Críticas a Lewandowski?



A ministra Cármen Lúcia estreou como presidente do Conselho Nacional de Justiça fazendo críticas ao órgão, comandado até o início do mês por Ricardo Lewandowski:
"Eu temo por uma burocratização excessiva, que é o contrário da razão de criação desse conselho", disse, segundo a Folha.
"Firmar convênio, fazer papel, assinar e não sair nada dali me parece uma forma até de não se fazer as coisas acontecerem".
"Não adianta fazer seminário, que é uma coisa ultrapassada, no sentido de apenas conversar. Da discussão há de resultar projetos, desses projetos resultarão em práticas, que precisam ser testadas."