Ovacionada, seleção feminina só empata em Manaus com a Africa do Sul em 0 x 0

Sensação da Rio-2016, a seleção feminina de futebol não conseguiu repetir na noite desta terça-feira as atuações das primeiras rodadas e ficou no empate em 0 a 0 com a África do Sul, na Arena da Amazônia, em Manaus.  Com a equipe já classificada, o técnico Vadão optou por uma equipe alternativa e deixou a craque Marta no banco de reservas.
A capitã entrou na segunda etapa, para delírio da torcida amazonense, mas não brilhou. Com o empate, o Brasil chegou a sete pontos e garantiu vaga na primeira posição do Grupo E. Seu adversário nas quartas de final será a Austrália, na próxima sexta-feira, em Belo Horizonte, às 22h (de Brasília).
Sob forte calor e com sua principal jogadora no banco, o Brasil criou pouco na primeira etapa. A melhor chance foi já no fim, com Débinha, que arriscou de longe a acertou o travessão. O jogo ficou totalmente aberto na segunda etapa. Bruna, em cabeçada, e Marta, em chute que passou raspando a trave, assustaram a goleira Barker.

A atacante sul-africana Kgatlana acertou um belo chute de fora da área, mas Aline salvou com uma defesa espetacular. Aos 30, Marta teve chance clara, mas demorou para finalizar e foi desarmada. Aos 37, a lateral Fabiana recebeu livre na área, mas bateu nas mãos da goleira africana. Empurrado pela torcida, o Brasil ainda pressionou no fim, mas Barker garantiu o empate sem gols. 
A atacante Cristiane, que deixou o último jogo lesionada, também foi poupada e ainda corre o risco de ser cortada, mas deu bons sinais, ao participar do aquecimento e até dar chutes na bola. A ideia é ter a maior artilheira da história dos Jogos na fase final.