"Não queremos o Brasil da jogatina"



O Antagonista entrevistou o deputado Elmar Nascimento, do DEM da Bahia. Aliado de Rodrigo Maia, ele defende a aprovação do marco regulatório dos jogos de azar como forma de atrair investimentos e gerar empregos.
Nascimento critica o texto do Senado sobre o tema e defende o projeto da Câmara, que, segundo ele, "não vai transformar o Brasil no país da jogatina". "Queremos justamente o contrário."
"O projeto do Senado era um 'liberou geral', mas o nosso não. Vamos criar uma agência federal de controle de jogos, subordinada ao Ministério da Justiça. Todo empresário será credenciado pela agência."
Ele diz ainda que o texto transforma a contravenção em crime federal, com previsão de quatro anos de prisão. Pena que pode aumentar para 8 ou 12 anos, combinado com o crime de associação criminosa.
"Explorar o jogo ilegalmente ou fraudá-lo dará prisão. Hoje, a contravenção dá no máximo seis meses de cadeia, o que estimula a exploração de bingos, caça-níqueis e do próprio Jogo do Bicho."
Nascimento estima em R$ 50 bilhões o total de recursos que podem ingressar no país em investimentos hoteleiros e de lazer em geral.