Petistas acham que reação da Dilma a afastamento será imprevisível nos próximos meses


Alguns acreditam que a presidente afastada não terá gás para tentar reverter o cenário desfavorável

NONATO VIEGAS
13/05/2016 - 21h29 - Atualizado 13/05/2016 21h29
A presidente afastada Dilma Rousseff e o presidente interino Michel Temer (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
Petistas não têm certeza se a presidente afastada Dilma Rousseffestá disposta a lutar mesmo para se defender no processo de impeachment, que vai se desenrolar nos próximos meses. Dificilmente viajará seis meses freneticamente para condenar a ascensão de Michel Temer. Nem Lula sabe ao certo o que será de Dilma. Alguns acreditam que a presidente se contentará em preservar o que considera ser seu “legado”.
  •