Céus congestionados: mais movimentada região do Brasil, São Paulo vê passar cerca de 2 mil aviões todos os dias
Céus congestionados: mais movimentada região do Brasil, São Paulo vê passar cerca de 2 mil aviões todos os dias
Um habitante da Grande São Paulo pode não reparar, mas por sua cabeça passam diariamente boa parte das cerca de duas mil aeronaves que têm como destino os aeroportos de Guarulhos, Congonhas, Campo de Marte ou Viracopos, além de outros terminais menores. Essa região é chamada pelo DECEA (Departamento de Controle do Tráfego Aéreo) de TMA São Paulo. A sigla em inglês significa “área de controle terminal”, uma zona com limites invisíveis fisicamente, mas claramente delimitada nos radares do órgão.
Veja também: os carros mais vendidos de 2016
Num relatório divulgado neste mês, o DECEA voltou a apontar a TMA São Paulo como a mais movimentada do país, com nada menos que 725,8 mil operações, ou seja, qualquer voo seja ele de partida, chegada ou passagem. Os aeroportos dessa região respondem por mais voos que as TMAs do Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte, respectivamente a 2ª, 3ª e 4ª mais congestionadas do Brasil.
Apesar do número impressionante, houve uma leve queda no movimento no ano passado se comparado a 2014: foram quase 6 mil voos a menos, mas a queda teve a ver com a aviação geral e militar e não com a comercial, que até cresceu.
Depois de São Paulo, a TMA Rio de Janeiro responde por 328,4 mil voos, queda de 8% em relação a 2014. Possivelmente, esse quadro tenha a ver com a Copa do Mundo que fez o Rio receber muitos voos fretados. Sinal disso é que a aviação geral teve uma queda abrupta de 25% entre esse período.
mapa-tmas-airway
Academia
Embora esteja em 3º lugar, a TMA Brasília tem extrema importância. Como é na prática apenas o aeroporto da capital federal, a área representa uma boa parcela dos voos do país afinal trata-se do terminal com mais voos de conexão nacional. Foram 203,1 mil operações, um leve aumento de meio por cento comparado a dois anos atrás.
Após Belo Horizonte, outra terminal significativa pela quantidade de voos de conexão, está a TMA Academia. Ela é a única a quebrar a regra do tráfego aéreo comercial como mais importante vetor de operações. Responsável por controlar os aviões que circulam pelo norte e noroeste do estado de São Paulo, a terminal também monitora o tráfego da base aérea de Pirassununga, onde fica a AFA, a Academia da Força Aérea, daí o nome. Foram mais de 131 mil operações no ano passado, queda de 6,6% em relação ao ano retrasado, a maior parte causada pela redução dos voos de aviões militares por conta de cortes no orçamento da força.