Dias Toffoli sob suspeita



O Ministério Público Federal quer impedir Dias Toffoli de julgar Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo.
De acordo com mensagens de celular e e-mails apreendidos pela PF, Dias Toffoli tem “amizade íntima” com Carlos Gabas, outro ministro de Dilma Rousseff investigado na Custo Brasil.
O Estadão “apurou que documentos sobre o caso, mantidos em sigilo, foram enviados na semana passada pela Procuradoria da República em São Paulo ao gabinete de Janot, ao qual caberá decidir se requer ao Supremo a suspeição do ministro”.