Agronegócio vai investir R$ 2,5 bilhões no Paraná


A cadeia paranaense da avicultura abate cerca de 1,6 bilhão de aves por ano. Divulgação/Sindiavipar
A cadeia paranaense da avicultura abate cerca de 1,6 bilhão de aves por ano. Divulgação/Sindiavipar
Depois de driblar a crise e segurar a economia em 2015, o agronegócio do Paraná deve ter mais um ano positivo em 2016, embalado pela expectativa de uma boa safra de grãos, crescimento do setor de carnes e ampliação de investimentos por parte das cooperativas.
O secretário Norberto Ortigara (Agricultura) diz que a economia rural vai bem e, nos últimos anos, deu suporte para que o Paraná alcançasse a posição de quarto maior PIB do País. “O campo gera emprego, renda e ajuda a movimentar a economia dos pequenos municípios. O agronegócio representa um terço da economia paranaense. Se não fosse isso, os municípios do Interior teriam mais dificuldades no cenário de instabilidade política e econômica”, afirma.
O setor, puxado pelas cooperativas agropecuárias, continua com ritmo forte de investimento, mesmo com a recessão brasileira. Para 2016, as cooperativas programam R$ 2,5 bilhões em investimentos, 8% mais do que os R$ 2,3 bilhões aplicados em 2015, de acordo com a Ocepar.
A maior parte dos recursos vai para projetos de agroindustrialização. “Há um sentimento bom no Interior por conta do agronegócio. Muitas indústrias estão investindo no Estado, novas unidades sendo instaladas. O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, por sua vez, encerrou o ano com mais R$ 1,1 bilhão emprestados para o setor no Paraná. Os investimentos ocorrem mesmo na crise e por isso os resultados aparecem”, diz o secretário da Agricultura.
As cooperativas paranaenses fecharam 2015 com exportações de US$ 2,4 bilhões, contra US$ 2,3 bilhões no ano anterior. Depois de registrar um crescimento de receita de 12% em 2015, chegando a R$ 49 bilhões, as cooperativas agropecuárias esperam aumento 7% a 8% no faturamento para 2016.
Um dos setores mais importantes para o agronegócio paranaense, a avicultura também tem boa expectativa para 2016. Maior produtor e exportador de frango do País, o Paraná deve repetir o resultado favorável de 2015. A projeção do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar) é de um crescimento de 4% a 6%.
Além de ganhar espaço na mesa do brasileiro, por ser uma proteína mais barata do que a carne bovina, a carne de frango também registra aumento nas exportações. Domingos Martins, presidente do Sindiavipar, explica que hoje mais de 150 países compram o frango paranaense. As oportunidades de expansão são grandes, principalmente com as restrições sanitárias impostas a alguns mercados, como Estados Unidos e México, por conta da gripe aviária.
Martins afirma que o Paraná tem uma cadeia integrada de produção, que preza pela sanidade animal graças à parceria entre as empresas e o Governo do Estado, por meio da Adapar ( Agência de Defesa Agropecuária do Paraná).

Vale a pena ler de novo: O inferno do PT vem por aí


protesto_-_12_4_2015_-_sp_-_reuters
Um governo rejeitado, um partido que vê cair ano a ano a preferência que o povo tinha por ele, enfrentarão maiores dificuldades para montar coligações
Ricardo Noblat
Está próximo. E produzirá resultados surpreendentes se até lá o governo não reverter sua situação de forte impopularidade. Para isso, a economia haverá de se recuperar, e o mais rapidamente possível. Mas não é o que parece provável. Pelo contrário. Se tal não ocorrer, portanto, 2016, ano de eleições municipais, deverá ser o mais catastrófico da história recente do PT.
Não é possível que a rejeição a Dilma, ao governo, ao PT, agravada por uma conjuntura econômica que dará saudades da que enfrentamos hoje, não enseje a derrota do partido nas maiores cidades.
De que outra maneira os brasileiros poderão manifestar sua revolta?
Um governo rejeitado, um partido que vê cair ano a ano a preferência que o povo tinha por ele, enfrentarão maiores dificuldades para montar coligações. Quem desejará a companhia deles?
Qual político, hoje, se arriscaria a posar para fotos ao lado de Dilma? Ou mesmo de Lula?

Fruet amplia indústria da multa em Curitiba


índice
A infração para quem estacionar sem os cartões de Estacionamento Regulamentado (EstaR) passa a ser considerada grave a partir desta quarta-feira (6). A mudança de status foi regulamentada pela Lei Federal 13.146, de 6 de julho de 2015. As informações são da Gazeta do Povo.
Segundo a nova regulamentação, quem estacionar de forma irregular dentro das vagas de EstaR será autuado com a perda de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 127,69. Antes da mudança, quem fosse autuado pela irregularidade pagava R$ 53,20 e perdia três pontos na CNH.
A mudança de infração de leve para grave também vale para quem estacionar sem credencial em vagas de idosos ou exclusivas para pessoas com deficiência. As credenciais podem ser feitas gratuitamente na sede da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran), que fica na Rua Benjamin Constant, 157, no Centro de Curitiba, e nas Ruas da Cidadania Boa Vista, Boqueirão, CIC, Fazendinha/Portão, Pinheirinho, Santa Felicidade e Tatuquara.
Em Curitiba, quem recebe o aviso de infração do EstaR tem cinco dias úteis para regularizar a situação nas agências lotéricas da Caixa Econômica Federal. A regularização é feita pela compra de um bloco com dez cartões de EstaR e mais R$ 2 pela utilização irregular da vaga, o que soma R$ 22. Se a regularização não for feita dentro do prazo, o motorista é então punido com a infração grave.
A nova lei federal alterou o inciso XVII do artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e, portanto, passa valer em todo o território nacional.

Nova comédia de Leandro Hassum bate marca de 1,5 milhão de espectadores


Com menos de duas semanas em cartaz, ‘Até Que a Sorte nos Separe 3’ já tem renda de R$ 17 milhões

05/01/2016 - 15h48 - Atualizado 05/01/2016 16h02
"Espero que o público se divirta assistindo, tanto quanto nós nos divertimos fazendo", diz Leandro Hassum (Foto: Divulgação)
Que Leandro Hassum é o midas do cinema nacional, não resta a menor dúvida. Agora o ator volta a quebrar um recorde, desta vez com ‘Até Que a Sorte nos Separe 3’. Em menos de duas semanas de lançamento, a comédia - o maior lançamento da história do cinema nacional, com 850 cópias - já bateu a marca de 1,5 milhão de espectadores. Como se não bastasse, no último domingo (3), o filme ultrapassou a renda total de R$ 17 milhões. "Não resta dúvida de que já nos firmamos como uma franquia de sucesso. O terceiro longa-metragem da saga tem tudo para superar os anteriores e estamos com uma forte expectativa de que ele se torne o maior lançamento nacional de 2016", diz Gabriel Gurman, diretor de marketing da Paris Filmes.(veja vídeo)
Na segunda semana em cartaz, o filme ficou em segundo lugarentre os mais vistos no último fim de semana, atrás apenas de 'Star Wars: O Despertar da Força'. No longa dirigido por Roberto Santucci e Marcelo Antunez, Tino (Leandro Hassum) comete novamente uma série de trapalhadas que terão consequências ainda maiores. Desta vez, ele não leva só a família à falência, mas deixa o Brasil à beira de um colapso econômico. As consequências de seus atos são desastrosas e, na tentativa de arrumar o estrago, envolve-se até com a política brasileira, e nem a presidenta é poupada. "Espero que o público se divirta assistindo, tanto quanto nós nos divertimos fazendo", finaliza Hassum.

Cardozo cobra PF sobre pedido de R$ 172 mil a Moro

7

Em Brasília

  • André Dusek/Estadão Conteúdo
    O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo
    O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, cobrou nesta quarta-feira (6) esclarecimentos sobre os motivos que levaram a superintendência da Polícia Federal no Paraná a solicitar ao juiz Sérgio Moro a liberação de R$ 172 mil para pagar contas se a corporação devolveu R$ 3 milhões do orçamento, no fim de 2015. Cardozo pediu explicações ao diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello.
"Se devolveram R$ 3 milhões e pediram para usar uma outra sobra, não é porque estava faltando dinheiro. Ou então há um problema de gestão. Eu quero entender o que está acontecendo", disse Cardozo à reportagem. "Agora, não me venham dizer que não havia dinheiro para pagar a conta de luz e nem que a Polícia Federal está sendo sucateada."
Irritado com críticas de delegados federais, que reclamaram da previsão de corte de R$ 133 milhões no orçamento da categoria, Cardozo disse já ter assegurado, desde o fim do ano passado, que tudo será recomposto com remanejamento de verbas. "Ninguém vai parar a Polícia Federal por causa de R$ 100 milhões ou um pouco mais", comentou o ministro. "Agora, é preciso entender que a Polícia Federal não é uma ilha, assim como o Ministério da Justiça também não é. Precisamos conviver com a realidade orçamentária que temos."
Na terça-feira, delegados ouvidos pelo jornal O Estado de S.Paulo disseram acreditar que a Polícia Federal é alvo de retaliação dos políticos por causa da Operação Lava Jato, que, ao investigar um esquema de corrupção na Petrobras, alvejou empresários, deputados e senadores, incluindo pesos-pesados do PT.
"Chega a ser um absurdo isso. Retaliação do quê?", perguntou Cardozo. "É só olhar o que temos tirado do orçamento de outras unidades do Ministério da Justiça, para dar à Polícia Federal, e perguntar se isso é retaliação."
A polêmica relativa ao dinheiro devolvido pela Superintendência da Polícia Federal no Paraná, responsável pela Lava Jato, começou em março de 2014, uma semana antes do início daquelas investigações. Na época, a PF pediu ao juiz Moro autorização para usar R$ 1 milhão apreendido em outra operação. Com a verba liberada, a corporação comprou equipamentos para circuito interno de câmeras. Segundo dados obtidos no Ministério da Justiça, sobraram R$ 172 mil.
A PF no Paraná solicitou então a Moro a liberação dessa sobra para o pagamento de despesas de custeio, no ano passado, como luz, água, telefone e gasolina. O Ministério da Justiça observou, porém, que dos R$ 21,9 milhões disponíveis para esses gastos, a Superintendência no Paraná -- a segunda no País a receber mais recursos, só perdendo para a de São Paulo -- usou apenas R$ 18,9 milhões. No fim do ano passado, devolveu R$ 3 milhões.
"Tinha esse dinheiro disponível e a Superintendência no Paraná devolveu para a direção da PF poder gastar em outras coisas. Então qual é a lógica? Por que fizeram isso? É curioso que, no momento em que se discute um acordo salarial com a categoria, apareça essa crítica de sucateamento da Polícia Federal", argumentou Cardozo.
Munido de gráficos e tabelas com a evolução do orçamento e dos salários dos delegados federais -- que começam em R$ 16.830,85 e vão a R$ 22.805,00 --, o titular da Justiça afirmou que cortou cargos de confiança de todas as unidades do Ministério, mas não mexeu na Polícia Federal nem na Polícia Rodoviária Federal. "Os outros estão pagando ônus maior porque acho fundamental fortalecer as polícias por causa da realidade da segurança pública. Fiquei espantado ao ver as críticas de entidades sindicais de que há sucateamento da Polícia Federal", reagiu o mini

Confira opções de lazer e turismo durante as férias escolares em Colombo


WEBMASTER 6 DE JANEIRO DE 2016

Programação inclui Parque Municipal da Uva, restaurantes e pesque-pagues da região

Parque Municipal Gruta do Bacaetava
Parque Municipal Gruta do Bacaetava
Pesque-pague Sítio das Palmeiras
Pesque-pague Sítio das Palmeiras
Restaurante Rural e Café Colonial é da Pam
Restaurante Rural e Café Colonial é da Pam
Museu Municipal Cristóforo Colombo
Museu Municipal Cristóforo Colombo
O mês de janeiro está começando e, com ele, as férias escolares. Para ajudar muitos pais a escolher opções de lazer nesse período para a criançada, o Circuito de Turismo Rural de Colombo possui uma vasta lista de lugares para diversão, em Colombo.
O Circuito Italiano de Turismo Rural, criado há 16 anos, oferece excelentes locais para passeios, além da gastronomia típica da região. Os lugares históricos que revelam a trajetória e os costumes dos imigrantes italianos em Colombo, também poderão ser apreciados.
Principalmente para aqueles que querem fugir da cidade, as atrações que o município oferece pode ser uma ótima opção para as crianças ficarem mais próximas da natureza. É possível encontrar hotéis, chácaras e pesque-pagues.
O visitante também poderá levar para casa produtos confeccionado pelos próprios empreendedores rurais, como por exemplo, conservas de legumes, sucos, verduras e frutas.
Também estarão disponíveis para visitação o Parque Municipal da Uva, o Parque Municipal Gruta do Bacaetava, o Museu Municipal Cristovão Colombo e o Memorial do Imigrante Italiano.
Parques Naturais
– Parque Municipal da Uva
O local é palco da Festa da Uva e do Vinho, que acontece sempre em Fevereiro. Conta também com uma infraestrutura para churrasco, lanchonete, trilha, caminhadas, tanque para pesca, playground, estacionamento e acesso aos deficientes físicos.
Atendimento: Aberto todos os dias – 7h30 às 20h
Endereço: Marechal Floriano Peixoto, 8771- Centro – Colombo – PR
Telefone: (41) 3656-5669
– Parque Municipal Gruta do Bacaetava
O passeio é rápido e divertido, com belas paisagens naturais, e reserva também a hospedagem de um animal típico de cavernas, o morcego. Todo o preparo da visitação desde a chegada até a saída é feito através de um guia, e leva em torno de 40 minutos.
Atendimento: acontece de quarta a sexta-feira, das 8h30 às 11h30 e das 13h às 16h30. Nos sábados, domingos e feriados o atendimento ocorre das 8h30 às 16h30.
Serviço:
Parque Municipal Gruta do Bacaetava
Rua Antônio Gasparin, s/n – Bacaetava
Contato: 3656-5669
Hotéis e Restaurantes
– Hotel Estância Betânia
O hotel oferece o serviço Day Use com o custo de R$ 110,00 por pessoa, que inclui: almoço e o tradicional Café na Roça. Espaços como salas de jogos e playground são livre. O passeio a cavalo tem um valor de R$ 25,00 e para quem quiser relaxar, a hidromassagem com ervas especiais custa R$ 25,00. É necessário agendar para utilizar todos os serviços.
Endereço: Rua Francisco Caetano Coradin, 42, Roseira, Colombo – PR 83411-510
Email: contato@estanciabetania.com.br
Telefone: (41)3666-4383
– Pousada Sítio da Alegria
O hotel oferece café da manhã colonial, almoço com Buffet livre e cardápio especial onde será servido peixe, carne ao molho madeira e frango ao molho de legumes. Ótimo local para a família que aprecia a beleza da natureza.
Confira os valores das diárias no site: http://www.sitiodaalegria.com.br
Endereço: Estrada Do Saltinho, 1300, Campina Grande do Sul – PR, 83430-000
Telefone: (41) 9967-1757
– Casa Lare Del Nono
O almoço é A La Carte, com comida caseira típica da região. No domingo, será oferecido um risotto especial, cinco tipos de carne e peixe. Para quem não pretende participar do almoçar é servido lanches e porções. Até o momento dez churrasqueiras pequenas estão disponíveis pelo valor de R$ 30,00 é necessário o agendamento.
Endereço: Rua Antônio Gasparim, 49, Bacaetava, Colombo-PR, 83414-520
Email: casalaredelnono@casalaredelnono.com.br
Telefone: (41) 3656-5758
– Pasárgada Restaurante Rural e Vinícola da Colônia
O valor é de R$ 55,00 reais por pessoa, crianças com menos de quatro anos não pagam, de cinco a nove anos pagam a metade. Está incluso nesse valor, bufê de entrada, pratos quentes, saladas, sobremesas e o vinho tradicional da casa.
Endereço: Rua Comendador Orlando Ceccon, 128, São João, Colombo,
Email: cantinapasargada@hotmail.com
Telefone: (41) 3656-3249
– Restaurante Rural Bosque Italiano
Servirá almoço normalmente no sábado e domingo, das 12h as 15h30, bufê livre com feijoada e comida típica italiana. O espaço é pensado para todos que desejam uma tarde agradável com opções para a diversão como, campo de futebol, cancha de vôlei e parquinho para as crianças.
Endereço: Rodovia da uva Km 8, Colombo – PR
Telefone: (41) 3656-1904
– Restaurante Rural e Café Colonial é da Pam
Endereço: Estrada da Ribeira, 12.485, Colombo – PR
Telefone: (41) 3666-3357 / (41) 3621-4662
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Fotos: Marcio Fausto/ PMC

Colombo atinge meta de 80% do recadastramento biométrico


WEBMASTER 6 DE JANEIRO DE 2016

Cerca de 120 mil eleitores compareceram no TRE do município para regularizar do título de eleitor

Colombo atinge meta de 80% do recadastramento biométrico
Colombo atinge meta de 80% do recadastramento biométrico
Colombo tem, aproximadamente, 150 mil eleitores, desses cerca de 120 mil realizaram o recadastramento biométrico, o que equivale à meta estipulada de 80% da população com o título de eleitor regularizado para as próximas eleições. Todos os eleitores inscritos ou transferidos para o município que ainda não compareceram ao Tribunal Regional Eleitoral para atualização do título já estão sob pena de cancelamento da inscrição.
“Este é um importante marco para o processo da democracia brasileira. Por isso, a importância da participação dos colombenses no recadastramento. Dessa maneira continuaremos exercendo a nossa cidadania, essa medida também irá nos trazer mais segurança na hora do voto,” afirmou a Prefeita Beti Pavin.
O Tribunal Regional Eleitoral de Colombo continuará realizando o recadastramento biométrico até o dia 04 de maio, porém não é mais possível realizar o agendamento pelo site, agora os eleitores devem comparecer pessoalmente ao TRE, no horário de atendimento, munidos dos seguintes documentos: carteira de identidade ou carteira de motorista; título eleitoral original; Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de endereço atualizado.
As pessoas que não realizarem o recadastramento biométrico até está data não poderão participar das próximas eleições que irão acontecer este ano, ficando sujeitas à multa.
O Sistema
O sistema de biometria é uma tecnologia que vem sendo adota pela Justiça Eleitoral desde 2008, que visa garantir ainda mais segurança no processo eleitoral, especialmente na identificação do eleitor. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral nas eleições de 2014, cerca de 21 milhões de eleitores foram identificados pelas impressões digitais.
Serviço
Recadastramento Biométrico
Fórum Eleitoral de Colombo
Endereço: Rua Francisco Camargo, 759
Dias e horários: De segunda a sexta-feira, das 12h às 19h
Telefone: 3656-3532 / 1992
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Concurso 1777 da Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 7, 5 milhões


Os números sorteados foram: 4 - 19 - 38 - 44 - 52 -55
06/01/2016 - 20H55 - ATUALIZADA ÀS 21H35 - POR ÉPOCA NEGÓCIOS ONLINE
Mega-Sena ; loterias da Caixa ; Mega Sena ;  (Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas)
Ninguém acertou os números do concurso 1777 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado em Conceição da Barra (ES) nesta quarta-feira (06/01). As seguintes dezenas foram sorteadas: 4 - 19 - 38 - 44 - 52 - 55. A estimativa do prêmio para o próximo sorteio, no sábado (09/01), é de R$ 7,5 milhões.
A quina teve 62  ganhadores, que vão levar cada um R$ 28.129,17.
Os números da quadra foram acertados por 3.484 apostadores, que vão receber R$ 715,10 cada.



    Caso haja apenas um ganhador, e ele aplique os R$ 2,5 milhões na poupança, vai receber um rendimento mensal de R$ 18 mil. Mas, se preferir investir todo o valor do prêmio em bens, poderá adquirir quatro imóveis no valor de R$ 600 mil cada, ou montar uma frota com 83 carros populares. 
    +
    Os sorteios da Mega-Sena são promovidos pela Caixa Econômica Federal duas vezes por semana, às quarta-feiras e aos sábados. A aposta mínima, de seis números, custa R$ 3,50. Quem quiser participar pode comprar seu bilhete até às 19h do dia do sorteio (no horário de Brasília) em qualquer lotérica do Brasil.
    Clientes com acesso ao internet banking da Caixa podem fazer suas apostas pelo computador, tablet ou smartphone. Para isso, basta ter conta corrente no banco e ser maior de 18 anos. O serviço funciona das 8h às 22h (horário de Brasília), exceto em dias de sorteios, quando as apostas se encerram às 19h, retornando às 21h para o concurso seguinte.

    Para a aposta simples, de apenas seis números, a probabilidade de ganhar é 1 em 50 milhões, mais precisamente de 1 em 50.063.860, de acordo a Caixa. Já para a aposta máxima, de 15 números, com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acerto é de 1 em 10 mil.

    Coreia do Norte anuncia teste com bomba de hidrogênio


    Bomba H é 50 vezes mais potente do que uma bomba atômica; comunidade internacional fica em alerta

    REDAÇÃO ÉPOCA
    06/01/2016 - 10h05 - Atualizado 06/01/2016 15h39
    Líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un  (Foto: AP Photo/Wong Maye-E)
    Coreia do Norte anunciou nesta quarta-feira (6) que realizou, com sucesso, testes com bomba de hidrogênio, também conhecida como bomba H. Segundo a CNN, a agência de notícias do governo afirmou que se não houver invasão, o país não usará suas armas nucleares. "Este teste com bomba H nos leva a um nível mais avançado de energia nuclear", informou a agência do regime mais fechado do mundo. 
    De acordo com a televisão estatal, o teste foi realizado às 10h (horário local). Um evento sísmico, com magnitude de 5.1, foi registrado a 19 quilômetros de Sungjibaegam, zona de testes nucleares do país, informou a Pesquisa Geológica dos Estados Unidos.
    De acordo com a imprensa internacional, um documento, assinado pelo líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, que apareceu em vídeo na TV estatal, informou: "Fazer o mundo olhar para a força nuclear do nosso país e do Partido dos Trabalhadores ao abrir o ano com o emocionante barulho da primeira bomba de hidrogênio!".
    O país já fez três testes nucleares, em 2006, 2009 e 2013, o que lhe rendeu sanções da ONU, que proíbe a Coreia do Norte de desenvolver atividades nucleares ou ligadas à tecnologia de mísseis balísticos. Se confirmado, este foi o primeiro teste do país com uma bomba de hidrogênio, que é 50 vezes mais potente do que uma bomba atômica, como a que destruiu Hiroshima.
    Comunidade internacional
    O vizinho Coreia do Sul disse que é difícil acreditar que o Norte poderia testar uma bomba de hidrogênio, mas convocou uma reunião de emergência às pressas. O Conselho de Segurança da ONU também se reunirá mais tarde, nesta quarta-feira, a pedido dos Estados Unidos e do Japão. O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, chamou o suposto teste de "ameaça à segurança do Japão".

    Dois morrem em acidente entre caminhão e carro no Rodoanel

    Caminhão tomba e provoca a queda de um carro do viaduto do Rodoanel Mário Covas, na altura do km 27, em Osasco, na Grande São Paulo - 06/01/2015
    Caminhão tomba e provoca a queda de um carro do viaduto do Rodoanel Mário Covas, na altura do km 27, em Osasco, na Grande São Paulo - 06/01/2015(Marcio Ribeiro/Brazil Photo Press/Folhapress)
    O acidente entre um caminhão e um carro no quilômetro 27 do Rodoanel, na altura de Osasco (SP), por volta das 18 horas desta quarta-feira, causou a morte de duas pessoas e deixou outras três feridas. Com a colisão entre os dois veículos, o carro, ocupado por quatro pessoas, capotou e caiu de um viaduto. O caminhão, da transportadora Hamburg Süd, tombou na pista. Cinco viaturas do Corpo de Bombeiros e o helicóptero Águia foram acionados para atender à ocorrência.
    De acordo com os bombeiros, o motorista do carro e um dos ocupantes morreram na hora. Um dos passageiros foi socorrido em parada cardiorrespiratória, enquanto o outro ocupante do carro e o caminhoneiro foram encaminhados ao Pronto Socorro do Hospital Samaritano com ferimentos.
    (Da redação)

    “Lamentável”, diz Vaticano sobre capa especial do Charlie Hebdo


    O semanário estampou uma charge de Deus com as mãos cobertas de sangue e carregando uma arma. A Igreja acusou o jornal de tentar manipular a fé

    REDAÇÃO ÉPOCA
    06/01/2016 - 12h27 - Atualizado 06/01/2016 12h47
    Edição do satírico francês Charlie Hebdo que marca a data de um ano do ataque contra a redação do jornal, em janeiro de 2015. Militantes islâmicos mataram 12 pessoas (Foto: reprodução/Twitter)
    O Vaticano criticou o semanário francês Charlie Hebdo. Na capa que marca um ano desde o ataque à redação do jornal, o Charlie estampou uma charge de Deus salpicado de sangue e carregando um fuzil Kalashinikov. Para o Vaticano, a charge é “lamentável”. 

    >>Terror em Paris: o ataque à revista Charlie Hebdo

    “Um ano depois, o assassino continua solto”, diz a manchete do jornal. Há um ano, no dia 07 de janeiro de 2015, a redação do jornal em Paris foi invadida por extremistas islâmicos que mataram 12 pessoas.
    Segundo o G1, o jornal do Vaticano L’Osservatore Romano acusou o Charlie Hebdo de buscar “manipular” a fé.“Por trás de uma enganosa bandeira de secularismo descompromissado, o semanário francês mais uma vez esquece aquilo que os líderes de todas as fés tem pedido há anos: a rejeição à violência em nome da religião e que usar o nome de Deus para justificar o ódio é uma blasfêmia genuína”, disse o jornal.
    Chegou às bancas a edição do satírico francês Charlie Hebdo que marca a data de um ano do ataque contra a redação do jornal, em janeiro de 2015. Militantes islâmicos mataram 12 pessoas (Foto: AP Photo/Francois Mori)

    'Estamos chocados', dizem irmãos de brasileiro detido nu no Vaticano


    Luis Giampaoli entrou pelado em igreja e falou em falta de solidariedade.
    Família de Laranjal Paulista (SP) afirma não saber qual o paradeiro dele.

    Caio Gomes SilveiraDo G1 Itapetininga e Região
    Brasileiro é contido por seguranças ao desfilar nu pela Basílica de São Pedro (Foto: Reprodução/Youtube/Alvaro Torrico)Brasileiro entrou nu na Basílica de São Pedro, no Vaticano (Foto: Reprodução/Youtube/Alvaro Torrico)
    Dois irmãos do brasileiro Luis Carlos Giampaoli, de 44 anos, que foi detido ao entrar pelado na Basílica de São Pedro, no Vaticano na segunda-feira (4), estão chocados. “Fiquei muito triste. A última vez que vi ele foi há seis meses e ontem [terça-feira, 5] fiquei sabendo. O sonho dele era morar em Roma, ele conseguiu cidadania italiana, mas acho que estragou tudo agora”, conta a irmã Claudia João Paulo, que mora em Laranjal Paulista (SP). Ela confirmou que o homem no vídeo é o irmão.
    Luiz Giampaoli chegou ao país este ano com cidadania italiana (Foto: Reprodução/ Facebook)Luis Giampaoli chegou ao país este ano com
    cidadania italiana (Foto: Reprodução/ Facebook)
    Luiz postou fotos da viagem a Roma em rede social (Foto: Reprodução/ Facebook)Luis postou fotos da viagem a Roma em
    rede social (Foto: Reprodução/ Facebook)
    Outro irmão que se diz chocado é o eletricista Alexandre João Paulo, morador de Cerquilho(SP). Ele tenta contato com Luis desde terça-feira e ainda não sabe onde o irmão está. “Ninguém do Itamaraty [Ministério das Relações Exteriores] nos ligou, e o Consulado Brasileiro na Itália está sem plantão por ser feriado hoje [quarta-feira, 6] no país. Então, não sei se meu irmão está preso, se ele está em um hospital psiquiátrico ou se ele vai voltar ao Brasil”, questiona.
    No vídeo, feito por um turista local, Luis parece desorientado, usa apenas meias, tênis e carrega uma mochila preta. Ele levanta os braços e grita que não há solidariedade em Roma, dizendo que demorou 17 anos para conseguir a esperada cidadania italiana e agora teve que dormir nas ruas.
    Como os irmãos ainda não tiveram contato com Luis, não sabem o motivo para ele ter entrado nu na igreja. Alexandre confirma que o irmão não estava hospedado em nenhum lugar. “Recebi há alguns dias atrás fotos dele mostrando as passagens. Fiquei muito feliz por ele, mas achei que ele estaria com uma quantia maior de dinheiro para ficar lá. Pelo que sei, mas não é certeza, ele ficou um dia hospedado em um hotel, ao custo de 30 euros [aproximadamente R$ 120] e gastou tudo o que tinha. Mas não sei se ele dormiu na rua, porque ouvi dizer que não deixam a pessoa dormir na rua, principalmente com o frio que faz lá”, conclui.
    G1 entrou em contato com o Itamaraty nesta quarta, mas a assessoria informou que só poderá dar informações com autorização da família. Às 15h, a família de Luis disse ao G1 que havia entrado em contato com o órgão, e que foi orientada a aguardar o contato da pessoa que está responsável pelo caso na quinta-feira (7). A assessoria informou que o Itamaraty está dando assistência ao brasileiro na Itália. 
    Família de Luis
    Luis, segundo os irmãos, é solteiro e não tem filhos. Ao todo, a família é composta por sete irmãos. A maioria vive em Laranjal Paulista, onde os pais de Luis, já mortos, viveram. 
    Alexandre explica que o irmão tem o sobrenome diferente porque foi corrigido. “O certo da família é Giampaoli, mas aqui no Brasil, desde a época do meu avô, erraram o sobrenome e todos nós ficamos como o sobrenome João Paulo”, explica.
    A irmã Claudia conta que Luis se mudou para São Paulo (SP) há alguns anos e que sempre estudou muito. “Foi técnico de enfermagem e trabalhou em diversos hospitais da capital, como Hospital das Clinicas e Hospital São Paulo. Já fez gastronomia e também trabalhou como chef, chegou a cozinhar para o governador do estado. Também já fez curso de teatro lá em São Paulo. Ele é muito estudado, muito inteligente, não sei porque fez isso”, questiona.
    O Conselho Regiona de Enfermagem de São Paulo (Coren) confirmou a inscrição de Giampaoli como técnico de enfermagem. 
    Em 3 de janeiro, Luis postou fotos sobre visita à Basílica de São Pedro (Foto: Reprodução/ Facebook)Em 3 de janeiro, Luis postou fotos sobre visita à Basílica de São Pedro (Foto: Reprodução/ Facebook)