Atiradores de Kangoo perseguem dupla de moto, atiram e ainda passam por cima das vítimas


Por Elizangela Jubanski e Daniela Sevieri

piraquara2
Vizinhos disseram que jovens vieram do Maranhão, mas há poucas informações sobre eles. Foto: DS/Banda B

Dois homens ainda sem identificação oficial foram baleados por um trio que estava em um Renault Kangoo na manhã deste domingo (17) no Guaraituba, em Piraquara, município da região metropolitana de Curitiba. As vítimas estavam com uma motocicleta, foram baleados e um deles atropelado pelo criminosos. Esse morreu dentro da ambulância.
O crime aconteceu por volta das 10 horas, na rua Hebert Trapp. Vizinhos contaram que os dois amigos vieram do Maranhão, no nordeste, mas poucas informações sobre a dupla foram repassadas no local. A Polícia Militar (PM) foi acionada, isolou o local e aguardou o atendimento do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate).
O tenente Swiantek do Batalhão de Polícia de Guarda de Piraquara (BpGd) afirmou à Banda B sobre o atropelamento, além dos disparos.”Os ocupantes da Kangoo atropelaram a motocicleta, voltaram e atiraram. Indícios demonstram que o alvo era certo e eles só chegaram para efetivar o crime. Ainda é cedo para saber sobre a motivação”, disse.
A motocicleta usada pela dupla é da cidade de Itapuá (SC), possui débitos de documentos, mas não tem registro de furto ou roubo. Ela foi apreendida e encaminhada ao pátio da 1ª Cia do Batalhão de Polícia de Guarda.
O tenente Zirpoli do Siate confirmou a morte de uma das vítima dentro da ambulância durante o atendimento. “Chegando aqui vimos que uma deles tinha ferimento em crânio, outro no tórax e abdômen. Esse último faleceu durante atendimento e o que está ferido na cabeça foi para o hospital, mas tinha massa encefálica no capacete e está evoluindo para um óbito, também”, descreveu.
A vítima em estado gravíssimo foi encaminhada ao Hospital São José, mas corre risco de morrer. O corpo do amigo foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. A Delegacia de Piraquara ficará responsável pelas investigações do crime.