A bancarrota do PT (e do PMDB e do PP)



“A ação de improbidade contra PT, PMDB e PP terá em seu escopo os totais de desvios envolvendo a corrupção, o pagamento de caixa dois e ainda as doações às legendas registradas na Justiça Eleitoral”, informa o Valor.
Também constará, claro, “o total de dinheiro originado na corrupção e pago no exterior, por meio de operações complexas para mascarar a origem dos recursos”.
A reportagem diz que “os partidos políticos estão sujeitos à responsabilização por improbidade, porque recebem Fundo Partidário. Ele é composto, em grande parte, por valores de origem pública”.