Justiça determina bloqueio do WhatsApp por 48 horas em todo o território nacional


WhatsApp será bloqueado pela Vivo, TIM, Oi e Claro a partir da 0h desta quinta-feira (17). O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal confirmou o recebimento de uma intimação judicial, que também afeta os clientes da Sercomtel e Algar Telecom. A decisão tem validade de 48 horas.
A medida cautelar foi imposta pela 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo, no Estado de São Paulo, após um pedido do Ministério Público, feito com base no Marco Civil da Internet. Segundo a Justiça, o aplicativo “não atendeu a uma determinação judicial de 23 de julho de 2015”. O processo criminal corre sob sigilo e o autor da ação não pode ser informado.veja vídeo
Como excluir um membro de um grupo no WhatsApp (Foto: Marvin Costa/TechTudo) (Foto: Como excluir um membro de um grupo no WhatsApp (Foto: Marvin Costa/TechTudo))WhatsApp ficará bloqueado por 48 horas (Foto: Marvin Costa/TechTudo)



O sindicato informou que todas as operadoras afiliadas têm condições técnicas de realizar o bloqueio, mas não soube dizer como Claro, TIM, Vivo, Oi, Sercomtel e Algar Telecom vão implementar a suspensão. O órgão também não soube dizer se o bloqueio será implementado nas redes Wi-Fi mantidas pelas prestadoras de telefonia móvel.
– App mais usado do Brasil
O WhatsApp é o aplicativo mais utilizado pelos brasileiros, segundo pesquisa revelada nesta semana pelo Ibope Inteligência. Em seguida aparecem o FacebookYouTube e Instagram. Segundo o levantamento, realizado via internet com 2 mil usuários, 93% deles disseram ter o mensageiro instalado no celular.
Ranking de apps mais usados no Brasil (Foto: Divulgação/IBOPE)  (Foto: Ranking de apps mais usados no Brasil (Foto: Divulgação/IBOPE) )Ranking de apps mais usados no Brasil (Foto: Divulgação/IBOPE) (Foto: Ranking de apps mais usados no Brasil (Foto: Divulgação/IBOPE) )
Estimativas indicam que o aplicativo deve encerrar 2015 com mais de 900 milhões de usuários ativos no planeta. Em comparação, o Facebook tem 1 bilhão de usuários ativos diários e o Instagram, 300 milhões.
Procurado pela reportagem, o WhatsApp não comentou o assunto até a publicação desta matéria.
– Histórico
Em fevereiro, o app foi alvo de outro mandado judicial determinando seu bloqueio. A decisão foi expedida pelo juiz Luis Moura Correia, de Tocantins (PI), que alegou que os responsáveis pelo software se recusavam a fornecer informações sobre uma operação policial realizada em 2013.
No vídeo abaixo, aprenda como fazer ligações com o WhatsApp.

saiba mais

Richa libera mais R$ 10 milhões para o combate à dengue no Paraná


richa- foto rogerio machado - 2
O governador Beto Richa anunciou agora há pouco, na reunião do secretariado no Palácio Iguaçu, a liberação de mais R$ 10 milhões para o combate a dengue no Paraná. “Estamos destinando mais R$ 10 milhões ao combate à dengue nos 299 municípios mais atingidos. Os recursos serão usados no combate mais organizado e mais eficiente à dengue, que hoje é uma epidemia em todo Brasil pelo crescente números de casos e dos vírus relacionados ao mosquito Aedes Aegypt”, disse Richa.
O secretário Michele Caputo (Saúde) disse que o dinheiro estará à disposição das prefeituras já na próxima terça-feira, 22, e que será usado em despesas de custeio como compra de insumos, larvicidas, combustíveis e até para contratação temporária de agentes de endemias. “O dinheiro será para custeio e, além dos recursos, a Secretaria de Saúde está dando toda orientação técnica e colocou toda a frota de fumacê e estrutura necessária ao combate à dengue”.
Ainda segundo Caputo, os recursos serão distribuídos com critérios técnicos e de acordo com o número de moradores de cada municípios. As cidades maiores, como Maringá, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa e Londrina, vão receber R$ 400 mil cada.

Empreiteiros presos na Lava Jato passarão o natal na cadeia


Vera Magalhães, Veja
Os presidentes do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e do Superior Tribunal de Justiça, Francisco Falcão, já avisaram a interlocutores que não concederão nenhum habeas corpus quando estiverem no comando do plantão judiciário.
Lewandowski evoca seu comportamento nos recessos de janeiro e julho, quando negou todos os recursos que analisou. Falcão também costuma repetir: nunca concedeu nenhum HC em decisão monocrática.
Com a Lava Jato a todo vapor e desdobramentos surpreendentes, o Judiciário não quer ficar com a pecha de melar o que Sergio Moro construiu.
Tanto é que o próprio STJ, no qual os advogados apostavam todas as fichas para soltar os empreiteiros antes das festas, negou recursos em série nas duas últimas semanas.
No Supremo, a ordem é julgar hoje a principal ação questionando o impeachment de Dilma Rousseff e partir para o recesso.

Por falta de entendimento e cansaço, haverá recesso no Congresso


Renan Calheiros e Eduardo Cunha não acertaram os ponteiros. Ano legislativo se encerrará na próxima terça-feira (22)

MURILO RAMOS
16/12/2015 - 11h58 - Atualizado 16/12/2015 11h58
Renan Calheiros e Eduardo Cunha  (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)
Salvo um acontecimento absolutamente fora do normal, haverá recesso no Congresso Nacional. Faltou entendimento entre o presidente do Congresso e do Senado, Renan Calheiros, e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, sobre a prorrogação das atividades das casas. O cansaço dos parlamentares também pesou para a decisão pela folga.O ano legislativo vai se encerrar na próxima terça-feira (22). Deputados e senadores voltarão às suas atividades em fevereiro.

Garotinha de dois anos compra carro na internet ao brincar com celular do pai


Redação RedeTV!

Uma criança com pouco menos de dois anos deu um grande susto em sua família ao conseguir ao comprar um carro enquanto brincava com o celular de seu pai.
A pequena Sorella estava 'testando' o smartphone de seu pai, Paul Stoute. Sem nem saber que o aparelho estava conectado na internet, ela acabou comprando um Austin-Healey Sprite que estava sendo comercializado no site de leilões virtuais Ebay. Paul só descobriu seu novo 'presente' quando recebeu um e-mail do site notificando a compra.

Leia Também


O pai conta que pensou que o e-mail era um spam, mas entrou em pânico ao descobrir que a compra de Sorella era real. Ele ainda tentou pedir a anulação da compra com o dono do veículo, mas mudou de ideia e decidiu ficar com o carro de US$ 225 (R$ 800). 
Paul disse que o veículo será de sua filha quando ela completar 18 anos e tirar sua carteira de motorista, e que até lá vai reformar o automóvel, que está bem danificado. O Sprite, fabricado na Inglaterra nos anos 60, foi tão alterado durante esses anos que recebeu o nome de 'FrankSprite', em referência ao monstro do personagem da literatura Victor Frankenstein, uma pessoa feita de partes de diversos cadáveres. "O que me consola é que ela não comprou um Porsche", contou. 

Suspeito de matar a ex-namorada é espancado por amigas da vítima


Homem foi encontrado no início da noite desta terça-feira e acabou preso.
Pereira precisou ser encaminhado ao hospital após ser bastante agredido.

Do G1 Santos
Francisco foi preso dois dias após matar esposa (Foto: Divulgação / Polícia Militar)Francisco foi preso dois dias após matar esposa
(Foto: Divulgação / Polícia Militar)
O pintor que é suspeito de ter assassinado a ex-companheira a facadas, dentro da casa dela, em Peruíbe, no litoral de São Paulo, foi preso na noite desta terça-feira (15). O suspeito foi encontrado por amigas da vítima andando normalmente pela rua. Antes da chegada da polícia, porém, as mulheres se reuniram e agrediram o rapaz, que acabou ficando ferido.
Francisco Alex Pereira dos Santos, de 28 anos, foi encontrado por amigos e familiares de Maria das Graças Silva, no bairro Caraguava, o mesmo onde o crime aconteceu na noite de domingo (13).
De acordo com testemunhas ouvidas pelo G1, pelo menos quatro mulheres que trabalhavam com a vítima agrediram Pereira e o arrastaram até o meio da rua para aguardar a chegada dos policiais.
Com vários ferimentos, ele foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e depois encaminhado à Delegacia Sede de Peruíbe. Pereira já tinha um mandado de prisão temporária expedido contra ele pela juíza Christiane Avelar Barros Cobra. O documento é válido até janeiro 2016.
A doméstica Maria das Graças da Silva, de 39 anos, foi morta com duas facadas no peito e uma na testa. Ela tinha um filho de dez anos de um relacionamento anterior.
Menino ajuda a limpar casa onde mãe foi morta em Peruíbe (Foto: Marcos Antonio da Costa / Arquivo Pessoal)Menino ajuda a limpar casa onde mãe foi morta 
(Foto: Marcos Antonio da Costa / Arquivo Pessoal)
Histórico
Pereira tinha um relacionamento amoroso turbulento com a vítima. O casal estava separado há cerca de duas semanas porque Francisco havia cortado o braço da então companheira com um caco vidro. Depois disso, no entanto, segundo a tia do suspeito, eles costumavam se encontrar escondidos.
"Ele estava morando comigo porque não podia chegar perto dela por causa da Lei Maria da Penha. Os dois já tinham brigado outras vezes. Há 15 dias ele cortou o braço dela com um caco de vidro e quebrou a casa toda, então, se os vizinhos o encontrassem por perto teriam que avisar a polícia. Por isso, eles combinavam sempre de se encontrarem escondido de madrugada", contou a tia do suspeito, Maria Aparecida.
Maria Aparecida recorda ainda que na noite do crime passou próximo a um bar e encontrou o sobrinho bebendo com os amigos. Ele disse à tia que iria se encontrar com Maria das Graças porque ela "tinha algo muito importante para contar".
Segundo Maria Aparecida, a relação do casal era marcada por várias brigas desde que eles se mudaram do Ceará para Peruíbe, há cerca de um ano. Apesar disso, a tia não acreditava que o relacionamento pudesse terminar dessa forma, mesmo sabendo do temperamento explosivo do parente.
Crime aconteceu na rua Jundiaí, no Caraguava, em Peruíbe (Foto: Marcos Antonio da Costa / Arquivo Pessoal)Crime aconteceu na rua Jundiaí, no Caraguava (Foto: Marcos Antonio da Costa / Arquivo Pessoal)

Boldrini participa de reconstituição da morte da mãe de Bernardo no RS


Inquérito sobre morte de Odilaine Uglione deve ser concluído em 2016.
Família contesta versão de que mulher teria cometido suicídio em 2010.

Do G1 RS
Frente de prédio onde fica consultório de Boldrini amanheceu com faixas pedindo justiça (Foto: Jonas Campos/RBS TV)Frente de prédio onde fica consultório de Boldrini amanheceu com faixas pedindo justiça (Foto: Jonas Campos/RBS TV)
reconstituição da morte de Odilaine Uglione, mãe do menino Bernardo Boldrini, começou na terça-feira (15) em Três Passos, município do Noroeste do Rio Grande do Sul, e continua nesta quarta (16). A expectativa é pela presença do médico Leandro Boldrini, ex-marido dela e pai do garoto, que volta à cidade para participar.veja vídeo
A reconstituição está marcada para começar às 8h30 e vai contar com a participação de quatro testemunhas. Preso acusado pela morte do filho, Boldrini será levado da Penitenciária de Charqueadas, na Região Carbonífera, até Três Passos. A secretária dele na época, Andressa Wagner e mais outra testemunha também vão participar.
Neste ano, é certo que não dá [para concluir a investigação], porque ainda temos testemunhas para serem ouvidas e mais diligências"
Delegado Marcelo Lech, sobre
inquérito da morte de Odilaine
O processo faz parte da nova investigação que iniciou em maio deste ano. A pedido da família de Odilaine, a Justiça determinou a abertura do caso para apurar se a morte dela, em 2010, foi mesmo suicídio, versão concluída pela polícia e contestada pela família.
No primeiro dia, a recomposição durou cerca de três horas. A primeira etapa foi realizada no consultório de Boldrini, onde Odilaine foi encontrada morta. O local fica no Centro Clínico São Matheus. Cinco testemunhas, todas pacientes que estavam no consultório, relataram os fatos.
Elas foram ouvidas pela polícia e pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) e depois reproduziram a versão apresentada no depoimento. Em um dos momentos, os peritos e testemunhas vieram até a calçada em frente ao prédio para mostrar por onde Boldrini teria saído logo após o tiro.
Tudo foi gravado e fotografado pelos peritos. Um forte esquema de segurança foi montado, as ruas próximas foram interditadas e o prédio foi isolado para o andamento do trabalho. Na frente do edifício, faixas e cartazes com fotos de Odilaine e do filho Bernardo foram colocadas pela comunidade, pedindo justiça.
Após a realização dos trabalhos, o delegado responsável pelo caso, Marcelo Lech, afirmou que pediu a prorrogação do prazo para a conclusão do inquérito, que deverá ficar para 2016. "Neste ano, é certo que não dá [para concluir a investigação], porque ainda temos testemunhas para serem ouvidas e mais diligências", afirmou o delegado.
A mãe de Bernardo teria se suicidado dentro do consultório com um tiro, segundo a investigação inicial do caso, em 2010. Mas a versão é contestada pela família da mulher e o inquérito foi reaberto em maio deste ano. Ao todo, 50 testemunhas já foram ouvidas. Novas perícias na arma do crime e na carta supostamente deixada pela mãe de Bernardo foram solicitadas e o corpo dela foi exumado.
reconstituição odilaine boldrini caso bernardo três passos (Foto: Jonas Campos/RBS TV)Polícia tapou janelas com papelão para evitar filmagens externas (Foto: Jonas Campos/RBS TV)
Corpo foi exumado em agosto de 2015
O corpo de Odilaine Uglione foi exumado na manhã de 11 de dezembro em Santa Maria. Em maio, a Justiça determinou, a pedido da família de Odilaine, a reabertura da investigação sobre a morte dela. Desde a morte de Bernardo, em abril do ano passado, a família de Odilaine tenta provar que ela também foi morta por Leandro Boldrini.
O pai do Bernardo está preso pelo assassinato do menino. Também são acusados a madrasta do garoto, Graciele Ugulini, e os irmãos Edelvânia Wirganovicz e Evandro Wirganovicz. Eles respondem por homicídio qualificado e ocultação de cadáver, entre outros crimes.