Assalto a banco no Fazendinha deixa dois mortos e um ferido; tiroteio assustou moradores


Por Luiz Henrique de Oliveira, Elizangela Jubanski e Djalma Malaquias
fazendinha -gbarros
Troca de tiros aconteceu após assalto a banco. Foto: G. Barros/Colaboração

Dois homens que tentaram assaltar uma agência bancária do Santander no bairro Fazendinha, em Curitiba, no fim da manhã desta quarta-feira (2), morreram em confronto com os vigilantes do estabelecimento. A troca de tiros assustou quem estava do lado de dentro e de fora do banco e também deixou um vigilante baleado na perna.
assalto dentro2
Dois suspeitos morreram na troca de tiros (Fotos: Djalma Malaquias – Banda B)
Os bandidos chegaram em quatro até a agência bancária, conforme explicou àBanda B o delegado Rodrigo Brown de Oliveira, do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).
“Eles vieram com armas de brinquedo, passaram pelo detector de metal e tentaram tirar a arma dos dois vigilantes, enquanto outros dois faziam a segurança do lado de fora com armas reais. Quando os vigilantes perceberam que seriam vítima da ação, houve a troca de tiros”, inciou.
“Dois suspeitos morreram e um dos funcionários foi baleado com gravidade na perna. Apesar de ter perdido muito sangue, acredito que vai se recuperar”, complementou o delegado.
Segundo o delegado, o modo de agir da quadrilha já era investigado pelo Cope. “É um novo modo de operar. Eles entram com as armas de brinquedo para não passar pelo detector de metais. Já estamos com informações sobre esses suspeitos, que há dez dias haviam agido aqui em outra agência (relembre na clicando aqui)”, contou.
Durante buscas na região, dois suspeitos de cometerem o assalto foram presos e levados ao Cope.
fazendinha -andre ferreira
Troca de tiros isolou quadra no Fazendinha (Foto: André Ferreira)
Confusão
A confusão aconteceu na rua Raul Pompéia, quase esquina com a João Dembinski. Estiveram no local a Polícia Militar (PM), Guarda Municipal (GM) e policiais do Cope. Várias clientes ficaram no meio da troca de tiros. “Eu corri dentro do banco me esconderam. Eram uns quatro assaltantes que invadiram o banco com tudo. Quando eu vi que um estava com arma na mão, começou a sair tiro para todo o lado”, descreveu um homem de 55 anos.
O vigilante ferido foi encaminhado pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) ao Hospital do Trabalhador. O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba foi acionado para recolher os corpos.