EXCLUSIVO: ODEBRECHT DELATA MP DA LENIÊNCIA



Dilma Rousseff, como se sabe, atuou criminosamente para tirar Marcelo Odebrecht da cadeia.
Os depoimentos dos executivos da empreiteira à PGR já desmascararam as manobras do governo petista no STJ e na tentativa de suborno a Delcídio Amaral.
Mas há outra frente, igualmente explosiva, na mira dos investigadores.
O Antagonista foi informado de que a PGR está interrogando os delatores da Odebrecht sobre a escandalosa MP da Leniência, aprovada às pressas por Dilma Rousseff para tentar melar a Lava Jato.
Os procuradores de Curitiba já haviam denunciado a lei:
“A Medida Provisória n.º 703/2015, que no apagar das luzes do último ano institucionalizou o ‘acordão’ entre as empreiteiras, previu a possibilidade de acordo de leniência sem exigência do real compromisso de autoincriminação, com a facilitação do pagamento pela empresa de indenização em prejuízo da vítima e sem a necessidade do fornecimento de informações de fatos novos”.
Agora a PGR está demonstrando que o “acordão”, na verdade, foi fruto de um crime.