Entenda por que a eleição do dia 26 no Irã pode mudar o Oriente Médio



Por que a eleição no Irã pode afetar o futuro de todo o Oriente Médio

Um vídeo para entender o sistema político do Irã e como as eleições do dia 26 podem definir o novo aiatolá do país

RODRIGO TURRER
25/02/2016 - 16h06 - Atualizado 25/02/2016 16h06
As eleições no Irã e o embate entre teocracia e democracia (Foto: Pedro Schidt/Infografia)
As eleições parlamentares no Irã, nesta sexta-feira, dia 26, não são apenas um termômetro do alcance e da profundidade das mudanças políticas e sociais que a República Islâmica viveu nos últimos anos. Elas podem ser também um divisor de águas que vai influenciar o futuro de todo o Oriente Médio. O Irã vive um profundo embate entre conservadores, que pregam a manutenção de políticas hostis ao Ocidente e de rígidos controles sociais, e os moderados, que defendem uma abertura econômica e social. Neste videográfico, explicamos o complexo sistema político do Irã e quais podem ser as consequências das eleições de sexta-feira, dia 26.