TEORI ANULA GRAMPO CONTRA LULA E MANDA O RESTO PARA MORO



Teori Zavascki anulou como prova contra Lula o grampo em que ele e Dilma combinam a "posse" do petista como ministro da Casa Civil para escapar da Justiça. Alegou que essa e outras escutas foram realizadas depois do período autorizado por Sergio Moro -- o que é uma interpretação passível de discussão, uma vez que a companhia telefônica ainda não havia recebido a notificação do juiz para cessar os grampos quando eles foram feitos.
O ministro, contudo, enviou para Moro os inquéritos sobre o triplex no Guarujá e o sítio em Atibais. Finalmente.