Na cadeia, todos são iguais



Nelma Kodama, a doleira que namorou Alberto Youssef, deixou recentemente a carceragem da Polícia Federal em Curitiba após firmar acordo de delação premiada. À Veja, ela disse que tem saudades da cadeia.
"Lá dentro todo mundo é igual. Não importa se você é empresário, empreiteiro, deputado, tesoureiro, homicida, lobista, traficante."
Ex-presidente também, Nelma?