevê medidas de proteção para mulheres em situação de risco.

Motorista reage a tentativa de assalto e suspeitos morrem atropelados - vídeo


Motorista acelerou ao ser abordado por dupla em motocicleta.
Segundo a polícia, motorista acionou a PM e fugiu do local; veja vídeo

Do G1 PB
Dois homens morreram após um carro bater na motocicleta que eles estavam em Campina Grande, na quinta-feira (17). De acordo com a polícia, testemunhas afirmaram que eles abordaram o carro, mas o motorista reagiu, acelerou o veículo e bateu na motocicleta. O condutor do carro acionou a polícia após a colisão, mas fugiu do local. Câmeras de segurança flagraram o momento em que o atropelamento aconteceu. (assista ao vídeo acima).
saiba mais

Segundo o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), um homem ligou para o 190 dizendo que tinha acabado de atropelar dois assaltantes da Avenida Manoel Tavares, no bairro do Alto Branco. Policiais foram até o local e encontraram a dupla gravemente ferida no chão e uma motocicleta que eles usavam muito danificada.
Os dois foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas não resistiram aos ferimentos e morreram.
No local do acidente os policiais encontraram um revólver calibre 38 e munições. Dentro de uma sacola foram achados documentos e cartões de créditos. O motorista do carro não foi localizado e o caso está sendo investigado pela Delegacia de homicídios.

Polícia de SC apura suposta 'venda' de garoto e deve ouvir 2 suspeitos

Pessoas confirmaram que vão se apresentar, disse delegado de Piçarras.

Menino que sumiu por um mês reapareceu com carta que cita R$ 5 mil.

Mariana de ÁvilaDo G1 SC
Menino reapareceu após ficar mais de um mês desaparecido em Balneário Piçarras (Foto: Polícia Civil/Divulgação)Menino reapareceu após ficar mais de um mês desaparecido em Piçarras (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
Duas pessoas suspeitas de terem permanecido com um menino de 8 anos por cerca de um mês em Balneário Piçarras, no Litoral Norte catarinense, confirmaram que vão se apresentar voluntariamente às Polícia Civil nos próximos dias, informou o delegado Wilson Masson nesta sexta-feira (18). A polícia apura a veracidade de uma carta com a informação de que o menino teria sido "comprado" por R$ 5 mil por alguém que queria protegê-lo da própria família.
A criança, que sumiu no dia 14 de agosto na porta de uma escola e foi deixa às margens da BR-101 na quarta-feira (16), revelou com quem esteve nas últimas semanas. "São duas pessoas ligadas à tia-avó da criança, que era guardiã dela. O menino desapareceu uma semana após a tia-avó receber a guarda definitiva. Por isso trabalhamos com a possibilidade de que houve algum trato, algum tipo de ajuste prévio", disse o delegado Wilson Masson.
Carta cita valor de R$ 5 mil
Quando o menino foi encontrado, na noite de quarta (16), ele estava com um bilhete escrito a mão: "Chama a polícia". A Polícia divulgou nesta sexta-feira que também havia uma carta, onde estava escrito que o menino foi negociado por R$ 5 mil. 
No documento, estava escrito que a pessoa teria levado a criança para "salvá-la" do meio onde ela vivia. De acordo com o delegado, a veracidade do documento ainda será analisada, mas há fortes indícios que houve a negociação. 
"Há a possibilidade de que a pessoa que estava com a criança ter se assustado com a proporção que o caso tomou, por isso devolveu o menino", disse Masson. Na carta, a tia-avó é mencionada como a pessoa que teria vendido a criança. 
Menino dará novo depoimento
Assim que reapareceu, um depoimento informal foi colhido da criança. Segundo o delegado, primeiro o menino apresentou um discurso claramente instruído por adultos. Depois, começou a revelar detalhes. 
"Um novo depoimento será tomado pela Justiça. Acreditamos que, com o distanciamento da família, escola e imprensa, abrigado, ele possa passar novas informações que não tenham a influência de terceiros", disse o delegado. 
Enquanto aguarda decisão da Justiça sobre sua guarda, a criança está sob custódia do Conselho Tutelar em um abrigo da cidade.
No primeiro depoimento,  o menino disse que foi bem cuidado. "Ficou evidente que ele foi muito bem tratado, pela aparência, vestimentas, alegria e pela insistência dele para que as pessoas não fossem presas", detalha o delegado Masson.

Ele também informou que já sabia que iriam buscá-lo na escola, no dia em que desapareceu. A polícia tem suspeita do local onde o menino estava, mas o garoto não soube confirmar. 
'Quero estar mais perto dele'
A mãe do menino disse que espera que os suspeitos sejam punidos. Não vou desisitir, eu quero justiça". 
Ela perdeu a guarda da criança quando ele ainda tinha três anos, por não ter condições de cuidar dele. O menino era criado por uma tia-avó. "Daqui para frente eu quero estar mais perto dele", disse a mãe.
Depoimentos
No último mês, mais de 30 pessoas prestaram depoimentos sobre o caso. A polícia aguarda que os suspeitos se apresentem espontaneamente para prestar esclarecimentos. "As pessoas já foram identificadas e nós aguardamos que elas se apresentem", afirmou o delegado. Os suspeitos não foram intimados.

"Temos que ouvir essas pessoas, mas em princípio, vemos a ocorrência de sequestro, cárcere privado e subtração de incapaz. Isso pode ser modificado com os depoimentos, mas não em sua totalidade", completa o delegado.
Carros suspeitos
O menino reapareceu dois dias depois que a imagem de um carro suspeito de ter levado o menino havia sido divulgada pela Polícia Civil. A hipótese dos investigadores é de que uma pessoa em um carro tenha levado o menino da porta da escola, em Balneário Piçarras.
  •  
Polícia suspeita que criança foi levada em Gol (Foto: Reprodução/RBS TV)Polícia suspeitava que criança foi levada em Gol
(Foto: Reprodução/RBS TV)
As imagens de uma câmera de monitoramento de uma casa próxima a escola da criança mostravam um Gol prata indo em direção ao local por volta das 13h, horário estimado do desaparecimento do menino. Depois, o mesmo carro aparece passando por um posto de combustíveis.
A polícia confirmou que o carro não é de ninguém da família do menino. No mês passado, os policiais receberam a informação que ele teria sido chamado pelo nome e entrado em um carro.
No entanto, nesta quinta-feira (17) a polícia informou que o menino embarcou em outro carro, com placas de uma cidade vizinha.
Testemunhas relataram ter visto o menino pegando o ônibus escolar no dia 14 de agosto, no bairro Itacolomy, perto de casa, e também na chegada à escola, que fica no mesmo bairro, no início da tarde. O menino, porém, não teria comparecido às aulas.

Justiça determina que Unimed nacional atenda clientes da Paulistana


Empresa diz que não foi oficialmente intimada sobre essa decisão.
Hospitais e laboratórios credenciados suspenderam atendimento de clientes.

Do G1 São Paulo
Unimed Paulistana (Foto: Reprodução/Unimed Paulistana)Prédio da Unimed Paulistana (Foto: Reprodução/Unimed Paulistana)
A Justiça de São Paulo determinou, na quinta-feira (17), que a Unimed Paulistana encaminhe para a Central Nacional da empresa, em 24 horas, os pacientes que não conseguirem agendar procedimentos em sua rede. A regra vale até que a carteira de clientes seja vendida. Cabe recurso da decisão.
A Unimed Paulistana informou que não foi oficialmente intimada sobre essa liminar. Em nota, ela “ressalta que cumpre todas as determinações judiciais que envolvem a cooperativa”. Procurada, a Unimed nacional não retornou até a publicação desta reportagem.(assista a vídeos)
Em sua decisão, a juíza Maria Rita Rebello Pinho Dias, da 18ª Vara Civel, determina que a Central Unimed "ofereça aos usuários da Unimed Paulistana os serviços médico/laboratoriais e hospitalares, incluindo cobertura obstétrica e odontológica, a que teriam direito considerando as obrigações assumidas pela Unimed Paulistana em contrato, especialmente em situações de urgência e emergência, de forma solidária à Unimed Paulistana".
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou que mais de 740 mil clientes do convênio sejam transferidos para outros planos de saúde por causa de problemas financeiros, assistenciais e administrativos da operadora.
Hospitais de São Paulo anteciparam o fim dos contratos e deixaram de atender pacientes conveniados à Unimed Paulistana desde o ano passado por causa da falta de pagamento da operadora. Laboratórios da capital paulista ouvidos pelo G1 também confirmaram suspensão do convênio com a Unimed Paulistana nos últimos meses.
Como a operadora não conseguiu "sanar os problemas", a ANS determinou que a Unimed Paulistana negocie a transferência de toda a sua carteira de clientes. Para assumir a carteira, a empresa interessada deverá possuir "situação econômico-financeira adequada e manter as condições dos contratos sem prejuízos aos consumidores".
A decisão atende a pedido do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), que ingressou com ação civil pública em 10 de setembro solicitando a responsabilização solidária de empresas do grupo Unimed.
Em caso de dúvidas ou denúncias, a ANS recomenda que os beneficiários da Unimed Paulistana liguem para o Disque ANS (0800 701 9656), pela Central de Atendimento no portal da Agência.
Sistema Unimed
O sistema Unimed Brasil reúne hoje 351 cooperativas médicas, que embora utilizem a mesma marca e modelo de gestão, operam e comercializam planos de saúde de forma autônoma e independente, sem oferecer necessariamente uma cobertura nacional.
A Unimed Paulistana, com mais de 740 mil clientes é a 4ª maior empresa do sistema Unimed, segundo informou a Confederação Nacional das Cooperativas Médicas (Unimed do Brasil), que é a responsável por gerenciar a marca e representar institucionalmente todas as cooperativas do sistema.
Hospitais e laboratórios
O Hospital A.C. Camargo e o Hospital Bandeirantes, ambos no bairro da Liberdade, por exemplo,interromperam o contrato com a Unimed Paulistana no fim do ano passado.
Cerca de 2 mil segurados da operadora que se tratavam no A.C. Camargo, centro de referência em câncer, deixaram de ser atendidos desde dezembro.
A direção disse, na época, que a empresa parou de pagar pelo tratamento dos seus clientes e, por isso, foi possível manter o atendimento somente de pacientes que passavam por quimioterapia e radioterapia.
G1 apurou ainda que o Laboratório Fleury não atende o convênio há mais de um ano. O Delboni Auriemo também deixou de receber clientes da Unimed Paulistana. O Lavosier foi um dos últimos em São Paulo a romper com o plano, o que aconteceu em agosto. O Centro de Diagnósticos Brasil (CDB) deixou de atender logo após receber a informação do descredenciamento.
"O que ocorre é que os clientes da Unimed Paulistana já vêm sofrendo com problemas financeiros da operadora. E isso tende a piorar nesse período (de transferência)", explicou a
advogada do direito à saúde Renata Vilhena Silva durante entrevista à GloboNews.