Brasil consegue empate nos acréscimos com o Paraguai, mas deixa zona de classificação


Por Pedro Melo

Brasil venceu apenas duas vezes até o momento nas Eliminatórias. (Divulgação)
Ricardo Oliveira marcou o primeiro gol da seleção brasileira. (Divulgação)
Foi no sufoco, mas o Brasil conseguiu um empate nos acréscimos com o Paraguai em 2 a 2 e conquistou um ponto jogando fora de casa. Entretanto, o resultado foi péssimo para a seleção brasileira que deixou a zona de classificação para a próxima Copa do Mundo.
O primeiro gol saiu aos 42 minutos com Lezcano, artilheiro do Paraguai nas Eliminatórias, que aproveitou escorregão de Filipe Luis, chutou e a bola ainda quicou antes de parar no fundo do gol. No início do segundo tempo, Ortiz deu grande passe para Édgar Benitez que dominou e finalizou rasteiro na saída de Alisson.
Porém, o Brasil reagiu e marcou os dois gols nos minutos finais. Ricardo Oliveira aproveitou rebote do goleiro Villar para marcar seu segundo gol nas Eliminatórias e já nos acréscimos, Daniel Alves recebeu na ponta direita e marcou um belo gol com a perna esquerda.
Com mais um tropeço, a seleção brasileira caiu três posições na tabela de classificação, neste momento está fora do grupo de classificados para o próximo mundial e é apenas o sexto colocado, com oito pontos, a frente do próprio Paraguai, do Peru, Bolívia e Venezuela.
Paraguai sai na frente
Precisando do resultado para se recuperar nas Eliminatórias, a seleção brasileira começou no ataque e levou perigo em duas primeiras oportunidades nos cinco minutos inicias. Porém, quem levou maior perigo foi o Paraguai em cabeçada de Ortiz que o goleiro Alisson realizou grande defesa. Na sequência, o camisa 1 do Brasil salvou mais uma vez depois de chute cara a cara de Gómez.
A seleção brasileira respondeu no único momento de maior criatividade no primeiro tempo. Willian cruzou rasteiro na área, Ricardo Oliveira chutou de primeira e a bola explodiu no travessão. Só que antes do intervalo, a defesa brasileira vacilou, Ortigoza cruzou no pé de Lezcano, que livre de marcação, teve o trabalho apenas de mandar a bola para o fundo das redes.
Brasil empata no final do jogo
Logo no início do segundo tempo, o Paraguai ampliou o marcador após mais uma falha da defesa brasileira. Roque Santa Cruz passou por três marcadores, tocou para Ortiz que deu grande passe para Édgar Benitez. O atacante paraguaio dominou, saiu na frente do gol e chutou rasteiro para marcar o segundo.
Com a desvantagem, o técnico Dunga tirou dois jogadores de marcação para colocar Lucas Lima e Hulk para dar mais ofensividade. A partir de então, a seleção brasileira pressionou e só conseguiu descontar aos 35 minutos. Hulk chutou forte, Villar deu rebote e Ricardo Oliveira fez o dele. O Brasil insistiu tanto para buscar o gol de empate e foi recompensado nos acréscimos em um chute cruzado de Daniel Alves.
FICHA TÉCNICA
PARAGUAI 2X2 BRASIL
Local: Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção (PAR).
Data: 29 de março de 2016.
Horário: 21h45.
Árbitro: Wilmar Roldán (COL).
Assistentes: Alexander Bonilla (COL) e Cristian Achicanoy (COL).
Paraguai: Justo Villar; Paulo Da Silva, Gómez, Aguilar e Samudio; González, Ortigoza, Ortiz (Santana) e Édgar Benitez; Lezcano (Iturbe) e Jorge Benitez (Roque Santa Cruz).
Técnico: Ramon Díaz.
Brasil: Alisson; Daniel Alves, Miranda, Gil e Filipe Luis; Fernandinho (Hulk), Luiz Gustavo (Lucas Lima) e Renato Augusto; Willian, Douglas Costa e Ricardo Oliveira (Jonas).
Técnico: Dunga.
Cartões amarelos: Miranda (BRA); Gómez, Samudio e Villar (PAR).
Gols:
 Lezcano (PAR), aos 42′ do primeiro tempo, Édgar Benítez (PAR), aos 03′ do segundo tempo, Ricardo Oliveira (BRA), aos 33′ do segundo tempo, e Daniel Alves (BRA), aos 46′ do segundo tempo.