MP pede nova condenação de André Vargas por lavagem de dinheiro

O ex-deputado André Vargas na CPI da Petrobras
O ex-deputado André Vargas (Vagner Rosario/VEJA)
O Ministério Público Federal apresentou ao juiz Sergio Moro pedido para que o deputado cassado André Vargas (ex-PT-PR), ex-1º vice-presidente da Câmara, seja novamente condenado em um processo relacionado à Operação Lava Jato, desta vez por ter utilizado dinheiro sujo de propinas para comprar um imóvel de luxo em Londrina. Vargas já foi condenado por Moro a 14 anos e quatro meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. No outro processo a que responde, ele é acusado de ter atuado ao lado da esposa Eidilaira Soares e do irmão Leon Vargas na compra subfaturada de uma mansão com dinheiro de propina em um esquema típico de lavagem de dinheiro. Segundo o MP, Vargas e Eidilaira compraram, com a ajuda de Leon Vargas, uma casa por 980.000 reais, mas para ocultar os valores recebidos em propina, declararam que o valor do imóvel era de 500.000 reais e quitaram diferença, por fora e com dinheiro sujo, para evitar o rastreamento dos recursos por órgãos de fiscalização. "Como representante do povo, André Vargas tinha o dever de promover a defesa do interesse público e da soberania nacional; exercer o mandato com dignidade e respeito à coisa pública e à vontade popular, agindo com boa-fé, zelo e probidade. (...) Nada obstante, desrespeitou e traiu o voto conferido por seus eleitores, utilizando o seu cargo em benefício próprio", alegam os procuradores ao pedirem a condenação dos três. (Laryssa Borges, de Brasília)

Congresso contraria Dilma e aprova o voto impresso

Urna eletrônica
Urna eletrônica(Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr/VEJA)
Em meio a discursos calorosos sobre a falta de confiança no atual sistema eleitoral, o plenário do Congresso manteve nesta quarta-feira a implantação de um modelo de comprovantes nas urnas eletrônicas. Essa medida chegou a ser aprovada pela Câmara e pelo Senado durante a votação da reforma política, mas acabou vetada pela presidente Dilma Rousseff. Em despacho para inviabilizar a proposta, a presidente informou que a medida causaria um impacto de 1,8 bilhão de reais entre o investimento para aquisição de equipamentos e as despesas de custeio das eleições.

O veto de Dilma foi analisado nesta quarta-feira em sessão do Congresso e provocou debate entre os parlamentares. Governistas inicialmente se posicionaram contra o voto impresso, mas acabaram liberando suas bancadas ao longo da votação. Já a oposição se uniu pela retomada do texto aprovado anteriormente. A medida foi aprovada por 368 votos na Câmara e 56 votos no Senado. Era necessário o apoio de ao menos 257 votos entre os deputados e de 41 senadores para contrariar a decisão presidencial.
Comprovante - Pelo projeto, o processo de votação permanecerá acontecendo nas urnas eletrônicas. Os equipamentos, no entanto, vão imprimir o registro de cada voto, que serão armazenados em um local lacrado. Durante esse processo, não haverá o contato manual do eleitor com os comprovantes. O sistema do voto impresso já deve valer nas eleições de 2016.
"Como podemos negar ao eleitor brasileiro o comprovante do exercício máximo da sua cidadania? Por que não permitir que o nosso sistema eleitoral possa ser auditado? Não é disputa de oposição ao governo. É de respeito ao sufrágio, ao voto popular", discursou o senador Cássio Cunha Lima (PB), líder do PSDB. "Não dá para confiar em um sistema que não permite checagem. O voto precisa ser verificado, caso seja necessário auditoria nas urnas eletrônicas", disse o deputado Mendonça Filho (PE), líder do DEM.
Contrário à matéria, o líder do governo no Senado, José Pimentel (PT-CE), exaltou o prejuízo financeiro que a proposta traria e ponderou que o governo está implantando uma série de medidas para reduzir as despesas.
Financiamento - Também em votação do Congresso, deputados e senadores seguiram o veto de Dilma e mantiveram a canetada presidencial ao financiamento empresarial nas campanhas. A medida foi barrada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Diesel, o cão policial que se tornou um herói dos atentados

O cão policial foi morto a tiros por um terrorista, em buscas associadas aos atentados em Paris do dia 13 de novembro
O pastor belga Diesel morreu em operação no subúrbio de St. Denis
O pastor belga Diesel, da polícia parisiense, foi morto a tiros por um terrorista islâmico na madrugada desta quarta-feira em Saint-Denis, no subúrbio de Paris. Seguindo pistas na sequência dos atentados que mataram 129 pessoas na capital francesa na sexta-feira dia 13, um grupo de operações especiais entrou em um apartamento suspeito. O cão, treinado para farejar explosivos, foi na frente, para avaliar as condições de perigo, e acabou morto. Em seguida, os policiais avançaram. Uma mulher-bomba detonou o seu cinto e morreu. Outro terrorista foi morto por um tiro da polícia. Sete foram presos. Cinco oficiais franceses foram feridos.
Os islamistas que morreram estavam se preparando para um novo ataque na França. Diesel ajudou a impedi-los. Ele tinha 7 anos. É a única morte na operação em Saint-Denis a ser lamentada.
Siga no Twitter e no Facebook

Colatina suspende abastecimento de água e início de lama afeta a cidade


Um sobrevoo será realizado na área para verificar altura dos rejeitos.
Para garantir água, foram instalados pontos de distribuição pela cidade.

Victoria VarejãoDo G1 ES
Com a aproximação da enxurrada de lama vinda de Minas Gerais, o abastecimento de água foi suspenso em Colatina, Noroeste do Espírito Santo, à meia-noite desta quarta-feira (18).
Às 22h desta terça, o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) observou o deslocamento de massa de água com maior turbidez na descida do rio, na Usina de Mascarenhas. Mas a confirmação da chegada da lama depende de um sobrevoo de monitoramento, que será feito pelo Corpo de Bombeiros.
A previsão do CPRM é que a lama contaminada da mineradora Samarco, cujos donos são a Vale e a anglo-australiana BHP, chegue à cidade após a passagem da onda de turbidez, nesta quinta-feira (19). No entanto, a Prefeitura de Colatina já trata a onda de elevada turbidez como lama.
Para garantir água à população, a prefeitura, a Defesa Civil e o Exército começaram a instalação de pontos de distribuição de água em Colatina. Em doações, o município recebeu 6 mil litros na sexta-feira (13).
O rompimento de uma barragem de rejeitos de minério da Samarco aconteceu no dia 5 de novembro e causou uma enxurrada de lama no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, na região Central de Minas Gerais. A lama já chegou ao município de Baixo Guandu e também deve afetar Colatina e Linhares.
Em Baixo Guandu, a captação da água do Rio Doce foi suspensa na manhã desta segunda-feira (16). O município recebeu, na quarta-feira (11), uma doação de 5 mil litros e, nesta terça-feira, foram encaminhados mais 5 mil litros à cidade.
Ao todo, até esta quinta, foram arrecadados 544 litros de água mineral, somando-se a 32.719,5 litros de água arrecadados desde que a campanha foi iniciada pelo Corpo de Bombeiros, na segunda-feira (9).
Distribuição de água
Os pontos de distribuição de água potável foram definidos estrategicamente para atender vários bairros de distintas regiões de Colatina, de acordo o a soma populacional de cada uma desses pontos. Ao todo, serão 52 postos de distribuição.
As caixas d’água têm 10 mil litros cada e serão entregues cerca de 50 litros por pessoa. Cada morador deve levar o seu recipiente para armazenamento. A entrega da água vai começar somente após a interrupção da captação do Rio Doce no município.
Água com elevada turbidez, no distrito de Itapina, em Colatina (Foto: Mayara Melo/ TV Gazeta)Água com elevada turbidez, no distrito de Itapina, em Colatina (Foto: Mayara Melo/ TV Gazeta)
Locais onde serão instaladas as caixas d’água de fibra:
01 - LUIZ IGLESIAS – PRAÇA
02 - MARISTA – AV. PEDRO VITALLI
03 - MARIA ISMENIA – PRAÇA
04 - VILA LENIRA – PRAÇA IGREJA
05 - OLIVIO ZANOTELLI – CAMPO DE FUTEBOL
06 – RAUL GILBERTTI – RODOVIA ARMANDO MARTINELLI
07 – SANTA TEREZINHA – ESCOLA POLIVALENTE
08 – VILA LENIRA/ DAVID TOREZANI – PROXIMO A EAT
09 – NOBRE
10 – PERPETUO SOCORRO – PRAÇA DA ALEGRIA
11 – OPERARIO – PRAÇA ANITA COSTA
12 – BELA VISTA – CAMPO DE FUTEBOL
13 – SANTA CECILIA – RUA MANUEL ANTUNES
14 – SÃO VICENTE – PRAÇA
15 – SÃO JUDAS TADEU – RUA WANTUIL BARROSO
16 – COLATINA VELHA – RUA PEDRO EPCHIM
17 – IBC – RUA PEDRO EPCHIM
18 – MARIA ORTIZ
19 - CORREGO DA LAVRA - RODOVIA CORREGO JOÃO
20 – SANTA HELENA – RUA VITORIA COSME
21 – RIVIERA – RUA
22 – MARIA DAS GRAÇAS – GIACONO MARTINELLI
23 – MARIA DAS GRAÇAS – AV. VITÓRIA
24 – CASTELO BRANCO – PRAÇA JOSEFIN
25 – LACE – RUA MUQUI
26 – APARECIDA – PRAÇA DA IGREJA
27 – SANTOS DUMONT – AV. CASTELO BRANCO
28 – SÃO PEDRO – RUA ADELIN SPELTA
29 – VILA AMELIA – PRAÇA DA IGREJA CATOLICA
30 – SANTO ANTONIO – RUA CARAMURU
31 - SANTO ANTONIO – RUA FRANCISCO TEIXEIRA
32 – MORADA DO SOL – RUA
33 – SÃO SILVANO – PRAÇA MATRIZ
34 – SÃO SILVANO – VIAÇÃO SÃO GABRIEL
35 – NOSSA SENHORA DA PENHA – RUA HENRIQUE BELETABLE
36 – SANTA MONICA – RUA NIVALDO GOMES
37 – FIORAVANTE MARINO – PRAÇA IGREJA CATÓLICA
38 – AYRTON SENNA – PRAÇA DA FIGUEIRA
39 – JOÃO MENEGUELLI – INCUBADORA
40 – CARLOS GERMANO – RODOVIA DO CAFÉ (CRAS)
41 – CARLOS GERMANO – ESCOLA
42 – VICENTE SOELA – UNIDADE DE SAUDE
43 – CAMPESTRE – RUA AMIL LOURENÇO
44 – LIBERATO – RUA DERCI SOUZA MELLO
45 – BAIRRO AZUL – RUA HELEM MANSUR
46 – CAPA PRETA – RUA WILLIANS CUNHA
47 – ANTONIO DAMIAN – UNIDADE DE SAUDE
48 – SÃO MARCOS – RUA AFONSO CLAUDIO
49 – NOVO HORIZONTE – PRAÇA DA IGREJA CATÓLICA
50 – HONORIO FRAGA – AV. NOSSA SENHORA DA PENHA
51 – SÃO BRAZ – INCOLAJES
52 – MARTINELLI – AV. FIORAVANTE ROSSI
Encontro do Rio Guandu com o Rio Doce, em Baixo Guandu (Foto: Fred Loureiro/ Secom-ES)Encontro do Rio Guandu com o Rio Doce, em Baixo Guandu (Foto: Fred Loureiro/ Secom-ES)
Novo infográfico barragens Mariana atualizado (Foto: G1)

EI divulga foto de modelo de bomba que teria derrubado avião russo

Bomba produzida pelo Estado Islâmico
Imagem de suposto modelo de bomba produzida pelo Estado Islâmico(VEJA.com/BBC)
A revista oficial de propaganda do Estado Islâmico (EI) divulgou nesta quarta-feira a imagem do que seria o modelo do dispositivo usado pelo grupo extremista para derrubar o avião da companhia russa Metrojet no Sinai egípcio, em 31 de outubro. A bomba improvisada teria sido feita a partir de uma lata de refrigerante e peças que parecem componentes de um sistema detonador.
"Os cruzados do Oriente e do Ocidente pensaram estar salvos em seus aviões enquanto eles covardemente bombardeavam os muçulmanos do Califado", diz o texto da revista Dabiq, publicada em inglês, em referência à Rússia e ao Ocidente. "E a vingança recaiu sobre aqueles que se sentiam seguros em seus aviões."

A revista também publicou uma montagem que une uma foto dos destroços do avião e de passaportes que seriam, segundo a revista do grupo terrorista, de russos mortos na queda do Airbus A321 e teriam sido obtidos por jihadistas. O Estado Islâmico reivindica a autoria do ataque, afirmando que aproveitou uma falha de segurança no aeroporto do resort egípcio Sharm al- Sheikh para plantar a bomba. Até o momento, a autenticidade das imagens dos passaportes não foi confirmada.
Na terça-feira, a Rússia anunciou que o avião da Metrojet foi derrubado em um ato terrorista do Estado Islâmico, confirmando suspeitas de especialistas em segurança internacional de outros países. O governo do Egito, por outro lado, diz que ainda não há evidências para comprovar a ação criminosa.
O braço egípcio do Estado Islâmico, chamado Província do Sinai, reivindicou a autoria do atentado logo após a queda do avião, que deixou 224 mortos, entre tripulação e passageiros russos que deixavam o resort egípcio em direção a São Petersburgo, na Rússia.
O EI afirma na publicação que, a princípio, o plano era derrubar um avião de um dos países que participam da coalizão com os Estados Unidos que combate o EI na Síria e no Iraque, mas decidiu atingir um alvo russo depois que Moscou iniciou os ataques aéreos na Síria.
Execução de reféns - A revista também traz fotos de dois reféns -um norueguês e um chinês - com a palavra 'executado' impressa sobre a imagem, segundo a agência Reuters. As autoridades dos dois países não se pronunciaram sobre a possível execução dos reféns.
Foto publicada na revista Dabiq, pertecente ao Estado Islâmico, mostra imagens de passaportes russos e os destroços no local da queda do avião da Metrojet no Egito
Foto publicada na revista Dabiq, do Estado Islâmico, mostra imagens de passaportes russos e os destroços no local da queda do avião da Metrojet no Egito(Reprodução/Reuters)

Operação policial em Saint-Denis contabilizou ao menos 2 mortos e 8 presos

Membro da polícia judiciária francesa inspeciona o apartamento invadido pelas forças especiais em Saint-Denis, durante operação para capturar fugitivos dos ataques da última sexta-feira (13) - 18/11/2015
Policial inspeciona apartamento invadido pelas forças especiais em Saint-Denis, durante operação para capturar terroristas (13) - 18/11/2015(Gonzalo Fuentes/Reuters)
A operação policial realizada na manhã desta quarta-feira no distrito de Saint-Denis, ao norte de Paris, deixou dois mortos, oito presos, além de cinco policiais e um pedestre feridos. A ação da polícia, que invadiu um apartamento onde estariam militantes que planejavam realizar um ataque ao distrito financeiro parisiense de La Défense, começou às 4h30 (horário local) e terminou no final da manhã.
De acordo com o promotor público de Paris, François Molins, um suspeito foi morto por tiros ou uma granada jogada pelos policiais e uma mulher explodiu um cinto de explosivos dentro do apartamento. Segundo o promotor, a explosão foi tão forte que o edifício corre o risco de desabar. Como ainda há pedaços de corpos nos escombros, é possível que um terceiro suspeito tenha morrido na explosão.
Embora o promotor não tenha informado a identidade dos mortos, oficiais da inteligência europeia afirmaram ao jornal americano Washington Post que Abdelhamid Abaaoud, belga de 27 anos identificado como o mentor dos ataques terroristas em Paris na semana passada, morreu na operação policial em Saint-Denis. Policiais disseram à imprensa local que a mulher suicida foi identificada como Hasna Aitboulahcen, que seria prima de Abaaoud.

"Uma quarta célula terrorista foi neutralizada", disse Molins, em referência às três equipes que promoveram os atentados do dia 13 de novembro em Paris. "Tudo leva a concluir que eles estavam prontos para agir".
Além dos seis presos no edifício, o dono do apartamento, Jawad Bendaoud, e uma amiga, foram detidos na rua. No momento da prisão, ele disse aos repórteres que um colega pediu que ele emprestasse o imóvel a dois amigos por alguns dias. "Eu não sabia que eram terroristas". A mulher disse que os 'novos moradores' chegaram há dois dias ao apartamento.
O alvo da operação era Abdelhamid Abaaoud, mas, segundo Molins, nem Abaaoud nem Salah Abdeslam, outro terrorista foragido, não estão entre os mortos e presos na operação desta quarta-feira. Abdeslam teria participado ativamente nos atentados que mataram 129 de deixaram mais de 350 feridos em Paris.
Segundo Molins, mais de 5.000 tiros foram disparados durante as sete horas da operação em Saint-Denis, que envolveu mais de cem policiais. Um cachorro da polícia morreu durante a operação.

Mega-Sena, concurso 1.762: ninguém acerta e prêmio vai a R$ 170 milhões


Veja as dezenas sorteadas: 26 - 32 - 42 - 45 - 55 - 59.
Quina teve 219 apostas ganhadoras, que levarão cada uma R$ 63.520,19.

Do G1, em São Paulo
 
MEGA-SENA
CONCURSO 1762
26 32 42
45 55 59
Ninguém acertou as dezenas do concurso 1.762 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (18) emSanto Anastácio (SP). O prêmio estimado para o próximo sorteio é de R$  170 milhões para quem acertar as seis dezenas.
Veja os números sorteados: 26 - 32 - 42 - 45 - 55 - 59.
Segundo a Caixa Econômica Federal (CEF), além de ser o maior prêmio sorteado em 2015, esse também é o o maior prêmio da história da modalidade regular, excluindo os da Mega da Virada.
A quina teve 219 apostas ganhadoras, que irão faturar R$ 63.520,019 cada. Outros 18.595 bilhetes acertaram a quadra e irão levar R$ 1.068,71 cada.
Para apostar
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.
Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.
Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Sindicato quer prisão de quatro empresários do transporte coletivo


O sindicato dos motoristas e cobradores de ônibus quer a prisão de quatro empresários do transporte coletivo na Grande Curitiba. A alegação é de que houve apropriação indébita de valores que deveriam ser destinados à saúde dos trabalhadores. De acordo com o sindicato, os quatro empresários são proprietários de duas empresas na cidade de Fazenda Rio Grande. As informações são da CBN/Curitiba.
O Sindicato argumenta que houve descontos nos salários dos funcionários, mas os valores relativos à assistência médica ambulatorial dos trabalhadores não foram repassados. A entidade diz que o calote superou os R$ 239 mil. Outra denúncia envolve dinheiro referente a empréstimos consignados dos trabalhadores.
Segundo o Sindimoc, as empresas descontam os valores na folha de pagamento, mas também não os repassam aos agentes financeiros que concederam os empréstimos. Muitos funcionários inclusive teriam entrado no cadastro de devedores.
Já o sindicato que representa as empresas afirmou que um posicionamento oficial sobre os pedidos de prisão deve ser divulgado ainda durante a tarde desta quarta-feira.

Estão abertas as inscrições para a tosa de ovinos em Colombo


WEBMASTER 18 DE NOVEMBRO DE 2015
Publicado em: 28 out, 2015 - Movido para destaques em 18 nov, 2015

O cadastramento dos rebanhos será finalizado no dia 20 de novembro; a expectativa da prefeitura é atender aproximadamente 500 animais

A expectativa da prefeitura é atender aproximadamente 500 animais
A expectativa da prefeitura é atender aproximadamente 500 animais
Podem participar os criadores de Colombo, indiferente do número de animais que mantenham no rebanho, porém devem estar dentro dos limites territoriais do município
Podem participar os criadores de Colombo, indiferente do número de animais que mantenham no rebanho, porém devem estar dentro dos limites territoriais do município
O aumento das temperaturas pode causar desconforto em algumas espécies de animais. No caso dos ovinos, uma saída para reverter essa situação é a realização da tosa do rebanho. Pensando nisso, Prefeitura de Colombo, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, está oferecendo esse serviço aos produtores do município.
Entre os objetivos da ação está a necessidade de controlar o tamanho de rebanho de ovinos no município, além de beneficiar o produtor que terá a praticidade de fazer as tosas nas próprias propriedades.
“O controle da população de ovinos é muito importante pois faz com que nós tenhamos conhecimento e melhoramento de rebanho, começando a profissionalizar os produtores”, destaca o Secretário de Agricultura e Abastecimento, Márcio Toniolo.
Podem participar todos os criadores de Colombo, indiferente do número de animais que mantenham no rebanho, que deve estar dentro dos limites territoriais do município. A prefeitura vai subsidiar parte do valor da tosa, restando ao produtor uma taxa de R$4,00 por cabeça. A expectativa é que, aproximadamente, 500 animais passem pelo procedimento.
As inscrições vão até o dia 20 de novembro e estão sendo realizadas na Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, onde o produtor receberá orientações de como proceder.
Mais informações:
Secretaria de Agricultura e Abastecimento
Rua Marechal Floriano Peixoto, 8771 – Centro
Anexo ao Parque Municipal da Uva
Telefone: (41) 3656-4849
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: Sec. De Agricultura e Abastecimento/PMC

Pavimentação da Rua Foz do Iguaçu em Colombo está concluída


WEBMASTER 18 DE NOVEMBRO DE 2015

A obra faz parte do programa de Pavimentação nos Bairros; aproximadamente 517 metros de rua foram asfaltados

As obras de pavimentação na Rua Foz do Iguaçu faz parte do Programa de Pavimentação nos Bairros
As obras de pavimentação na Rua Foz do Iguaçu faz parte do Programa de Pavimentação nos Bairros
As obras de pavimentação na Rua Foz do Iguaçu, localizada no bairro Guaraituba, já estão concluídas. A ação faz parte do Programa de Pavimentação nos Bairros que é desenvolvido pela Prefeitura de Colombo, por meio da Secretaria de Obras e Viação.
“Estamos trabalhando para atender as necessidades da população que tanto precisa de ações como esta. Este programa foi mais uma maneira que encontramos para melhor atender aos moradores e garantir tranquilidade e segurança. Além de proporcionar vias adequadas aos motoristas e pedestres,” declarou o secretário de Obras e Viação, Agnaldo Santos.
O trabalho contemplou 517 metros de rua asfaltada. O serviço de drenagem também foi realizado nos pontos mais críticos da rua, onde foi necessário trocar as tubulações e as caixas de captação para evitar o acúmulo de água em dias de chuva. A base da pavimentação foi realizada com brita graduada e capa asfáltica.
O trabalho contemplou 517 metros de rua asfaltada
O trabalho contemplou 517 metros de rua asfaltada
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: Marcio Fausto/PMC

Festival de Música e Food Trucks agitam Colombo nesse domingo, dia 22


WEBMASTER 18 DE NOVEMBRO DE 2015

Evento, que acontece no Parque Municipal da Uva, definirá atrações locais da 53ª Festa da Uva e contará com feira gastronômica com food trucks

1º Festival de Música de Colombo já tem data marcada, será no próximo domingo, dia 22
1º Festival de Música de Colombo já tem data marcada, será no próximo domingo, dia 22
O 1º Festival de Música de Colombo já tem data marcada, será no próximo domingo, dia 22. Quem prestigiar o evento, também poderá saborear delícias preparadas em food trucks, como, por exemplo, a culinária japonesa e os sanduíches gourmet.
O evento, que acontece no Parque Municipal da Uva, será promovido pela Prefeitura de Colombo, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Lazer e Juventude – definirá as atrações locais que se apresentarão na 53ª Festa da Uva.
“O cenário musical local é muito rico e é importante valorizar isso, dando a oportunidade aos artistas de divulgarem o seu trabalho e do público conhece-los, em um dos principais eventos culturais do município”, comenta o secretário da pasta, José Mauri Henemann.
E toda a diversidade cultural do município pode ser percebida nas bandas que se inscreveram para o festival. Do pop/rock instrumental à música sacra/gospel, passando pela Música Popular Brasileira (MPB), sem esquecer da música sertaneja de raiz tão tradicional no município. Todos esses estilos irão animar o público durante o evento.
Food Trucks
Quem prestigiar o evento, também poderá saborear delícias preparadas em food trucks
Quem prestigiar o evento, também poderá saborear delícias preparadas em food trucks
Além de muita música, o público presente poderá se deliciar com boa comida. Uma feira gastronômica com food truckspromete trazer uma mistura de estilos culinários para todos os gostos e bolsos. No local serão instalados food trucks com diversas comidas e bebidas. Entre as opções estão: a culinária japonesa, hot dog e os sanduíches gourmet.
“Teremos um espaço com comida boa e um preço especial. Além disso, o Festival oferece oportunidade para que os empreendedores do município possam divulgar seu trabalho”, afirma o administrador do Box 15, Fernando Severo.

E toda a diversidade cultural do município pode ser percebida nas bandas que se inscreveram para o festival
E toda a diversidade cultural do município pode ser percebida nas bandas que se inscreveram para o festival
1° Festival de Música de Colombo
Local: Pavilhão de eventos do Parque Municipal da Uva
Endereço: Marechal Floriano Peixoto, 8771 – Centro
Data: 22 de novembro
Horário: Início às 09h30

Confira a relação das bandas que vão se apresentar no 1° Festival de Música de Colombo:
Pop Rock/ Instrumental:
Collin-US
Colt 45
Compilation Band
Disco Rock Band
Leo Casanova
No Money For a Bus
Walker V8
Zabilly
Popy
Música Sacra/Gospel
Anjos
Bola de Neve Colombo
E C3
Danillo Gasoto
Primícias
Propagar
 
Música Popular Brasileira (MPB)
Daniel Rosa
Jose Almeida
Plena Atitude
Salamandra
Grupo Bom Momento
Música Sertaneja Raiz
Banda Guarujá
Beny e Benony
Christian e Cristiano
Francisco de Moraes
Henrique e Lorhan
Luiz Luccas
Mauro Michelli
Juan Carlos e Rodrigo
Pescador e Canoeiro
Profeta e Dilone
Taisa Pavin e Banda
Zé Carlos e Wilson
Wuilian e Alexandre
Trio Paranaense

Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Fotos: João Senechal/ PMC

As armas de Cunha


foto guilherme amado_ o globo
Não por acaso Eduardo Cunha ainda conta com a simpatia de muitos políticos. Guilherme Amado, n’O Globo, conta que ao final da tarde de ontem (17), no café ao lado da Câmara, o telão instalado por Cunha fez mais sucesso do que o plenário, onde foi votada uma emenda à Constituição. Na tela, neste registro, Colômbia e Argentina jogavam pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.
– Foto: Guilherme Amado.

Cunha diz a aliados que impeachment de Dilma perdeu força e ficará para 2016


Peemedebista prometia decisão sobre processo contra petista para novembro, mas mudou postura após perder apoio do PSDB

REDAÇÃO ÉPOCA
18/11/2015 - 18h31 - Atualizado 18/11/2015 18h42
Eduardo Cunha em congresso do PMDB  (Foto: de Jorge William /Agência O Globo)
Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, afirmou a deputados do PMDB que o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff perdeu força e ficou para 2016. O peemedebista disse isso a colegas de partido em jantar em sua casa na quarta-feira passada (11), segundo a Folha de S. Paulo, mesmo dia em que o PSDB formalizou o rompimento com ele.
"Ele disse ter a impressão de que a possibilidade de impeachment perdeu força, que não há nesse momento apoiamento popular, embora o ocorrido nas contas da Dilma [a rejeição do Tribunal de Contas da União às contas de 2014] sejam fato para levar o impeachment adiante", disse Hildo Rocha (PMDB-MA) ao jornal.
A postura de Cunha é diferente da que adotava, de que tomaria decisão sobre o andamento do processo de impeachment em novembro. Agora o presidente diz que o afastamento de Dilma só voltará à pauta se o Congresso ratificar a rejeição das contas de 2014 da presidente. "Se isso acontecer, ele disse que a deflagração do impeachment volta à tona com toda a força, mas que neste ano não há a menor possibilidade de isso acontecer", disse Rocha.
"Para mim, ele não pensa mais nisso de forma alguma. [Ele] se decepcionou com o PSDB, que não sabe de que lado fica", afirmou o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS).
Há, na Câmara, dez pedidos de impeachment de Dilma Rousseff. Oprincipal vem dos advogados Hélio Bicudo, fundador do PT, Miguel Reale Júnior e Janaína Paschoal, chancelado pela oposição e por movimentos populares contra a petista.
Cunha preferiu não comentar a reportagem do jornal.