Prefeita Beti Pavin entrega mais uma Unidade Básica de Saúde no Jd Cezar Augusto em Colombo

A Prefeita BETI PAVIN e o Secretário de Saúde de Colombo, DR. Fernando Aguilera, entregaram oficialmente para a população a Unidade Básica de Saúde UBS do Jd Cezar Augusto.

Com investimento de R$ 610.000,00 em parceria com o Governo federal. Essa Unidade atenderá uma população de mais de 8.000 moradores de vários bairros da região

A prefeita disse que era um desejo antigos dos moradores e dos vereadores que atendem essa região, citou o nome do ex vereador e agora administrador da Regional do Osasco o Sr. Ângelo Alberti.

O vereador Vagner da Aviação, agradeceu a prefeita e e disse que estava muito feliz por essa importante obra que irá atender uma população bem carente da região.












Mais uma obra do Programa de Pavimentação Rápida acontece em Colombo na rua Foz do Iguaçu


WEBMASTER 21 DE OUTUBRO DE 2015

Os serviços na Rua Foz do Iguaçu contará com 517 metros de rua asfaltada

A base da pavimentação está sendo realizada com brita graduada e capa asfáltica
A base da pavimentação está sendo realizada com brita graduada e capa asfáltica
A Rua Foz do Iguaçu, no bairro Guaraituba, começou receber a camada asfáltica - serão 517metros de pavimentação
A Rua Foz do Iguaçu, no bairro Guaraituba, começou receber a camada asfáltica – serão 517metros de pavimentação
O programa de Pavimentação Rápida, desenvolvido pela Prefeitura de Colombo, por meio da Secretaria de Obras e Viação, é mais uma alternativa encontrada pela atual administração para garantir aos moradores mais tranquilidade e segurança, além de proporcionar vias adequadas aos motoristas e pedestres. Por este motivo, a Rua Foz do Iguaçu, localizada no bairro Guaraituba, começou receber a camada asfáltica.
Segundo o secretário de Obras e Viação, Rubens Cardoso, serão 517 metros de rua asfaltada. “Estamos felizes com o resultado desse trabalho, pois muitos moradores estão sendo beneficiados, nós queremos que a população do nosso município tenha mais qualidade de vida,” afirmou o secretário da pasta.
O morador, Pedro Teixeira Duarte acompanha de perto o andamento do trabalho da prefeitura e esta satisfeito com os resultados. “A pavimentação dessa via será uma grande conquista para nós moradores. Enfrentamos muito com o pó em dias quentes e agora esse problema vai acabar,” frisou o morador.
O serviço de drenagem foi realizado em alguns pontos mais críticos da rua, onde foi necessário trocar as tubulações e as caixas de captação para evitar o acúmulo de água em dias de chuva. A base da pavimentação está sendo realizada com brita graduada e capa asfáltica.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK:facebook.com/pmdecolombo
Fotos: João Senechal/PMC

Exame de conjunção carnal confirma sexo entre trio e irmãs de 11 a 13 anos


Meninas foram encontradas na casa dos suspeitos em Macapá.
Irmãs e suspeitos tinham relações há meses, diz polícia.

Abinoan SantiagoDo G1 AP
Irmãs teriam praticado relação com homens, diz polícia (Foto: Reprodução/TV Amapá)Irmãs teriam praticado relação com homens, diz
polícia (Foto: Reprodução/TV Amapá)
Os exames de conjunção carnal feitos pela Polícia Técnico-Científica (Politec) do Amapá confirmaram ter havido ato sexual entre os três irmãos presos na terça-feira (20), suspeitos de estupro, e três meninas, também irmãs: uma de 11 anos e gêmeas de 13. 
Elas foram encontradas pelo Conselho Tutelar da Zona Norte de Macapá na casa dos suspeitos, que tem entre 19 e 23 anos. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (21) pela Delegacia de Crimes Contra a Mulher (DCCM) e Conselho Tutelar.
Os homens foram presos em flagrante quando estavam com duas das três irmãs, segundo o Conselho Tutelar. Eles foram detidos pelo crime de estupro de vulnerável, informou a delegada Daniella Graça, e aguardam audiência de custódia na Justiça para saber se vão ser encaminhados para a penitenciária ou liberados. O crime é inafiançável.
Investigação
A investigação da Delegacia de Crimes Contra a Mulher descobriu que os suspeitos e as meninas mantinham um relacionamento entre há alguns meses. A relação entre os três casais não era de conhecimento dos pais das meninas, informou a DCCM.
Delegada da Dccm Daniella Graça (Foto: Aline Paiva/G1)Delegada da DCCM Daniella Graça investiga o
caso (Foto: Aline Paiva/G1)
“Eles foram autuados pelo crime de estupro de vulnerável contra a menina de 11 anos e as irmãs gêmeas dela, de 13 anos. O exame deu conjunção carnal nas três. Elas estavam fora de casa desde 16 de outubro, escondidas na casa do trio”, disse Daniella Graça.
O Conselho Tutelar da Zona Norte de Macapáresgatou as meninas na terça-feira, após recebimento denúncia sobre o desaparecimento das irmãs.
A equipe do conselho descobriu o paradeiro das jovens, segundo o conselheiro Iran Costa, na terça-feira, após um dos suspeitos, de 23 anos, ter levado a garota de 11 anos de volta para a casa da família dela, no bairro Jardim Felicidade, na Zona Norte da cidade.
Relação
Segundo o conselheiro, as gêmeas de 13 anos tinham um caso amoroso há três meses com os suspeitos de 19 e 21 anos. A menina de 11 anos namorava há um mês com o homem de 23 anos. Os envolvidos teriam se conhecido durante uma festa junina, contou Iran Costa.
saiba mais

O Conselheiro Tutelar ainda relatou que as irmãs abandonaram o estudo no mesmo período em que começaram a namorar os suspeitos.
As gêmeas deixaram de estudar na quinta série, na escola Ruth Bezerra; e a menina de 11 anos estava há um mês sem ir à escola Maria Neuza, onde está matriculada na segunda série.
“Eles [suspeitos] vivem de ‘bico’ como ajudante de pedreiro. Todas estavam fora da sala de aula. Elas abandonaram praticamente no mesmo período do namoro”, afirmou o conselheiro.
As meninas moram com os pais, que, segundo o Conselho Tutelar da Zona Norte de Macapá, são considerados carentes. A família deve receber acompanhamento social.

Chuva em Curitiba causa acidentes, alagamentos e brigas nas ruas


Árvore caiu em um estacionamento e houve alagamentos na região central.
No Rebouças, comerciantes reclamam da falta de educação de motoristas.

Do G1 PR
A chuva que caiu durante a tarde desta quarta-feira (21), em Curitiba, causou estragos, brigas de trânsito e uma queda brusca de temperatura, em um dia que começou ensolarado. Segundo o Instituto Simepar, apenas durante a tarde choveu mais da metade do que era esperado para todo o mês de outubro.
Os bairros mais atingidos foram na região norte, no entorno do Parque Barigui, o Centro e algumas áreas dos bairros Santa Quitéria, Água Verde, Rebouças e Juvevê. Houve alagamentos em dois Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis), um no Santo Inácio e o outro, no São Braz. Equipes da Defesa Civil foram ao local para verificar a situação e retirar as crianças das creches. Uma árvore também caiu em uma escola municipal na CIC; Já outro colégio, no Orleans, corre o risco de desabar. Não há registro de feridos.
Em menos de uma hora, a temperatura caiu de 31°C para 18°C. No Centro, quem passava pelas ruas teve que correr para não se molhar, já que a maioria dos moradores foi pega de surpresa pela tempestade.
No bairro Juvevê, uma araucária caiu em um estacionamento por pouco não atingiu os carros que estavam parados. Ninguém estava no local no momento do incidente, por isso, não houve feridos. No mesmo bairro, dois carros acabaram batendo.
saiba mais

Alagamentos e falta de educação
Na Rua 24 de Maio, no bairro Rebouças, houve alagamento. Muitos motoristas, para evitar estragos nos carros, acabaram subindo nas calçadas. “É que sempre tem uns engraçadinhos que ficam apertando, querendo empurrar. E eu não vou perder o motor do meu carro porque tem alguém apressado. Então, eu tiro o carro da frente para ele poder passar”, diz o aposentado Massin Calixto.
O manobrista Osvaldo Barbosa conseguiu passar pelo alagamento, mas o carro não resistiu e apagou alguns metros depois. “Todo mundo passou, eu passei e olha só o resultado agora. Vou esperar esfriar para chegar em casa e chamar alguém”, diz.
Comerciantes também reclamaram dos alagamentos. Para eles, um dos principais problemas foi a falta de educação de alguns motoristas que passavam em alta velocidade pelas áreas alagadas, formando ondas e levando ainda mais água para as lojas. “Vindo devagar com os carros, beleza. Só que a turma abusa, passa correndo”, reclama João Edson Vilek, dono de uma lanchonete, também no Rebouças.
Um vídeo mostra o desespero dos comerciantes da região que, irritados com o motorista de um jipe, acabam atirando pedras e dando pauladas contra o carro. Segundo eles, o dono do carro passava em alta velocidade pela rua alagada. Só nesta terça, ele teria feito a brincadeira cinco vezes, segundo os moradores da região. “Fazem onda. O problema não é só a água. Quando fazem onda, entra água nos carros, no comércio. Passam se divertindo, filmando para mostrar que o carro passa na água. E é toda vez, sempre as mesmas pessoas”, lamenta um morador da região.
Motoqueiro passa por rua alagada em Curitiba, no Paraná. Segundo o Sistema Meteorológico do Paraná a cidade registrou um volume de chuva de 28 milímetros (Foto: Franklin de Freitas/Estadão Contéudo)Motoqueiro passa pela calçada em rua alagada em Curitiba, no Paraná
(Foto: Franklin de Freitas/Estadão Contéudo)
Chuvas no estado
Segundo o último boletim da Defesa Civil, divulgado no fim da tarde desta terça-feira, a chuva que atingiu o estado na terça-feira (20) e nesta quarta (21) prejudicou 1.111 pessoas. O levantamento foi divulgado no fim da tarde desta quarta. Pelo menos seis pessoas tiveram que sair de casa após os estragos causados pela chuva.
Ainda conforme a Defesa Civil, 211 casas foram danificadas. Em todo o estado, 16 municípios relataram problemas com o temporal. Uma pessoa chegou a ficar ferida em Barracão, no sudoeste do Paraná.
Previsão do tempo
O tempo deve continuar instável em todo o estado na quinta-feira (22). De acordo com o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), deve chover mais forte nos Campos Gerais, na capital e também no litoral do estado. Pode chover também, mas com menos intensidade, nas regiões central, oeste e sudoeste. No noroeste, a previsão é de tempo nublado, sem chuva.
Confira as cidades mais atingidas:
Barracão
Campina Grande do Sul
Chopinzinho
Colombo
Curitiba
Enéas Marques
Ivaí
Mallet
Mandirituba
Matelândia
Pato Branco
Pérola do Oeste
Prudentópolis
Santa Helena
Santo Antônio do Sudoeste
Sarandi

Vaticano nega que papa Francisco tenha tumor no cérebro


De acordo com o porta-voz, a informação é "infundada e irresponsável". Jornal que divulgou a notícia diz que ela é verídica

REDAÇÃO ÉPOCA
21/10/2015 - 13h51 - Atualizado 21/10/2015 13h51
O porta-voz do Vaticano, Frederico Lombardi, negou nesta quarta-feira (21), que o papa Francisco esteja com um tumor no cérebro, como foi divulgado pelo jornal italiano Quotidiano Nazionale. Lombardi disse ainda que a informação era "infundada e seriamente irresponsável".
De acordo com o jornal, o pontífice viajou para Toscana e visitou uma clínica para se consultar com um especialista a respeito de uma mancha no cérebro, diagnosticada como benigna. A fonte usada pelo jornal, uma enfermeira, disse que o tumor seria curado sem a necessidade de uma cirurgia.
O diretor do grupo do Quotidiano Nazionale, Andrea Cangini, comentou que o posicionamento do Vaticano era compreensível e já esperado, mas reiterou que a notícia era verídica.
Papa Francisco abençoa fiéis em audiência semanal na Praça de São Pedro, no Vaticano (Foto: AP Photo/Riccardo De Luca)

Eduardo Cunha: "Não sabia que a Petrobras não era do governo”


A declaração veio após Dilma Rousseff dizer que o escândalo não envolve a estatal, e sim, as pessoas que praticam corrupção

REDAÇÃO ÉPOCA
21/10/2015 - 12h56 - Atualizado 21/10/2015 12h56
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Oposição e PMDB buscam acordo para "salvar" o mandato do deputado, investigado na Operação Lava Jato (Foto: Antonio Cruz/ABr)
O bate boca entre a presidente Dilma Rousseff e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, teve um novo capítulo. Após a presidente declarar que não era a Petrobras que estava envolvida em escândalos, e sim as pessoas que praticamcorrupção, Cunha rebateu dizendo: “Ué, não sabia que a Petrobras não era do governo.”
A troca de farpas entre os dois acontece desde domingo (18), quando em visita oficial à Suécia, Dilma comentou sobre as acusações contra Cunha de que ele mantém contas na Suíça com dinheiro de propina da Petrobras e que “lamentava que fosse com um brasileiro.”
No dia seguinte, Cunha não ficou quieto. “Eu lamento que seja com um governo brasileiro o maior escândalo de corrupção do mundo.” Na terça-feira, enquanto visitava a Finlândia, Dilma declarou que o governo não estava envolvido em nenhum escândalo de corrupção, e comentou sobre a Petrobras. A deixa perfeita para que o presidente da Câmara alfinetasse Dilma.
De acordo com o Estadão, na terça-feira de manhã, o ministro da Casa Civil, Jacques Wagner, telefonou para Dilma e pediu que ela não respondesse mais ao presidente da Câmara. Ele alertou a presidente de que o clima político no Brasil está muito tenso e que qualquer declaração pode ser tirada de contexto.

Paraná Pesquisas: Na terra de Renan Calheiros, 85% rejeitam Dilma


dilma e renan by jose cruz abr
Levantamento realizado pelo Paraná Pesquisas no estado de Alagoas, terra natal do principal aliado de Dilma no Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB), mostra que 84,9% desaprovam o governo Dilma e apenas 12,9% aprovam a gestão da petista. No cenário pré-eleitoral, Aécio (PSDB) lidera as intenções de votos com 33,3%, seguido pelo ex-presidente Lula (PT), 25,8%, e a ex-ministra Marina Silva (Rede), com 17,2%.
Em relação ao impeachment, 65,5% dos entrevistados dizem concordar com a destituição de Dilma do cargo de presidente; 24% são contrários.
Em um possível 2º turno contra Lula, Aécio venceria o candidato petista 50,7% a 31,2%. Contra Marina, Aécio venceria 48,6% a 32,5%.
A pesquisa foi realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas, e entrevistou 1.252 eleitores em 32 municípios alagoanos, entre 15 e 19 de outubro.

Em delação, Baiano confirma propina para ex-presidente do PSDB

Lauro Jardim, O Globo
Fernando Baiano, em sua delação premiada, soltou rojões para todos os lados: família de Lula, José Carlos Bumlai, Eduardo Cunha e… o PSDB.
Na delação homologada por Teori Zavascki, Baiano confirmou o que Paulo Roberto Costa já dissera: em 2009 o ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra recebeu R$ 10 milhões em propina para para esvaziar a CPI criada para investigar a Petrobras.
De acordo com o ex-diretor da Petrobras, Guerra, que morreu em março de 2014, antes de a Lava-Jato estourar, o teria procurado para pedir a propina. O dinheiro seria usado na campanha de 2010.
O dinheiro, segundo Costa, teria sido pago pela Queiroz Galvão, que faz parte do consórcio responsável por uma das etapas da construção da refinaria de Abreu e Lima.

Declaração de Dilma é vergonhosa, diz Traiano


traiano - coletiva
O presidente do PSDB Paraná, deputado Ademar Traiano, classificou como vergonhosa a declaração dada nesta terça-feira (20) pela presidente Dilma Roussef. A petista disse que não existe corrupção no seu governo.
“É extremamente vergonhosa essa declaração. Isso é submeter a inteligência dos brasileiros ao nível do ralo. O Brasil inteiro está vendo e está lendo nos jornais sobre a corrupção deslavada implementada nesse país”, disse Traiano.
O líder tucano ponderou ainda que o Brasil que os brasileiros querem não é o mesmo de Dilma, do faz de conta e da negação da realidade. “A presidente não vive no Brasil, ao que parece. O Brasil dos brasileiros é o da ética, o da moralidade e o da decência”.

“Enquanto Brasil afunda, Paraná navega em mar tranquilo”, diz Rossoni


unnamed
O deputado federal Valdir Rossoni (PSDB-PR) disse hoje (21) em gravação ao portal Conversa com os Brasileiros, que a crise que afeta o país, fruto da péssima administração do governo petista, atingiu de forma violenta a maioria dos estados. “Servidores públicos de mais da metade deles não receberão o 13º salário neste ano”, exemplificou. “E muitos governadores, como o do Rio Grande do Sul, não conseguem sequer pagar os salários – o que é o caos”, completou.
Rossoni diz que o Paraná é uma das poucas exceções porque o governador Beto Richa tomou medidas preventivas acertadas, senão o estado estaria numa situação caótica como os outros. “Foram medidas duras que, num primeiro momento desagradaram a população, mas agora, apesar do panorama triste em que vemos o país, o governo paranaense navega em mar tranquilo”, afirmou.
O parlamentar acha que agora, mesmo os mais críticos, como os funcionários públicos, podem perceber que essa ações, tão combatidas pouco tempo atrás, hoje trazem tranquilidade a todos.
Ele cita que em pouco mais de seis meses o Estado saiu de uma situação crítica para ter saldo em caixa, com dinheiro para pagar o 13º, sem atrasar um só dia o pagamento dos salários e, como foi apresentado no orçamento para o ano que vem, o governo do Paraná está pronto para fazer novos investimentos nos 399 municípios.
O deputado garante que o Paraná deu a volta por cima, ao contrário do que acontece com o Brasil. “O governo Dilma afunda cada vez mais. Neste ano não terá dinheiro para fechar as contas. O rombo será de, no mínimo, R$ 50 bilhões.”

Aos 61 anos, Sandra Moreyra descobre novo câncer: "Vou superar"


Paulo Pacheco
Do UOL, em São Paulo

  • AgNews
    A jornalista Sandra Moreyra
    A jornalista Sandra Moreyra
A jornalista Sandra Moreyra, de 61 anos, descobriu um novo câncer e deverá começar o tratamento nos próximos dias. É o terceiro diagnóstico de câncer que a experiente repórter da Globo recebeu nos últimos sete anos. 
Sandra anunciou no Twitter que começará a se tratar e recebeu apoio de colegas. "Novamente estou sendo posta à prova. Mais um tratamento pra fazer. Eu amo a vida. E vou em frente", escreveu.
Atualmente, Sandra faz fisioterapia três vezes por semana para recuperar a massa muscular que perdeu durante o tratamento do último câncer. A jornalista chegou a publicar em seu perfil no Instagram um vídeo levantando peso e foi elogiada pelos seguidores.
Ao UOL, a jornalista diz ainda não saber como será o novo tratamento, porém está confiante e acredita que vai conseguir vencer o câncer pela terceira vez: "Vou fazer e acredito que vou conseguir superar mais essa, com ajuda da família, marido, filhos e dos amigos".
O novo câncer foi diagnosticado no mediastino, região do tórax próxima dos dois anteriores, localizados no esôfago. Deverá passar por sessões de quimio e radioterapia.
Sandra enfrentou a doença em 2008 e 2014. Fez duas cirurgias complexas e, no último tratamento, precisou de doações de sangue e ficou com uma das cordas vocais paralisada.
Reprodução/TV Globo
Na Globo desde 1984, Sandra Moreyra voltou a trabalhar na emissora em setembro de 2014, colaborando em roteiros e projetos especiais, mas sem aparecer na TV. Atualmente, é produtora e repórter da série "Cariocas Olímpicos", exibida aos sábados no telejornal local "RJTV 1ª Edição", em que entrevista atletas nascidos no Rio de Janeiro, como um aquecimento para os Jogos Olímpicos de 2016.
Por causa do tratamento, Sandra Moreyra se afastará do trabalho, porém deixou dois capítulos inéditos. O quadro deverá continuar com outro jornalista.