COLOMBO FUTSAL VENCE MANOEL RIBAS E SEGUE LÍDER NO ‘GRUPO C’ DA SÉRIE BRONZE


WEBMASTER 24 DE MAIO DE 2016

 Após quatro rodadas com três vitórias e um empate, Colombo Futsal segue invicto no Campeonato Paranaense Série Bronze 2016

Colombo Futsal segue invicto no campeonato
Colombo Futsal segue invicto no campeonato
Mais uma disputa da Série Bronze 2016 agitou a noite de sábado, 21, às 20h30, no Ginásio Leandro Alberti. A partida de futsal foi realizada entre os times Colombo/Clube Sta Mônica Clube de Campo e Prefeitura Municipal Manoel Ribas.
Em uma disputa bastante acirrada o Colombo Futsal mostrou superioridade em quadra e venceu o time de Manoel Ribas pelo placar de 5×4.
Após quatro rodadas, o time do município permanece líder invicto do “Grupo C”, com três vitórias e um empate.
“Queremos ver sempre os nossos atletas colombenses brilharem em quadra”, afirma o Secretário de Esporte, Cultura, Lazer e Juventude, José Mauri Henemann, após mais uma vitória do time de Colombo.
Jogadores comemoram com a torcida no Ginásio Leandro Alberti após mais uma vitória
Jogadores comemoram com a torcida no Ginásio Leandro Alberti após mais uma vitória
Na próxima rodada do Campeonato Paranaense Série Bronze, o Colombo/Clube Sta Mônica Clube de Campo enfrenta o Iate Clube/Londrina Futsal fora de casa às 20h10min, quarta-feira (25), no Ginásio Moringão em Londrina.
Vale lembrar que os jogos contam com o apoio da Prefeitura de Colombo, por meio do Departamento de Esportes.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: Divulgação

Prefeitura de Colombo promove a 6ª Conferência Municipal das Cidades


WEBMASTER 25 DE MAIO DE 2016

O evento acontecerá no dia 3 de junho e vai debater sobre a função social da cidade

conf-cidadesO município de Colombo recebe no dia 3 de junho a 6ª Conferência Municipal das Cidades, no Auditório da Regional Maracanã. Nesta edição, o tema abordado será “A Função Social da Cidade e da Propriedade: Cidades Inclusivas, Participativas e Socialmente Justas”, seguindo as Conferências Estadual e Nacional das Cidades. Além de eleger os delegados que representarão o Município em âmbito estadual.
O evento é uma realização da Prefeitura de Colombo por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação. Para a secretária da pasta, Tânia Mara Tosin a principal finalidade do encontro é avançar na construção da Política Urbana Municipal e indicar prioridades de atuação da Prefeitura de Colombo nesta questão. “Durante a conferência vamos aprofundar no debate sobre as questões que envolvem o desenvolvimento do município. Além disso, é fundamental para garantir um crescimento harmônico”, disse Tânia.
O período da manhã será de pronunciamentos das autoridades e apresentações de palestras. Logo após o almoço, os participantes vão ser divididos em grupos para debater os temas. “Todas as propostas são remetidas à plenária final da Conferência que elegerá as prioridades da cidade, para então realizar a eleição dos membros do Conselho Municipal das Cidades e Delegados Municipais”, destacou a secretária da pasta.
Serviço:
6ª Conferência Municipal das Cidades
Local: Auditório da Regional Maracanã – Rua Durval Ceccon, 664.
Data: 3 de junho
Horário: 8h às 16h30
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: 
facebook.com/pmdecolombo

Colombo recebe a 3º edição do Twisted and Mixed, nos dias 26, 27 e 28


WEBMASTER 24 DE MAIO DE 2016

O evento visa ampliar os conhecimentos da população sobre as modalidades esportivas de roller e patins

ESPORTE GILMARAcontece nos dias 26, 27 e 28 de maio no Ginásio de Espores do Parque Municipal da Uva – a 3ª edição do Twisted and Mixed Roller Derby Bouts. O evento é organizado pela liga Blue Jay Rollers e terá o apoio da Prefeitura de Colombo por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Lazer e Juventude.
“Nosso objetivo é desenvolver essa prática esportiva no município, levando a população mais informação e conhecimento sobre a modalidade esportiva de roller e patins, visando também o cenário nacional”, destaca o secretário da pasta, José Mauri Henemann.
O Twisted and Mixed busca promover integração entre as ligas brasileiras de roller derby. No evento será possível melhorar a técnica de patinação, aprimorar as técnicas de jogo e regras por meio de simulações de jogos e workshop de patinação e arbitragem.
O evento é aberto ao público e participarão todos os jogadores inscritos e com equipamentos, segundo as regulamentações da Women’s Flat Track Derby Association (WFTDA).
Durante as atividades ofertadas, os times serão formados aleatoriamente de acordo com as habilidades dos jogadores. No último dia do evento será destinado aos scrimmages com e sem contato, os times poderão ser formados na hora ou entre acordos de ligas.
Serviço:
3º edição Twisted and Mixed Roller Derby Bouts
Data: 26, 27 e 28 de maio
Horário: Das 8h às 18h
Local: Parque Municipal da Uva – Ginásio Gilmar Passem – Mal. Floriano Peixoto 8771.
Para mais informações acesse o regulamento do Twisted and Mixed Roller Derby Bouts III:https://drive.google.com/file/d/0B1DJA35MnvtncVFZWGxFem96WG8/view

Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Prefeitura DE ColomboInforma: O que abre e o que fecha no Circuito Italiano de Turismo Rural neste feriado de Corpus Christi e Nossa Senhora do Caravaggio


WEBMASTER 25 DE MAIO DE 2016
A Prefeitura Municipal informa como funcionará o calendário dos empreendimentos do Circuito Italiano de Turismo Rural neste feriado. Vale lembrar que, o Parque Municipal do Bacaetava estará fechado na quinta e sexta-feira, (26 e 27). Confira:
Feriado Corpus Christi
Feriado Corpus Christi 2

Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Mega-Sena, concurso 1.821: apostas de Bahia e Pará levam R$ 19,9 milhões


Veja as dezenas sorteadas: 19 - 22 - 31 - 36 - 52 - 53.
Quina teve 84 apostas ganhadoras; cada uma vai levar prêmio de R$ 41,8 mil.

Do G1, em São Paulo
 
MEGA-SENA
CONCURSO 1821
192231
365253
Duas apostas acertaram as seis dezenas do concurso 1.821 da Mega-Sena e vão levar 19.896.531,79 cada uma. As apostas são de Salvador (BA) e Belém (PA). O sorteio foi realizado na noite desta quarta-feira (25) em Alto Jequitibá (MG).
Veja as dezenas: 19 - 22 - 31 - 36 - 52 - 53.
A quina teve 84 apostas ganhadoras, e cada uma vai levar R$ 41.772,19. A quadra teve 6.145 apostas ganhadoras, e cada uma vai ganhar R$ 815,73.
O concurso 1.822 será realizado no sábado (28). A estimativa de prêmio é de R$ 2,5 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal.
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.
Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada.
Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.
Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003.

Barroso vai reverter os atos de Temer?



Luís Roberto Barroso deu cinco dias para Michel Temer se pronunciar sobre a reforma ministerial que vem promovendo desde o afastamento de Dilma Rousseff.
Barroso deu prosseguimento à ação do PDT pedindo a reversão dos atos de Temer que levaram à demissão de centenas de petistas e aliados.
Pelo visto, o ministro aposta no retorno de Dilma.

Calendário prevê discussão e votação do impeachment no plenário em 1º



A comissão que analisa o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff voltou aos trabalhos nesta quarta-feira, 25. O relator Antonio Anastasia (PSDB-MG) apresentou uma sugestão de calendário para a condução do processo. Em sua previsão, a votação da pronúncia da ré, que verifica se as acusações são procedentes, acontecerá no plenário do Senado em 1º de agosto. Após essa fase, ainda acontece mais uma votação, que é de fato o julgamento.
A oposição, agora representada pelo PT, pediu mais tempo para, junto com a defesa da presidente, analisar o calendário sugerido. O presidente da comissão, Raimundo Lira (PMDB-PB), concedeu vistas e o cronograma sugerido por Anastasia será votado na próxima reunião da comissão, quinta-feira, 2.
O calendário sugerido, de certa forma, adianta o processo. Apesar de não existir prazo regimental para a condução dessa segunda fase, Lira previa que o processo durasse em média quatro meses. Com o cronograma sugerido, até a próxima votação seriam menos de 90 dias.
A defesa prévia da presidente deve ser apresentada até a próxima quarta-feira, 1º de junho. Este prazo é previsto na Lei do Impeachment. Em seguida, o relator sugere que sejam dadas duas semanas para a fase probatória, em que são ouvidas testemunhas, apresentados documentos e realizadas perícias. Em 20 de Junho, Anastasia sugere que a comissão faça o interrogatório da presidente afastada Dilma Rousseff.
Após essa etapa, o calendário sugerido concede duas semanas para que os denunciantes, ou seja, os autores do processo de impeachment, Janaína Paschoal e Miguel Reale Júnior, apresentem por escrito suas alegações finais. O mesmo prazo é dado, em seguida, para que a defesa de Dilma apresente suas alegações.
Relatório
Assim como na primeira fase, o relator vai apresentar um novo parecer. Dessa vez, ele não justifica a abertura do processo, mas verifica se as acusações são procedentes e se considera que a presidente é ou não culpada. A apresentação do relatório ficou agendada para 25 de julho. A votação na comissão aconteceria em 27 de julho.
Independente do resultado na comissão, o relatório precisa ser apreciado pelo plenário do Senado. Essa segunda votação não é ainda o julgamento da presidente, mas a fase chamada de “pronúncia do réu”, que verifica a procedência das acusações. Caso a maioria simples dos senadores concorde que as acusações procedem, aí sim é marcado o julgamento que pode afastar definitivamente a presidente. Se a maioria dos senadores discordarem, o processo é encerrado.
Prazos
Mesmo aprovado, o calendário apresentado por Anastasia é flexível, porque não existem prazos regimentais para essa fase do processo e a duração pode ser maior ou menor que os 180 dias previstos para o afastamento temporário da presidente.
Caso os senadores concordem que é necessário, os prazos podem ser estendidos. Se o prazo de 180 dias se encerrar, a presidente afastada volta ao seu cargo, mas a comissão continua o processo de impeachment.
Confira o calendário sugerido pelo relator:
1/6: Entrega da defesa prévia da presidente
2/6: Parecer sobre provas e diligências, discussão e votação
6 a 17/6: Testemunhas, perícia e juntada de documentos
20/6: Interrogatório da presidente
21/6 a 5/7: Alegações escritas dos autores do impeachment
6 a 21/7: Alegações escritas da defesa da presidente
25/7: Apresentação do parecer do relator na comissão
26/7: Discussão do relatório na comissão
27/7: Votação do relatório na comissão
28/7: Leitura do parecer em plenário
1 e 2/8: Discussão e votação do parecer em plenário do Senado

Cavaleiro Doda Miranda confirma separação de Athina Onassis: "Vou lutar pelo meu amor"


O atleta brasileiro e a bilionária não estão mais juntos

23/05/2016 - 09h41 - Atualizado 23/05/2016 09h41
Doda Miranda e Athina Onassis - casal esteve na Hípica paulista nesse fim de semana (Foto: Jane Monteiro)
Os amigos apostam numa reconciliação, mas fato é que o cavaleiro brasileiro Álvaro de Miranda Neto, o Doda, e a amazonaAthina Onassis, única herdeira da bilionária fortuna deixada por seu avô, o armador grego Aristóteles Onassis, estão mesmo separados, depois de 11 anos de casamento. “A iniciativa partiu dela, mas eles ainda se amam muito e estão sofrendo”, conta uma fonte próxima ao casal. Por causa da crise conjugal, Athina deve adiar o projeto de saltar nas Olimpíadas do Rio pela Grécia. Na semana passada, o cavaleiro teve outro dissabor: ao voltar da França para a Bélgica, onde mora, ele sofreu um acidente de caminhão que acabou matando um de seus cavalos preferidos, Ad Welcome du Petit Vivier, que sua filha, Vivi, costumava montar. “Realmente está uma tempestade, mas não vou desistir do meu amor. Não será fácil e lutarei até o final”, diz Doda, que integra a seleção brasileira de saltos hípicos.

Fã tenta invadir casa de Anitta no Rio. "Assustou a mim e a minha família", diz ela


A cantora está bem, mas foi parar na delegacia. "Felizmente, tudo foi esclarecido com o apoio da polícia e da segurança do condomínio", diz Anitta

24/05/2016 - 13h14 - Atualizado 24/05/2016 17h04
Anitta usou um modelito da grife Moschino, uma das suas preferidas, que custa o equivalente a R$ 12 mil (Foto: Reprodução Instagram)
Um fã de Anitta invadiu o condomínio da cantora na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, na noite desta segunda-feira (24). O rapaz, aparentando ter 25 anos, veio do sul, onde vive, especialmente para conhecer a cantora. Chegando ao Rio se dirigiu ao condomínio dela, se fez passar por outra pessoa, usou um carro de luxo, conseguiu driblar a segurança e chegar até a casa de Anitta, que se mudou recentemente para o local — especula-se que ela teria pago R$ 12 milhões pelo imóvel. Ele tocou a campainha, a mãe da cantora abriu a porta e aí começou a confusão. A assessoria de Anitta confirmou o ocorrido à coluna, mas garantiu que ela está bem e que não houve violência. O rapaz não estava armado e não agrediu ninguém.
Recentemente Anitta postou nas redes sociais uma foto na casa nova (Foto: Reprodução Instagram)
Mas, mesmo assim, assustada, Anitta decidiu ir até a delegacia do bairro registrar uma ocorrência. O rapaz também foi levado ao local pelos seguranças do condomínio e não ofereceu resistência.Pablo Morais, affair de Anitta, estava na residência da cantora na hora e a acompanhou até a delegacia. A presença do ator na casa de Anitta só reforça o que já se especula e eles não querem assumir: que a relação entre eles é mesmo para valer.  
A assessoria de imprensa da artista enviou à coluna uma nota de esclarecimento: "Um rapaz de fora do Rio de Janeiro conseguiu entrar no condomínio da cantora Anitta, se passando por funcionário e foi até a porta da casa dela. Aos gritos, começou a se declarar e depois xingar Anitta, dizer palavras desconexas, chamando a atenção da cantora, seus familiares e vizinhos. Primeiramente ele foi expulso pelos seguranças do condomínio e durante a madrugada tentou novamente invadir o local e foi levado para a delegacia".  
Pablo Morais no camarote da Heineken (Foto: Bruno Ryfer)
O fato acontece poucos dias depois de um fã invadir o quarto de hotel onde a apresentadora Ana Hickmann estava, em Belo Horizonte, na tarde de sábado (21). Mas, infelizmente, neste caso, o agressor Rodrigo Augusto de Pádua estava armado. A confusão terminou com a morte do rapaz e a cunhada de Hickmann,Giovanna Oliveira, baleada. Ela ainda se encontra internada em um hospital de Belo Horizonte.

Dedé Santana fala de problemas financeiros: "Precisei pedir dinheiro ao Renato Aragão"


Aos 80 anos o ex-trapalhão relata as dificuldades: "Não foi pouca coisa; Renato me deu, não emprestou", diz

24/05/2016 - 09h00 - Atualizado 24/05/2016 10h53
"Eu e Renato somos tipo marido e mulher: de vez em quando, a gente briga, tem uma discussãozinha", diz Dedé Santana (Foto:  Tássio Andrade/G1)
O eterno 'trapalhão' Dedé Santana, 80 anos, conta que se meteu em algumas roubadas financeiras nos últimos anos. "Eu faço muita bobagem", afirma ele, que decidiu se entregar à hipnose numa tentativa de encontrar saídas para as dificuldades. "Eu tenho uma filha que tem síndrome do pânico, e a hipnose a ajuda muito". Mas nem só de desventuras é feita a vida de Dedé, que diz estar realizando seu maior sonho: interpretar, pela primeira vez em 50 anos, um personagem diferente, na peça "A Última Vida de um Gato".
Foram os problemas financeiros que o levaram à hipnose?
Isso está me estressando muito. Queria procurar uma terapia alternativa, sem uso de medicamentos e com um tratamento eficaz e rápido, porque é científico. Eu nunca tinha feito nem análise, acho que isso me fez falta.
Renato Aragão tem ajudado?
Sou muito grato a ele, por várias coisas. Temos uma relação ótima. Somos tipo marido e mulher: de vez em quando, a gente briga, tem uma discussãozinha. Mas é porque eu faço muita merda. Ele é mais centrado, eu não sou assim. O sucesso dos Trapalhões se deve à Globo e ao Renato. Ele sempre indicava o caminho. Recentemente, precisei pedir dinheiro emprestado ao Renato. Não foi pouca coisa; ele me deu, não emprestou.
"Sou muito grato ao Renato, por várias coisas. Ele é mais centrado, eu não sou assim", afirma Dedé (Foto: Globo.com/ Extra)
Sente saudades de Mussum e Zacarias? 
Quando passava um dia inteiro com eles, a gente ria o tempo todo. Vivíamos sacaneando um ao outro. Lembro que um diretor da Globo se queixou uma vez de que eu ria demais. Aí o Boni (diretor de programação na época) disse a ele: "Mas ele dá 90% de audiência, pode rir o quanto quiser."
As piadas dos "Trapalhões" fariam sucesso hoje? 
Ninguém tem a chance de experimentar agora. O politicamente correto acabou com tudo. Naquela época, a gente não queria ofender ninguém. Nem os afrodescendentes, nem os gays. Hoje em dia, se eu pedir um doce 'nega maluca', o cara me prende. Mussum era muito sábio, ele dizia assim: "O maior inimigo do preto é o crioulo".

Sarney afirma se sentir traído por ex-presidente da Transpetro


 

Sérgio Machado gravou conversa que teve com o ex-presidente da República sobre a Lava Jato

MURILO RAMOS
25/05/2016 - 16h06 - Atualizado 25/05/2016 17h27
Sérgio Machado, presidente da Transpetro (Foto: Renata Mello/ Transpetro)
A interlocutores, o ex-presidente da República José Sarneyafirmou se sentir traído em relação a Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobras. Machado realizou gravação de conversa com Sarney – assim como fez com o presidente do Senado, Renan Calheiros, e com o senador e ex-ministro do Planejamento Romero Jucá – sobre desdobramentos da Lava Jato. As três conversas de Machado foram reveladas pelaFolha de S.Paulo.
Sarney afirmou a amigos conhecer Machado há muitos anos e que não esperava um comportamento assim de quem julgava ser seu aliado.

Ministro da Educação recebe propostas de Alexandre Frota para o ensino


agencia o globo
Guilherme Amado, O Globo
Mendonça Filho acaba de receber no ministério um dos mais importantes nomes da educação e da cultura brasileiras: Alexandre Frota.
Frota, ele mesmo, o ator-ogro, levou ao ministro propostas para o ensino nacional.

Líder do PT no Senado defende Renan e diz que não vê crime em conversa


lider
De O Globo
Diferente do bombardeio feito à gravação da conversa do ex-ministro Romero Jucá (PMDB-RR), o líder do PT no Senado, Paulo Rocha (PA), disse que não há nada de mais na conversa gravada pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Os tucanos, por sua vez, criticaram as gravações. Para o líder petista, cabe ao presidente do Senado conversar com presidentes de outros poderes para definir caminhos para o país, e faz parte de suas atribuições melhorar a legislação, como o caso da lei do impeachment.
– Diferente da outra gravação com Jucá, não há crime nenhum na conversa do presidente Renan Calheiros. Ele já tinha falado em entrevista sobre a necessidade de melhorar a legislação, como a caduca lei do impeachment, de 1950. É uma responsabilidade dele, como presidente do Congresso, adaptar a legislação em função do momento político. Não tem a gravidade da conversa do Jucá – defendeu o líder do PT, senador Paulo Rocha.
Em nota divulgada hoje, a direção do PSDB diz que as gravações são uma tentativa do delator de valorizar sua colaboração, tentando induzir o grampeado com as mesmas perguntas feitas ao senador Romero Jucá (PMDB-RR) a fazer considerações sobre o PSDB e o presidente Aécio Neves.
“As gravações se limitam a reproduzir comentários feitos pelo próprio autor, com o objetivo específico de serem gravados e divulgados. É inaceitável essa reiterada tentativa de acusar sem provas em busca de conseguir benefícios de uma delação premiada. Por isso será acionado pelo partido na Justiça” diz nota divulgada pelo PSDB.
Publicidade
Na conversa com Sérgio Machado, Renan defendeu mudança na lei da delação premiada. O presidente do Senado sugere ainda que, após enfrentar esse assunto, também poderia “negociar” com membros do STF “a transição” da presidente afastada Dilma Rousseff.
Na segunda-feira, também foram revelados pelo jornal ‘Folha de S. Paulo” diálogos entre Machado e Romero Jucá (PMDB-RR), ex-ministro do Planejamento. Na conversa, Jucá sugere que uma “mudança” no governo resultaria em um pacto para “estancar a sangria” atribuída à Operação Lava-Jato. A divulgação das gravações levou à saída do ministro do governo do presidente interino Michel Temer. O peemdebista disse que ficará afastado do cargo até o Ministério Público Federal se pronunciar sobre os áudios e destacou que, se for inocentado, voltará ao posto.
A defesa da presidente afastada Dilma Rousseff usará a gravação de Jucá como um dos argumentos para derrubar o processo de impeachment. A questão estará presente na defesa que será apresentada na próxima quarta-feira à comissão especial do impeachment pelo advogado José Eduardo Cardozo.

Michel Temer indica Francischini vice lider do governo na Câmara


índice
O Deputado Federal Paranaense Fernando Francischini foi indicado pelo Presidente da República Michel Temer para ser o Vice-líder do Novo Governo na Câmara dos Deputados em Brasília. Francischini é Delegado da Polícia Federal licenciado e defensor ferrenho da Operação Lava Jato, está no segundo mandato de Deputado Federal e foi o 1º Líder do partido Solidariedade na Câmara.
Um dos líderes nacionais do Impeachment de Dilma Roussef, Francischini é considerado um dos parlamentares mais próximos e da confiança do novo Chefe da Casa Civil, Ministro Eliseu Padilha, que trabalhou para sua indicação.

Com medo de Moro, Lula quer ser julgado pelos ministros que nomeou


lula reuniao pt 29out15 by lula marques
Com medo de ser julgado pelo rigoroso juiz federal Sérgio Moro, o ex-presidente Lula fez sua defesa protocolar recurso no Supremo Tribunal Federal para que as ações contra a sua nomeação para a Casa Civil não sejam extintas e sejam levadas a julgamento no plenário da Corte. Oito dos onze ministros do STF foram nomeados por Lula ou por Dilma Rousseff, a sucessora que ele escolheu.
Os advogados pedem que o tribunal reconheça que o petista teve status de ministro por dois meses, entre 16 de março, quando foi nomeado, e 12 de maio, quando Dilma foi afastada pelo Senado, e considere as “consequências jurídicas decorrentes dessa situação”.