Líderes Comunitários são homenageados em sessão ordinária



Os líderes comunitários colombenses foram homenageados na sessão ordinária desta terça-feira (31/6) na Câmara Municipal de Colombo, encerrando o mês em que se celebra o Dia Nacional do Líder Comunitário, comemorado em 5 de maio.
Na sessão, que teve a presença da secretária municipal de Assistência Social, Maria da Silva Souza e do presidente da Federação das Associações e Movimentos Comunitários de Curitiba e Região Metropolitana (Femoclam), Aquino Silva, o diretor do Departamento de Assuntos Comunitários (Depac), Josmar Lima Amaral, ocupou a Tribuna Livre para destacar o trabalho de presidentes e representantes de associações de moradores do município.
“Enalteço o trabalho desses ‘vereadores’ que têm seus gabinetes nas salas, cozinhas de suas casas, que foram escolhidos por suas comunidades para trazer ao Legislativo e ao Executivo as necessidades de seus bairros. A associação de moradores é, talvez, a instituição mais garantidora em direitos da comunidade. A cada um desses líderes é um professor, preocupado com sua comunidade e nada mais justo que o Legislativo pudesse trazê-los aqui, hoje, em reconhecimento a seu trabalho”, afirmou.
O vice-presidente da Câmara, o vereador Gilgera, que presidiu a sessão, destacou a importância do trabalho dos líderes comunitários para o município. Foram homenageados com votos de congratulações: Maria da Silva Souza, secretária de Assistência Social; Aquino Silva, presidente da Federação das Associações e Movimentos Comunitários de Curitiba e Região Metropolitana (Femoclam); Adão Gonçalves, presidente da Associação de Moradores da Vila Liberdade; Alerino Adrião, presidente da Associação Comunitária JD. Guaraituba; Maria Aparecida Anselmo, presidente da Associação Comunitária de Moradores e amigos do Embú; Adilson de Jesus de Souza,  presidente da Associação de Recicladores do Limoeiro; Gilmara Aparecida de Lima Amaral, Presidente da Associação de Moradores Monte Castelo; João Maria Prestes, presidente da  Associação Comunitária do JD. Planalto; José Pereira, representante do Centro de Estudos e Desenvolvimento Ambiental (Cedea); Josnei Marques, representante do Moinho Velho; Rosmari Garais, presidente da Associação de Moradores Vila Liberdade; Tereza Martins, presidente da Associação de Moradores do Parque dos Lagos; Benedita Maria da Silveira, presidente da Associação de Moradores da Vila Nova; Manoel Costa Santos, presidente da Associação do JD. Curitibano e Solimões; Edna Freitas M. Martins, presidente da Associação dos trabalhadores na Separação de Resíduos Recicláveis de Colombo; Nilton Luiz Carneiro de Melo, presidente do Parceiros do Rim; Jairo Alexandro Campos de Oliveira, presidente da Associação da Vila Zumbi; Aurélio Teixeira, presidente da Associação do Jardim das Palmas; Nelson Ramos, líder comunitário do Jardim Curitibano; Wilson Dombrowski, presidente da Associação de Moradores Santa Cruz e Osmair Possebam, presidente da Associação dos Moradores e Empresários do Centro Industrial Mauá.

Projeto de Lei – Na sessão, também foi apresentado o Projeto de Lei do Legislativo nº 780/2016, que fixa os valores de salários de prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais para a  gestão 2017/2020. O projeto segue para análise e parecer técnico-júridico e, então, seguirá para a Comissão de Constituição e Justiça.

Corpo de Bombeiros apresenta relatório de acidentes de trânsito em Colombo para encerrar Maio Amarelo na Câmara de Colombo




            
Clique na foto para ampliar
Clique na imagem para amplia

A cada dez acidentes que acontecem em Colombo, quatro são no trânsito. Destes, a metade envolve motos e um terço tem como feridos jovens entre 20 e 29 anos. De 2014 até agora, foram registrados no município 2.175 acidentes de trânsito, com 2.328 feridos. 35 pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito na cidade.
Esse balanço foi apresentado pelo tenente do Corpo de Bombeiros do 3º Subgrupamento de Colombo, Nikolas Kaneko Leal, no uso da Tribuna Livre na sessão ordinária da Câmara Municipal de Colombo desta terça-feira (31/5) para encerrar a participação do Legislativo municipal no movimento Maio Amarelo, que tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.
Os números em Colombo contribuem para tornar o trânsito uma das principais causas de morte no mundo. São três mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas pelo mundo. O Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, precedido por Índia, China, EUA.
O tenente Nikolas destacou que os sábados são os dias da semana que mais acidentes são registrados no município e que este mês de maio teve um menor número de acidentes que maio de 2016, que foi o mês mais violento no trânsito colombense no ano passado. Ele afirmou que os números apontam a necessidade de investir na educação para o trânsito especialmente para os mais jovens, as principais vítimas de acidentes que poderiam ser evitados.
Câmara de Colombo e o Maio Amarelo - Para apoiar o Maio Amarelo, a Câmara de Colombo exibiu durante suas sessões ordinárias os números sobre a violência no trânsito e os parlamentares, servidores e funcionários foram convidados a usar na lapela a fita amarela, símbolo do movimento. Além disso, especialistas em trânsito foram convidados a falar sobre sua experiência para fomentar a discussão sobre o tema entre os vereadores. Entre eles, além do tenente Nikolas Kaneko Leal, ocupou a Tribuna Livre o diretor geral do Detran-Pr, Marcos Traad. A partir das discussões, a Câmara Municipal de Colombo deve instalar uma Comissão Especial de Mobilidade Urbana.
 

Jovens são baleados em movimentada avenida e um deles pode ter se ferido ‘de graça’


Por Marina Sequinel e Daniela Sevieri


baleado
Jovens foram socorridos pelo Siate (Foto: Daniela Sevieri – Banda B)
Dois jovens foram baleados em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, na noite desta quarta-feira (1º). Eles andavam pela Avenida Saracura, no Jardim Califórnia, quando dois homens em uma motocicleta passaram atirando.
Um rapaz de 24 anos levou dois tiros, enquanto o outro, de 20, foi atingido por três disparos e acabou socorrido em estado mais grave. “A mulher dessa segunda vítima disse que ele tem passagens pela polícia por roubo, mas que já tinha respondido por isso. Já o outro jovem declarou que ‘não tinha nada a ver’ com o caso e que desconhece os atiradores”, comentou o guarda municipal Sizenando, que atendeu a ocorrência, em entrevista à Banda B.
As vítimas foram socorridas, a primeira em estado moderado e a outra com ferimentos gravíssimos. A delegacia de Araucária deve investigar o caso.

Defesa de ex-marido de empresária assassinada diz que ele está abalado e critica ‘acusações precipitadas’



Da Redação

A defesa do ex-marido da empresária Rosimery Maier Dias, de 48 anos, assassinada na última sexta-feira (27), afirmou que ele ficou “profundamente abalado” com o caso e que também teme pela sua vida. A declaração foi feita pelo advogado Elias Mattar Assad na rede social Facebook na tarde desta quarta-feira (1º).
rose
(Foto: Reprodução/Facebook)
Na ocasião do crime, que aconteceu na Lapa, na região metropolitana de Curitiba, a Polícia Militar (PM) havia apontado o ex-marido como principal suspeito. Ele é acusado de matar o filho que tinha com Rosimery, Emerson do Vale Ribeiro, de 23 anos, em dezembro do ano passado.
“No último feriado, toda a sociedade da Lapa foi colhida de desagradável surpresa com a morte da Sra. Rosimery Maier Dias, com visíveis traços de execução, que deve ser investigada com rigor técnico, mormente pelo entrelaçamento com o mundo das drogas. Não se pode tirar conclusões precipitadas a respeito da autoria”, afirma o texto na rede social.
De acordo com o advogado, quando soube da morte da ex-mulher, o cliente ficou muito abalado. “Segundo ele, por várias vezes, traficantes cobravam dele e de Rosemery dívidas que o filho fazia para sustentar o vício dele e de seus amigos narcodependentes. Essas cobranças eram sempre feitas com ameaças de morte”, completou.
O caso
Rosimey foi morta com quatro tiros por um motociclista na Rua Professor Raimundo, na Vila do Príncipe. Ela tinha saído de casa para tratar os cavalos quando o atirador passou pelo local. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

Reunião Setorial de Literatura e Cartunismo acontece em Colombo


WEBMASTER 1 DE JUNHO DE 2016

O objetivo do encontro é discutir metas e ações pertinentes à arte

Professor, contador de histórias, poeta, escritor, bibliotecário, apreciador ou criador da arte do cartunismo e a sociedade em geral estão convidados a participar da Reunião Setorial de Literatura e Cartunismo “A arte da palavra: a literatura”, que acontece no dia de 20, às 8h30, na Casa da Cultura.
O encontro será realizado pela Prefeitura de Colombo por meio do Departamento de Cultura em parceria com o Conselho de Cultura e visa traçar metas e ações que tragam melhorias para o Plano Municipal de Cultura – Setorial de Literatura e Cartunismo.
A diretora do Departamento de Cultura, Rita Straioto ressalta sobre a importância da participação dos amantes do meio cultural no encontro. “É um grande evento em que se definirão as ações que serão adotadas futuramente. Por isso é importante à contribuição dos artistas colombenses e de toda a população”, disse a diretora.
Serviço
Reunião setorial de Literatura e Cartunismo
Data: 20/06/2016
Horário: 08h30
Local: Casa da Cultura
Endereço: Rua XV de Novembro
Informações: 3656-6423/3656-8041
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Mané Cardozo

José Eduardo Cardozo quer a inclusão dos áudios de Sérgio Machado na defesa do impeachment de Dilma Rousseff, mas rejeita que as pedaladas cometidas pela petista no primeiro mandato sejam consideradas no processo.
Cardozo acha que é malandro.

Romário bola murcha



Romário renunciou à vaga na comissão do impeachment. Ele será substituído por Lúcia Vânia.
O ex-jogador alegou que está "sem tempo" para se dedicar à comissão por causa dos trabalhos da CPI do Futebol.
Conversa fiada.
Romário mudou de ideia em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, mas não tem coragem de encarar seus eleitores.

Eventos esportivos agitaram o fim de semana em Colombo


WEBMASTER 1 DE JUNHO DE 2016

Atletas colombenses marcam presença em Corrida Noturna e Copa Ciclismo

Atletas colombenses participaram da 16ª edição da Copa Cidade Canção de Ciclismo
Atletas colombenses participaram da 16ª edição da Copa Cidade Canção de Ciclismo
O evento em Maringá contou com mais de 300 atletas.
O evento em Maringá contou com mais de 300 atletas.
Neste fim de semana, os atletas do município nas modalidades de corrida e ciclismo puderam participar de competições em que o lazer e o entretenimento foram garantidos.
O Parque Municipal da Uva foi palco de largada para a Corrida Noturna Esquenta Panturrilha, uma parceria da Prefeitura de Colombo em por meio do Departamento de Esportes e da Nosso Time Projetos Esportivos. O evento contou com mais de 250 atletas amadores que percorreram circuitos de 5 km e 10 km.
O secretário de Esporte, Cultura, Lazer e Juventude, José Mauri Henemann, destacou a importância de promover esporte para a comunidade. “Nosso objetivo é despertar nas pessoas o interesse pela prática esportiva através da corrida a pé. Buscamos levar o esporte ao alcance de todos criando um ambiente de interação entre atletas amadores e profissionais”, disse.
Copa Cidade Canção de Ciclismo
Colombo foi representado por 13 atletas nas categorias Juvenil, Máster A e Feminino Elite.
Colombo foi representado por 13 atletas nas categorias Juvenil, Máster A e Feminino Elite.
No último domingo, 29, em Maringá, mais de 300 atletas participaram da 16ª edição da Copa Cidade Canção de Ciclismo. Colombo foi representado por 13 atletas que marcaram presença e se destacaram na competição nas categorias Juvenil, Maste A e Feminino Elite.
“Com esta participação queremos recolocar os atletas colombenses no cenário das provas da Confederação Brasileira de Ciclismo”, destacou o secretário da pasta.
Confira a classificação dos atletas de Colombo na Copa Cidade Canção de Ciclismo:
Juvenil
16° Danilo da Silva
Master A
9° Antonio Marcos Carneiro de Campos
44° Roberto Marques dos Santos
45° Diego Neves
46° Marcos França
68° Rafael D´Angelis
Feminino Elite 
13° Sheila Mendonça Gomes Coradin
24° Celina Martins
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Fotos: Divulgação Departamento de Esportes/PMC

Plano Municipal de Saneamento Básico – Itens Água e Esgoto – é apresentado em Colombo


WEBMASTER 1 DE JUNHO DE 2016

Objetivo é apresentar a ampliação dos serviços de abastecimento de água e esgoto do município

Durante o evento discutiu-se sobre a importância da elaboração de políticas públicas sobre saneamento básico.
Durante o evento discutiu-se sobre a importância da elaboração de políticas públicas sobre saneamento básico.
O Plano Municipal de Saneamento Básico será encaminhado para a Câmara de Vereadores para ser discutidos e aprovado.
O Plano Municipal de Saneamento Básico será encaminhado para a Câmara de Vereadores para ser discutidos e aprovado.
O objetivo da ação foi apresentar e discutir sobre os componentes: água e esgoto
O objetivo da ação foi apresentar e discutir sobre os componentes: água e esgoto
O Plano Municipal de Saneamento Básico – Itens água e Esgoto de Colombo – foi apresentado em uma audiência pública realizada nesta terça-feira, 31, no Auditório da Regional Maracanã. O objetivo da ação foi apresentar e discutir sobre os componentes: água e esgoto, tema especifico do Plano de Investimentos e de Metas no Município de Colombo.
O secretário de Meio Ambiente, Evandro Busato ressaltou sobre a importância da elaboração de políticas públicas sobre saneamento básico para o desenvolvimento do município.
“Hoje, apresentamos o Plano Municipal de Saneamento Básico. Estamos seguindo a lei que determina que a revisão aconteça a cada quatro anos. Vale lembrar que está em processo licitatório os Planos Municipais de Resíduos Sólidos e Drenagem, que servem para nortear o município nos próximos 10, 15 anos. Além de serem necessários para a liberação de verbas federias. Mas, principalmente, para que possamos oferecer um serviço de qualidade para a população. Por isso, é importante que todos participem com ideias e sugestões”, afirmou o secretário da pasta.
O Plano Municipal de Saneamento Básico – Itens Água e Esgoto do Município de Colombo – de acordo com os artigos 11, IV e 19, artigo 5° da Lei Federal n° 11.445/2007, do Decreto Federal n°7.217/2010 – será encaminhado para a Câmara de Vereadores para ser discutidos e aprovado.
A ação tem por finalidade garantir a prestação dos serviços de água e esgoto à população com qualidade e segurança oferecendo mais saúde pública, desenvolvimento econômico e social e preservação ambiental.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Fotos: Marcio Fasuto/PMC

Programa de Incentivo à Fruticultura fornecerá subsídio de 80% para mudas de parreira de uva


WEBMASTER 1 DE JUNHO DE 2016

Inscrições vão até o dia 16 de junho; agricultores terão direito a auxílio na compra de mudas frutíferas

O Programa de Incentivo à Fruticultura está com as inscrições abertas até o dia 16 de junho. Os agricultores que tiverem interesse na aquisição de mudas frutíferas poderão efetuar a inscrição, e os que forem cadastrados no Cadastro de Produtor Rural – CAD/PRO terão direito a um subsídio fornecido pela prefeitura, no valor de 50% da muda.
Desenvolvido pela Prefeitura de Colombo, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento o Programa de Incentivo à Fruticultura acontece no município há mais de 12 anos. “A ação tem como objetivo a diversificação da fonte de renda, oferecendo uma alternativa a mais para a agricultura familiar”, destaca o secretário da pasta, Marcio Toniolo.
Para este ano, como em 2015, o produtor rural também poderá contar com o subsídio de 80% do valor da muda de parreira de uva (bordo, niágara branca e niágara rosada). Para isso, é necessário que o produtor  adquira mais de 100 mudas de parreira e entre no “Programa de Incentivo à Viticultura”.
O Programa busca resgatar a questão cultural da região fazendo com que os produtores e os empreendedores sintam-se valorizados para fazer novos investimentos.
“Esta ação quer promover a melhoria da atividade da fruticultura nas propriedades rurais do município, visando à comercialização e o consumo de subsistência, buscando uma maior estabilidade ambiental dos agroecossistemas e possibilitando o aumento da renda da agricultura familiar”, explicou o secretário.
Variedades
Serão disponibilizadas para os agricultores, por meio do programa, as espécies que se demonstraram mais adaptadas ao clima da região de Colombo, caqui (fuyu e café), figo (roxo e pingo de mel), pêssego (chimarrita e eldourado), ameixa (reubennel e santa rosa), nectarina, amora tupy, kiwi (bruno e monty), maçã eva e pêra kieffer.
Como Participar
Os interessados, mesmo os que não forem produtores rurais, também poderão se inscrever para solicitar mudas, porém é necessário ser morador de Colombo. Para obter mais informações sobre o programa e a distribuição das plantas, a Secretaria Municipal da Agricultura e Abastecimento, está localizada na Rua Pedro Pavin,1022 – Centro, e disponibiliza o telefone 3656.2490 para mais informações.
Para se inscrever basta levar a cópia dos seguintes documentos: Comprovante de residência, RG/CPF, CAD-PRO ou DAP.
Serviço
Inscrições no Programa de Incentivo à Fruticultura
De 30 de maio a 16 de junho, na Secretaria da Agricultura e Abastecimento – Rua Pedro Pavin,1022 – Centro.
Telefone: 3656.24909.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: João Senechal/PMC

Servidores dos Correios fazem denúncia à PGR contra ex-presidente da empresa


Correios
Severino Motta, Veja
Servidores dos Correios enviaram à PGR uma denúncia contra o ex-presidente da empresa Giovanni Queiroz e contra diversos dirigentes da Postal Saúde, a Caixa de Assistência e Saúde dos Empregados dos Correios.
Na denúncia sobrou também para o deputado Mario Heringer e para ex-vereador por São Paulo Netinho de Paula.
Os servidores alegam que houve um grande aparelhamento da empresa pelo PDT e que diversos técnicos foram demitidos para dar espaço a indicados políticos, o que não só prejudicou a qualidade dos serviços como também propiciou casos de corrupção.
Eles citam em especial a Postal Saúde, que administra o plano médico dos funcionários.

Dizem que ainda hoje está havendo gestões fraudulentas de contratos com empresas investigadas pela Lava-Jato.
Na representação eles ainda anexam uma lista de 124 nomes de pessoas contratadas pela Postal Saúde por indicações políticas e indicam testemunhas que podem esclarecer as falcatruas ao Ministério Público.

Temer pede aprovação ainda hoje de reajuste para Judiciário


Michel-Temer
Júnia Gana e Letícia Fernandes, O Globo
Em uma medida que gerou reação entre os tucanos, o governo do presidente interino Michel Temer resolveu pedir que sejam aprovados ainda nesta quarta-feira os projetos de aumento salarial para servidores de diversas categorias. Ontem, a Câmara aprovou pedido de urgência para a tramitação desses projetos, mas não havia previsão para a votação do mérito. A estimativa é que o impacto seja de cerca de R$ 8 bilhões nos próximos quatro anos.
A decisão foi tomada para evitar confrontos com as categorias, como o Ministério Público e o Tribunal de Contas da União. O primeiro órgão é parte responsável pela Operação Lava-Jato e o segundo analisa as contas do governo. O líder do PMDB na Câmara, Baleia Rossi (SP), esteve no Palácio do Planalto mais cedo e afirmou que o pedido para votação ainda hoje veio do próprio Temer. Nesta segunda-feira, o presidente interino recebeu o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para tratar, entre outros temas, o aumento salarial para o Ministério Público.

— O presidente fez um apelo para que, depois da votação de ontem, das urgências para aumento dos servidores da União, do TCU, do Ministério Público, do Judiciário, dos militares, enfim, todas aquelas urgências que votamos, ele pede que possamos votar hoje o mérito dessas votações — disse Baleia.
Avisados da mudança, os tucanos reagiram. Um grupo de deputados do PSDB irá se reunir ainda hoje com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para “pedir explicações”. Eles dizem que não é possível dar aumento em um momento em que é preciso sinalizar ajuste de contas. Os deputados dizem ainda que, com isto, não devem apoiar qualquer medida de aumento de impostos.
Na noite de ontem, Temer recebeu para um jantar um grupo de senadores do PSDB. Na conversa, o presidente interino disse estar sendo alvo de forte pressão das categorias. Segundo relatos, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e Janot ligaram diversas vezes para o peemedebista para pedir que atendesse a demanda de aumento.
O deputado Duarte Nogueira (PSDB-SP) reclamou do momento para se proporcionar aumento salarial, apenas poucos dias após o governo conseguir aprovar no Congresso a mudança da meta fiscal, com a previsão de um rombo de mais de R$ 170 bilhões.
— É uma confusão, esse governo está passando por sérias dificuldades e dá um sinal desses em um momento de necessidade de muita austeridade — afirmou Duarte.
Auxiliares de Temer afirmam que não houve reviravolta na forma de o governo lidar com esses aumentos e que eles já estariam previstos nas mudanças aprovadas no Orçamento. O senador Romero Jucá, enquanto esteve no Ministério do Planejamento, teria negociado a inclusão dos aumentos salariais no projeto aprovado.
— Quando o Jucá fez essa negociação, isso foi incluído na previsão de déficit no orçamento. Se não cumprir os acordos enviados, pode abrir margem para uma nova negociação que pode ser maior do que estava acordado. Tumulto e confusão com essas categorias é tudo o que o governo não precisa encarar agora — afirmou um interlocutor de Temer.
Segundo o líder do governo na Casa, André Moura (PSC-SE), Temer sinalizou na manhã de hoje a intenção de votar os projetos – que até ontem não tinham previsão de serem apreciados.
— Desde hoje de manhã o governo está analisando o impacto e construindo diálogo para votar. O presidente Temer quer votar, mas lógico que tem um plenário com programação. A ordem do presidente Michel é acelerar isso, já que o impacto analisado pela Fazenda e pelo Planejamento está dentro do previsto, afinal o próprio Congresso já tinha aprovado o Orçamento de 2016 prevendo o reajuste —disse o líder do governo na Câmara.
André Moura se reuniu nesta quarta-feira com os líderes da base aliada na Câmara e expôs o pedido de Temer, que não foi bem recebido por todos.
— O presidente me deu duas orientações: tratamento igualitário às categorias, votar o mérito de todos os reajustes, e acelerar ao máximo essa votação. Mas a Câmara tem uma agenda, o compromisso do governo com os líderes é votar a DRU, e sabemos que a oposição vai obstruir. Caso não dê tempo de votar hoje, queremos deixar pronta para votação na semana que vem — contou Moura.
Em votação nesta terça, os deputados aprovaram o requerimento de urgência de 12 projetos de aumento salarial dos servidores, entre eles dos servidores do Congresso e da Advocacia Geral da União. Já tinham sido aprovadas as urgências de projetos como o que aumenta de R$ 33,7 mil para R$ 39,3 mil o salário dos ministros do STF, e o aumento salarial dos servidores do Judiciário e do Ministério Público.

Ao STF, Lula se diz perseguido "há décadas"


 


Na petição para ter acesso à delação premiada de Pedro Corrêa, a defesa de Lula alega que o ex-presidente é perseguido há décadas por alguns setores da imprensa.
Esse papo não cola mais, Lula.

Feira e Xepa continuam presos



O plenário do TRF-4 confirmou decisão do desembargador Gebran Neto, que negou habeas corpus a João Santana e Mônica Moura.
Assim como Sérgio Moro, Gebran não dá moleza aos réus da Lava Jato.
"As alegações da defesa não se mostram consistentes, sobretudo no tocante aos pagamentos feitos pelo Grupo Odebrecht. Quem atua em campanhas eleitorais para um ou outro partido político ou chapa recebe a devida e justa remuneração de forma legal, em suas contas correntes regulares. Não se utiliza de artifícios, como doações por terceiros, para possibilitar o pagamento por serviço prestado, tampouco em contas offshore não declaradas no exterior.”
"Há indicativos de que a revogação da prisão, sobretudo pelas transferências bancárias realizadas já após a notoriedade da ‘Operação Lava Jato’, possibilite, ainda que de forma oculta, a rearticulação do esquema espúrio e a possibilidade de ocultação de provas de interesse da causa.”

Socialite confirma crime, mas nega intenção de matar rival: 'Me perseguia'


Marcelaine teria encomendado morte de Denise Silva por ciúmes de amante.
Vítima foi baleada em estacionamento de academia em Manaus.

Andrezza Lifsitch, Camila Henriques e Jamile AlvesDo G1 AM
Marcelaine depõe (Foto: Jamile Alves/G1 AM)Marcelaine depõe (Foto: Jamile Alves/G1 AM)
socialite Marcelaine dos Santos Schumann - acusada de encomendar a morte de Denise Silva por ciúmes do amante Marcos Souto - confirmou o crime, mas declarou que "não tinha a intenção de matar" a rival. Marcelaine e Denise seriam amantes do mesmo homem. Os três são casados. A acusada e outros 4 são julgados nesta quarta-feira (1º) em Manaus. "Jamais quis matar [a Denise]. Peço que me perdoe", diz Marcelaine. Denise conseguiu sobreviver.
(A partir desta quarta, acompanhe no G1 a cobertura completa do julgamento do caso Marcelaine, com equipe de jornalistas trazendo as últimas informações, em tempo real, de dentro e de fora do Fórum.)
Durante o depoimento, que durou cerca de 2h, Marcelaine afirmou que, na verdade, era ela quem era perseguida por Denise. A acusada disse que descobriu o envolvimento de Denise com o amante dela por meio de registros telefônicos.
"A Denise me perseguia. Me ligava, mandava mensagem, [dizia] que ela 'era a bola da vez'. Isso durou uns três meses, quatro meses", acusou Marcelaine.
saiba mais

Marcelaine confirmou o caso extraconjugal com Marcos Souto e revelou que um problema de saúde ocorrido com o marido dela a aproximou de Souto.
Ela disse ainda que o amante chegou a comentar que também era perseguido por Denise. "O Marcos dizia que ela que perseguia ele (sic)", conta Marcelaine. "Fiquei sabendo que [a Denise] provocava a esposa do Marcos também", completou Marcelaine.
Marcelaine afirmou que flagrou diversas ligações entre Souto e Denise e que se viu prejudicada por Denise. Em razão disso, ela chegou a ligar para o esposo da vítima (Erivelton Barreto) para relatar o relacionamento extraconjugal da esposa.
Denise Silva foi baleada em estacionamento de academia em Manaus (Foto: Jamile Alves/G1 AM)Denise Silva durante depoimento
(Foto: Jamile Alves/G1 AM)
Questionada sobre o plano, Marcelaine afirmou que Charles Mac Donald Lopes Castelo Branco - com quem ela tinha uma amizade - planejou o crime. Ele teria se oferecido para "encontrar uma forma" de fazer com que Denise deixasse de persegui-la. Ele também teria entrado em contato com os outros réus.

"Nossa conversa evoluiu nesse sentido de fazer com que a Denise parasse de me perturbar. Ela vivia em função da minha vida. Então, partiu daí, de dar um susto na Denise. [O Charles] disse que ia ver uma forma de ela parar de me perturbar, que ia dar uma surra, um susto nela", afirma Marcelaine.
"Eu queria que ela me deixasse em paz", diz Marcelaine, referindo-se à Denise.
Ao juiz, Marcelaine disse que o crime ocorreu em momento de "fragilidade psicológica" e declarou que não sabia como Charles iria agir.
Marcos Souto diz estar arrependido de ter deixado de ficar com a família para passar tempo com vítima e acusada (Foto: Jamile Alves/G1 AM)Marcos Souto diz estar arrependido de ter deixado
de ficar com a família para passar tempo com
vítima e acusada (Foto: Jamile Alves/G1 AM)
Marcelaine disse que soube do atentado contra Denise por meio do amante, Marcos Souto. "Eu fiquei apavorada, muito assustada mesmo", diz Marcelaine, sobre atentado contra Denise.
O juiz Mauro Antony leu o depoimento de Rafael "Salsicha" - apontado como o atirador -, dado após o crime, onde ele confirma que a suspeita conhecia todos os envolvidos. Ao ser questionada sobre a veracidade do depoimento, Marcelaine disse que, dos réus, apenas Charles Mac Donald era conhecido por ela.

Ela foi interrogada pelo promotor Rogério Marques. Ele questionou a acusada sobre anotações com informações sobre a vítima. Ela disse que resolveu conhecer a pessoa que estava perseguindo-a. Ela disse ainda ter passado uma foto de Denise para Charles.
A socialite falou também que Denise chegou a ir até a academia que ela frequenta. "Só ela estar lá foi uma provocação", diz Marcelaine.

Ainda ao promotor, Marcelaine afirmou que o envolvimento de Charles foi forma de "retribuir" empréstimo de R$ 3 mil. Ela teria emprestado o valor ao suspeito para que ele fizesse um tratamento de saúde.
Marcelaine reconheceu que queria machucar Denise, mas se disse arrependida. "Me arrependo muito de ter tomado essa decisão [de tentar machucar a Denise]. Nada vale a pena para estar passando o que estou passando hoje", declarou Marcelaine.
Durante o depoimento que durou cerca de 2h, Marcelaine chegou a se emocionar ao lembrar de problemas de saúde enfrentados pelo companheiro. "Muito difícil falar disso", disse.
Júri
O júri popular, composto por sete pessoas, é presidido pelo juiz Mauro Moraes Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus. A expectativa é que o julgamento encerra nesta quinta-feira (2).
São acusados de tentativa de homicídio de Denise Silva: a socialite Marcelaine Schumann (mandante do crime), 37 anos; o bacharel em Administração Charles Mac Donald Lopes Castelo Branco (na qualidade de partícipes), 29 anos; o segurança Edney Costa Gomes (partícipes), 27 anos; Karem Arevalo Marques (partícipes), 23 anos; Rafael Leal dos Santos (executor), o "Salsicha", 26 anos.
O crime
A tentativa de homicídio ocorreu no dia 12 de novembro de 2014, por volta das 8h, no estacionamento de uma academia no Centro de Manaus. Denise Almeida estava dentro de um automóvel quando "Salsicha" se aproximou e atirou. A vítima abaixou a cabeça e movimentou o veículo em macha ré. Um dos tiros atravessou o vidro lateral e o projétil atingiu a região do pescoço, alojando na região cervical da vítima.
"Salsicha", apontado como o atirador, teria recebido R$ 3,5 mil pelo crime. Depois de ser preso, ele confessou a tentativa de homicídio e apontou a participação de outras duas pessoas no crime: Charles Mac Donald Lopes Castelo Branco, que teria negociado o crime com a mandante, e Karen Arevalo Marques, que intermediou o aluguel da arma usada no crime.
A polícia também prendeu Edney por envolvimento no crime. Ele teria sido o responsável por indicar e fornecer contatos de "Mac Donald", primo dele, e de Salsicha (autor dos disparos).