Polícia prende último integrante de quadrilha que atacava supermercados para roubar celulares


Por Marina Sequinel e Flávia Barros
quadrilha-smartphones
Leandro foi preso nesta terça-feira. (Foto: Flávia Barros – Banda B)

O último suspeito de integrar uma quadrilha especializada em roubo de celulares foi preso nesta terça-feira (2) no bairro Parolin, em Curitiba. Segundo a Polícia Civil, em apenas duas ações contra supermercados, ele e mais dois comparsas levaram mais de 80 aparelhos dos estabelecimentos, causando um prejuízo de R$ 108 mil.
O delegado adjunto da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), Emmanoel David, declarou que a quadrilha era extremamente perigosa e violenta. “Leandro deixava que os menores entrassem nos locais e avaliassem se havia polícia ou segurança. Se o espaço estivesse ‘limpo’, ele voltava com os adolescentes e, juntos, faziam os clientes reféns. Eles davam coronhadas e apontavam as armas para a cabeça das pessoas. Em seguida, o trio pegava os celulares e fugia em um carro roubado”.
De acordo com a DFR, o primeiro assalto aconteceu no dia 20 de maio e o segundo quatro dias depois. Um dos suspeitos, de 17 anos, que tinha passagens pela polícia pelo mesmo crime, foi morto no último dia 16 de julho, na Vila Guaíra. O outro envolvido é um menor de 16 anos, que está apreendido na Delegacia do Adolescente.
O delegado ainda relatou que, durante as ações, o trio usava um HB20 branco roubado, que já foi recuperado e devolvido ao dono. Leandro, que tem passagens pelos crimes de furto e porte ilegal de arma, confessou o crime. Ele afirmou que parte dos aparelhos foram vendidos para desconhecidos e a outra parte teria sido roubada de sua casa. Ele deve responder por roubo e associação criminosa.