Polícia estoura cativeiro na Grande SP e liberta sogra de Bernie Ecclestone


Aparecida Palmeiras, de 67 anos, estava sequestrada desde o dia 22.
Polícia encontrou cativeiro em Cotia; dois suspeitos foram presos.

Do G1 São Paulo
A divisão anti-sequestro da polícia de São Paulo estourou neste domingo (31) o cativeiro e libertou Aparecida Schunck Flosi Palmeiras, de 67 anos, sogra de Bernie Ecclestone, presidente da empresa que administra a Fórmula 1. Aparecida foi sequestrada em São Paulo no dia 22 em casa, na Zona Sul de São Paulo (veja no vídeo acima).
Segundo as primeiras informações, dois suspeitos foram presos. O cativeiro localizado fica em Cotia, na Grande São Paulo. Os suspeitos estão sendo levados para a Delegacia de Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). O estado de saúde de Aparecida é bom.
Aparecida é mãe de Fabiana Flosi, que conheceu o empresário durante o Grande Prêmio de Fórmula 1 no Brasil em 2009. Ela foi sequestrada quando estava em casa, na região de Interlagos, Zona Sul de São Paulo, por volta das 11h20 do dia 22, uma sexta-feira. Dois homens tocaram a campanhia dizendo que tinham uma entrega para a proprietária.
A polícia desconfia que os criminosos sabiam que a família estava para receber móveis novos, por isso uma das duas empregadas abriu o portão. Ela foi rendida pelos sequestradores.
Os bandidos saíram da casa com o carro da vítima, que foi abandondado perto da rodovia Raposo Tavares depois.
Aparecida Schunck, sogra de Bernie Ecclestone (Foto: TV Globo/Reprodução)Aparecida Schunck, sogra de Bernie Ecclestone (Foto: TV Globo/Reprodução)

Segurança é preso em flagrante por estupro dentro do Parque Olímpico


Da Redação com Extra

parqueolimpico
Foto: Divulgação Rio 2016
Um segurança foi preso em flagrante neste domingo (31) por estupro dentro do Velódromo, no Parque Olímpico, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ele foi detido por volta das 4h30 por agentes da Força Nacional. As informações foram divulgadas pelo Jornal Extra.
Segundo o delegado Marcus Vinícius Braga, o segurança se aproveitou do momento de descanso da vítima, uma bombeira civil, para passar a mão por baixo do uniforme. A vítima estava dormindo na ocasião.

Carro ultrapassa moto atirando e casal é atingido no Barreirinha; piloto morreu na hora


Por Felipe Ribeiro e Ricardo Vieira
Foto: Ricardo Vieira - Banda B
Foto: Ricardo Vieira – Banda B

Um jovem de 23 anos morreu, no começo da tarde deste domingo (31), após ser atingido por disparos de arma de fogo na Rua Teodoro Makiolka, no bairro Barreirinha, em Curitiba. De acordo com testemunhas, ele estava com a namorada em uma motocicleta, quando um carro teria os ultrapassado, realizando vários disparos.
Segundo o Dr. André, médico do Siate, o casal chegou a bater contra um poste após ser atingido. “Chegamos no local e percebemos o rapaz já morto com um tiro no rosto, enquanto a moça foi atingida no braço sem gravidade. Nos relataram no local que eles desciam a rua quando este veículo passou realizando os disparos”, disse.
A vítima fatal foi identificada como Guilherme Willian Carneli. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).
A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

Corinthians vence o INTER no Beira Rio 1 x 0

Depois de dois empates seguidos dentro de casa, o Corinthians enfim voltou a vencer. Neste domingo, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, a equipe comandada por Cristóvão Borges não apresentou um futebol de encher os olhos dos torcedores, mas fez o necessário para aumentar a crise no Internacional e assumir provisoriamente a liderança da competição, pressionando o arquirrival Palmeiras. Elias, titular pela primeira vez após se recuperar de uma fratura na costela, garantiu o triunfo por 1 a 0 no Beira-Rio.
Com a vitória, o Corinthians assume a liderança provisória do Campeonato Brasileiro, já que soma 33 pontos, um a mais que o Palmeiras, mas que ainda entra em campo neste domingo para enfrentar o Botafogo, no Rio de Janeiro, às 18h30. Já o Internacional despenca para a 13ª posição, com apenas 21 pontos somados e, agora, com nove jogos sem saber o que é vencer na competição.

Quem foi bem: Elias, titular e decisivo

Ricardo Duarte/SC Internacional
Elias voltou ao time titular do Corinthians neste domingo
Depois de ficar afastado por mais de 40 dias após sofrer uma fratura na costela, Elias voltou ao time titular do Corinthians neste domingo. Recuperado há duas semanas da contusão, ele ficou no banco contra Figueirense e São Paulo para recuperar ritmo de jogo e voltou a ganhar uma chance na equipe inicial de Cristóvão Borges. Apesar de não demonstrar um bom volume de jogo, apareceu na hora decisiva, marcando o gol da equipe no primeiro tempo.

Quem foi mal: Ariel, desperdiçou bons ataques


Mais famoso pela presença de área do que por uma movimentação constante no ataque, Ariel pouco contribuiu para evitar um tropeço do Internacional neste domingo. Apesar da pouca criatividade do setor ofensivo colorado, o atacante argentino teve boas chances de gol, mas ou pecava no domínio, ou errava no tempo de finalização. O lance mais claro aconteceu no primeiro minuto da etapa final, quando ele aproveitou um vacilo de Balbuena, mas se enrolou e desperdiçou uma ótima chance na frente de Cássio.

Tensão, erros e pouca criatividade

Internacional e Corinthians demonstraram muita tensão nos primeiros 20 minutos de bola rolando. Com muitos erros de passe, o jogo ficava travado na marcação no meio de campo e pouco evoluía no setor ofensivo. Apesar do clube paulista ter mais posse de bola, foram os donos da casa que chegaram com perigo pela primeira vez. Ariel tentou dominar a bola dentro da grande área e a bola sobrou para Valdívia, que bateu para uma defesa estranha (de manchete) de Cássio. Já os visitantes tiveram uma oportunidade com André, que desperdiçou um ótimo cruzamento com um cabeceio sem direção.

Vacilo colorado e oportunismo alvinegro

Quando a etapa inicial parecia que terminaria empatada por 0 a 0, um simples lance de lateral, somado a uma desatenção da zaga do Internacional, resultou no gol corintiano. Uendel cobrou o lateral, Giovanni Augusto recebeu na área e deixou para Romero, que serviu Elias para abrir o placar no Beira-Rio. Com categoria, o camisa 7 bateu chapado no canto do goleiro, sem chance para Marcelo Lomba.

Inter melhora, mas não consegue empatar

Logo na volta do intervalo, Falcão promoveu as entradas de Sasha e do estreante Nico López, nos lugares de Vitinho e Valdívia, respectivamente. As alterações até que melhoraram o futebol apresentado pelo Internacional, que ficou mais com a bola e chegou com mais perigo ao gol defendido por Cássio. No entanto, a maioria delas terminava no pé de Ariel, que não teve uma tarde feliz e desperdiçou boas oportunidades.

Jejum de vitórias

O Internacional não sabe o que é vencer há nove rodadas, sendo dois empates (Coritiba e Ponte Preta) e sete derrotas (Figueirense, Botafogo, Flamengo, Grêmio, Santa Cruz, Palmeiras e Corinthians). O último triunfo aconteceu no longínquo 16 de junho, contra o Atlético-MG, então oitava rodada. Na época, os três pontos davam aos gaúchos a liderança da competição. Hoje, a equipe comandada por Falcão, que assumiu após a demissão de Argel, ocupa apenas a 13ª posição.

Agenda

Na próxima rodada, o Corinthians visita o Atlético-PR, quarta-feira (3), às 21h45 (de Brasília), na Arena da Baixada. Já o Internacional vai ao Independência enfrentar o Cruzeiro, quinta-feira, às 21h, pela penúltima rodada do primeiro turno da competição.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 0 X 1 CORINTHIANS
 
Data: domingo, 31 de julho de 2016
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires e Leone Carvalho Rocha (ambos de GO)
Cartões amarelos: André e Yago (Corinthians); Ariel e Paulão (Inter)
Gol: Elias (Corinthians)
 
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Ernando, Paulão, Leandro Almeida e Artur; Anselmo (Jair), Fabinho, Seijas e Valdívia (Nico López); Vitinho (Sasha) e Ariel
Técnico: Paulo Roberto Falcão
 
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias (Rodriguinho), Romero, Giovanni Augusto (Danilo) e Marquinhos Gabriel; André (Luciano)
Técnico: Cristóvão Borges

Weverton é convocado para substituir Fernando Prass na seleção olímpica


Por Pedro Melo com informações de Wellington Campos

Weverton será um dos jogadores com mais de 23 anos na seleção olímpica. (Divulgação/Atlético)
Weverton será um dos jogadores com mais de 23 anos na seleção olímpica. (Divulgação/Atlético)
O goleiro Weverton, do Atlético, foi convocado para a seleção masculina de futebol e será o substituto de Fernando Prass, que foi cortado com uma lesão no cotovelo. A CBF ainda trabalhava com o nome de Diego Alves e chegou a consultar o Valencia, mas escolheu o capitão atleticano.
Aos 28 anos, Weverton veste a camisa da seleção brasileira pela primeira vez na carreira. Desde que chegou ao Rubro-Negro, o camisa 12 foi ganhando cada vez mais espaço e hoje é um dos jogadores mais idolatrados pela torcida rubro-negra.
O goleiro atleticano não estava na pré-lista de 35 jogadores da seleção olímpica, mas sim na lista de 70 atletas que foi elaborada ainda por Dunga. Inicialmente, apenas nomes que estavam na lista enviada para FIFA poderiam ser convocados, mas a CBF acreditava na liberação de Weverton já que Portugal teve autorização.
Presidente do Atlético acreditava na convocação de Weverton para a seleção
Em entrevista à Banda B no final do ano passado, o presidente Luiz Salim Emed já acreditava que Weverton seria convocado para a seleção brasileira. “Mantendo essa performance vai ser mais um jogador do Atlético a jogar na seleção”, garantiu na ocasião.

Da briga no PMDB


doatico_certidoes_requiao
Uma liminar na 16ª Vara Cível de Curitiba, pedida de Orlando Pessuti e Doático Santos,suspendeu a convenção municipal do PMDB de Curitiba que lançaria Requião Filho candidato a prefeito. Agora, a banda de Requião apresenta suas armas e diz que Doático não é filiado ao partido. Requião Filho apresentou certidão de desfiliação de Doático e garante que a convenção vai se realizar.

Em Curitiba, milhares pedem pressa no impeachment de Dilma


image
Via Bem Paraná
A manifestaçāo que pede pressa no impeachmente da presidente afastada Dilma Rousseff em Curitiba reúne 25 mil pessoas, segundo a Polícia Militar. No começo da tarde o protesto começou com cerca de 3 mil pessoas na Praça Santos Andrade. Depois eles seguiram em caminhada pelas ruas centrais até a Boca Maldita.
Segundo a PM, o ato segue pacificamente na Capital.

Caminhão mata 3 adultos e criança em acostamento da BR-101 no RJ


Acidente aconteceu na tarde de sábado no KM 235, altura de Silva Jardim.
Vítimas estavam em dois carros que estavam parados no acostamento.

Rebeca NascimentoDo G1 Região dos Lagos
Um caminhão-baú atropelou e matou três adultos e uma criança de 10 anos na tarde deste sábado (30) na BR-101, na altura de Silva Jardim, no interior do Rio. As vítimas eram passageiras de dois carros que recebiam atendimento no acostamento da rodovia por volta das 16h30. De acordo com a concessionária que administra a rodovia, o grupo estava do lado do fora dos carros e morreram na hora.
De acordo com informações da Autopista Fluminense, as vítimas foram dois homens adultos, uma mulher e uma menina de 10 anos. A concessionária e o IML de Araruama, para onde as vítimas foram encaminhadas, não divulgaram os nomes.
Segundo a Autopista Fluminense, os dois carros, um Astra e uma picape, estavam parados no acostamento fazendo reparos quando um veículo de inspeção da concessionária parou para prestar auxílio.
Durante o atendimento, o caminhão desgovernado atingiu o veículo de inspeção, a picape e as quatro vítimas. Ainda segundo a concessionária, o motorista do caminhão teria dito que estava com a direção travada e por isso perdeu o controle do veículo.
O inspetor de tráfego que atendia o acidente teve ferimentos leves. Ele foi removido para o Hospital de Casimiro de Abreu e liberado na mesma noite. O condutor da picape e o motorista do caminhão não tiveram ferimentos.
O caso foi registrado na 120ª DP de Silva Jardim. O G1 entrou em contato com a Polícia Civil e aguarda informações sobre a identidade das vítimas. O G1 também questionou se o motorista do caminhão foi ouvido e se vai responder pelas mortes.