Curitibano é indicado por Dilma para ser novo ministro do STJ


Da Redação

Membro da corte especial do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o curitibano Joel Paciornik foi indicado nesta sexta-feira (26), pela presidente Dilma Rousseff, para ser novo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
curitibanostj
Foto: Divulgação
Graduado pela Faculdade de Direito de Curitiba (1987), Paciornik é mestre em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ingressou no TRF4 em 2006, e é magistrado desde 1992. Já foi diretor do Foro da Seção Judiciária do Paraná e juiz do Tribunal Regional Eleitoral paranaense.
O nome dele segue agora para sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal e posteriormente à votação no plenário. Aprovado, serão nomeados pela presidente da República.
Além dele, o magistrado Antonio Saldanha Palheiro, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), também foi indicado a outra cadeira. Eles vão substituir os ministros aposentados Sidnei Beneti e Gilson Dipp, respectivamente.
O STJ é composto de 33 ministros: um terço de magistrados oriundos dos Tribunais Regionais Federais; um terço de desembargadores provenientes dos Tribunais de Justiça e um terço, em partes iguais, alternadamente, de advogados e membros do Ministério Público Federal, estadual e do Distrito Federal.