Prefeitura de São Paulo apresenta nova proposta para regulamentar o Uber

Taxistas bloqueiam o viaduto do Chá, na região central de SP, durante protesto contra proposta de regulamentar o Uber na capital paulista - 29/12/2015
Taxistas bloqueiam o viaduto do Chá, na região central de SP, durante protesto contra proposta de regulamentar o Uber na capital paulista - 29/12/2015(Moacyr Lopes Júnior/Folhapress)
A prefeitura de São Paulo apresentou nesta terça-feira uma segunda tentativa de regulamentação do aplicativo de transporte privado individual Uber, com uma proposta de cobrança de taxas para esse tipo de serviço. O texto do projeto foi colocado em consulta pública e poderá receber sugestões e aprimoramentos nos próximos 30 dias, segundo comunicado da prefeitura.
O projeto prevê que os aplicativos responsáveis pela intermediação entre motoristas e usuários terão de ser cadastrados como Operadoras de Transporte Credenciadas (OTCs) e adquirir créditos de quilômetros para operar. Os créditos serão disponibilizados pela prefeitura e terão preço regulado de acordo com horários de utilização, área de atuação na cidade e distância percorrida.
Além disso, o texto prevê que os aplicativos terão seis meses para disponibilizar ferramentas que permitam conectar usuários com destinos semelhantes para que até quatro passageiros dividam um veículo durante o trajeto. O anúncio do projeto foi marcado por protestos de taxistas, que se reuniram na frente do edifício da prefeitura, no Viaduto do Chá, centro da cidade.
Publicidade
O Uber, por sua vez, comemorou a iniciativa, e disse em comunicado que a proposta é "inovadora". "O prefeito Fernando Haddad mostrou mais uma vez um forte compromisso com a cidade e seus cidadãos criando uma regulamentação específica e muito inovadora para o uso intensivo da infraestrutura urbana de São Paulo", disse a empresa em nota. "Essa nova regulação, única no mundo, cria normas para o transporte individual privado na cidade, que é o serviço prestado pelos motoristas parceiros da Uber", completou.
A unidade brasileira da empresa norte-americana declarou ainda que participará da consulta pública aberta pela prefeitura, enviando contribuições para "fazer com que esta regulação seja o mais inovadora e inclusiva possível". O aplicativo continua operando na cidade.
Esta é a segunda tentativa da cidade de regulamentar o Uber, que tem cerca de 1,8 mil motoristas em São Paulo. Na primeira, a prefeitura criou alvarás para os novos "táxis pretos", carros de luxo chamados por aplicativos. Na ocasião, o Uber havia declarado que não se encaixava na proposta, uma vez que não se classificava como serviço de táxi, e continuou operando.
Na semana passada, a Câmara dos Vereadores de São Paulo aprovou em primeira votação um projeto de lei que autoriza serviços de transporte individual privado de passageiros, em outra tentativa de regulamentar o Uber. O texto ainda precisa passar por uma segunda votação em fevereiro.
(Com agência Reuters)

Porão de navio explode em Paranaguá


noticia_207035_img1_bpexplosao
Um navio carregado de milho sofreu uma explosão em um dos porões, na tarde desta segunda­feira (28), na Baía de Paranaguá, no litoral do Paraná. A explosão aconteceu por volta das 13h30, quando o navio estava ancorado próximo à Piaçaguera, uma comunidade de Paranaguá, onde aguardava para carregar combustível e seguir viagem. A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA) informou que não há registro de feridosou vazamentos na baía de Paranaguá.
O navio Akaki, com bandeira do Chipre, terminou o carregamento de 65 mil toneladas de milho na tarde de domingo (27) e deveria levar a carga para o porto de Kaohsiung, em Taiwan.
Segundo a APPA, esse tipo de acidente pode ser causado pela “formação de gás no porão, por conta do produto (milho) e da alta temperatura registrada no momento da notícia de explosão (29° C), combinada com os procedimentos de fumigação (tratamento químico para controle de pragas), ou ainda imperícia nos procedimentos internos da tripulação”.
A Capitania dos Portos do Paraná informou que vai abrir inquérito para apurar as causas da explosão, o resultado deve sair em 90 dias, mas o prazo pode ser ampliado. Ainda de acordo com a Capitania, o tráfego dos outros navios não sofreu qualquer
alteração

OMS declara fim da transmissão de ebola na Guiné


Há quase dois anos, o primeiro caso de ebola da epidemia mais recente foi detectado na Guiné. A OMS parabenizou o país por controlar a doença

REDAÇÃO ÉPOCA
29/12/2015 - 13h02 - Atualizado 29/12/2015 13h02
Voluntário recebe teste de vacina contra o vírus ebola, na Guiné, em março de 2015 (Foto: AP Photo/ Youssouf Bah)
A Organização Mundial da Saúde declarou , nesta terça-feira (29), o fim da transmissão de ebola na Guiné – já se passaram 42 dias desde que a última pessoa com suspeita de ebola no país foi diagnosticada como livre do vírus. As informações são do G1.

>>Serra Leoa está livre do ebola, diz OMS
>>Pela primeira vez em 18 meses, OMS não registra novos casos de ebola

A mais recente epidemia de ebola começou no país, há quase dois anos. Da Guiné, o vírus se espalhou para a Libéria e a Serra Leoa. Em nota, a OMS parabenizou  o governo e a população pelos esforços empreendidos no controle da doença: "Temos de prestar homenagem ao governo e ao povo da Guiné que, na adversidade, mostraram extraodinária liderança no combate à epidemia", afirma Mohamed Belhocine, representante da OMS na Guiné. "A OMS e seus parceiros continuarão a apoiar o país durante os próximos 90 dias de vigilância reforçada e nos primeiros esforços para fortalecer os serviços de saúde em 2016."

Estado Islâmico tem determinação sobre quem pode fazer sexo com escravas


Por Jonathan Landay, Warren Strobel e Phil Stewart
De Washington

  • BBC
    Mulher que diz ter sido vendida como escrava sexual pelo Estado Islâmico
    Mulher que diz ter sido vendida como escrava sexual pelo Estado Islâmico
Teólogos do Estado Islâmico emitiram uma decisão extremamente detalhada sobre quando "donos" das mulheres escravizadas pelo grupo extremista podem ter relações sexuais com elas, em uma aparente tentativa de conter o que eles chamaram de violações no tratamento das capturadas.
PUBLICIDADE
A decisão, ou fatwa, tem força de lei e parece ir além das conhecidas declarações anteriores do Estado Islâmico sobre o assunto, disse um destacado estudioso desse grupo jihadista. A medida lança nova luz sobre a forma como o grupo está tentando reinterpretar centenários ensinamentos para justificar a escravidão sexual de mulheres em áreas da Síria e do Iraque que controla.
A fatwa estava entre um enorme acervo de documentos capturados por Forças de Operações Especiais dos Estados Unidos durante um ataque que tinha como alvo um alto funcionário do Estado Islâmico na Síria, em maio. A Reuters viu alguns dos documentos, que não foram previamente publicados.
Entre as normas religiosas estão a proibição de pai e filho manterem relações sexuais com a mesma escrava; e o proprietário de uma mãe e filha fazer sexo com ambas. A relação sexual também é proibida para coproprietários de uma prisioneira do sexo feminino porque ela é vista como "parte de uma propriedade conjunta".
A Organização das Nações Unidas e grupos de defesa dos direitos humanos acusam o Estado Islâmico do rapto e estupro sistemático de milhares de mulheres e meninas, especialmente membros da minoria yazidi no norte do Iraque. Muitas têm sido dadas aos combatentes como uma recompensa ou são vendidas como escravas sexuais.
Longe de tentar esconder a prática, o Estado Islâmico se vangloriou disso e criou um departamento de "despojos de guerra" para gerenciar a escravidão. A Reuters informou na segunda-feira (28) sobre a existência do departamento.
Em um relatório de abril, a Human Rights Watch entrevistou 20 fugitivas do sexo feminino que contaram como combatentes do Estado Islâmico separavam as moças e meninas de homens e meninos e mulheres mais velhas. Elas foram levadas "de uma forma organizada e metódica para vários lugares no Iraque e na Síria" e eram então vendidas ou dadas como presentes, e repetidamente violadas ou submetidas a violência sexual.
Ampliar

De mesquitas a resorts turísticos: veja atentados do Estado Islâmico11 fotos

1 / 11
FRANÇA, 11 de janeiro de 2015 - Um ataque ao semanário satírico Charlie Hebdo deixou 12 pessoas mortas, incluindo cartunistas famosos da publicação. Dois ataques que se seguiram - um deles em um supermercado judaico - deixaram outros cinco mortos Leia mais Kenzo Tribouillard/ AFP

Campeão do mundo, skatista paulista Digo Menezes está desaparecido


Primeiro brasileiro a conquistar o Mundial, em 1995, fez último contato com a família no sábado à noite, na Vila Madalena; parentes prestaram queixa e aguardam notícias

Por Rio de Janeiro
Digo Menezes foi campeão do mundo em 1995 (Foto: Reprodução/Facebook)Digo Menezes foi campeão do mundo em 1995 (Foto: Reprodução/Facebook)
Primeiro brasileiro campeão do mundo de skate, em 1995, o paulista Rodrigo Menezes, o "Digo", de 38 anos, está desaparecido desde o último sábado, dia 26. De acordo com a família, o skatista saiu de casa por volta das 15h e disse que iria se encontrar com uma menina que estava conhecendo. A família não confirma o nome dela, mas a mãe desconfia que seja Amanda. Por volta de meia-noite, Rodrigo teria voltado para a casa, embicado o carro na garagem do imóvel, na Vila Madalena, em São Paulo, mas dado a meia-volta e saído. Desde então, não foi mais visto por parentes ou amigos.  

A família tenta desde então contato por telefone e também pelas redes sociais, sem sucesso. No primeiro dia, a ligação chamava até cair e passou a cair na caixa postal. As redes sociais de Rodrigo também não ajudaram. O WhatsApp informa que o último acesso foi no domingo e o Messenger, outro aplicativo de comunicação, diz que o último acesso aconteceu há 24 horas. Os familiares do skatista prestaram queixa nesta terça-feira, 29, através da Delegacia Eletrônica e o caso está sob responsabilidade da 14ª DP de Pinheiros, São Paulo. Aos parentes, o delegado informou que os dados do carro de Rodrigo, um Clio azul, placa de São Paulo, já estão disponíveis em pedágios e para viaturas para tentar ser localizado. E sua foto consta na lista de desaparecidos. A DP também fará uma ronda em hospitais e IML em busca de informações.

- Ele saiu no meio da tarde de sábado dizendo que iria encontrar uma menina. Não sabemos quem é. A mãe dele acha que o nome dela é Amanda. Ele passou o dia todo fora e por volta de meia-noite, voltou. Mas só embicou o carro na garagem e depois saiu. Não entrou. Foi o último momento que soubemos dele. Não conseguimos falar mais por celular, nem WhatsApp ou Facebook. No domingo, ligamos para ele e o celular chamava. Mas depois, só passou a cair na caixa postal - disse a cunhada Fabiana Gaspar, descartando qualquer briga familiar ou desentendimento recente.
Digo Menezes está desaparecido desde sábado à noite, na Vila Madalena (Foto: Reprodução/Facebook)Digo Menezes está desaparecido desde sábado à noite, na Vila Madalena (Foto: Reprodução/Facebook)


Amigos também tiveram o último contato com Rodrigo no fim de semana. No sábado, antes de desaparecer, ele enviou um vídeo para uma amiga. E no domingo à noite enviou um vídeo com uma música para outra amiga, que encaminhou o material para a família. Nas redes sociais, parentes e amigos compartilham fotos de Digo na esperança de conseguir informações ou encontrá-lo. Até agora, foram mais de 500 compartilhamentos.

- Achamos sem sentido tudo isso. Até domingo à noite sabíamos que ele estava em algum canto, já que fez contato com alguém. De domingo em diante, nenhum contato. Já fizemos a ocorrência. Está no site da Polícia Federal a foto dele. E o carro que ele também estava já está listado e em qualquer lugar que passar será parado - explica Fabiana Gaspar.
GloboEsporte.com entrou em contato com a 14ª DP de Pinheiros, e o plantão não soube informar detalhes sobre a queixa prestada pela família. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, DHPP, informou que a queixa é recente demais para ter qualquer informação.
CAMPEÃO DO MUNDO
Digo nasceu e foi criado na Vila Madalena, em São Paulo. Ele começou a andar de skate aos dez anos e ganhou inúmeros título brasileiros de downhill slide e também no vertical. Em 1995, em Münster, na Alemanha, ele conseguiu seu maior feito, quando conquistou o título mundial da categoria vertical profissional. Antes, no mesmo ano, foi oitavo colocado no X Games em Rhode Island, nos Estados Unidos. Anos mais tarde, em 2007 e 2008, foi prata no X Games na modalidade vertical. Digo Menezes também participou de eventos da Megarrampa, como em 2009, em São Paulo.
Amigos de Digo Menezes compartilham notícia para tentar encontrá-lo (Foto: Reprodução/Facebook)Amigos de Digo Menezes compartilham notícia para tentar encontrá-lo (Foto: Reprodução/Facebook)

Mark Salling, de 'Glee', é preso por posse de pornografia infantil


Ator que interpretou Noah "Puck" Puckerman foi detido nesta terça-feira. 
Polícia diz que achou imagens de pornografia infantil em seu computador.

Do G1, em São Paulo
Mark Salling, ator que interpretou o personagem Noah "Puck" Puckerman na série "Glee", foi preso por acusação de posse de pornografia infantil, informou nesta terça-feira (29) a agência de notícias AP.
saiba mais

Mark foi detido nesta terça-feira em Los Angeles, nos EUA, depois que a polícia encontrou centenas de imagens de pornografia infantil em seu computador, segundo o site TMZ.
O ator norte-americano de 33 anos participou de quase todos os episódios de "Glee", série que terminou em 2015. Ele também atuou nos filmes "Colheita Maldita IV" (1996) e "Rocky Road" (2014).
Em 2013, Mark Salling foi acusado de agressão sexual por uma ex-namorada. Ela disse que o ator teve relação sexual com ela sem proteção, apesar de ela ter pedido para que colocasse uma camisinha.
A agência AP tentou contato com representantes do ator, mas não teve retorno até a tarde desta terça-feira.
  •  
Mark Salling em cena de divulgação de 'Glee' (Foto: Divulgação)Mark Salling em cena de divulgação de 'Glee'; (Foto: Divulgação)

Atenção: boleto do IPVA que você recebeu está valendo


noticia_207088_img1_bpipva
Ao contrário do que boatos no Facebook e Whatsapp dizem, os boletos de IPVA que estão chegando às casas dos proprietários de veículos no Paraná são verdadeiros. O assunto virou tema de muita discussão e dúvida porque na data de postagem da correspondência constam datas do começo de 2016. Também não é possível ainda imprimir os boletos no site da Secretaria da Fazenda ou do Detran, o que deixou os internautas ainda mais confusos.
Segundo a assessoria da Secretaria de Estado da Fazenda, os boletos são verdadeiros, mas como são do ano que vem só estarão disponíveis no sistema bancário a partir do início do ano, até porque começam a vencer em 21 de janeiro. As correspondências foram enviadas em dezembro por uma questão de logística, mas a data está de 2016 por causa do sistema de impressão da própria secretaria.
A assessoria lembra ainda que apesar do recesso no governo, o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da Secretaria da Fazenda do Paraná (SAC) está funcionando: (41) 32005009 para quem mora em Curitiba e 0800 41 1528 para as outras cidades do Paraná.

Dallagnol convoca população contra corrupção


Deltan-Dallagnol
Do blog do Tupan
Coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) que atua na Operação Lava-Jato, responsável por investigar o megaesquema de corrupção na Petrobras, o procurador Deltan Dallagnol é enfático ao apontar a necessidade do engajamento da população no combate à corrupção. Ele aponta 2015 como um ano de evolução na luta contra os atos ilícitos diante de grandes operações, sobretudo porque houve uma conscientização maior da sociedade sobre o problema.

Pedido de afastamento feito por Janot é ‘peça teatral’, diz Cunha


cunha
O Globo
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), voltou a atacar o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Dessa vez, o peemedebista disse que o pedido de afastamento de Cunha do cargo de deputado encaminhado por Janot ao Supremo Tribunal Federal (STF) é uma “peça teatral”. Janot foi alvo de Cunha desde que apareceram as denúncias contra ele.
– Eu tenho conhecimento integral das 190 páginas da peça (do pedido de Janot) para dizer que é uma peça teatral. Ali não tem fatos, só atos teatrais – afirmou Cunha, em café da manhã com jornalistas na manhã desta terça.
O presidente da Câmara também comentou a iniciativa do governo em pagar a conta das chamadas pedaladas fiscais. Para ele, o crime de responsabilidade da presidente Dilma Rousseff continuará existindo. Segundo ele, as pedaladas são referentes ao primeiro mandato e o despacho dele a favor do impeachment se baseou em decretos que a presidente Dilma Rousseff assinou em 2015.
PUBLICIDAD
– A quitação das pedaladas é uma dívida que o governo assumiu de 2011 a 2014. Nós não colocamos nada no despacho em relação a 2014. O que colocamos é o descumprimento, em 2015, de edição de decretos em desacordo com a lei orçamentária. O ato equivocado foi em 2015. Não existe na lei de responsabilidade que um tributo não pago gere a extinção da punibilidade – disse Cunha.
O presidente da Câmara não quis fazer previsão se a presidente Dilma conseguirá evitar a aprovação da abertura do impeachment na Casa, mas disse que não vê motivos para comemorar a modificação do rito do processo no Supremo. Cunha afirmou que mesmo que obtenha os 172 votos para impedir que o processo seja aberto, isso não garantirá a governabilidade no país.
– Não vejo que o governo deva comemorar, nem chorar. Tanto está incomodado que tenta pagar as pedaladas porque sabe que errou. mas o governo não tem maioria na Casa.

Com excesso de chuvas, nível de reservatórios sobe e preocupa moradores do Norte Pioneiro


Por Marina Sequinel
ponte-ribeirao-claro
Situação da ponte de Ribeirão Claro assusta moradores. (Foto: Colaboração/Banda B Cambará)

elevação dos reservatórios devido ao excesso de chuvas tem preocupado os moradores do Norte Pioneiro do Paraná. Uma imagem da ponte pênsil de Ribeirão Claro mostra o quanto o nível da represa de Chavantes subiu nos últimos dias: a distância da estrutura até o rio agora é de apenas um metro.
“O comitê gestor formado pelo Corpo de Bombeiros e representantes das comunidades já emitiu um sinal de alerta para que a população tenha cuidado. Hoje nós temos muitos moradores ribeirinhos e ranchos de pesca que são bastante visitados no fim do ano”, explicou o radialista Claubinho Souza, da Banda B Cambará, em entrevista ao radialista Geovane Barreiro.
Segundo Claubinho, nesta segunda-feira (28), a Usina Hidrelétrica de Chavantes, localizada no Rio Paranapanema, operou com 87% de sua capacidade. “Para tentar minimizar os danos, as comportas precisaram ser abertas. Mesmo que a chuva pare, os ribeirões e as nascentes continuam mandando água para os reservatórios”, afirmou.
A previsão é de que o tempo continue chuvoso em todo o estado até o fim de semana. “O comitê gestor informou que está fazendo o possível para manter tudo sob controle, mas a população precisa ficar alerta”, concluiu o radialista.