Gleisi e Bernardo perdem mais uma na Justiça


unnamed
Fundo de propina – O petista Paulo Bernardo, ex-ministro do Planejamento e marido da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), sofreu sua primeira derrota na ação da qual é réu na Justiça Federal em São Paulo, sobre desvios em contrato de crédito consignado na pasta. O juiz Paulo Bueno de Azevedo rejeitou o pedido de absolvição sumária e reforçou a consistência dos indícios contra o petista. As informações são de Débora Bergamasco no IstoÉ.
A decisão é do último dia 1º. “Nas planilhas financeiras de Guilherme Gonçalves [advogado do ex-ministro] (…) há indícios de pagamentos de despesas de Paulo Bernardo, com dinheiro saído de um ‘Fundo Consist’”. Consist era a empresa que possuía o contrato com o ministério.
Nem vem – O juiz também rejeitou argumento de Guilherme Gonçalves de que buscas em seu escritório violaram prerrogativas da advocacia e que deveria ser consultado.